segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Meu Guarda Roupa Minimalista

ATENÇÃO: ESSE NÃO É UM POST SOBRE A "VERDADE" OU A MELHOR MANEIRA DE ENCARAR ALGO, SOMENTE "MEU" PONTO DE VISTA E COMO "EU" FAÇO. VOCÊ NÃO PRECISA SEGUIR O QUE FALO AQUI NEM CONCORDAR, OK? NÃO SOU MELHOR NEM PIOR QUE VOCÊ POR TER ESSE LIFESTYLE.

Vocês pediram, eu atendo. Hoje vou começar a falar sobre como encaro vários aspectos da minha vida com foco minimalista e prático, o tema de hoje é roupas.

Assim como grande parte dos homens, não tenho muito saco pra roupa, não tenho ideia como combinar peças, detesto comprar roupa (um dos dinheiros mais mal empregados na vida) e não penso muito nisso. Como tudo na vida tento levar isso da maneira mais prática possível. Uma das grandes vantagens de ser homem é poder se vestir de forma simples e atemporal, ainda tenho peças de roupas de 15 anos de idade compradas na galeria do rock

Praticamente não uso roupas "minhas" no dia-a-dia. Desde que comecei a trabalhar minhas principais roupas são os uniformes de trabalho que usei e continuo usando, por se tratarem de roupas "normais" posso sair de casa com uniforme, ir ao mercado, andar na rua sem maiores problemas com isso. Esse simples fato me fez deixar de gastar uma pequena fortuna com roupas todos esses anos. Além de evitar gastos desnecessários com roupa, usar uniforme diminui drasticamente a quantidade de peças que devo ter. Por exemplo, mantenho sempre de 4 a 5 camisas do uniforme que duram ao menos 2 anos... Além do uniforme tenho também umas 3 camisetas e umas 2 polos, 2 blusas de moletom e uma jaqueta. Não tenho roupa social por um motivo simples: não uso. Quando vou em algum evento que exija roupa social, eu alugo.

Calça preciso somente de 2, porque vamos ser francos, dá pra usar uma calça tranquilamente durante 7 dias sem maiores problemas (ao menos que você se cague com frequência). Uma calça é a minha principal, a outra é a que uso enquanto a principal está lavando e pra sair. Compro somente peças neutras que possam ser usadas em qualquer ocasião. A calça que uso no trabalho é a mesma que vou pra balada. Compro somente calças boas, geralmente Levis (nas Ross Dress For Less da vida) ou Wrangler de 10 dólares no WalMart americano.

É óbvio que não tenho pijama porque não existe coisa mais inútil que pijama (aliás tem sim, é bolso em pijama). Pra ficar em casa e dormir uso calça de moletom de 10 reais do Extra (compradas a uns 7 anos) e camisetas do ano 2000. Cuecas e meias renovo todo ano porque desgastam com mais frequência e claro, nada de comprar coisas caras: cuecas normalmente compro Zorba no Extra (sempre tem promoção, boxer por 10 ou 12 conto) e meia de pacotão daquelas com 12 pares. Não dá pra comprar cueca nos EUA, o saco do americano deve ter 8 bolas...

Calçado: uso tênis Nike ou Reebok, modelos de entrada comprados a normalmente 2 por 50 Trumps nos outlets americanos. O tênis que vou trabalhar é o mesmo que faço corrida, ando de bicicleta, vou no mercado, visito minha mãe, vou no churrasco e na festa de aniversário do filho do fulano. Geralmente eles duram em torno de 1 ano. tenho 1 sapatênis de 10 anos que uso pra sair a noite e 1 par de havaianas (usados até o osso, com direito a prego e tiras compradas na feira).

Não uso boné (adorava quando moleque), corrente no pescoço (aliás, acho feio pra kct), brinco e anel (somente aliança que aliás é a mais fina que encontrei e é a mesma desde do noivado). Minha carteira foi comprada em 2005 de um mascate no balcão da loja. Além disso tenho algumas peças avulsas como uma muda de roupas na loja (nunca se sabe...), capa de chuva e luva de moto e umas 2 bermudas. Tudo cabe em uma porta e uma gaveta do meu super-mega-sofisticado guarda-roupas das Casas Bahia.


