sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Estou de Volta... E os Veganos...

Estou de volta após uma semana de descanso. Obrigado pelos comentários pedindo para que eu não parasse com as rapidinhas do blog, é isso que incentiva os blogueiros. Infelizmente alguns amigos não gostaram do fato de eu ter retirado alguns posts e a esses eu peço desculpas. Os posts ficarão fora do blog sim porque como disse, não gosto de polêmica. Eu gosto de posts com assuntos polêmicos, gosto de discussões controversas e que estimulem o raciocínio, o que é bem diferente de querer polêmica em si, com xingamentos, agressividade e coisas fora do contexto, deu pra entender?

Quero deixar bem claro para todos os frequentadores do blog que esse blog é uma página pessoal, o espaço do Corey. Portanto eu tenho total controle sobre o que acontece aqui, eu exerço meu direito de censura, isso não é nem nunca será uma democracia (a ilusão da democracia é outra falácia...) Sou totalmente a favor da propriedade privada, inclusive na internet. Se você acha que tem algum direito de dizer o que devo ou não devo fazer no meu blog, por favor se retire. Se você não aceita esse blog como ele é, você não é bem vindo aqui. Eu adoro sugestões e críticas construtivas, você tem todo o direito (e por que não dever?) de sugerir coisas, de me criticar de maneira educada (assim como várias pessoas fizeram no último post).

Embora meu amigo  não concorde, eu aprendi muito com essa confusão. Aprendi que devo tomar mais cuidado com posts que vão contra o pensamento da manada (traduzindo: eu devo ser politicamente correto, eca!) porque muitas pessoas se sentem ameaçadas quando tem suas "verdades" e seu estilo de vida contraposto e reagem de maneira agressiva. Aprendi que a história do sapo que vai esquentando junto com a água até morrer se aplica a muita coisa na vida inclusive e principalmente às convenções sociais que ainda são muito enraizadas na nossa sociedade. As pessoas continuam fazendo as coisas sem pensar o porquê as fazem e simplesmente não suportam a ideia de outras pessoas a contestarem.

Hoje entendo o que se passa na cabeça de veganos, na cabeça deles comer um animal é uma coisa quase criminosa, na minha é uma necessidade diária. Veja que diferença de pensamento mais extremo... Eu jamais, em hipótese alguma pararia de comer carne mesmo amando animais, na minha cabeça existem animais "amigos" e animais "comida". Essa diferenciação é muito nítida. Porém para os veganos esse diferenciação simplesmente não existe. Eu tenho nojo da maioria das verduras e legumes, eles tem nojo de carne. Quem está certo? Veganos ou carnívoros como o Corey? Nenhum nem outro! Simples assim! Não existe razão pra complicar... Cada um tem o pensamento moldado de uma maneira diferente, é impossível modificar isso e não há razão pra modificar isso. Porém certas coisas não podem ser negadas.

Os carnívoros não podem negar que existe crueldade animal na lida de rebanhos de corte, que pintinhos são mortos por liquidificadores só por estarem fora do padrão. Não podemos negar que comemos cadáver, um pedaço de bicho morto em putrefação cheio de hormônios e outras tranqueiras. Isso é inegável e eu como carnívoro devo abaixar a orelha perante tais fatos.

Veganos não podem negar que o corpo humano é preparado pra ingerir carne, temos dentes caninos, enzimas digestivas de proteína animal. Carne quase sempre vem acompanhada de colesterol o que é BOM pra sua saúde por diversos aspectos. Pessoas que não se alimentam de fonte proteica animal no longo prazo ficam com aparência de doentes além de diversas doenças. Esses são os fatos que os veganos não podem fechar os olhos.

O mesmo modelo de pensamento deve servir pra qualquer outro pensamento alheio.

Talvez eu seja o vegano das convenções sociais: não quero filhos e não vejo sentido em te-los, levo uma vida minimalista num apê minúsculo por pura opção e não necessidade. Tenho um casamento que não sabe o que é briga. Sou "empresário" que anda de carro com 20 anos de idade. Não quero mais ser empresário, acho melhor ser empregado CLT. Detesto futebol. Não vejo sentido em proibir uniões entre pessoas do mesmo sexo e em proibir drogas leves como maconha. Sou a favor do aborto, e eutanásia sobre qualquer circunstância. Também não entendo o porquê de um criminoso fodão ser mantido vivo...

