quarta-feira, 11 de julho de 2018

Carro em Portugal - Parte 1

Comecei a escrever esse post e acabou ficando grande demais, então dividi em duas partes. A parte 2 sai na sexta (se conseguir editar a tempo). Hoje vou falar um pouco sobre os carros portugueses e na próxima parte o processo de compra do meu carrinho. Vamos lá...

Um dos meus sonhos é não ter carro, sério, mesmo sendo amante de carros, tendo conhecimento acima da média, admirando diversos modelos. Como já disse aqui no blog, carro à muito tempo deixou de ser algo que me atrai para ser somente aquilo que realmente é: uma ferramenta que te leva de A para B. Quando decidi mudar para a Europa, era praticamente certo que não precisaria comprar carro, afinal a imagem que temos é que a Europa inteira é bem servida de transporte público. Em partes...

Como vim parar no interior de Portugal o sonho de não ter carro não pôde ser realizado, o transporte público nas grandes cidades e entre cidades portuguesas é excelente porém aqui pro interior é praticamente inexistente. Aqui na minha região todo mundo tem carro e as ruas são preparadas para isso, há estacionamento a vontade, quase sempre grátis, até parece um pouco com o que acontece nos EUA. Engraçado que não há trânsito! Mais um ponto a favor da baixa concentração demográfica.

Então durante o planejamento para a mudança decidi provisionar uma grana para a compra de um carro, além disso aluguei um para o primeiro mês, peguei esse carro no aeroporto, um Fiat 500, paguei € 90,00 para 27 dias de aluguel por esse site.

Assim que cheguei e as caí dentro da casa, comecei a caça ao carro. Meu orçamento de € 3.000,00 me permitiria escolher um carro dentro de uma gama variadíssima, afinal aqui há carros para todos os gostos e bolsos. Sério, há muito mais opção que no Brasil, creio eu que mesmo sendo um país pequeno Portugal se beneficia por estar dentro da Europa e aproveitar a gama de opções dos outros países.

No momento que escrevia esse texto era possível comprar um Peugeot 96 por € 250
(ok, motor falhando, mas é um carro que anda) - clique na imagem para ampliar

Confesso que fiquei bem perdido e sem saber o que fazer, visitei "stands" (lojas de carros) e percebi que os velhinhos vendidos em lojas são quase sempre bem caros, coisa do dobro do preço praticado por particulares. Mesmo sendo caros a maioria não tem garantia, e se você deseja garantia deve pagar a parte, coisa de € 500,00 por 1 ano de garantia. Desanimei de loja e decidi arriscar e fazer aquilo que muitos podem achar loucura: procurar um carro de particular em anúncio de internet. Aqui em Portugal os principais sites de anúncios de carros são:


Comecei a fuçar todos os sites, filtrando pelos carros da minha região. Mesmo assim a escolha estava muito difícil devido à grande variedade de opções. Meu lado fan boy de carro ficava buzinando na orelha para comprar um carro "da hora", uma BMW ou Mercedes, mas ainda bem que a razão falou mais forte e fugi dessas buchas. Ok, você compra uma BMW por € 3.000,00 mas vamos ser francos, não será uma BOA BMW...

Combustíveis

Outro problema era o combustível. Ao contrário do Brasil, aqui há carros à diesel, sendo que pelo menos 60% são à diesel, calculo que 30% são à gasolina e os 10% restantes ficam com os à GPL (gás) e híbridos. Diesel sem dúvida é uma excelente opção porque custa mais barato que a gasolina e rende mais. Basicamente um carro que faz 17 Km/L de gasolina (€ 1,50/L) fará 25 Km/L se tiver um motor à diesel (€ 1,30/L), porém a manutenção do diesel é bem mais cara e eles possuem turbinas, filtros de partículas e outras complicações técnicas que podem ser sinônimos de dor de cabeça. Além disso um mesmo modelo à diesel custa até 3x mais caro que à gasolina, o que no frigir dos ovos pode sair mais caro dependendo do tipo de uso que você fará. 

Veja essa comparação, detalhe que o Corsa à diesel além de ser mais caro é também bem mais rodado (desculpe minha edição de imagens tosca feita no paint):



Carro à diesel tende à ser bem mais rodados que um similar à gasolina justamente pelo fato do combustível ser mais barato e render mais. 