Legal, homens bem vestidos... acho bacana... mas não
tenho paciência pra isso...
Tenho pavor só de imaginar o tormento que deve ser a vida de um advogado ou gerente de banco com ternos, camisas, gravatas. Puta-que-pariu, me dá desespero só de pensar! Jamais conseguiria lidar com isso! Concordo que a roupa que você veste pode ajudar ou atrapalhar em certas ocasiões, já me fantasiei de empresário (com roupa social e sapato) pra fechar um negócio, já usei roupa como ferramenta, mas agradeço aos céus por terem sido ocasiões pontuais.

Bia não é muito diferente de mim, claro que por ser mulher ela tem talvez o dobro de peças de roupas que eu tenho mas mesmo assim isso é ínfimo perante a montanha de roupas que a grande maioria das mulheres possuem. Tanto ela quanto eu passamos mais de ano sem comprar sequer uma peça de roupa, fazemos uso da ferramenta de troca, ou seja, quando entra uma peça nova, sai uma velha pra doação, logo não há acúmulo.

Porra! Estamos em 2017, esse objeto já deveria
ter sido extinto a muito tempo...
Manutenção de roupa também é algo que levamos de maneira simples. Durante o tempo que moramos no studio lavávamos as roupas na lavanderia do prédio (sistema americano) o que era muito prático pois as roupas já saiam secas. Quando nos mudamos pro apartamento atual precisamos comprar uma lavadora (usada, 300 reais de um conhecido) mas nem passou em nossa cabeça comprar uma sofisticada-cheia-de-eletrônica-e-coisas-que-podem-dar-problema lava/seca, não há motivo pra gastar energia secando roupa quando se tem sol e vento dentro de casa .Nunca tivemos frescura cuidado de separar peças coloridas de brancas, usar produtos diferentes, etc. É tudo junto e misturado e com o mesmo sabão e amaciante. Passar roupa? Ahahahahahahahahahahahahahahaha, jamais.... Até temos ferro mas fazem alguns anos que ele não é ligado. Comprar roupas que não precisem passar é fundamental!

Não sei mensurar mas tenho convicção que esse approach simplista nos fez economizar uma pequena fortuna em dinheiro e principalmente tempo se preocupando com roupas. Como já disse várias vezes, minimalismo é algo que vem naturalmente, se simplificar for um incômodo sinal que você está forçando demais a barra. Simplifique com simplicidade e seja feliz!

52 comentários:

  1. Olá Corey,

    Muito bom o post.
    Dificilmente compro roupas e possuo poucas peças. Calças jeans que é o que mais uso e só compro Levis, pois duram muito e valem o investimento, tenho calças que comprei há 10 anos (e ainda servem!).
    No meu trabalho o estilo do pessoal é mais casual, os homens usam camisa polo e jeans. Na minha cidade tem muitas confecções, então compro as polos quando tem saldão nas confecções, e dou preferências para as peças com pequenos defeitos, que na maioria são imperceptíveis, as vezes os defeitos são no avesso, e acabo comprando polos por 20, 30 reais.

    As roupas que você compra nos EUA, você compra pela internet ou quando viaja pra lá? Já vi muita coisa barata na amazon, mas sempre tive receio de comprar e ser taxado ou de não chegar.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, saldo de estoque de roupas é a melhor coisa, esses tais defeitos são imperceptíveis, tanto que normalmente nem eu percebo, rsrs!

      Compro roupas quando viajo. Não vejo problema comprar pela Amazon mas vc deve usar um redirecionador de caixas tipo o My Vip Box do Carlinhos Troll. Acontece que se for pra uso próprio acaba não compensando porque vc não vai conseguir comprar em ponta de estoque e pagar as realmente barato (10 dolares por uma Levis, por exemplo).

