segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Meu Plano de Emagrecimento

Então, como é que é? Bem dispostos? (típica saudação portuguesa, o objetivo era ser engraçado mas acho que não rolou). Só agora me dei conta que não escrevi porra nenhuma esse ano, porra. 2019 mal começou e já está acelerado.

Ando sem assunto, a vida vai bem, obrigado, porém tranquila até demais. Estou numa rotina saudável o que significa equilíbrio entre trabalho, dinheiro e vida pessoal. Diria que é um dos melhores momentos da minha vida, mesmo com várias coisas rolando dentro da minha caxola (foda, não tem jeito, sou um cara muito pensador mesmo, rsrs).

Não tenho muito o que falar, parei de fazer a divulgação das despesas mensais e dos investimentos porque tudo anda na mesma, sem grandes alterações, logo acho sem graça ficar postando fechamento. A única grande novidade que tenho para compartilhar é o assunto do post de hoje: meu plano de emagrecimento e como perdi 10% do peso de 1 de janeiro até hoje (cerca de 50 dias).

Acho que cheguei a comentar que estava acima do peso devido à despirocada que dei na comida desde que cheguei em Portugal. Ano passado foi uma verdadeira orgia alimentar, comi tudo o que tinha direito em quantidades pornográficas e como "tudo o que tinha direito" traduz-se como tudo o que leva grande quantidades de açúcar, farinhas e gorduras, o resultado não podia ser outro: banha pra caralho acumulada na pança de "imperial" (ou "fino" se você estiver no norte de Portugal ou "chopp" se estiver no Brasil mesmo). Calculo que essa foi a terceira vez na vida adulta que fiquei gordo dessa maneira, atingi inclusive recorde histórico de peso (0,5 Kg a mais da última vez). Óbvio que não estava satisfeito com isso entretanto fora algo que fiz com uma certa consciência, sabia que estava comendo descontroladamente e que em breve devia parar. E parei. Ao voltar do reveillon iniciei minha dieta, aliás, meu plano de emagrecimento.

Acredito que sou uma pessoa sortuda porque normalmente não tenho grande dificuldade para perder peso, lembro que em outras duas ocasiões consegui chegar ao peso ideal, mas o que aconteceu dessa vez foi um tanto diferente. Na minha cabeça eu ia fracassar imensamente nesse projeto emagracimento, primeiro porque já estou mais velho e reza a lenda que quanto mais velho, mais difícil perder peso, e em segundo porque dessa vez não faria uso de nenhum suplemento para agilizar o emgragrecimento. Das outras vezes utilizei suplementos naturebas e mais precisamente em 2016 usei um composto gringo que meu médico me indicou, caro pra caralho, com alguns efeitos colaterais sinistros porém eficaz (basicamente é uma mistura de antidrepessivo e uma substância usada para tratar viciados em álcool e drogas (açúcar é droga)). Dessa vez ia ser na raça, careta mesmo. Surpreendentemente tive uma perda de peso muito rápida, 4 quilos na primeira semana.

Mas Corey, qual sua super dieta? Keto, low-carb, da lua, do sol, da pqp? Sinto dizer mas o que faço pra emagrecer é estremamente simples e óbvio: como menos calorias que preciso, queimo mais calorias do que preciso. MInha abordagem é basicamente o que o Izzy Nobre diz nesse vídeo:


Meu plano alimentar se resume à: 
1- Comer até 1800 Kcal por dia
2- Caminhar ao menos 1h:30mim por dia

A matemática é extremamente simples e inversamente proporcional ao que, nós da comunidade de finanças, costuma fazer. Nós procuramos gastar menos que ganhamos e investir o restante para fazer o bolo crescer. Para emagrecer eu gasto mais que ganho e caminho para fazer o bolo diminuir. Simples.