Os carros à GPL (gás) também são bem populares e possuem uma vantagem em relação ao Brasil, como o step não é obrigatório, existem kits de gás cujo tanque vai no lugar do step, nesse caso você anda com um kit de reparo (spray com espuma vedante e um compressor que liga no acendedor de cigarros) e não perde espaço no porta-malas.

Interessante, não?
Há também outras diferenças entre o GNV brasileiro. O GPL é na verdade uma mistura de propano e butano, como o GLP (gás de cozinha) brasileiro, ao contrário do GNV que é metano (tá, eu sei, pura nerdice). O GNV é vendido no Brasil ao metro cúbico e tende a ter um rendimento por metro cúbico melhor que a gasolina por litro, por exemplo um carro que faz 17 Km/L de gasolina fará uns 20 Km/L de GNV. O GPL português é vendido por litro e tem rendimento inferior à gasolina, um carro que faz 17 Km/L de gasolina fará uns 14 Km/L de GPL. Entretanto o GPL custa menos da metade do preço da gasolina (hoje, € 0,60/L contra € 1,50 da gasolina ). Assim como nos EUA, aqui a maioria dos postos é self-service e inclusive o GPL é você que abastece usando uma válvula que somente agora está sendo padronizada para uso em toda Europa. Os bocais de abastecimento de GPL são sempre junto ao da gasolina, não havendo necessidade de abrir o capot do carro.

As desvantagens do GPL é pagar mais caro pela inspeção anual (não sei ao certo quanto mais caro), ser proibido de estacionar em alguns estacionamentos cobertos e ter que usar um "dístico", um adesivo que deve ser colado na traseira do carro

Que merda, heim?
Porém esse lance do dístico azul está mudando, os carros mais novos saem com um selo verde colado no para-brisa (esteticamente muito melhor) e a proibição do estacionamento coberto está sendo revista. Existem muitos carros zero vendidos com GPL, a Dacia (linha low cost da Renault: Sandero, Logan, Duster) e Opel (Chevrolet: Corsa, Astra, Zafira) oferecem quase toda a linha "bi-fuel" que é como chamam os GPL aqui.

Carros à GPL costuma custar nada ou pouco mais caros que seus semelhantes à gasolina porém as desvantagens estão na alta quilometragem e possíveis tormentos que um kit adaptado antigo pode causar. Esse foi o motivo de não optar por esse combustível num primeiro momento. Sou muito a favor desse combustível, tive carro GNV no Brasil e adorava, não tem nada das viadagens de perca absurda de potência e morte do motor como dizem...

A gasolina "simples" tem 95 octanas, para ter uma ideia, a octanagem da gasolina brasileira e americana é 87. Existe também gasolina 97 que é a mesma octanagem da podium brasileira, essa custa uns € 0,10 a mais. É possível encontrar gasóleo (diesel) e gasolinas aditivadas. O combustível mais barato costuma ser das "gasolineiras Jumbo", postos de combustível do mercado Jumbo, porém as outras redes como Repsol e Galp oferecem descontos de diversos tipos: fim de semana, associados à cartões de supermercado, etc. O bico de gasolina costuma ser sempre verde e o diesel preto, isso para não confundir as pessoas. A gasolina vendida em Portugal é uma das mais caras da Europa, abasteci na Espanha por € 0,15 a menos por litro, o cheiro da gasolina não é "gostoso" como no Brasil (completamente diferente) e é transparente, nada de gasolina amarelinha. A porcentagem de álcool é de no máximo 5%.

Na segunda parte, explico como foi a compra do meu carro, até lá...

23 comentários:

  1. Celta por 750 euros? O que acha do preço desse carro no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade é um Corsa (o que da na mesma). Se vc pensar que o salário de um peão é em torno desse valor, é como se no Brasil custasse uns 1300 reais.

      Abraço

      Corey

      Excluir
  2. Nossa, 250 euros eu tenho na carteira pra dar sorte.

    Brasil, um pais de ricos...

    SQN

    ResponderExcluir
  3. O primeiro carro no Brasil é complicado. Se o cara quiser comprar um carro de até 10k por exemplo, tem que juntar 110k primeiro, pro carro ser 10% do capital líquido, no máximo.

