domingo, 12 de junho de 2016

Independência Financeira versão 2016

Muito se fala sobre independência financeira, cada um tem a sua definição e seus porquês para busca-la. Desde a criação do blog eu venho me perguntando qual o sentido de obter a IF, hoje encontrei a melhor definição possível e essa definição não é minha e sim do Gustavo Cerbasi. Os pseudo-pica-das-galaxias-investidores-de-blogosfera costumam odiar o Cerbasi, dizendo que ele é puramente comercial, que faz livros pra ganhar dinheiro em cima de gente sem conhecimento de finanças e blá, blá, blá... (como se fosse errado explorar um nicho de mercado...).

Foi graças ao Cerbasi e seu batido livro "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos" que minha ficha caiu e que aprendi que seria possível um dia parar de trabalhar e viver de renda. Ele foi o primeiro que me abriu os olhos pras possibilidades que o dinheiro pode proporcionar. Daí em diante fui atrás de mais conhecimento e nesse meio de tempo surge a blogosfera de finanças. Meu muito obrigado ao Cerbasi.

Aí vai a definição de IF feita pelo Cerbasi da qual assino em baixo:

Enquanto construía minha independência financeira, acreditava que o objetivo principal era poder deixar de trabalhar. Quando a conquistei, gratamente descobri que a grande conquista foi, na verdade, poder trabalhar com o que eu quisesse, com liberdade de escolha. Posso trabalhar mais do que antes, posso também não trabalhar. Minhas escolhas passaram a ser no sentido do que dá mais significado para minha vida. Fiz esse vídeo falando um pouco mais sobre essa conquista. Espero que te ajude a conquistar a sua


Não penso na IF como uma maneira de parar de trabalhar, isso não é saudável, e sim como uma ferramenta de felicidade. Não ter que se preocupar com o fechamento das contas é maravilhoso e poucas pessoas um dia saberão como é essa sensação, fico triste em saber que grande parte das pessoas poderiam se aproveitar disso e não o fazem por pura preguiça e falta de coragem de seguir o caminho contrário da manada. Bom domingo a todos!

51 comentários:

  1. Grande Corey,

    Resumiu o que eu penso da IF: Não é simplesmente dizer "cheguei a X reais, agora vou ficar atoa o dia inteiro".

    Para mim IF significa ter o poder de escolhas: Posso ficar atoa, posso ir trabalhar numa empresa menor, perto de casa.

    Posso ir ao parque durante a semana, ou ao clube.

    Posso fazer uma viagem.

    Posso trabalhar sem medo de ser demitido e não ter dinheiro para pagar as contas fixas.

    IF para mim significa escolhas e paz, e por isto continuo buscando isto, de pouco em pouco.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VDC, durante um bom tempo eu achei que o objetivo da if era realmente parar de trabalhar, mas hj mais do que nunca percebi que preciso trabalhar mas com algo prazeroso.

      If naoé pra todo mundo mas uma boa parcela da classe média conseguiria com algum esforço.

      Abraço

      Excluir
  2. Boa, Corey!

    Gosto do Gustavo Cerbasi, tenho a grande maioria dos livros dele, e dou livros dele de presentes para as pessoas com o qual eu me importo.

    Certamente não é um autor que se aprofunda nos tipos de investimentos, nem dá dicas do tipo "invista em X" ou "invista em Y". O propósito dele não é esse, mas sim transmitir, de maneira muito didática, o "mindset" necessário para abrir o olho de quem nunca enxergou a IF como uma possibilidade tangível.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Madruga! Penso da mesma maneira e vou além. Na minha opinião a visão simplista sobre investimentos é a mais eficaz pro average Joe, nada de inventar moda.

      Abraço

      Excluir
    2. O último que li dele foi o 'Adeus Aposentadoria'.

      Ela fala que é uma transição entre ser funcionário ou ter uma profissão tradicional para um negócio próprio.

      Acho bem complexo dependendo do tipo de negócio. Sou mais a favor de uma renda mais passiva do tipo imóvel, FII ou um pouco ativa como consultoria ou trabalhos free-lance.

      Abçs!

      Excluir
  3. As vezes nossa programação mental é mais forte que o racional.

    Somos programados desde a infância a odiar o dinheiro e quem possuem ele, por isso logo que conquistamos tentamos nós livrar dele o mais rápido possível.

