terça-feira, 13 de junho de 2017

Simplificando os Investimentos - Imóveis de Locação

Hoje vou falar um pouco a quantas andam meus investimentos, como sempre faço vou dar um resumo: estou 80% em imóveis e 20% em FIIs. Vou tentar explicar os porquês:

Após o negócio que deu errado, meu medo de arriscar, que já era alto, aumentou mais ainda. Podem me chamar de cagão, porque é isso que sou. Tenho muito medo de perder dinheiro, afinal pra cada 50% de perda são necessários 100% de ganho pra amortizar. Essa minha aversão ao risco vem de muito tempo, quando moleque vi meu pai sendo completamente irresponsável e temerário com dinheiro, vivemos sempre nos altos e baixos devido as decisões de merda que o velho tomou a vida toda. Acredito que isso criou algum tipo de "trauma" na minha cabeça e a ideia de quebrar sempre foi assustadora, desde muito moleque prometi a mim mesmo que não queria ficar rico e sim jamais quebrar, jamais ter baixos mesmo que os altos não fossem tão altos assim e demorassem pra chegar.

Outra característica da minha personalidade que ajuda a explicar minhas últimas decisões financeiras é a preguiça de aprender coisas que não me atraem. Eu gosto de estudar, de pesquisar, de me aprofundar em assuntos, mas somente naquilo que me interessa, que me dá prazer em aprender. Confesso que investimentos não é mais (se é que um dia foi) um assunto que me dá prazer de ler. Quando comecei esse blog, em janeiro de 2012 eu acreditava estar gostando do assunto, achava legal aprender sobre bolsa, fundos e demais investimentos. Acabou, não tenho saco pra estudar sobre isso, se não estudo, não entendo; se não entendo, não invisto. Simples! Sei que isso pode doer no ouvido dos colegas de blogosfera que tanto estudam e colocam em prática seus conhecimentos através de investimentos assertivos e posts maravilhosos; porém essa é a minha realidade.

Não estou dizendo que sou mais espertão que os brothers que investem em ações, muito pelo contrário, se tem alguém perdendo dinheiro aqui esse alguém sou eu, o bestão preguiçoso aqui é que fica enfiando dinheiro no cu por ser vagabundo e não investir em modalidades mais rentáveis. Acontece que tenho algumas vantagens do meu lado: sou minimalista, tenho uma vida frugal e barata (por vontade, nada obrigado), não tenho filhos que demandariam muito mais dinheiro, sou casado com uma mulher cuja expectativa de vida vai ao encontro a minha (diria que isso é 50% da razão de estar tudo dando certo) e consegui ganhar uma grana bem interessante, bem maior que a grande maioria das pessoas conseguem fazer até a minha idade (middle 30s). Resumindo eu tenho grande entrada e pequena saída de dinheiro.

Mesmo investindo de maneira porca o volume de dinheiro que consegui aportar é mais que suficiente pra me gerar renda passiva suficiente para cobrir minhas despesas, ou seja, investimentos preguiçosos me levaram a independência financeira. Isso não quer dizer que ganhei milhões de reais e tenho 7875672563 imóveis de aluguel, nada disso. Minha carteira é do tamanho suficiente para minhas necessidades.

Quando vendi as 3 lojas em 2016 peguei uma boa quantia em grana que foi aportado em FIIs, mesmo não estando muito contente com essa modalidade na época (mais num post futuro), decidi que era melhor colocar dinheiro nisso que deixar boiando na poupança, além disso na minha cabeça dinheiro investido é dinheiro desaparecido, ou seja, uma vez que comprei FIIs é como se não tivesse mais aquele dinheiro. Isso traz tranquilidade o que pra mim tem um valor bem elevado. Além disso entrou no rolo alguns imóveis e prestações. Os imóveis já estavam alugados e possuem esse perfil: de locação. Nesse meio de tempo eliminei minha posição em TD e CDBs sendo essa grana distribuída para FIIs e imóveis.

Nesse meio de tempo arrisquei com um imóvel nos EUA, não curti muito o resultado e o vendi. A grana ficou lá pra comer de Cinnabon e beber de Dr Pepper. Sem detalhar muito o tal imóvel era tipo um quarto de hotel alugado como apartamento, essas coisas estranhas que só existem na gringa. Pode ser um bom negócio pra quem tem vários e consegue pôr certa dose de trabalho em cima, não é um investimento 100% passivo, por isso (e por não entender 100% das nuances do negócio) pulei fora. Não perdi dinheiro e o investimento nem foi tão grande. Talvez coloque parte dessa grana em alguma ação ou fundo americano, mas se não entendo nem os do Brasil...

Bom, hoje tenho FIIs e imóveis de locação. Sim, imóveis, o investimento mais mal falado da internet, aquilo que só dá prejuízo, trabalho, dor de cabeça... É verdade? Sim, claro que é! Mas acontece que nada é tão simples de entender quanto imóveis: é um trem feito de tijolo que você mora dentro. Uma vez que você compra saporra você pode alugar pra outra pessoa. Imóvel vai estar sempre lá e se cair um meteoro em cima o seguro (que custa 100 reais por ano) paga. O retorno do investimento é baixo mas é corrigido pela inflação ano a ano, o que teoricamente acontece com FIIs mas na real é meio obscuro. Inadimplência é um risco contornado por seguro (pago pelo inquilino), fiador ou depósito. Vacância é um risco minimizado por imóvel bom, local bom, preço bom. Meus apartamentos estão localizados em diversas regiões da grande São Paulo e possuem diversas tipologias. Isso ajuda e diminuir o risco. Outra coisa que conta a meu favor é o fato de não depender da renda passiva pra sobreviver, ou seja, se rolar uma vacância ou outra, um preju ou outro, consigo amortizar tranquilamente pois não dependo dessa grana (obs: no momento estamos vivendo sim da renda passiva, mas em breve voltaremos ao trabalho e por menos que Bia e eu ganharemos, será mais que suficiente pra cobrir nosso padrão de vida, ou seja, os aluguéis serão reinvestidos) Simples assim!

Ah, mas Corey, e a bolha imobiliária? Respondo: fazem 10 anos que ela está pra estourar, nesse meio de tempo quem ficou esperando o estouro ganhou zero reais e quem comprou, vendeu, alugou? Quanto dinheiro ganhou? Não sei se tem bolha ou não, não sei como será o futuro da economia (até porque mal sei que o presidente é um tal de Temer), mas sei que as pessoas continuarão precisando morar em algum lugar, continuarão formando famílias novas que precisam de teto, que os prédios de apartamentos duram séculos... Quem se preocupa com a bolha imobiliária é a mesma pessoa que assume o risco de confiar em relatórios de empresas pra enfiar seu dinheiro ali. Cada um assume um tipo de risco, imóveis pra mim possuem um risco razoável.