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  2. Meu caro, excelente post.
    E já que a gente pode pedir, farei um pedido pra vc postar sobre algo: primeiro pq vc escreve melhor que eu; segundo pq tem mais saco pra escrever que eu. E terceiro pq quando vi a situação me lembrei de vc: "oq o Corey acharia disso?"
    Esses dias fui num restaurante aqui em São Paulo e enquanto eu comia, ao ver a fila de espera fora do estabelecimento, comentei com minha mulher:
    "São Paulo é um lugar onde se ganha muito dinheiro com comida. Porque ainda com o estabelecimento cheio, as pessoas aguardam EM PÉ a sua vez de ocupar um lugar apenas para sentar, comer e ir embora." (Em outros locais, interior principalmente, o estabelecimento está cheio mas ninguém fica esperando para sentar à mesa).
    Comentei ainda que "esse tipo de coisa no interior é inadmissível".
    Se eu chego num lugar e não posso entrar logo para comer, logo vou embora para outro. Na sua visão minimalista, oq vc acha disso, Corey?
    Eu ainda relacionei que aguardar apenas para entrar no estabelecimento é dinheiro perdido de forma que sua comida sai "mais cara" na medida em que vc não tem desconto por estar parado esperando uma vaga na mesa.
    Isso porque vc vai gastar o mesmo tempo para comer, beber e pedir a conta (mesmo se não tivesse que ficar aguardando apenas para entrar). Mas ao esperar para entrar vc já está "pagando por isso". Meio viajado, mas acho q entendeu meu raciocínio.
    Exemplifico: JOSE não precisou esperar para entrar no restaurante e gastou 1hora até ir embora e pagou 100 Temers.
    JOÃO aguardou 30 min até entrar no restaurante. Depois que entrou, gastou o mesmo tempo e valor que JOSÉ gastou (1h e 100 Temers).
    Perceba que JOÃO pagou para ficar em pé na medida em que pagou o mesmo preço que JOSÉ. Entendeu o raciocínio? 1h de José teve omisso preço de 1h30min de João.
    Se puder faça um post sobre oq pensa disso. Sei q vc curte outback, mas quero saber se vc fica 1h aguardando apenas para se sentar, mesmo sendo simplista assim?
    Eu acho um absurdo ficar esperando, com todo respeito a quem fica.
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mineiro!

      Entendi perfeitamente seu ponto de vista e concordo com tudo!

      Tb acho inadmissível esperar pra comer, não tenho saúde pra isso! Confesso que por 2x esperei no Outback, mas foi devido reunião de amigos e não passou de 30 min, mesmo assim fiquei puto da vida.

      Com tantas opções não é possível que o cidadão não se incomode de esperar pra comer, sem contar a fome. Não, não dá...

      Sempre vou em restaurantes durante a semana e em horários alternativos, dificilmente como fora de fds justamente por isso. Jamais, nunca e de jeito algum vou em restaurante em dias dos pais/mães. Fujo de locais q demoram pra entregar comida, se vou uma vez e o rango demora, não haverá segunda vez.

      O problema nem é o investimento de tempo que vc coloca no texto e sim o desaforo de esperar, com fome, de pé pra comer. Não dá... Isso é coisa de paulistano xarope.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Olá Corey.
      Isso aí que você falou Investidor Mineiro sobre esperar. É comum me Brasília, DF. Tanto em bares, quanto em restaurantes. Acho isso um absurdo.

      Excelente post, sempre procurei comprar roupas que não precisam ser passadas. Sapatos há anos que não compro.
      Tive uma namorada que tinha sapatos e roupas a sumir de vista. Parecia um guarda-roupas de artista.

      Abraços.

      Excluir
    3. Fala Cowboy!

      Esperar pra comer não rola... Estou escrevendo um texto sobre isso.

      Tenho sorte que a Bia não curte montes de roupas.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Só há fila de espera nos melhores e mais disputados restaurantes.

      Se tem gente esperando é porque o local é bom.

      Veja que o Outback quase sempre tem fila, mas o Applebee's tem sempre lugar.

      O mercado de restaurantes é extremamente disputado em SP. Toda hora fecham uns e abrem outros.

      Pra ir em algum mais concorrido é necessário chegar mais cedo.

      De qualquer forma, há opções para todos os gostos e paciências.

      Abçs!

      Excluir
    5. Não necessariamente... O exemplo que vc usou serve bem: o Applebees tem comida tão boa quanto o Outback mas o nome impera e o segundo vive cheio. Isso acontece com um monte de coisas. Meu concorrente com nome grande na praça vive cheio mesmo tendo um preço e atendimento muito pior que o meu, mas as pessoas acham que lá é mais barato.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  3. Bom post!