Minhas opiniões e meu lifestyle são tão simples e óbvios pra mim que fica difícil entender como outras pessoas não as seguem, porém toda vez que eu me ver pensando assim, devo me lembrar dos veganos. O lifestyle deles é óbvio na cabeça deles mas é completamente fora da minha realidade. Você deveria fazer o mesmo!

38 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thomas!

      O lance de ser empregado é muito relativo. Nada é 100% flores, ser patrão tem um monte de problema muito pior que ter que pedir autorização pra ir no banco ou usar um banheiro. Esse lance de "medo de demissão" é outra coisa que tb discordo: se o cara é preparado pro trabalho, se tem reservas financeiras, se tem mais de uma fonte de renda, se gasta menos do que ganha e não tem dívidas, não há motivo pra medo da demissão.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Concordo com o Corey, pior que trabalhar das 8:00 as 18:00 e ter uma hora de almoço é trabalhar das 6:00 às 22:00 e não ter horário de almoço e muito menos de janta, quanto a ser demitido isso é coisa de gente sem planejamento e incompetente, que além de ser ruim de serviço e ter dificuldade para achar outro emprego similar ainda gasta tudo o que ganha em bobagens.

      Excluir
    3. Exatamente, agora é sábado, 10:15 da manhã e estou na empresa desde as 6:30, não sei a hora que vou sair e mesmo quando sair não consigo parar de pensar na loja.

      Excluir
    4. Corey, seja sempre vc mesmo. Depois de uma certa idade aprendemos a defender nossos ideas e maneira de pensar de modo bem mais seguro.

      Thomas,

      Impressionante como brasileiro esta acostumado a reclamar. Muita gente que odeia o seu emprego, simplesmente nao faz nada para mudar a situacao e de vida. Acho que falta ao brasileiro entender que se ele quer um trabalho bem remunerada e mais valorizado, ele precisa estudar, se aperfeiçoar. Ao inves de disso, so reclamacao. Temos a tendencia de colocar a culpa dos nossos males no chefe, nos colegas de trabalho que sao mais competitivos, na empresa, nos nossos pais que nao deram a educacao A ou B, na sociedade, enfim, para tudo tem um culpado, menos em nos mesmos (nao estou me referindo a vc aqui, mas a maioria dos brasileiros). Claro que a economia nao ajuda, a corrupcao nao ajuda, o desemprego nao ajuda, mas... temos que focar em dois pontos: 1-) O que podemos fazer para mudar essa situacao do pais (eu acredito no voto e no poder da influencia) 2-) Como podemos mudar profissionalmente, buscando um emprego melhor, crescimento pessoal e profissional atraves da especializacao
      O cara tem um trabalho que odeia, e o que faz? Se sacrifica e melhora o ingles nas horas vagas? Busca um curso de especializacao? Assiste videos no Youtube relacionados a novas habilidades?
      O mesmo posso dizer na questao financeira. Alguns ganham 3, 4, 6 mil por mes, e o dinheiro nunca da. Entao recebem um bom aumento, e o dinheiro continua nao dando. Nosso pais tem uma grande bencao chamado juros, os maiores no planeta. Incrivel como a maioria simplesmente da as costas a esse presentaço da mae Dilma.

      Quanto a empreender, acho que exige um perfil muito especifico. Alguem mais sucetivel ao risco, ao sacrificio pessoal, a desenvolver habilidades das mais diversas (gerenciar pessoas, finanças, compras, vendas, marketing, leis, tributos). Mesmo as pessoas que tem o perfil e essas habilidades, as vezes simplesmente nao estao no momento ou ciclo para empreender. No meu caso, ja tive uma empresa, e hoje estou curtindo a anos a fase de empregado, o que me realiza. Mas sei que no tufuro pretendo voltar ao empreendedorismo.

      Abs,

      Investidor Diversificado
      investidordiversificado.blogspot.com

      Excluir
    5. ID, seu comentário foi perfeito.

      "Mesmo as pessoas que tem o perfil e essas habilidades, as vezes simplesmente nao estao no momento ou ciclo para empreender." é exatamente isso que estou passando.

      Excluir
  2. Muito bom os argumentos e Tbm mto bom o respeito que vc tratou o assunto sendo um carnívoro, especialmente reconhecendo os fatos inegáveis. Já refleti muito sobre isso.
    Mas esqueça sobre a alegação dos "dentes caninos". Macacos tem dentes caninos e comem folhas, frutas e até formigas... Esse eh o único ponto que eu acho que não serve de argumento pra vc falar q ser humano deve ser carnívoro.

    Forte abraço é bom final de semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mineiro!