Tento levar minha vida de maneira mais simples possível, Bia e eu percebemos no decorrer dos anos que sempre que simplificamos algo isso nos trás grande ganho de qualidade de vida, o que é inversamente proporcional quando complicamos algo. Foi assim com o carro barato de 20 anos que nos trouxe liberdade de parar onde quiser, não se preocupar com ralados e pequenos amassados, nem pagar seguro e IPVA. Foi assim quando trocamos 30m² por 80 e viemos morar numa região zoada de transporte público, vizinhança estranha e pouca oferta de comércios (ao menos morar aqui fazia sentido quando nos mudamos). Com investimentos não é diferente, quis ganhar muito em pouco tempo com a última loja e quebrei a cara, por outro lado os imóveis de aluguel só me dão alegria. A vida é simples, a gente que complica!

Imóveis de aluguel tem proporcionado renda e vida tranquila pra milhares (milhões?) de pessoas em todo o mundo durante séculos. Vá em Portugal e tente alugar um imóvel, ele provavelmente será de algum idoso ou viúva que além desse terá outros imóveis. O que os comerciantes italianos costumavam fazer aqui no Brasil? Compravam um terreno, construíam salões no térreo onde instalavam suas lojas e apartamentos para locação no primeiro andar. Quero dizer que esse é o investimento do pacato cidadão, daquela pessoa que não tem sofisticação de conhecimento, pode não ser o mais rentável mas está dentre os mais seguros. Como sempre tento aprender com os erros e acertos dos outros, vou nesse caminho também.

102 comentários:

  1. Gosto de imóveis também. Tinham alguns xiitas da blogosfera que falavam mal de imóveis, mas acho que isso passou. Hoje tem muita gente que curte. Agora pra um cara que ganha 3k por mês não dá pra ir comprando isso, exceto aos poucos, compra um terreno ali, constroi etc. Isso já dá mais trabalho. Então recomendo imóveis pra quem tem patrimônio mais de 100k pelo menos. Tem riscos sim, mas tudo tem risco.

    Se eu fosse você, com o dinheiro da venda do imóvel dos EUA, compraria um imóvel lá mesmo ou noutro país. É a diversificação geográfica. Pelo menos você não fica tão concentrado em SP.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, deu uma diminuída, acredito que muita gente perdeu dinheiro em outros investimentos da moda e acabou tendo mais respeito por imóveis. Concordo sobre a dificuldade dessa modalidade pra quem tem pouca grana.

      Sobre o dinheiro nos EUA ainda não sei, não gostaria de investir mais dinheiro nisso...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Talvez já conheça esse site: http://www.investidorinternacional.com

      Eu como sou formiga até ando pensando levar minhas parcas economias p/ dólar é franco suíço.

      É claro,tem q estudar antes de investir.
      Mas pense na proteção geográfica e a inflação. Comece pequeno! 10mil dólares,5 até se ambientar

      Diego

      Excluir
    3. Sim, conheço, claro! A ideia de ter grana no exterior é ótima mas tem que ser muito bem estudado pra não fazer como eu e abandonar.

      Excluir
  2. Minha família vive de renda dos imóveis de aluguel que meu pai construiu ao longo do tempo. Hoje sou eu quem administro, vou confessar dá trabalho, mas é muito fácil para qualquer pessoa mesmo que sem instrução.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como vc, várias pessoas fazem isso e vivem muito bem.

      Excluir
  3. Lawyer, que tipo de imóveis sua família tem?

    ResponderExcluir
  4. Guilherme Augusto Schmidt13 de junho de 2017 19:34

    Cara. Falou tudo. Deixa eu contar uma partezinha de minha história com imóvel. em 2009 construí uma casa em Toledo, PR. Lote barato, casa barata, mas bem feita. 110 m2, suitinha, mais dois quartos,etc. Bairro novo. Misericórdia. Comecei a ler o blog Bolha Imobiliária. Ia estourar a qualquer momento. Me atirei com tudo e vendi a casa, um pouco abaixo do valor de mercado, ou seja com um desconto de uns 15%. A mulher que comprou de mim financiou pela Caixa. Mas o cara da imobiliária disse que em 30 dias, bla, bla. Demorou 8 meses. Não vi que a compradora combinou com a imobiliaria e me carnearam no contrado. No dia de assinar, criança pequena chorando, vim de outra cidade, já viu. Assinamos. Fiquei esperando a bolha estourar. Não estourou. Peguei o dinheiro e me matei investindo pra lá e para cá. nesses 8 anos transformei os 120 em mais ou menos 250. Mas eis que agora: Tcham!!! Só o lote vale 150k. o imóvel todo vale fácis 280k. e mais 8 anos de aluguel de 900 k por mês. Tirando furo na parede, reforma, iptu, teria mais uns 60 conto fácil. juntanto com o resto, 340. Portanto, perdi pelo menos 90 mil reais. Penso em voltar agora para esse ramo. Achei teu blog pesquisando sobre isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por compartilhar sua história! Tb já caí nessa de ficar bitolado com história de internet e perdi uma boa grana. Não posso dizer que estou imune mas hoje tento ser mais conservador, tem dado certo...

      Veja:
      http://coreyinvestidor.blogspot.com.br/2015/01/como-me-arrependi-de-nao-ter-feito-um.html

      Excluir
    2. Concordo com os investimentos em imóveis, sua rentabilidade é baixa comparada a outros meios de investimento, porem é sem complicação e não tem erro!
      Já procurei de investir em Toledo PR também, mas atualmente gosto do mercado imobiliário de Cascavel.

      Excluir
    3. A simplicidade do investimento em imóveis compensa um pouco da baixa rentabilidade.

      Excluir
  5. Minha intenção com os FII é que eles consigam pagar as parcelas dos meus imoveis físicos um dia , por isso la pelos 100k já acredito que eles consigam pagar algum imóvel.
    Vou fazer o caminho do burro também mais longo ,tortuoso só que bem seguro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma boa estratégia mas é preciso ter cuidado, aguarde o próximo post...