    A vida é dura pra quem é mole.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não gosto muito dessas regras, as vezes para juntar 100k o cara precisa de um carro...

      Excluir
    2. Não existem essas regras. Pra comprar um carro 25, 30k ficaria quase impossível para um assalariado comum.
      Não financiando a compra do carro a pessoa já está na frente da maioria.

      Excluir
  4. Muito legal essa postagem, bastante interessante!
    Me parece ser uma boa comprar carro a Diesel, também ja tive carro a GNV a adorava, sem duvida foi uma ótima decisão que tomei.
    Aqui no estado de Utah, a gasolina custa em media USD3.25 o galao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GNV é vida! A ultima vez que estive nos EUA paguei em torno de 2,50.

      Abraço

      Corey

      Excluir
  5. Corey acredito que em portugal não há nenhuma montadora instalada.
    Todos os carros são fabricados na Espanha, França, Bélgica, Alemanha, itália etc.
    Se não fosse a zona do Euro provavelmente carros seriam bem mais caros em Portugal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que tem da PSA, inclusive o último 2CV foi feito aqui.

      Abraço

      Corey

      Excluir
    2. Ah, e a indústria de auto peças é muito forte, fornece peças para a maioria das montadoras européias .

      Excluir
  6. Olhando as ofertas nos sites que vc colocou.

    10.400 Eu por um Volvo V 40 2014.
    12.000 Eu por um BMW 316 2014.

    Se o cara curte carro, ele pode achar umas carangas legais por um preço interessante.

    Qto vc roda por mês?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acontece que grande parte da população ganha até € 1.000,00 por mês, logo não é tão barato assim... por isso há grande quantidade de carros velhinhos porém bem cuidados, muita gente casa com carro e deixa de herança.

      Ainda não sei dizer, tem variado bastante, esse mês acho que vou rodar uns 2000km.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Olá Corey!

    Carros a diesel sempre foi meu sonho aqui no Brasil. Muito econômicos, motores muito mais duráveis e o próprio diesel é mais barato.

    Adicionei seu blog em meu site, se puder adicionar o meu, agradeço.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://economistavisual.com/

      Esqueci esse detalhe, hehe

      Abraço!

      Excluir
  8. Bom post sobre os carros em Portugal.

    Os carros em Portugal são realmente muito baratos, qualquer pessoa pode ter carro.

    Em relação a manutenção do carro a diesel, se ele tiver bem conservado fica barata, porque não precisa de muita manutenção.

    Eu gastava o mesmo dinheiro de manutenção no carro a diesel do que a gasolina.

    As pessoas que andam mais de 50km de carro por dia e pretendem ficar com o carro mais do que 5 anos, escolhem carro a diesel ou GPL, porque nesse tempo poupam mais do que a diferença de 2 mil reais.

    Para as pessoas que andam poucos km de carro, escolhem carros a gasolina.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei quanto tempo vou ficar aqui, então esse foi um dos motivos que me fizeram comprar um a gasolina mesmo, Aguarde o próximo post.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Corey,

    Muito interessante o seu post. É sempre bom saber como são coisas em outros países.

    Penso como você em relação aos carros: "uma ferramenta que te leva de A para B."

    "Aqui na minha região todo mundo tem carro e as ruas são preparadas para isso, há estacionamento a vontade, quase sempre grátis, até parece um pouco com o que acontece nos EUA."
    Impossível não pensar no caos que é o Brasil nesse sentido, inclusive a falta de estrutura para os automóveis nas pequenas cidades.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brasil infelizmente não tem nem transporte público suficiente nem malhar rodoviária compatível, então ficamos com o pior de dois mundos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Carro pra mim sempre foi um mal necessário, infelizmente demorou para eu abrir os olhos e entender que comprar usado é sempre bom negócio desde que vc tome alguns cuidados. Espero ter caído na armadilha do carro zero pela última vez, na verdade espero ter caído na armadilha de ter carro pela última vez... bicicleta irá juntar o útil ao agradável, enquanto eu tiver gordura sobrando não tem desculpa pra ficar rodando de carro por aí ao invés de pedalar.

    Sr. IF365

    Blog do Sr.IF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb já queimei muito dinheiro com carro. Acredito que se tivesse ficado e conservado meu carro que tinha GNV estaria com ele até hoje e teria poupado vários milhares de reais...

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.