    Outro pensamento bonobístico brasileiro é de: Para quê poupar hoje se eu posso morrer amanhã? (com razão)

    Esse pensamento começa a entrar em conflito, quando você os confronta perguntando se não queriam uma vida melhor. E todas as respostas sempre são as mesmas. SIM!

    Aí eu pergunto, como é que você vive sem dinheiro, mas para beber tem? Por que não para de gastar em bebida para começar a juntar alguma coisa?

    A resposta é: Para isso eu dou um jeito.

    Retruco: Então por que em vez de beber não usa para se pagar (o ensinamento dos 10% do homem mais rico da babilônia)?

    Resposta: Porque é a única coisa que me faz esquecer a realidade.

    Quase todas as pessoas (para não dizer todas) com quem converso sobre independência financeira acham maravilhosa a ideia de deixar de ter a obrigação de trabalhar em um lugar insalubre como o atual mercado de trabalho. MAS o pensamento marxista está impregnado em suas mentes, mesmo que não saibam.

    Então não conseguem fazer nada por conta própria, pois são oprimidos e sempre precisarão de alguém para puxar pela mão pelo caminho certo. Se autossabotam antes mesmo de começar. E quando começam e não dá certo, não olham para o que errou para tentar consertar, mas procuram quem culpar pelo seu fracasso.

    Mesmo para quem vive tentando sempre evoluir (incluindo eu) é difícil ter esse pensamento 100% do tempo. Principalmente se todos os que te rodeiam são de medíocres para baixo.

    O primeiro passo para mudança de pensamento é a mudança do convívio social.

    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Pobre! Legal seu ponto de vista, concordo contigo! Essa abominação do dinheiro é um câncer. Na sociedade americana é completamente diferente e veja onde estão.

      Nisso entra algo que comentei no último post. Devemos ser gratos pelo que temos mas sem usar isso como desculpa e ficar parado.

      Abraço

      Excluir
    2. Pobre Sonhador,

      Você mesmo tem a resposta.

      "Parar de andar com pessoas medíocres"

      Procure conviver com pessoas melhores ou mais inteligentes ou mais sucesso que você e aprenda com elas.

      Ao invés de ter alguém falando que 'não irá dar certo', você terá pessoas dizendo 'faça assim' ou 'faça assado'.

      Faz MUITA diferença.

      Abçs!

      Excluir
    3. Já ouviu aquele ditado que diz: "Quem se mistura com porcos, farelo come" , ou , " Diga me com quem andas e te direi quem tu és".
      Não tem jeito, você é a media das 5 pessoas com as quais você mais convive. Se anda com medíocres, medíocre serás e assim por diante.

      Excluir
  4. Agora entendi por que vc me perguntou o que eu faria quando atingisse a minha IF. Simples: vou trabalhar do jeito que eu quiser! Sou feliz no que faço, mas detesto trabalhar Segunda de manhã e Sexta de tarde - não ria, é verdade! KKKKKK

    Com certeza me dedicarei a algum trabalho voluntário. Bom texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala HM, não dá pra simplesmente parar e esperar a morte chegar, trabalho tem muito a ver com sanidade quem não trabalha fica maluco.

      Abraço

      Excluir
    2. Eu adoro segundas feiras... não ria, é verdade!

      Se for considerar o que o Cerbasi fala eu já atingi minha I.F. há mt tempo, mas I.F. para mim é não precisar sair de casa para trabalhar. Este ano eu precisei sair de casa para trabalhar umas 5 vezes, o ano que eu não precisar sair de casa para trabalhar nenhuma vez será o primeiro ano da minha I.F.

      Abraço!

      Excluir
    3. Pra mim tanto faz, segunda, sexta, feriado, tudo igual. Devido a características próprias dos trabalhos que fiz na vida, todo dia, toda hora é igual então soi desapegado desse lance de dias da semana.

      UB explica essa parada de 5 dias de trabalho ai...

      Abraço

      Excluir
    4. "Infeliz pé aquele que não tem prazer na sua atividade de renda pois será angustiado 5 dias por semana e entrará em depressão todo domingo a noite, rs.!

      Disse sair de casa para trabalhar (visitar clientes), não disse "parar de trabalhar".