    Acho que o ideal é isso daí mesmo. Eu gostaria muito de trabalhar de uniforme, mas onde trabalho não tem. Então eu uso minhas polos mesmo (que também são as mesmas roupas que uso pra sair de tarde, de noite etc etc etc), calça jeans e tênis (o mesmo que uso pra ir na academia e em qualquer outro lugar. esses mizuno/asics da vida). Não combina muito tênis de malhar com roupa de trabalho, mas foda-se.

    Cueca e meia eu não compro essas ultra tops, mas atualmente também não tenho saco pras muito vagabundas. Meia eu comprava só meia barata, mas meu pé vivia dando bolhas (acho que era a questão do suor/absorção, sei lá). Daí descobri as da lupo e nunca mais tive problemas com isso. O bom é que, apesar de serem mais caras, duram uns 3 anos no mínimo.

    Gostei dessa estratégia aí de não passar roupa. Economiza um tempo absurdo (ou energia elétrica, se quem passar a roupa for a empregada) Roupa de mulher eu visualizo isso, mas que tipo de roupa de homem você compra/usa que não precisa passar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uniforme quebra um galho muito grande, ainda bem que tenho essa opção.

      Não compro nada muito vagabundo pelos motivos que vc citou, procuro comprar algo com bom custo x benefício.

      Camisa polo mesmo é algo que não precisa passar, calça jeans e moletom tb não. A não ser que vc use polos de algodão, aí fica feio, mas aquele tecido clássico de polo não amassa. Um segredo é colocar pra secar no cabide, vai do varal pro guarda roupas.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. Eu também tenho um estilo vida simples, não por ter escolhido esse estilo pra alcançar algum objetivo, na verdade sempre vivi de maneira simples.
    Tem muita gente que sem saber vive ou viveu sua vida no estilo "minimalista", o que incomoda as vezes e isso não é uma critica a você é o hábito ou mania que está virando esse negócio de querer rotular tudo e transformar tudo em discussão política ou filosófica, tem ciclista que se intutula ciclo ativista, outros se intitulam naturalistas e por aí vai.
    Não há nada de novo em todas essas coisas, sempre existiu tudo isso e sempre existiram pessoas que viveram incorporando esses estilos.
    Mas hoje talvez até pela divulgação que as redes sociais proporcionam, tudo é motivo para defender uma causa, comportamento etc.
    O mundo seria menos chato se as pessoas simplesmente vivessem suas vidas e pronto sem querer ficar se vangloriando de suas escolhas ou ridicularizando as escolhas alheias. Como eu disse não é critica a você, é critica a um comportamtno que percebo estar se tornando comum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb não "escolhi" ser minimalista, mas acabei percebendo que posso tomar vantagem disso e usar o minimalismo a meu favor conseguindo assim ganhar mais, gastar menos e principalmente ter uma vida mais tranquila.

      "hábito ou mania que está virando esse negócio de querer rotular tudo e transformar tudo em discussão política" - sem dúvida! Quem procura minimalismo na internet acaba pensando que minimalistas são todos veganos e comunistas o que definitivamente não é meu caso.

      Concordo com vc, o mundo seria menos chato sem ativismo. Por isso coloquei a observação no começo do post, pra que as pessoas não pensem que estou fazendo ativismo do meu estilo de vida.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. haha, tb não uso pijama, realmente é inútil, mais inútil ainda é o bolso do pijama. o que diabos a pessoa vai colocar no boldo do pijama para levar pra cama, camisinha? rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs! Vc acabou de descobrir!!! É pra pôr camisinha!!!

      Excluir
    2. rs
      Criei no meu site uma nova página de monitoramento do tráfego da blogosfera. Depois dá uma conferida.
      http://abacusliquid.com/blogosfera/ranking-alexa/
      Abraço!

      Excluir
  6. Fala corey, pijama é algo sem serventia mesmo rs.

    De uma passada no meu blog se puder, abraço.

    ResponderExcluir
  7. Cara lendo seu post me senti um mendigo agora, hahahaha
    De todas as minhas camisas mais da metade foram dadas por minhas exs. Tenho camisa do tempo de gordo, de época que eu era sarado, como as mais largas ou mais apertadas são as que menos usos, são as que duram mais tempo, tenho uma camiseta que eu acharia que viraria pano de chão(Taco), já tem mais de 7 anos de uso e até agora não furou!

    Como eu também eu acho um gasto desnecessário, só compro quando fura ou o trabalho não tem uniforme e o "código social" exige pelo menos uma camisa diferente para cada dia da semana.

