segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Dicas de Comerciante - Troco

Hoje vou falar um pouco sobre um importante assunto: TROCO. Esse texto era pra vir junto com outro sobre maquinas de cartão, mas como ficou muito grande, decidi dividir em dois.

Troco é um assunto neglicenciado por boa parte dos pequenos empresários, a tendência é considerar troco como dinheiro parado, logo quanto menos, melhor. Como sou do contra, discordo completamente disso! Troco é ferramenta de trabalho do comerciante, economizar nisso é burrice. É inadmissível um comércio não ter troco, claro que tem gente que abusa e quer comprar um produto de 1,50 com nota de 100 mas também tem muita gente que ajuda facilitando o troco. No fim das contas é obrigação do comércio ter troco e ponto final, nunca deve-se fazer cara feia ao fazer um troco complicado, isso simplesmente não pode acontecer. Outra coisa que me deixa louco é ir num comércio e esperar o caixa ir trocar dinheiro na rua. Porra, isso mostra total despreparo da empresa!

Quanto ter de troco? Como conseguir troco?

Quando eu tinha 3 lojas cheguei a ter R$ 15 mil em troco: moedas, notas de 2 e 5. É muito dinheiro? Claro que é! Porra, ter um carrinho popular maomenos parado em troco é foda porém necessário.Troco nunca é o suficiente, evapora muito rápido e na hora que você menos espera já acabou.

Pra conseguir troco não tem muito mistério:

1- Orientar os operadores de caixa a SEMPRE pedir troco. A conta deu 7 e o cara deu 10? Peça 2 reais e volte 5. Perceba que invés de você queimar uma nota de 2 e uma moeda de 1 você conseguiu uma nota de 2 e deu uma de 5. Quanto mais trocado você tiver, melhor. Ter 10 reais em 4 notas de 2 e 2 moedas de 1 é melhor que ter 2 de 5. Por quê? Simples, tendo trocado você consegue devolver valores mais baixos ou mais altos.

2- Nunca deixar excesso de troco no caixa. Isso força os operadores a seguir a orientação acima de pedir troco aos clientes. Jamais deixe-os saber que você tem muito trocado. Eu trabalho assim: cada operador tem um fundo de caixa que é fixo e ele deve se virar com aquele troco. Quando vejo que o fundo de caixa está "pobre" eu reponho do meu caixa em trocados mas cobro-os pra não deixar o troco acabar.

3- Aceite 100% do troco que lhe oferecerem. É muito comum, principalmente no fim do ano quando as pessoas abrem os cofrinhos, clientes oferecerem troco. Eu pego 100% desses trocados SEMPRE. Jamais deixo passar. Já cheguei a ir no banco sacar 500 reais pra trocar com um cliente que levou tudo em moedas de 1 real (as mais raras). Outra coisa comum é colegas comerciantes que giram muitas moedas virem trocar comigo: a moça da copiadora, o bicheiro, o cara do boteco e suas maquininhas caça níquel, o cara do posto de gasolina que não pode colocar troco no cofre... Quando você aceita moedas as pessoas voltam pra trocar com você porque sabem que não ficará com frescura.

4- Faça campanhas de arrecadação. Certa vez estava com pouca moeda de 0,05 e 0,10. Coloquei plaquinha na frente da loja: "troque suas moedas e ganhe vale-compras". Fiz vouchers e distribui às pessoas que trocassem moedas conosco. 5 a 10% dependendo da situação. Consegui muita moeda em apenas 1 semana de campanha e ainda trouxe clientes pra gastar na loja.

Bancos jamais vão te arrumar troco a não ser que você tenha uma relação muito próxima com os funcionários da sua agência, o que não é meu caso. Quase nunca vou ao banco e mal sei o nome dos gerentes (quem é amigo de gerente é porque não tem dinheiro).

Ter troco não é bicho de 7 cabeças mas requer uma abordagem séria e investimento, além de um trabalho diário e incansável dos gerentes em cima dos operadores.