      Trabalhar eu irei até o último dia da minha vida. Mas almejo um dia em que não precisarei mais sair de casa para obter renda. Hoje eu saio relativamente pouco, fico a maior parte dos dias na minha casa, este ano tive que sair apenas 5 dias para ir aos clientes, mas ainda tenho que sair uma vez ou outra.

      Abraço

      Excluir
    5. Qdo a gente passa a ter nosso próprio negócio, esse negócio de sexta feira à tarde ou véspera de feriados que tínhamos qdo éramos funcionários cai por terra.

      S&P
      (Instagram @minha_independenciaf)

      Excluir
  5. Corey, veja este artigo:

    http://thefinancebuff.com/stay-in-job-after-financial-independence.html

    Autonomy, Mastery, Purpose. Se vc não tem um dos três, provavelmente é o que causa a sensação ruim de não querer mais trabalhar. Todos nós precisamos trabalhar, para nos sentirmos úteis, produtivos, com algum objetivo. A grande maioria de nós, porém, só está trabalhando pela grana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou no celular, depois leio. Sim, precisamos trabalhar e esse lance sw trabalhar por grana explico minha opinião no post anteiror.

      Abraço

      Excluir
    2. Estou no celular, depois leio. Sim, precisamos trabalhar e esse lance sw trabalhar por grana explico minha opinião no post anteiror.

      Abraço

      Excluir
  6. Corey: Hilary ou trump??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, difícil... ainda acho Hilary menoa pior...

      Excluir
    2. Cara, difícil... ainda acho Hilary menoa pior...

      Excluir
    3. Surtou, Corey?

      Hillary é uma bruxa enviada por Marx!

      Excluir
  7. Concordo com o texto. Trabalhar também é viver de forma útil.
    Não fazer nada até a morte não é gratificante.

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente e pior que existem certos tipos de trabalho que não trazem benefícios como a socialização

      Excluir
  8. Olá Corey

    Fugindo um pouco do tema proposto do seu post gostaria de fazer um contraponto a um dado interessante que tenho observado ultimamente.

    Já li esse livro do Cerbasi e gostei muito da leitura pois trata de um tema "chato e complicado aos olhos da sociedade" uma leitura que na verdade é simples e agradável.

    Não é atoa que quando falo do assunto no meu blog eu o abordo sempre de maneira simples e descomplicada. No meu meio social já lancei o tema IF no meio das conversas em rodas de amigos dizendo que isso se trata de um meio possivel de se alcançar mesmo ganhando relativamente pouco porem as pessoas não enxergam outras possibilidades que alem de guardar o pouco que tem na poupança.

    Nãos as culpo totalmente pois foram sabotadas desde os primórdios do inicio da sua educação que como todos sabemos é defasada e pífia. Autores como o Cerbasi que surgem e destrincham sobre o tema de maneira de tão fácil entendimento merecem todo o sucesso que conquistam pois conseguem atingir a um publico maior que até ontem não entendiam bulhufas de nada sobre este tema, dinheiro.

    O fato é que uma grande parcela da população não se veem atraída pelo tema e nunca verão pois a sua baixa escolaridade aliada a um tema considerado erroneamente como chato e complicado acaba que impossibilitando este acesso. Felizmente os livros do Gustavo conseguiu chegar e atingir a mais pessoas dado a sua simplicidade mas sabemos que ainda há muito a caminhar.

    Agora sobre o tema do post independência financeira para mim significa liberdade. A liberdade de livre escolha.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Centavos

      Cara, sou adepto da simplicidade e minimalismo. Nease exato momento estou no metrô por pura opção.

      Infelizmente as pessoas só sabem formar algum patrimônio através de dividas. Aquela história de ter prestação pra ter alguma coisa ainda é muito comum.

      Claro que ter if num curto prazoé pra poucos, mas no médio prazo é perfeitamente factível pra granse parte da classe média.

      Abraco

      Excluir
  9. Corey, faltou a argumentação do porquê você não achar saudável ver a IF como poder parar de trabalhar. O próprio Cerbasi fala em " Posso trabalhar mais do que antes, posso também não trabalhar. Minhas escolhas passaram a ser no sentido do que dá mais significado para minha vida." Pra mim trocou 6 por meia dúzia, poder parar de trabalhar seria justamente ter a liberdade pra escolher aqui que dá mais significado para a vida da pessoa, o que inclui a possibilidade de não trabalhar.