    Cueca só compro em promoção. E no Hell de Janeiro é impossível usar pijama para dormir.

    Depois andando na rua é fácil observar porque existem tão poucas lojas de roupas somente para o público masculino. Se pudesse a gente andava pelado!

    Moda é só para gente fresca e de mente fraca.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá PS!

      O que fazemos é o uso racional da roupa, coisa que é o certo a fazer com qq coisa.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. http://lelivros.top/book/download-o-mundo-assombrado-pelos-demonios-a-ciencia-vista-como-uma-vela-no-escuro-carl-sagan-em-epub-mobi-e-pdf/

    https://osgriffins.blogspot.com.br/p/south-park.html

    http://www.uipa.org.br/como-ajudar/ União Internacional Protetora dos Animais. Se puderem doar. Eles aceitam doações de ração, produtos de higiene e tal.

    ResponderExcluir
  9. hahahah pijama pra que!!!? No verão a melhor coisa é dormir pelado mesmo. E no inverno vai aquele moletom da época do ensino fundamental rsrsrs
    To na mesma do Pobre sonhador, tenho roupas da epoca de gordão, e outras da epoca de sarado... ficam lá esperando eu engordar / emagrecer....
    Queria ser mais minimalista com roupa, mas preciso usar social e infelizmente não consigo seguir isso a risca. Mas mesmo assim, são apenas 2 calças sociais, uma pra usar e outra pra usar quando a primeira está suja. Porém camisa social é uma por dia e ainda tenho as minhas camisetas que uso pra sair, pois ninguém merece trabalhar a semana toda de social e usar social no fim de semana também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo dormir pelado, rsrs! Mas no verão durmo só de cueca mesmo. Ainda bem que não preciso usar social, deve ser um tormento ter e cuidar de um monte de camisas...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. infelizmente na minha profissão tenho que me vestir bem, mas em outros ambientes procuro usar roupas simples

    até troquei de academia pq na que eu estava o pessoal parece que ia p balada invés de malhar, então preferi deiXAR os amigos e malhar sozinho numa de bairro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho sorte por usar uniforme. Não frequento mais academia mas qd frequentava era justamente o oposto, a de bairro só dava bombadinhos querendo aparecer.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Porra Corey, eu sou minimalista, mas vc é sovina mesmo hahahahah! não chego ao exagero de ter um chinelo com prego, mas minhas posses são bem simples também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se posso ganhar alguns meses usando prego no chinelo, por que não? Rsrs!

      Excluir
  12. Pela leitura da postagem verifiquei que é mais frugal do que eu no quesito roupa. Tenho uma 6 calça jeans, umas 3 calças sociais e por aí vai....achava que eram poucas. No meu trabalho não uso uniforme, apenas o colete do órgão, talvez seja por isso. Abraço Corey.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu não usasse uniforme com certeza seria obrigado a ter mais roupas, mas optei por me vestir igual aos funcionários e elimino esse problema.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Quando eu vejo uma cena assim nas ruas de São Paulo logo eu penso: "Olha o Corey de mudança!"
    https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fwww.contaoutra.com.br%2Fimages%2Ftemp%2F0aamendi.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Fcaririeletronico.blogspot.com%2F2011%2F06%2Fmendigo-recebe-mais-de-us-100000-de.html&docid=zmyFBkL67p3mDM&tbnid=cCDAKffk4aCnTM%3A&vet=1&w=460&h=325&hl=pt&client=safari&bih=927&biw=768&ved=0ahUKEwj31Ojm-brQAhXCFZAKHe0bBiYQMwgjKAgwCA&iact=mrc&uact=8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mineiro!

      Bem por aí mesmo, rsrs! Minhas mudanças são feitas em pick-up da Localiza. 2 viagens normalmente é o suficiente.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. A vantagem de trabalhar em empregos que usam uniforme é de que nunca vão reparar com aquelas reparações escrotas naquilo que tu veste. O meu uniforme tem 5 anos. Era azul quando comecei a trabalhar, hoje tá cinza, mas continua cumprindo seu principal papel: cobrir o corpo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! O uniforme pode estar meio surrado, mas como é um uniforme ninguém repara. Uniforme é vida!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Esse teu post me fez lembrar de documentos e papelada que guardo. Como você faz com documentos e papeladas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa questão! Na verdade não tenho muito papel, somente contratos e documentos, o resto é tudo digitalizado. Tb não guardo contas de consumo (deixo somente a mais atual caso precise de comprovante de endereço) nem comprovantes, como pago na conta caso precise de um comprovante é só puxar o histórico.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  16. Cara, blog matador!! Show de bola.