57 comentários:

  1. Fala Corey,

    Interessante o texto.

    Tenho cunhado / irmã comerciantes, e realmente eles precisam disto, principalmente por venderem itens de baixo valor.

    Eu sou um cliente legal então, detesto moedas na carteira (pesam) e sempre tento trocar, facilitando o troco.

    Esta ideia da placa da promoção é muito interessante, serve para arrecadar troco e também mais gente irá na sua loja.

    Eu quando leio desconto vejo sempre a propaganda, apesar de ser um poupador e comprar só o que eu preciso.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VdC!

      Eu dificilmente pago alguma coisa com dinheiro mas quando o faço procuro facilitar a vida do comerciante.

      A plaquinha funciona muito bem, tanto que não dá pra deixar o tempo todo senão são toneladas de moedas pra trocar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  2. Já fui mto trocar dinheiro em outras lojas pq na minha n tinha.
    Foda é deixar valores grandes escondidos na loja. Medo de ser roubado vai la pra cima.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago, não deixo tudo na loja, boa parte fica em casa mesmo e o da loja sempre tem um esconderijo secreto...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  3. "No fim das contas é obrigação do comércio ter troco e ponto final, nunca deve-se fazer cara feia ao fazer um troco complicado, isso simplesmente não pode acontecer."

    É esse tipo de postura que falta a muitos comerciantes brasileiros. É impressionante ver a diferença do atendimento nos EUA, por exemplo. Percebe-se claramente que a maior parte dos atendentes são muito bem treinados e entendem a importância de tratar bem o cliente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá nos EUA é fácil arrumar troco, vc consegue "comprar" moedas em qq banco, existe até um serviço de assinatura onde vc é abastecido diariamente com moedas. O atendimento nos EUA não tem comparação... Qqq thrift store tem um atendimento melhor que a média no Brasil. A cultura do tip tb ajuda nessa equação.

      Excluir
  4. O que mais me irrita é o cara botar o item como 1.97 e não ter moedas de 1 centavo de troco (ninguém tem, já tem anos que a casa da moeda não emite). Enfim, se não tem troco de centavos, coloca todos os produtos em múltiplos de 5 centavos!

    Uma coisa é ir em posto de gasolina e self-service e a conta dar x reais e 97 centavos. Outra coisa é o comerciante optar por colocar o preço de x reais e 97 centavos e não ter troco. Fica parecendo que tá roubando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo, a culpa é da casa da moeda que não emite moedas de 0,01. Veja que qd você compra no mercado vários ítens quase nunca a conta dá exata, se vc compra coisas por quilo tb não, logo a culpa não é dos produtos a 1,97...

      Excluir
    2. Fora que tem todo um trabalho de marketing em cima de números "0,99" e afins.
      Mesmo sendo mão de vaca, odeio receber moedas de 0,25c - 0,10c e 0,05c, agora imagina moedas de 0,01c.

      Corey, obrigado pelo post. Extremamente prático.
      Nunca havia pensado no assunto e com certeza nunca leria em um livro de empreendedorismo sobre isso.

      Abraço,
      Luan

      Excluir
    3. Sim, é psicológico: 1,99 é "1 real e pouco" não 2 reais... Isso realmente tem um peso grande na decisão de compra. Vc acaba de me dar uma ótima ideia de post...

      Excluir
    4. Que ótimo, fico no aguardo ;)

      Luan

      Excluir
  5. Estou com 714 moedas de 50 centavos paradas em casa, vulgos R$ 357,00.

    Estou querendo me livrar delas, e estava mesmo pensando em procurar algum comércio que ofereça algum agrado, tipo o que você mencionou sobre o "troque suas moedas e ganhe vale-compras".

    Infelizmente até agora não vi ninguém colocando plaquinha em busca de moedas, então sigo acumulando uma pequena fortuna em moedas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Madruga!

      Leva pros brother dos comércios vizinhos, da uma chorada que vc acaba ganhando alguma coisa...