    Abs.,

    VR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VR!

      Não acho saudável não ter uma ocupação. Antes eu acreditava que ficar de boa, estudando, vendo filmes, indo pra academia pro resto da vida seria uma maravilha mas hoje acho que se sentir util a sociedade através do trabalho é algo muito recompensador e psicologicamente importante. Gostaria de citar meu próprio exemplo mas não é a hora...

      Acho ótimo tirar um ou dois anos sabaticos mas viver assim pra sempre não rola.

      Abraço

      Excluir
    2. As vezes uma das coisas que fazem sentido pra determinada pessoa é justamente realizar algum trabalho que talvez traga pouco ou nenhum retorno financeiro. Como disse no post anterior pra ganhar dinheiro normalmente se trabalha com algo que não da prazer ou é tão problemático que dá no saco. A IF pode ser uma oportunidade pra fazer algo que we gosta.

      Excluir
    3. Concordo contigo, Corey. Eu não conseguiria ficar muito tempo parado, talvez 1 ano no máximo (lendo, vendo filmes, viajando), depois alguma coisa dentro de mim me chama pro trabalho. Claro, as pessoas são diferentes. Abraço!

      Excluir
  10. Corey,

    Por que você acha que eu tenho a palavra livr3 no meu nome, ou melhor, livre? :P

    Porque a melhor coisa do mundo é a LIBERDADE!

    Liberdade de poder fazer o que você quiser na hora que quiser, desde que, é claro, com o máximo de RESPONSABILIDADE.

    Não podemos confundir liberdade com libertinagem, igual acontece aqui no Bostil.

    E essa liberdade, tão sonhada por todos nós, só é possível de ser alcançada com a independência financeira, que eu espero que um dia conquistar.

    Sucesso para todos nós e viva a América!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, vc resumiu muito bem o que penso. IF traz liberdade que traz oportunidades de se fazer o que tem vontade.

      Abraço

      Excluir
  11. Post interessante, Corey,

    Mas perto de nós há exemplo de quem não trabalha há um ano e está feliz da vida, tranquilo. O Soul Surf é um exemplo para mim.

    Ele saiu do Brasil, gasta pouco, vive muito, curte a vida, o surf e ainda ganha dinheiro pela internet.

    Nem todo mundo precisa trabalhar para ser feliz, muita gente se sente bem indo à praia todo santo dia e tem pesadelos de se imaginar preso no trânsito.

    Deve-se notar que nem todo mundo segue a mesma cartilha. Uns gostam de trabalhar, outros detestam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O exemplo do Soul é ótimo mas aonda acho que um dia ele vai sentir falta se algum tipo de trabalho e veja bem, ele pode ou não trabalhar mas se for com certeza pode trabalhar com algo que goste e que não necessariamente tenha retorno financeiro.

      Excluir
    2. O exemplo do Soul é ótimo mas aonda acho que um dia ele vai sentir falta se algum tipo de trabalho e veja bem, ele pode ou não trabalhar mas se for com certeza pode trabalhar com algo que goste e que não necessariamente tenha retorno financeiro.

      Excluir
  12. Olá Corey,
    Nestes termos vi que ainda não atingi a IF. Tenho as contas pagas, mas não a possibilidade de trabalhar no que quero. Meu projeto pessoal exige dinheiro que nao estou disposto a arriscar do meu principal.
    Tenho pensado muito sobre o que você disse sobre a manada, é totalmente verdade. Pelo menos para chegar no nível que felizmente cheguei hoje de ter uma pequena queria que me dá tranquilidade financeira é relativamente fácil em condições normais. Só saber fazer e pagar o preço.
    Um abraço e poste mais seguido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IF tem mais a ver com liberdade que com trabalho. ..

      Excluir
  13. Penso que que não é preciso necessariamente trabalhar para "gastar o tempo" de forma produtiva, acredito que eu focaria no desenvolvimento pessoal como ler livros, estudar, praticar academia ou crossfit e me aperfeiçoar em dança e fotografia... Corpo, mente & hobbies... Acredito que seria feliz dessa maneira!

    Ass: Nerd Dançudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nerd, 4 anos atrás qd comecei o blog eu tinha exatamente essa percepção, hj não mais. Não me vejo dedicando vida toda a hobbies mas o trabalho pode sim ser encarado como hobby.