      Excluir
  6. Imóveis são uma boa forma de investimentos, mas assim como ações ou qualquer outro investimento, tem que saber escolher.
    Tenho um tio que comprou um imóvel em ruínas, onde funcionava uma fábrica de tecidos. Construíu 9 kitnets, 3 no subsolo, 3 no 1° andar e 3 no fundo. Construíu um ponto comercial na frente e a casa dele no térreo.
    Hoje tira uma grana com os aluguéis. Ele tem um grande defeito, é consumista pra caralho, só vive em farra, viajando e só usa roupa cara. Ganhava muito dinheiro como representante comercial, mas diz que as vendas despencaram ano passado.
    Eu invisto em fii e em etf. E em 2016 a renda dos fundos equivaleram mais de 20% da minha renda. Eu tenho 32 anos. Minha meta é chegar ao 40 com o fundos cobrindo 100% do meu salário.
    Eu moro de aluguel. Minha esposa possui um apartamento que os pais deram a ela. Mas fica longe dos nossos trabalhos. Alugamos um apartamento pequeno e tanto eu quanto ela vamos e voltamos andando pro trabalho e eu que trabalho mais perto ainda almoço em ksa.
    Eu ainda tenho carro. Já pensei em vender e quando precisar ir em algum lugar pegar uber. Quando a gente sai a maioria das vezes é de uber ou táxi já que tanto eu quanto ela gostamos de beber.
    Só não vendi o carro ainda por que minha sogra mora longe e é idosa e já aconteceu duas vezes dela se sentir mal de noite e a gente ter que ir pra lá. Nessas horas não dá pra depender de uber/táxi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só não faço um condomínio de kitnets desses pq acredito ser um negócio ativo, ou seja, tem que administrar e contratar uma empresa pra fazer isso deve complicar o lucro...

      Tb vivo de aluguel, é libertador vc saber que se der alguma merda como vizinhos malucos (já aconteceu mais de uma vez comigo), mudança de trabalho ou algo assim, é só achar outro lugar e mudar.

      Sobre o carro aconselho fazer como eu: ter um velhinho, com mais de 20 anos que não paga IPVA nem seguro, o custo é praticamente zero pra se manter e qd vc precisa ele te serve. Há muitos carrinhos bons, só garimpar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Investimento em imóveis é investimento tradicional.
    No Brasil o investimento em imóveis é o investimento raíz, enquanto o investimento em ações é o investimento Nutella.

    Mas para o micro/pequeno investidor é meio complicado entrar nesse mercado, pois o mesmo imobiliza um grande capital e em alguns casos "encalha". Os financiamentos bancários não estão em seus melhores momentos...
    Acho que uma alternativa nesse mercado é investir em imóveis comerciais, como salas, escritórios etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "No Brasil o investimento em imóveis é o investimento raíz, enquanto o investimento em ações é o investimento Nutella."

      Ótima frase, rsrs!

      "Acho que uma alternativa nesse mercado é investir em imóveis comerciais, como salas, escritórios etc." - DISCORDO COMPLETAMENTE!!!! Investir em sala comercial é uma furada sem tamanho!!!! Pelo menos aqui em SP e região existem trocentos prédios novos repletos de salas vazias, aqui perto de casa tem sala nova que o dono oferece a troco do IPTU e condomínío (isso mesmo, de graça) e não consegue alugar. É simples entender: quantas pessoas precisam de salas? Quantas pessoas precisam de moradia?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Como passamos por uma fase de crise e economia instável é até normal o aumento de imóveis comerciais fechados.
      Mas imóveis comerciais em pontos bons tem maior probabilidade de ser alugados ou vendidos, e na crise pode se abrir uma possibilidade de se adquirir esses imóveis a valores menores, para que um pouco mais a frente com a recuperação da economia sejam negociados com lucro.

      Excluir
    3. Continuo achando imóvel comercial uma furada! Ficar com imóvel fechado esperando recuperação da economia pra mim é besteira. Melhor o rendimento baixo porém constante de imóveis residenciais. Além disso é muito mais barato pulverizar apartamentos que galpoes por exemplo.

      Excluir
  8. Olá, Corey.

    Você é um dos poucos que conheço na blogosfera que assume que possui uma carteira de imóveis e que quase todo o investimento está alocado nela.

    Pessoalmente não vejo problema nisto. Não perco muito tempo administrando imóveis e me geram uma renda que é totalmente reinvestida. Em breve este poderá ser seu caso, quando retornar ao mercado de trabalho.

    Imóveis, hoje em dia, de maneira geral, podem não ser grandes coisas como investimento, mas pessoalmente não esquento a cabeça com isto. Vou tocando o barco e alocando a renda deles em outros negócios.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande G65!

      É exatamente isso que vc disse, não mudo uma vírgula! Pode não ser o melhor mas é rentável e fácil de tocar, além de exigir pouco ou nenhum conhecimento técnico.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Todo mês recebo meus alugueis sem estar preocupado com o cenário econômico. Aliás pouco o acompanho.


      Dei um tempo nas construções, mas logo retomo o aumento das casinhas de aluguel.

      Viver de Aluguel

      Excluir
    3. É vc mesmo VdA? Bom saber que está entre nós, abraço!

      Excluir
  9. Expectativa da sua mulher : Vai "ao encontro" e não "de encontro " pois nesta última forma ela teria uma visão diferente e não igual à sua

    ResponderExcluir
  10. Corey, post interessante. Seu pragmatismo em reconhecer as próprias limitações é uma benção, quisera eu ter reconhecido as minhas antes de ter feito todas as lambanças possíveis e imagináveis em todos os aspectos da vida, mas tento encarar isso de forma positiva, afinal só aprendemos errando.

    É uma pena que o saudoso Viver de Aluguel parou de postar, gostava muito dos ensinamentos dele, embora achasse impossível ter a capacidade de copia-lo no modus operandi.

    Em relação a hotéis em que vc pode ser proprietário de uma suíte e alugar por fora, na vdd isso existe no Brasil tbem, tanto existe que morei com bastante gosto por 4 anos num quarto de hotel, alugando direto com o dono, via imobiliária.

    Tem muitos flats nesse esquema tbem, em que a unidade disponível para locação com o dono chama-se "fora do pool" (do hotel).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Viver de Aluguel era ótimo, pena que parou... O modelo de negócios dele é fantástico e não acho impossível de reproduzir desde que em condições similares da dele (longe de capital).