      Abração!

      Corey

      Excluir
  6. COREY
    Sempre que posso, ajudo com o troco, mais vejo muita cara feia em quase 90% dos caixas.
    Qnt ao amigo anon sobre preços quebrados, conheço uma pessoa q é caixa e segundo ela, qnd vc compra um produto de 1,93 o troco é 5 centavos, isso é orientado por grandes supermercados pq ele ganha 3 centavos na quebra de caixa,agora se vc tiver apenas 1,90 vc n paga a conta aff.. a um mês vi uma reportagem que em grandes empresas, a sobra de caixa cobria salario de 25% dos operadores de caixas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade a quebra de caixa é um bônus de 10% que o operador ganha se seu caixa bate certinho no fim do mês. A jogada é tirar 2, 3 centavos de alguém pq sempre vai ter aquela conta de 20,02 que vc vai cobrar 20,00, ou seja, uma coisa cobre a outra. É justo!

      Excluir
    2. "A jogada é tirar 2, 3 centavos de alguém pq sempre vai ter aquela conta de 20,02 que vc vai cobrar 20,00, ou seja, uma coisa cobre a outra. É justo!"

      SOCIALISTAS/COMUNISTAS pensam exatamente assim.

      Excluir
    3. Não é coisa de comunista, é somente uma questão matemática. Se o estado falta em disponibilizar moedas de 0,01 essa é a maneira que encontramos pra não fechar no vermelho.

      Excluir
  7. Eu tenho uma latinha em casa onde vou juntando moedas. Quando tem um valor razoável, separo tudo, coloco em saquinhos e peço para a minha mãe ir trocar no caixa de um mercado grande do bairro. Os operadores de caixa adoram pois facilita a vida deles.
    As moedas de 1 centavo saíram de circulação? Faz meses que não vejo nenhuma por aí.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lido com dinheiro todo dia e fazem ao menos uns 7 anos que não pego moeda de 0,01... Até onde sei elas estão válidas, ao contrário da nota de 10 de plástico.

      Excluir
    2. Ué, a nota de R$10,00 de plástico não vale mais? Desde quando? Por que?

      Excluir
    3. Em 2009 começaram a ser recolhidas, mas acho que ainda valem sim.

      http://br.blastingnews.com/sociedade-opiniao/2016/10/voce-se-lembra-das-notas-de-plastico-001161789.html

      Excluir
    4. Nunca mais vi essas notas mesmo, mas eram as mais bonitas!

      Excluir
  8. Kkkkkk vdd a questão é q se de 20.02 e eu com uma nota de 20 n pago a conta, o caixa sempre pergunta se tenho 5 centavos, não acho justo penalizar o consumidor para arca com os custo do mercado, o problema q muitos se aproveitam da falta da moeda de 1 centavo e tira lucro nisso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas se vc não tiver os 5 centavos duvido que vão cobrar os 20,02... Entendeu? Não vejo como lucrar com isso...

      Excluir
  9. Poxa, Corey! Esse post me lembrou dos tempos que trabalhava na empresa do meu primo como gerente, sempre começávamos as atividades com pouco dinheiro para troco. Eu passei cada perrengue... muitas vezes ia à rua trocar o dinheiro do cliente porque o da empresa já tinha evaporado.

    Ainda bem que aquele tempo passou! Empresas desorganizadas são broncas!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, quer me deixar louco é sair correndo atrás de troco...

      Excluir
  10. Eu acumulo troco fácil no meu comercio sempre passando o maior troco possível nunca dou duas notas de 5 quando e possível pagar com um de 10.

    CoreY queria saber como precificar comercio quero alugar um ponto e vender depois o comercio funcionando mais não sei direito como precificar isso.
    Dizem que em media trez vezes o faturamento ,seria boa tática trabalhar com lucro minimo para obter giro e assim manter um faturamento alto para venda? ou lucro liquido tem que ser exposto na hora da venda ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Soldado!