E acredite, eu continuo comendo praticamente as mesmas coisas de sempre, até porque sou o que os gringos costumam chamar de "picky eater", ou no poruguês claro: "fresco pra comer". Tenho restrições alimentares que só outro idiota como eu consegue entender. Há certas comidas que meu cérebro simplesmente não entende como comida e é impossível que eu coloque na boca: todas as verduras (não sou cavalo pra comer capim), todos os legumes (exceto batata e quase sempre cenoura), comidas cruas em geral, comidas frias, molhos como ketchup e mostarda (barbecue ok), cebola (exceto onion rings e blooming onion), muitas frutas, ovo quando preparado isoladamente, etc. Ok, me julguem, já estou acostumado.

Minha dieta basicamente se resume à:

CAFÉ DA MANHÃ: bolacha maria, pão (integral até desce, mas não todos os dias), geléia de morango, manteiga de amendoim (manteiga e margarina nem pensar, não sou motor velho pra queimar óleo), chá, leite semi-desnatado, achocolatado, café solúvel

ALMOÇO: arroz (branco, porque não sou cachorro pra comer integral), feijão (sou brasileiro, porra!), batata de qualquer maneira (batata é vida, mas batata doce é ruim pra caralho, vamos combinar), macarrão com molho vermelho ou alho e óleo (pesto e carbonara jamais), polenta (sangue italiano é foda) e de proteínas alcatra grelhado, peito de frango de qualquer jeito (a proteína que comeria todos os dias se possível), carne de porco grelhada, peixe (pescada) grelhado ou empanado (fritura de imersão de vez em quando não mata ninguém).

JANTAR: se almoço, não janto. Se janto, não almoço.

LANCHES: banana, maçã, melão, pêssego, pão, queijo, frios (presunto (fiambre em PT-PT), salame, salsichão (chourição em PT-PT), presunto parma (presunto em PT-PT).

SOBREMESAS: bolacha recheada, chocolate ao leite (porque chocolate dark é igual cerveja sem álcool e trepar com camisinha) e basicamente o que estiver disponível.

NOTAS:
  • Não estou bebendo álcool além de uma garrafa de vinho por semana dividida com a Bia
  • Além desse vinho e de leite bebo somente café sem açúcar e água
  • Ok, bebi Coca Zero duas vezes no cinema
  • Me peso uma vez por semana, pelado, ao acordar
  • Bia está me acompanhando no plano de reeducação alimentar e embora tenha resultados mais discretos (4% de perda de peso desde o começo do ano), está feliz
  • Utilizo uma balança e peso todos os alimentos antes de consumir
Instrumento extremamente útil para qualquer pessoa que quer emagrecer
Porra, todos nós sabemos que para se ter controle sobre qualquer coisa é necessário ter dados, fazer medidas e estimativas. Todos nós nos gabamos de seguir orçamentos, de fazer planilhas fodidas para controlar nosso dinheiro mas quantos sabemos a quantidade de comida que ingerimos diariamente? É óbvio, mas devemos controlar isso sim.

Ok, as vezes enche o saco ter que pesar a comida mas quase sempre acho uma tarefa até divertida e obviamente não o faço quando vou à um restaurante, porém quandoi você começa a pesar, logo já tem uma base de quanto está comendo. 

Tenho uma média de quanto devo comer de cada alimento e sigo isso bem à risca, com pouca variação. Ok, mas o que fazer com esses dados? 
  • Uso um app de dieta. De nada adianta saber que como 200g de proteína no almoço se esse número ficar jogado. Para ter um controle, utilizo um app chamado Vitamenu. Não sei até que ponto saporra é precisa mas o importante é que me ajuda à traquear a quantidade de calorias ingeridas e acompanhar o peso. É somente isso que preciso dele e me serve muito bem (paga nois Vitamenu)
  • Outro App que utilizo é um pedômetro. É bem simples, fica ativo 24h por dia e mede meus passos (infomação totalmente inútil, para que serve saber a quantidade de passos?), o tempo e os Km andados (essas sim, infomações relevantes). Tenho feito caminhada em ritmo forte durante uma hora sem parar pelo menos 4 vezes na semana (incluindo domingo, em baixo de uma "semi-neve" e -1ºC, raça pra carai, fala a verdade...) e durante meu trabalho dá mais uns 40 a 60 minutos por dia, o que considero caminhada leve porque normalmente eu mais me movimento do que ando).