      Na verdade esse imóvel que eu tinha era bem diferente de um flat, é um quarto simples de hotel mas o modelo de locação se assemelha com os flats fora do pool. Tem gente que faz muito dinheiro com isso mas requer trabalho o que não consigo ter.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Houve um período lá pelos anos de 2012/2013 em que os imóveis estavam supervalorizados. O mercado corrigiu nos últimos anos esta distorção devido a crise, portanto na minha visão não há bolha.No último ano em média os imóveis se valorizaram apenas 0,46% segundo o índice FIPEZAP, perdendo para a inflação. Tenho imóveis para aluguel(e acredito que inquilinos dão trabalho)e o resto do meu patrimônio está em renda fixa. Acho uma comédia esse pessoal que se acha o rei das ações e acaba tomando prejuizo todo mês. Mas acho que a médio prazo a renda fixa não será mais um negócio tão bom e terei que migrar para ações. Pretendo colocar o pé em ações no ano que vem por meio de PIBB11 ou algo parecido. Preciso estudar isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, vejo uma ligeira contração nos preços, apto que em 2012 custava 220 hoje custa 200k, acho que está mais pra adequação de preços mesmo.

      Excluir
    2. Sim, vejo muita gente perdendo dinheiro mês após mês, mas tb vejo gente ganhando... No meu entendimento investimento seja ele qual for deve gerar fluxo de caixa através de dividendos, aluguel ou seja lá como, boa parte das ações não gera isso, então esse é mais um motivo pelo qual fico de fora.

      Excluir
  12. Corey,

    Acho que tudo é uma questão de ponto de vista e particularidades. Se vc não curte lidar e aprender sobre investimentos, tá mais que certo de ir pra imóveis. Simples e seguro.

    O segredo é entender as vantagens e desnvantagens e saber lidar com isso.

    Abs

    ResponderExcluir
  13. Corey, em Brasília existem apartamentos dentro de hotel que você compra para aluguel, existe até a possibilidade de se comprar o apartamento para morar nele e alugar 1 dos quartos, sendo que esse quarto extra alugável tem entrada separada e pode ser facilmente reincorporado ao resto do imóvel sem transtorno. Essas iniciativas não são exclusividade do mercado Americano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal essa informação, nunca tinha ouvido falar disso aqui no Brasil.

      Excluir
  14. Olá Corey!

    Imóveis são legais! Enquanto muitos falam mal, conheço muitas pessoas que vivem através de suas rendas.

    Acredito que alguns acabam investindo em outras coisas por "status"

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho dúvidas sobre status, com certeza muita gente prefere investir em ações pq é algo da modinha. Infelizmente status é algo que interfere muito na vida do brasileiro, só ver que o pessoal mora na favela mas tem carro novo...

      Excluir
  15. Corey,

    Perfeito!

    Enquanto os "burros", como nós, compramos imóveis e expandimos nossos patrimônios, alguns jênios, com j mesmo, pagam aluguel e acham que são espertos.

    Cada cabeça uma sentença, mas essa é uma que definitivamente não dá para aceitar...

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Corey mora de aluguel. Você não entendeu que ele tá falando de investimento ou é sacanagem mesmo?

      Excluir
    2. Anônimo,

      Eu sei disso!

      É verdade que o Corey mora de aluguel, contudo, ele faz isso por opção, e não por NECESSIDADE. Ou você já esqueceu que ele tem vários imóveis?

      A minha crítica é para os espertos que não tem nenhum imóvel, pagam aluguel a vida inteira, e acham que estão abalando...

      Esses são os piores!

      Abraços.

      Excluir
    3. Entendi o que vc disse IL e concordo. Moro de aluguel pq meus outros aluguéis pagam por ele mas acho que pra quem não tem essa condição a melhor coisa é comprar um imóvel pra viver. Muito melhor pagar prestação num aproda mrv que pagar aluguel.

      Excluir
    4. Acho que todos devem ter ao menos um imóvel, se tudo der errado ao menos tem onde morar.

      Excluir
  16. Corey, já falaram acima, mas vou dizer com outras palavras para quem tem bastante $$$ vale a pena comprar imóveis e viver de aluguel, a maioria do pessoal da blogosfera trabalha, são assalariados e dificilmente compraria 1 ou 2 imóveis sendo que ficariam sem nenhum dinheiro para emergência !! Se eu tivesse o mesmo poder aquisitivo que o seu também teria imóveis e alugaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em partes. Como disse acima ao IL acho que todo mundo deve ter um imóvel, mesmo que isso signifique ficar duro. Veja o caso do Madruga que raspou tudo mas comprou um apto a vista onde mora. Acho certíssimo, tem onde morar e isso é uma preocupação a menos na vida.

      Excluir
  17. "... sou casado com uma mulher cuja expectativa de vida vai ao encontro a minha "
    kkkk
    Cara, vc é hilário!!

    ResponderExcluir
  18. Corey voce poderia nos passar o processo de como fazer contratos de locacao, e registro dos imoveis pois um parente meu possui um imovel alugado e não registrou ainda(só possui o contrato de compra) vale a pena pagar ou temos segurança de atuar assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo procure um corretor, nada melhor que um profissional. Só digo que todos meus imóveis são registrados.

      Excluir
  19. Muito bom Corey.

    Seu tipo de investimento é parecido com o meu. Não reinventamos a roda, e imóveis de aluguel continuarão sendo investimentos de aposentadoria hoje, amanhã e no futuro, como sempre foram.

    Alguns construtores da região que trabalho fazem assim: Constroem um prédio com 8 apartamentos, tem lucro em 6, 7, e deixam um de aluguel.

    Assim o patrimônio vem sempre aumentando, bem como a renda passiva.

    Construir casinhas simples p/ alugar é muito vantajoso, em cidades próximas a capital (capital é impossível, somente em periferia, com lotes não regularizados, maior risco)

    Sucesso! Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande VdC!

      Conheço uma pessoa que constrói predinhos de 8 aptos na região do ABC, vende todos menos o último andar que é sempre alugado.

      Já pensei em construir um conjunto de kitnet mas não tenho expertise nem um lugar pra fazer isso... quem sabe no futuro. ..

      Abraço

      Corey

      Excluir
  20. Veja isso: http://exame.abril.com.br/revista-exame/a-bolha-dos-hoteis-estourou-no-brasil/

    ResponderExcluir
  21. Olá Corey!

    Tá certo você! A gente só se sente seguro operando com o que conhecemos.

    Estou 100% alocado em TD e quero evoluir, mas ainda não sei se parto pra ações ou FII's. Estou bastante inseguro, mas lendo bastante sobre ambos.