      Pelo amor de Deus, nem fala em dar 2 notas de 5 no lugar de uma de 10. Isso é motivo pra demissão e forca!!!

      A precificação de comércio varia de ramo pra ramo mas basicamente é isso mesmo, X vezes o faturamento (o X vai depender do setor e das condições de mercado).

      O lucro líquido por mais bizarro que pareça é meio que irrelevante na hora da negociação. Esse é um campo muito ultrapassado, pouco evoluiu nos últimos 50 anos quando não existiam computadores e as pessoas não tinham muita ideia do lucro líquido. Eu, particularmente, sempre olho o lucro líquido mas tem gente que não. Não é sempre que trabalhar com lucro mínimo quer dizer aumento de faturamento... cada caso é um caso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Sou bancário, da área de pessoa jurídica. quando vai um empresario pedir pra eu disponibilizar troco dá vontade de dar uma vassourada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi. Não é função do banco isso?
      Vassourada pq?

      Excluir
    2. nao é função do banco. esse é o problema, muitos acham que o banco é obrigado a dar. o banco central entrega somente o necessario pra agencia funcionar. cheio de negócios pra fazer e o cara vem me pedir troco pq nao consegue se organizar!

      Excluir
    3. Então falta divulgação disso pq na cabeça popular (inclusive na minha) se vc precisa de dinheiro vc vai ao banco, logo o banco deveria fornecer troco.

      Excluir
    4. Bancário só serve pra fazer greve e disponibilizar um atendimento de péssima qualidade mesmo. O cara trabalha numa instituição financeira que vive de girar dinheiro e reclama de fornecer TROCO pra empresários (que sustentam seu salário gordo cheio de benefícios todo mês)

      FORA BANCÁRIOS! Viva Neteller, Nubank, Paypal e as carteiras virtuais/digitais.

      Excluir
    5. Rsrs! Sou obrigado a concordar! Eu mesmo sou um que estou estudando opções de banco online... Não vejo futuro nas agências bancárias.

      Excluir
    6. reclamo sim porque meu trabalho é emprestar e captar dinheiro! para muitos empresários isso é importantíssimo, myitos nao conseguem tocar o negócio sem enprestimo para capital de giro, financiamento de maquinario etc. banco nao vive de girar dinheiro ,vive de spread. Informação é a chave meus caros. pessoas que nao querem emprestimo, eu quero mais é que vao para um banco totalmente online mesmo e nao me venha encher o saco!

      Excluir
    7. Um absurdo um gerente de banco reclamar que tem cliente que vai a agencia pedir troco. Se não é função do banco, de quem é então?

      Excluir
    8. de quem é a funçao? respondo: de ninguem. nao existe essa funçao. pode entrar no site do banco central e conferir. muitos bancarios concedem, como forma de ter um bom relacionamento, com alguma reciprocidade. Mas nao se pode exigir.
      nao existe nada gratis, amigos. acredito que vcs empresarios tambem priorizem apenas os bons clientes e os com potencial

      Excluir
    9. Pesquisei rapidinho aqui e parece faz parte sim das atribuições do banco fornecer troco.

      Recomendações do BACEN: (http://www.bcb.gov.br/htms/mecir/obtencao_troco.asp)
      "O Banco Central sugere os seguintes procedimentos, a serem adotados, gradativamente, pelos comerciantes em dificuldade para obter troco junto aos bancos comerciais:

      1) registrar pedido junto à gerência da agência do banco onde mantém conta;
      2) contatar o Serviço de Atendimento aos Clientes do banco comercial;
      3) comunicar-se com a associação de classe da qual o comerciante participa (as associações poderão solicitar ao BACEN uma solução para a comunidade); e
      4) comunicar-se com o Banco Central, por meio de telefone 145 ou no site do Banco Central, informando o banco e a agência que deixou de atendê-lo."

      Inclusive, no mesmo link do Bacen tem uma lista de agências do Banco do Brasil que fornecem troco pra população.