    Sou o Anon que falou dos seus 30% de posts geniais. Este é um desses.

    Gastar é babaquice, gastar com roupa é babaquice tripla.

    ResponderExcluir
  17. Fiz uma viagem pros EUA em 2012 e comprei um monte de roupa. Desde então eu só comprei 4 calça jeans (as minhas tendem a rasgar entre as pernas, então preciso de novas qdo elas rasgam) e um tênis. E ganhei uma camisa de presente. Mais nada. Praticamente não compro roupa desde 2012. Inclusive tenho camisas com a etiqueta, q nem foram usadas ainda. Não consigo entender como o pessoal consegue gastar tanto com roupa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, esqueci de falar que tenho umas 6 peças de reserva, roupas novas nunca usadas que tb foram compradas em viagens.

      Tb não consigo entender como as pessoas gastam fortunas com roupas e tb com outras coisas como eletrônicos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  18. Corey, eu moro no trecho, faço obras por ae.. Todas as minhas roupas cabem em uma mala!

    Eu tenho mais roupas na casa dos meus pais, mas essa vida que eu levo, percebi que é fácil viver com menos.

    Aliás, uniforme é a melhor coisa que existe, o meu é uma camisa bem tranquila de se usar..

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobre Japa,

      Minhas roupas tb cabem em uma mala, qd viajo só despacho mala pra trazer de volta cheia de comidas locais, rsrs! Viajar com uma carry on é libertador.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  19. Uso muito, muito mesmo o uniforme.
    Acaba sendo não só uniforme da empresa, acaba se tornando meu uniforme. Vou para aula, mercado, restaurantes em dia de semana...
    E nunca tinha parado para analisar isto, me economiza uma bela grana.
    My uniform: Calça preta, Camisa/Polo (uniforme), botina preta de EPI (Lustrada e limpa).

    É sucesso total!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu uniforme é parecido com o seu, tirando que não preciso usar calça preta nem bota de EPI.

      Excluir
  20. Fala, Corey. Excelente post! De fato temos sorte em sermos homens, dá pra se vestir de maneira muito simples.

    Na maioria dos eventos sociais que tenho que atender, um sapatênis, uma calça jeans e uma camisa polo bastam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Madruga!

      Sempre me visto com sapatênis, jeans e polo, prático e barato.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  21. Corey, ainda sonho com o dia de ter muito pouca roupa. Quanto menos melhor.
    Acho que quando eu for velho vou morar numa casa na montanha, de madeira, vou ter só uma cama, um jarro com água, um armário com duas panelas e uma caneca de metal, umas 3 peças de roupa, uma arma, e um casal de cachorro pastor alemão. O resto é só pra chatear o homem. Isso é que é paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá FS!

      "vou ter só uma cama, um jarro com água, um armário com duas panelas e uma caneca de metal, umas 3 peças de roupa, uma arma, e um casal de cachorro pastor alemão" - tirando que não tenho arma e somente um cachorro isso resume bem minha vida, rsrs!

      Morei num apto de 30m² durante 2 anos e foi sensacional, não preciso mais que isso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. É mudar pra praia.

      Não vai precisar nem de camisa. :)

      Abçs!

      Excluir
    3. Já morei na praia, não é bem assim, rsrs!

      Excluir
  22. Você já teve problemas como funcionários?
    Talvez você já tenha até escrito sobre isso. Mas caso não tenha sugiro um post sobre esse tema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Problemas claro que já tive mas nem perto do que costumo ouvir por aí. Joga funcionários na caixa de pesquisa do blog, tem textos sobre isso sim.

      Excluir
  23. Tudo é uma questão de prioridades.

    Se roupa não for prioridade pode relaxar.

    Entretanto algumas profissões requerem que se vista bem.

    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. II:

      Como eu disse, tem profissões cuja roupa é ferramenta de trabalho então a simplificação não se aplica. Como disse no começo do texto isso é algo bem pessoal.

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.