    Você nunca investiu em ações? Sempre fez dinheiro com renda fixa e com seus empreendimentos?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em 2012 qd comecei o blog cheguei a fazer alguns trades mas ficou por isso... sim, sempre rf e empreendimentos além de fii, Abraço

      Excluir
  22. Corey, vc outro dia disse sobre um custo de 6k vc e a Bia.
    Esse valor esta inluso o aluguel de voces ?
    Atingi a semi IF e estou me preparando pra ir pro Porto nos proximos 5 anos.
    Parabens pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade 6k é aproximadamente minha renda passiva. Minhas despesas são em torno se 4,5k incluso aluguel.

      Porto é fantástico, veja Vila Nova de Gaia, mais barato e do outro lado so Rio Douro.

      Excluir
    2. Corey, como q vc paga 4,5k pagando aluguel, condominio, plano de saude pra 2 pessoas em sp-sp? Se puder detalhar os gastos eu agradeceria!

      Excluir
    3. Grande VR!

      Vou fazer melhor, farei um post detalhado. Vc não é o primeiro que pergunta...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  23. opa corey,

    meu pai investiu muito em imóveis, e participei bastante da escolha/compra... acho que atendendo os cuidados básicos q vc falou (locais diferentes, tipologias diferentes, etc)... é um investimento interessante SIM, especialmente se foi comprado numa oportunidade real...

    faz tempo que acompanho seu blog...
    por gentileza, poderia me incluir na sua lista de blogs?

    obrigado!
    PD7

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, diversificação é sempre bem vinda, mesmo em imóveis. Apareceu uma oportunidade de comprar um apto no mesmo prédio que tenho outro mas recusei justamente por isso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  24. Corey,

    Na minha opinião houve sim uma bolha de imóveis. E ela está desinflando aos poucos.

    Porém, isso não quer dizer que investir em imóveis é ruim. É um invesrimento tradicional e tudo o mais que você falou.

    A grande questão sobre a bolha foi quem comprou pra especular ou comprou financiado no auge. Esses se lascaram.

    Quem comprou pra investir no longo prazo não mudou nada. No longo prazo os preços se ajustam.

    Por fim, chuto que o mercado imobiliário ainda esta desinflando e que os preços ainda podem cair mais. Mas, obviamente, casos específicos de imóveis diferenciados ou de proprietarios que não precisam vender com pressa, não cairão de preço, mas também serão mais dificeis de serem vendidos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser isso sim. Quem comprou pra especular assumiu um grande risxot, aliás digo que todo mundo podia prever que ia dar merda na economia e o mercado ficaria estagnado.

      Financiar pra alavancar é um risco ainda maior, chego a dizer que é loucura. Só faz sentido pra quem aluga e paga a prestação com o proprio aluguel.

      Excluir
  25. Corey

    Reconhecimento do círculo de competências é fundamental para o sucesso no longo prazo. Você visivelmente estabeleceu o seu.

    Existem várias formas lícitas para se fazer dinheiro. Apesar de estudos americanos demonstrarem que nas terras ianques o investimento em imóveis é ligeiramente inferior ao investimento em ações, cabe destacar que um medíocre investidor em ações inevitavelmente fará menos dinheiro do que um astuto investidor em imóveis.

    As estatísticas contam histórias cruas e não os nuances dos componentes individuais.

    Parabéns pela jornada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "um medíocre investidor em ações inevitavelmente fará menos dinheiro do que um astuto investidor em imóveis."

      concordo! E pra ser astuto em imóveis é muito mais fácil que em ações.

      Excluir
  26. Acho que o investidor deve investir naquilo que prefere como diz warren Buffett dentro da sua área de competência

    O melhor investimento é aquele que atende ao perfil de cada pessoa, que esta se sente convertível, e que percebe.

    Parabéns pelo sucesso no Blog, e nos imóveis.

    Tenho um Blog onde escrevo bastante conteúdo sobre ações e fundos imobiliários a minha visão, poderem passem por la e compartilhem

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria eu ter o conhecimento do Buffett, ter começado ainda criança como ele e no país onde vive...

      Excluir
  27. Corey,

    Minha família sempre investiu em imóveis de uma forma muito conservadora, meu avô construia casas simples e ficava com elas, sempre, nunca se desfazia de nada. Após isso comprou terras para cultivo e as arrendou, hoje vivo da administrarão dos negócios da família, que são basicamente imóveis, temos 90% do patrimônio nesta modalidade, isto ultrapassa hoje os 8 dígitos.

    E digo mais, nesta época de crise, desde meados de 2014, foi onde fiz os melhores negócios relacionados a imóveis, comprei com muito desconto devido ao desespero das pessoas achando que teríamos uma queda gigantesca nos preços, isso não aconteceu e nem vai acontecer. Aqui na minha região já estamos subindo todos os alugueis, estamos com vacância em 0% e os preços estão voltando a subir. Mas como tu havia comentado, imóveis residenciais são muito mais fáceis de alugar, temos dois comerciais e ficaram por longa data vazios, mesmo com sucessivas baixas nos valores de locação.

    Fico feliz em ver alguém assumindo que tem grandes investimentos em imóveis, pois quando eu o faço, sou bastante condenado, mas continuo tranquilo na minha jornada.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande história! Tem muitas dessas por aí... Não chego nem perto dessa quantidade de imóveis e vejo que é possível sim viver disso, imagino vcs com esses números...

      Excluir
  28. Corey, vc não tem seguro do seu carro? Nem cotra terceiros? Não acha isso muito arriscado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arriscado é, mas pra mim compensa o risco. Veja, dirijo cerca de 200, 300km por mês, dentro da cidade, acho que o risco é pequeno perante o custo.

      Excluir
  29. Corey, acho excepcional a questão da tranquilidade. Ela tem um preço e desde que esteja consciente e disposto a pagar por isso, vale a pena.
    Assim como eu mantenho uma pequena parcela dos meu investimentos em renda variável, também por temer várias reviravoltas.

    Além disso, acho que chega um momento em que, financeiramente, não vale a pena estudar mais sobre investimentos (apenas manter-se atualizado), pois a energia que você gasta pra conseguir mais 0,1% não vale a pena, considerando-se o que você precisa abrir mão.

    É isso,
    sucesso meu caro.

    Dê uma passada lá no blog: https://funcionariopublicoinvestidor.blogspot.com.br

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tranquilidade é fundamental, pelo menos pra mim. Abri mão de muita coisa na vida em prol disso e não me arrependo. Ter uma vida tranquila em todos os aspectos é importante.