      É claro que fornecer empréstimos/financiamentos é muito mais lucrativo pro banco, mas fornecer troco faz parte das funções sociais da instituição.

      Excluir
    10. Anônimo,

      É uma pena ler seu padrão de "pensamento".
      Vassourada? E o que deveria ser feito com funcionário incompetente que não conhece as regras do Banco Central?
      https://www.bcb.gov.br/htms/mecir/obtencao_troco.asp

      Excluir
  12. Corey, muito bom este post. Nunca tinha pensado sobre o problema do troco no comércio. É algo que não levamos em consideração, mas que tem impacto no dia-a-dia.

    Sucesso

    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem? Entrei hoje pela primeira vez no seu blog... peguei a indicação no "viver de construção." Vamos trocar indicações no blogroll? Meu blog tá bem movimentado e acho que será uma boa oportunidade para nós dois crescermos... Já adicionei você na minha lista de blogs recomendados, tá? Aí vai meu link: http://gatinhainvestidora.blogspot.com.br/ Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  14. Muito bom post Corey. Tenho um comércio em Shopping e já sofri bastante com falta de troco. Consegui me organizar justamente fazendo isso que você recomendou, em especial os itens 1 e 2.

    Poderia falar um pouco a respeito de como você calcula o lucro líquido? Já vi gente que utiliza o CMV para tal cálculo, mas para mim não faz sentido. Se puder compartilhar algo nesse assunto agradeceria. Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa a ignorância, o que é CMV?

      Pra mim é bem simples:

      LUCRO BRUTO: VALOR DA VENDA (MENOS) VALOR DE CUSTO (eu chamo de rentabilidade)

      LUCRO LÍQUIDO: RENTABILIDADE (MENOS) DESPESAS FIXAS DA LOJA

      Excluir
  15. CMV = Custo de Mercadorias Vendidas. Leva-se em consideração Estoque Inicial + Compras (entradas de estoque) - Estoque Final / Vendas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não considero entradas e saídas e sim o produto que vendeu, ou seja, pouco importa se comprei zero ou 1000 unidades de determinado produto o que importa é o que vendeu.

      Excluir
    2. Isso que gostaria de saber, já me falaram que tenho que considerar apenas o que vendeu, mas não consigo colocar isso na cabeça. Por exemplo: se comprei 10k em produtos, são esses 10k que coloco nas despesas. Pelo visto você faz o seguinte: comprou 10k, vendeu 4k, são esses 4k que entram na despesa?

      Excluir
    3. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, rsrs!

      Nesse seu exemplo os 10k são despesa mas a rentabilidade é calculada em cima dos 4k. Veja, se vc vendeu esses 4k de custo por 10k de venda sua rentabilidade bruta foi de 6k. Entendeu? Se vc não vender não tem rentabilidade.

      Excluir
    4. Acho que entendi rs. Você considera o estoque do final do mês na conta?

      Excluir
    5. Não considero estoque. Tem meses que estou com estoque baixo, outros compro mais e termino o mês abarrotado de mercadoria. O estoque não entra em cálculo algum que faço, é totalmente irrelevante. O que importa é não perder venda e aproveitar promoções dos fornecedores.

      Excluir
  16. Acho que entendi rs. Você considera o estoque parado que ficou no final do mês na conta?

    ResponderExcluir
  17. olá, parabéns pelo blog, uma dica muito usada aqui em minha cidade é pedir troco nas concessionárias de pedágio, aqui na minha região elas atendem com hora marcada, você liga, verifica a disponibilidade de troco e marca o horário, outro local também são essas empresas de estacionamento rotativo que também trocam pois fica mais fácil para eles depositarem no banco notas maiores, campanhas como troco da bondade onde o cliente doa as moedinhas e o estabelecimento repassa para uma instituição de caridade ou ONG local também é bem eficiente e se bem divulgado acaba sendo uma marketing grátis para o estabelecimento.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.