Tenho caminhado entre 35 e 50km por semana, o que considero um bom número e principal: está surtindo efeito.
  • Quando disse que estou comendo de tudo não é mentira, a grande sacada é a quantidade. Por exemplo, aqui em Portugal tem o que costumo chamar de "bolacha do demônio", porque você come uma e o demônio te faz comer o resto do pacote. Estou controlado e consigo comer apenas 2 após o almoço, essa quantidade é o suficiente para matar a vontade de açúcar e não compromete minha dieta, sendo algo sustentável no longo prazo.
Foda-se, bolacha bué boa, opá!
  • No geral não tem sido difícil manter a dieta, um ou outro dia dá vontade de comer mais um pouco ou algo diferente, o que faço? Como mesmo, foda-se. Considero um "momento do lixo", porque não faço "dia do lixo"
  • Aos fins de semana Bia e eu temos feito comidinhas mais elaboradas incluindo gordices e foda-se, como do mesmo jeito, porém em porções menores que minha vontade
  • Cago e ando para o tal "coma de 3 em 3 horas". Como somente quando tenho fome, se não tenho fome, não como, simples assim.
A sustentabilidade é a grande sacada da parada. Poderia fazer uma dieta low-carb e hiper-proteica? Poderia, mas quanto tempo isso seria sustentável? Estou disposto à abrir mão completamente de açúcar e amido podrão pra me manter no peso? A resposta é não! Comida gostosa tem um peso enorme na minha qualidade de vida, então me resta apenas equilibrar a quantidade para que eu consiga comer tudo o que gosto.

Outro aspecto em relação à sustentabilidade do plano de emagrecimento é o exercício. Poderia ir pra academia, obter ganho de massa muscular, tonificar e definir os músculos? Claro que sim, e talvez eu até faça isso num segundo momento, porém no dia de hoje 1h, 4x por semana de caminhada intensa, ouvindo podcasts e andando pelas lindas ruas da minha cidade me proporcionam um bem estar incrível e resultados no que efetivamente quero: me manter magro e sem buxada.

Ah, pra não dizer que estou 100% careta, continuo tomando alguns suplementos que costumo tomar e que estão me ajudando muito:

TRIBULUS TERRESTRIS

De vez em quando faço um "ciclo" dessa porra, acredito que dessa vez está ajudando no emagrecimento por elevar os níveis de testosterona o que sabemos ser algo que ajuda homens a se manterem magros. Outra coisa que contribui positivamente pra testo é a diminuição da ingestão de amido podrão e de derivados de soja. Como "efeito colateral" ando bem mais bem disposto, o pau mais duro e com mais força física no trabalho.

Tenho comprado desse, pelo E-bay, baratinho e bom, vem da Tailândia

ERVA DE SÃO JOÃO

Recomendação do meu amigo médico, essa erva tem ação anti-depressiva, faz a sopa de neurotransmissores funcionar de maneira mais positiva deixando o cabra menos triste e mais positivo em relação às merdas da vida. 

Também compro pelo E-bay, vem dos
EUA, por isso não é tão baratinho

POLIVITAMÍNICO

Vitaminas podem não servir de nada mas pelo menos psicologicamente me engano que são "saladas em compimidos". Sempre fiz uso disso e gosto bastante, não tenho efeitos colaterais aparentes.

Quase de graça, custou mais caro o frete dos EUA pra
Portugal que o produto em si. Vende no Cotsco.


ATENÇÃO: não estou recomendando nada, apenas estou relatando minha experiência, ok?

Ainda faltam alguns quilinhos pra chegar na meta mas já me sinto mais disposto, mais forte e de bem com meu corpo. Acredito que não terei grandes problemas em manter o peso no longo prazo porque não faço nada radical. Então é isso por hoje, e você satisfeito com o bucho? Abraço à todos!
Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.