      Tb concordo sobre a energia gasta em aprendizado. Não vejo nada de errado em querer aprender mais e mais se a pessoa sente vontade, tesão naquele conhecimento, mas esse não é meu caso...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  30. Corey, não seja tão preguiçoso! Olhe para os dados demográficos! A taxa de natalidade no Brasil de acordo com dados oficiais (2014) está em 1,8, ou seja, a população parou de crescer. "Para que a reposição populacional seja assegurada, a taxa de fecundidade não pode ser inferior a 2,1 filhos por mulher, pois as duas crianças substituem os pais e a fração 0,1 é necessária para compensar os indivíduos que morrem antes de atingir a idade reprodutiva." Então esse negócio de cidades crescerem como você viu ao longo de sua vida até aqui acabou. Pra você ter uma ideia na década de 70 a taxa de natalidade era de 5,0 no Brasil! Isso implica que os rendimentos no mercado imobiliário dificilmente terão o mesmo retorno, pelo simples fato da queda de procura/demanda. O mercado tende a ficar cada vez mais eficiente, o que implica que os pequenos e despreparados levarão prejuízo. Além do mais, a crise no Brasil produziu milhões de desempregados e a renda caiu. O valor dos imóveis caiu e dos aluguéis também. Ainda não atingimos o fundo do poço. Estamos num sério risco de deflação. Bom, acho melhor você diversificar um pouco, pra sua proteção. A queda de natalidade não tem volta.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito ter muitas pessoas que ainda precisarão de casas , como trabalhadores que veem de outras cidades do campo , estrangeiros e refugiados , muitos filhos virão a morar sozinhos , casais de separam , mutas pessoas escolhem morar de aluguel por N motivos acho que nenhum blogueiro estará vivo pra ver essa reversão nas moradias .

      Excluir
    2. COncordo que a natalidade menor afeta o ramo dos imóveis mas vamos aprofundar um pouco nisso?

      Veja que nos anos 60/70 a taxa de natalidade era muito maior mas uma família, digamos de 5 pessoas (pai, mãe e 3 filhos) morava muito bem numa casa de 50m² ou num apartamento de 2 quartos. Mesmo a classe média acabava ficando no imóvel dos pais ou sogros após casar, fazendo puxadinhos e etc. Hoje isso é coisa de pessoas mais pobres pq cada vez menos pessoas de classe média conseguem morar em casas, visto o alto custo dessas perante apartamentos. Apartamentos tornaram moradia mais acessível e assim vem sendo desde os anos 50 qd um boom de construção de prédios residenciais começou em SP (Veja que falo em SP pq é a região onde moro e estão meus imóveis). Nos anos 60/70 existiam inúmeros cortiços onde moravam trocentas famílias.

      Nos dias de hoje, apesar do número de favelas ser grande, essas são habitadas na maioria por pessoas mais pobres. Classe média prefere pagar aluguel num apto ou se enfiar num financiamento de um apto de 40m² da MRV (o que acho inteligente, by the way). Um casal de 20 e poucos anos de classe média, onde os dois trabalham em tem uma renda de 5k ao casar-se não terão condições de comprar um apto logo de cara por não ter o valor da entrada ou na melhor das hipóteses estão esperando seus apês ficarem prontos. Enquanto isso onde irão morar? Alguns irão continuar nas casas dos pais/sogros mas não se esqueça que o Brasil é um país onde status conta muito e status está em todos os lados, logo morar com os pais pode ser constrangedor e o casal em questão preferirá pagar aluguel 2 ou 3 anos até conseguir seu apê.

      Existem nichos de mercado em tudo, inclusive nesse negócio de aluguel. Um dos meus inquilinos é um casal de idosos que possuem trocentos imóveis mas precisam alugar por questões pessoais, a outra aluga um apto pra sua mãe idosa, a outra trabalha em escalas malucas e aluga um dos meus apês como "base de apoio". Percebe onde quero chegar?

      E esse argumento que a natalidade diminuiu e vai destruir o negócio de aluguel se aplica pra muitas outras coisas. Seguindo essa linha de raciocínio ninguém deveria investir em ações de empresas de varejo, porque não conseguirão crescer mediante a queda de natalidade; FIIs de faculdades, porque não terão alunos no futuro, etc.

      Além do mais não se esqueça que o Brasil é um país pobre, a taxa de natalidade aqui é alta se comparado com outros países. Sinceramente acho que a natalidade é mais um problema por excesso que por falta.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    3. Com certeza não vai destruir, só desaquecer. Muito válido seus exemplos.

      A China aboliu a política de filho único com fins meramente econômicos.

      Mas meu argumento não se aplica ao varejo. O varejo não é tão afetado, porque o consumo aumenta a cada ano, tem muito a crescer ainda. Como comparação, estamos longe do padrão de consumo norte americano. De alguma forma afeta, como por exemplo de crianças x PETs. Hoje o mercado para PETs é maior que o mercado para crianças; são cerca de 26 milhões de crianças até 12 anos e são 102 milhões de PETs, sendo mais de 50 milhões de cachorros.

      Concordo que a natalidade é um problema por excesso, principalmente no norte e nordeste do Brasil. A população mundial continua a aumentar e o planeta está desequilibrado, como inúmeros problemas para as próximas gerações. Acho que chega a ser ecologicamente incorreto ter filhos hoje.


      Abraço!

      Excluir
    4. "Acho que chega a ser ecologicamente incorreto ter filhos hoje."

      Uma vez ousei dizer isso aqui no blog e fui tão atacado que precisei tirar o post do ar... As pessoas ainda tem muito o que evoluir...

      Excluir
    5. Estranho vocês preocupados com a ecologia. A ecologia que se foda. Se as pessoas quiserem ter filhos, que tenham (eu não tenho)...

      Excluir
    6. A questão da natalidade é um tabu, especialmente um tabu religioso.
      O maior problema ligado a natalidade é o fato de que na maioria das vezes quem tem muitos filhos é justamente quem não tem condições financeiras, psicológicas/emocionais de tê-los, aliado a uma estrutura familiar deficiente. Mães solteiras, pais ausentes, mesmo quando são casados etc.
      Claro que há diversos exemplos de pessoas de bem criadas em um ambiente adverso, mas que o melhor seria que as coisas fossem mais equilibradas, isso seria.
      E venho de família por parte de pai e mãe muito numerosa, a moda antiga.
      O maior espanto não deveria ocorrer quando alguém opta por não ter filhos e sim quando pessoas que não tem condições optam por ter filhos a a partir daí em alguns casos não fazem a menor questão de exercer de fato seus papéis de pais e mães.

      Excluir
    7. "Estranho vocês preocupados com a ecologia. A ecologia que se foda. Se as pessoas quiserem ter filhos, que tenham (eu não tenho)..."