      Excluir
  14. Independência Financeira soa diferente para cada pessoa, para mim esse conceito apresentado e bem parecido com o que eu quero. Para mim If não significa não trabalhar, mas sim trabalhar com prazer em algo que te alegra, flexibilidade, e tranquilidade e mais que tudo viver de forma responsável.

    ResponderExcluir
  15. Concordo com o conceito. Gosto de trabalhar, mas odeio a obrigação de ter que trabalhar. Imagino que até meu resultado no trabalho vai melhorar quando chegar na IF.

    Também gosto dos livros do Cerbasi. Admiro a contribuição que ele já deu à comunidade financeira (exceto um vídeo que ele fez dizendo que "dívida é dádiva", besteira que só pode ter sido patrocinada por algum banco...).

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, como disse no último post qd a gente trabalha por prazer acaba sendo um excelente profissional rendendo muito melhor.

      Até entendo esse negócio de dívida boa,inclusive já o fiz mas pro meu psicológico não funciona.

      Excluir
  16. Parabéns pelo assunto abordado, quem te acompanha desde o começo do blog percebe a gradual mudança de ideias, ao que parece, você deixou de ser aquele cara 'reclamão' e passou a aceitar muito mais a vida como ela é, inclusive no quesito trabalho.

    Corey, gostaria de saber quantos dias em média uma empresa deve trabalhar para pagar os custos operacionais? Por ex., empresa fatura 50 mil em 15 dias, sendo que seu custo operacional é de 50 mil, ou seja, os 15 próximos dias serão lucro. Nessa perspectiva a empresa vai bem ou mal? Os custos devem ser pagos antes da metade do mês ou é normal que passe disso?

    Abracos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é muito relativo, como sempre digo as pessoas focam demais no faturamento e deixam a rentabilidade de lado quando o foco deveria ser exatamente o contrario. Tem empresa que paga as despesas em 1 semana ,outras tarabalham no vermelho o mês inteiro. Não há uma resposta pq mesmo dentro de um determinado setor há variáveis.

      Excluir
    2. Como vc faz com a sua empresa?

      Qual margem de lucro você considera ideal no seu negócio? E você já tem uma reserva para pagar seus funcionários? Então cada mês já pode fazer o pagamento, e com as vendas, cobrir a reserva, para sempre fechar no azul?

      Excluir
    3. No meu ramo alo lucro bruto fica entre 40 e 55%. Isso que vc chama de reserva é o capital de giro, eu não trabalho com capital de giro (tenho um texto no site sobre isso, jogue capital de giro na caixa de pesquisas ), mas tenho uma reserva capaz de cobrir as despesas por um mês.

      Meu ramo é bem tradicional o que implica em não ter grandes surpresas em relação ao faturamento.

      Abraço

      Excluir
  17. Isso depende muito no meu caso já atingi a IF, trabalhar para os outros já não consigo mais mesmo fazendo o que gosto e Empreender nesse país é uma verdadeira guerra psicológica, tem que valer muito a pena. Bom ver seus posts de novo. Grande Abraço - Manu

    ResponderExcluir
  18. Corey,
    Foi com o Cerbasi que TB descobri que podia parar de trabalhar e viver ricamente através dos rendimentos dos meus investimentos. Se algum picudo já sabia disso antes do Cerbasi aparecer e achou bobagem, que se dane. Cada um descobre as coisas no seu tempo.
    O cara é bom , tem uma didática boa e penso o mesmo que ele nessa definição de IF. Sempre qdo veja algum artigo ou vídeo dele repetido, eu nem me dou ao trabalho de ver. Simples assim.
    Sigamos em frente.
    S&P

    ResponderExcluir
  19. Grande Corey, sempre ouvi falar bem do seu blog e agora dei uma passada hoje pra ler alguns posts, percebi que vc diminuiu o ritmo nas postagens. Não gosto muito do Cerbasi por achar ele muito, muito básico, mas tudo bem, sei que ele atinge tranquilamente muita gente e isso é louvável. Acho que ele me faz lembrar auto-ajuda por isso não gosto dele. IF vai ser um dia ter todos os boletos básicos pagos e ficar bem tranquilo pra fazer o que eu quiser. Grande abraço!

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.