      Também acho, sinceramente tô cagando e andando pra ecologia e o motivo é simples, qd morrer não deixarei descendentes. Porém isso não quer dizer que não separe lixo pra reciclagem, jogue lixo no rio ou coisas assim.

      "O maior espanto não deveria ocorrer quando alguém opta por não ter filhos e sim quando pessoas que não tem condições optam por ter filhos a a partir daí em alguns casos não fazem a menor questão de exercer de fato seus papéis de pais e mães."

      Exatamente!

      Excluir
  31. Mas Corey...alugar tb não dá trabalho?
    Meu pai tinha aptos de aluguel. 1 mês de vacância e ele tinha que pagar condomínio e isso fodia com o rendimento anual.

    No começo ele alugava por conta e aí um dos inquilinos deu cano e ele teve que correr atrás de advogado para entrar com despejo.

    Um dos inquilinos detonou o apto e toca ir atrás de pedreiro.

    Outro tomou multa por som alto, sumiu e a multa acabou sobrando para o meu pai.

    Aí botou numa imobiliária que cuidava de tudo mas cobrava o primeiro aluguel mais uma porcentagem por mês.

    Quando meu pai tinha que pagar IR dos alugueis recebidos xingava até.

    Botou tudo isso numa planilha em 10 anos e descobriu que deu menos que a Selic.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que isso tudo pode acontecer, ninguém está livre, é o risco que existe. Até agora não tive nenhum problema do tipo, nem vacância.

      Excluir
    2. Pitaco do VDC: Imovel se calcula com Valor + Rendimentos. Compare o valor de venda antes e o de agora e some aos alugueis recebidos. Tenho certeza que tera batido o CDI ... Abraço

      Excluir
  32. Ola Corey

    Tem Investimentos em Inoveis e FIIs, fiz um post sobre os cuidados com a Renda Mínima Garantida nos FIIs, talvez lhe possa ser útil a leitura

    Investir em Moveis para quem tem muito conhecimento da região e do negocio também pode ser muito bom

    Estou fazendo uma sondagem sobre onde tem a maioria do investimento quem pode passar por meu blog para votar agradeço

    Agraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  33. Eae corey tranquilo? vamos direto ao assunto.
    Meu avô veio morar aqui em casa dps que minha avó morreu, deixando um lote num bairro pobre, esse lote tem 4 casas. É um terreno grande, aluguel é 350 reais e dor de cabeça pra caralho, alugar pra pobre é dor de cabeça, tem exceções, claro, mas não dá cara.
    Compartilhando uma experiência e uma ideia: eu e meu pai estamos construindo um prédio em um bairro classe média, serão 3 andares habitacionais e estamos pensando em fazer o 4° andar da seguinte forma: um salão aberto com vending machines oferecendo variados produtos essenciais e não pereciveis desde temperos, arroz, macarrão passando pelas bebidas dps higienicos alguns remedios e talvez eletronicos(nao sei ainda quais serão) Isso vai exigir mto estudo pra saber manipular e adaptar as maquinas. e fora o investimento para compra-las claro. essa foi uma ideia q tive lembrando quando eu jogava simcity, e lá construia megapredios aonde tinha de tudo para os moradores de hospital a shopping. eae o q vc acha da ideia? já viu algo parecido antes? a opnião de todos é mto bem vinda.
    forte abraço e é mto bom ter acompanhado vc todo esse tempo e "junto contigo" nessa nova fase da sua vida.
    Ass: pedreiro de 22 anos q largou a facú de TI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo negócio relacionado a periferia é complicado, mas quem consegue se adaptar se da muito bem pq a rentabilidade costuma ser bem maior (assim como o risco).

      Sobre sua ideia é algo muito comum lá fora, todo hotel e prédio residencial americano tem vending machines, acho que o ideal seria achar alguém que colocasse as máquinas pra vc e te pagasse uma comissão, assim não tem investimento do próprio bolso. Tem que testar pra ver se o público gosta, mas a ideia em si é ótima.

      Obrigado por me acompanhar, abraço!

      Corey

      Excluir
  34. Caro Corey,
    respeitosamente, discordo 100% do que você falou. Imóveis não corrigem com a inflação. Outro colega acima falou que caiu um imóvel de 220 para 200. Ora bolas, e o que perdeu se o dinheiro estivesse investido? Quanto ao aluguel ser seguro, tem gente dando cano em prestação da casa própria, não darão no aluguel? Eles deixam arder e não pagam. Não saem do imóvel e você ainda tem que entrar na justiça. Aluguel, hoje, está dando 0,2 % de rendimento. Fora o estrago que inquilino faz nos imóveis. A cada troca de inquilino você toma um prejuízo grande com reforma, etc. Não adianta dizer que o cara vai ajustar para sair. Mal faz uma pintura mequetrefe, com tinta de quinta. Se imóvel não dá trabalho, o que dizer de LCI? Você investe, tem rendimento de no mínimo 0,8% ao mês e não tem trabalho nem de fazer contrato. Pagar prestação de imóvel é sempre vantajoso???? kkk. Jamais! Um imóvel de 500 mil tem o aluguel de1,5 mil, nos dias atuais. Se você tem os 500 em LCI ou TD, você tem uns 4 mil/mês! Paga o aluguel e ainda sobra pra reinvestir. Em um ano, descontando o aluguel, são quase 40 mil! E o imóvel desvalorizando! Não tem corrigido com inflação de jeito nenhum! Falar que "o meu imóvel vale tantos mil" é uma bobagem!
    Vale o que o mercado paga. Tente vender para ver se corrigiu com a inflação! Fora que se tem 6 mil de renda, é porque tem mais de 3 milhões em imóvel. (levando-se em conta que aluguel não dá mais que 0,2 ou 0,3 % ao mês). Ou seja, numa aplicaçãozinha besta você tiraria quase 30 mil. Dava até para comprar um carrinho novo e fazer seguro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não entendeu nada...

      Danos em imóveis o inquilino paga, só não paga se não tiver contrato sério, se não pagar o depósito/seguro/fiador paga. Foda-se se destruir, arrumo com o dinheiro dele mesmo.

      LCI, TD e similares são dinheiro numa instituição financeira. Imóveis são tijolos físicos que estou olhando e sei onde fica. Ok, é uma "vantagem" subjetiva mas é importante pra alguns.

      Pouco importa se o preço do imóvel de aluguel cair, pq ele não é pra ser vendido, então é igual cotação de ações, FIIs... O que importa é o fluxo de caixa.

      O aluguel é sim corrigido pela inflação, mais uma vez, dane-se o preço do imóvel.

      Nenhum imóvel meu dá menos de 0,5%, não tenho só imóveis.

      Excluir
  35. complementando o raciocínio acima, digo que se tiver 200 mil, é o suficiente para você pagar seu aluguel de 1,5 mil, caso more num imóvel de 500. Se der entrada de 200 mil e financiar 300, pagará mais de 3 mil de prestação durante 30 anos. Agora, façam as contas. Render 1600/mês, pagando 1500 de aluguel e podendo juntar os 100 que sobraram e ainda somando 3 mil que sobrou na conta relativos à prestação que não precisou pagar ou não sobrar nada, não ter dinheiro no banco e ainda pagar 3 mil durante 30 anos? Você junta o valor de no mínimo 3 imóveis no mesmo período de 30 anos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc acabou de "achar" a fórmula para ficar rico! Aliás, vc já o deve ser...

      Excluir
    2. Não é fórmula. Trata-se de raciocínio básico. De fato, funciona sim. Não sou não, mas estou caminhando para ser. Agora, a questão não é brigar e sim discutir idéias. Apenas acredito em idéias diferentes. Não tenho medo de expô-las. E se não tem porque vender imóveis, não fazendo diferença se vai ou não valorizar, também não faz diferença se vai corrigir ou não pela inflação. Quanto a seriedade do contrato, o seu é mais sério do que o da caixa? Porque eles estão com uma inadimplência altíssima.
      Quanto aos alugueis renderem 0,5%, você descontou o IR? Nenhum imóvel atualmente dá um valor tão alto em rendimento. Está estampado em todos os jornais. Quem não dá desconto não aluga. Quem não reduz perde o cliente. Quem não simplifica perde pro vizinho que deu desconto e o condomínio. E por aí vai.
      Quanto ao texto, a chamada é sobre a facilidade de trabalhar com imóveis. O que disse é que mais fácil do que trabalhar com imóveis é investir em alguns produtos bestas, que não necessitam de conhecimento algum e não cobram IR. Simples assim, mas acho que você não entendeu.

      Excluir
    3. Vamos lá... na prática a coisa é diferente que na teoria e na internet.

      Na prática um imóvel de 500k não se acha por menos de 2k de aluguel o que já é uma barganha porém o condomínio de um apê desse dificilmente será menos de 1k, portanto é a velha história do barato que sai caro.

      Na prática nunca tive os problemas relatados, não que estou livre, mas nunca aconteceu, então vou me preocupar qd acontecer. Sofrer por antecipação não compensa.

      Repito: imóvel vai além de rentabilidade líquida, imóvel é segurança que seu patrimônio é físico, pode ser tocado.

      Se fosse tão ruim não teria tanta gente nesse ramo... Pense nisso

      Excluir
    4. Use drogas e entorpecentes.
      Se fosse tão ruim não teria tanta gente usando....Pense nisso.

      Excluir
    5. Use drogas intorpecentes. É o maior barato e diversão.
      Se fosse tão ruim não teria tanta gente usando...Pense nisso.

      Excluir
  36. Tania matou a pau!!!
    Obs: Tenho tres imoveis (quitados) alugados.

    ResponderExcluir
  37. Corey, você só se esqueceu de dizer se descontou o IR. Quanto à condomínio, alugado ou comprado o valor é o mesmo pra todos. Portanto, não entra na conta. Quanto a pratica, posso te dar diversos exemplos de aps vendendo a mais de 500 k e com aluguel menor que 2 k.
    Eu moro em um que pago 2,3 k de aluguel e tem no mesmo prédio anunciado por 990 k para venda. É fato. Eu vivo isso. Meu condomínio é mais barato do que quem é proprietário pois não pago fundo de reserva de 100 reais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manda uns links, aqui na minha região isso estava acontecendo a uns 2 anos atrás mas agora não mais... Tive sorte de pagar barato no meu (abaixo de 0,5%) pq é um apto de conhecido que alugou só pra não ficar fechado.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Só pra não ficar fechado? Mas o mercado imobiliário é tão bom! Jamais ficaria fechado! Desconheço a sua região. Não sei nem seu estado ou cidade. Mas não precisamos ir longe. Basta olhar as 300 placas de aluga-se espalhadas por aí. Eu pago 2300 de aluguel onde os proprietários pedem entre 900 e um milhão. Faça suas contas.

      Excluir
  38. Eu investi 300k em construçao de imóveis para alugar no extremo oeste de sp (regiao metropolitana).

    Peguei um terreno 5x25 fiz um "predinho" com 8 casas de 2 dormitótmrios (um quarto com 12m outro com 9m) cozinha, banheiro e lavanderia (nao tem garagem).

    Agua e luz separadas e no nome do inquilino, alugo cada casa por 750 mangos por mês.

    Não tem vacancia e nao tem inadimplecia.


    Quer saber? foi a melhor coisa que fiz em toda a minha vida...


    Investi 300k levou 1 ano pra ficar tudo pronto e retorna 6k/mês...

    Declarei o imovel no i.r, mas nao declaro o lucro, nao ponho em conta e nao pago nem um imposto desse dinheiro pra esse governo maldito!!!!


    Tenho emprego fixo na industria e só declaro este salario (pq nao tem jeito).

    Agora que os alugueis estao rodando "bonitinho" estudo sair da empresa e ter algum negócio proprio de meu interesse para complementar renda e ocupar tempo que terei livre.

    Estou muito contente com os alugueis, encheçao de saco minima (nem se compara com a pressao que passo na empresa) retorno bom, me escondo do governo...

    E tem mais, facilmente troco este imovel por um mais comercial e levanto dinheiro em um tempo rapido (estou falando pq ja pesquisei e apareceu troca).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daqui a pouco os anti-imóvel aparecem dizendo que é mentira e que os inquilinos vão destruir e mimimi...

      Rapaz, eu mesmo compro seu imóvel, topa?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Não estou vendendo (no momento) mas se quiser fazer o mesmo que fiz, venha ate minha regiao e pode fazer o mesmo que fiz sem maiores dificuldades.... basta ter uns 300k+ na mao ter paciencia para lidar com pedreiros e depois com inquilinos baixa renda....

      garanto que nao é muito dificil nao, e é bem mais facil do que ficar das 8 as 18 trancado dentro de uma empresa pra ganhar a mesma coisa como a maioria ai fica....

      abç.

      Excluir
    3. Ando pensando seriamente em construir ou comprar um imóvel desses, vou fazer um post futuro...

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.