      Não tenho conhecimento científico pra dissertar com 100% de certeza sobre esse assunto mas usei esses exemplos como comparação com o que acontece com meu modo de pensar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. macacos tem caninos porque comem carne. São como os humanos, tem dieta variada. Praticamente comemos de tudo, inclusive carne, daí os caninos. Caso contrário só teríamos dentes gordos, para comer (mascar) folha.

      Excluir
    3. E desde quando ter canino = obrigatoriamente só comer carne? O macaco tem canino porque ele está apto a comer carne, mas pode comer outras coisas também, ora.

      Excluir
    4. Pessoal, o exemplo dos veganos foi pra ilustrar o que eu passo... Não é pra levar de maneira literal. Dá uma interpretada aí!!!

      Excluir
  3. Excelente noticia Corey, seus posts sao sempre legais.

    A pagina e sua, vc nao e obrigado a postar o que a maioria quer ler.

    Abraco

    vDC

    ResponderExcluir
  4. Cada um come o que quer.... o que carnívoro tem que palpitar sobre o que o vegano come e vice-versa?
    Infelizmente sou carnívoro, mas respeito demais quem conseguiu ser vegetariano ou vegano.... muitos estudos comprovam que quem come carne está propenso a ter mais doenças do que quem não come....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Forreta, isso de respeitar a opção alimentícia serve pra outras coisas na vida como respeitar quem optou por não ter filhos, quem é homossexual, etc

      Excluir
  5. Vivo meu mundo, não preucume-me em ter que agrada fulano e Beltrano.

    Na verdade meu mundo é minha esposa e filhos. Depois que parei de ver TV e acessar notícias, a qualidade de vida melhorou muito.

    Esqueça essas guerrilhas, não vão levar a lugar nenhum. Eu mesmo quando falo de imóveis em determinado blog, sou execrecado. Não tô nem aí.

    Às contas vem no meu nome e quem paga sou eu. Dinheiro proveniente dos aluguéis. Fato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VdA!

      "Na verdade meu mundo é minha esposa e filhos. " - vc está mais do que certo, eu penso exatamente da mesma maneira, como não tenho filhos, meu mundo é minha esposa e ponto final.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Corey, nem vi o que aconteceu nesses dias, mas o blog é seu, o espaço de escrever o que quer, moderar ou não, manter ou apagar, isso dai vc ta certo, não gostou, esqueçam que o end www...faz um favor pra si e pro dono do espaço.

    Todos temos direito a ser idiotas, a ter preconceitos, essa balela de mundo sem preconceitos não existe, a educação e as leis existem exatamente para mantermos o nível de civilidade e mediar conflitos.
    O cara tem preconceito com carne, tudo bem, mesmo vale pra quem tem com vegetais, o que não se pode é violentar o próximo, enfiar a carne na boca do vegetariano, ou o jiló no carnívoro.
    Alias, descobri esses dias que a "agenda esquerdista" já tomou essa porra, agora são Carnistas vs Veganistas...Quando eu vi um lacrador do 13 escrevendo "Carnistas" eu quase morri de rir, até comida virou questão politica.

    Por exemplo, eu sempre fui um cara de boa com maconheiros, até que tive que conviver com 2, em momentos diferentes, minha experiencia pessoal, diferente de ser aquele doidão que vc encontra na rua e é super gente boa, acabou servindo pra confirmar o "ranço" que existe contra o maconheiro, ou seja, MINHA experiencia confirmou o pré conceito, e mudou minha opinião sobre a legalização da maconha.

    Enfim, nós temos que preserva nossa liberdade, cada um seguir a vida como quer, fazer o que quer, inclusive trocar a liberdade individual por um sonho de "justiça social" e igualdade...fazer oq?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb acho que o preconceito faz parte do ser humano e na verdade não vejo porque não devemos ter preconceitos. O lance tá no respeito, isso não pode faltar.

      Excluir
  7. Isso aí, liberdade para todos desde que não prejudique a terceiros.

    Quando um vegano vem me encher a paciência eu mostro a foto dos ratos mortos nas colheitas. Não é porque eles só comem vegetais que os animaizinhos estarão salvos.

    Utilizamos animais para os mais variados tipos de produtos e a esses paladinos da proteção animal nem percebem que seu produto utiliza o mais famoso deles o corante carmim.

    Para mim esse movimento Vegan não passa de mais um braço dos vitimistas criado pelos esquerdistas para intensificar a luta de classes na sociedade.
    Apesar de ser tão ridículo quanto os outros movimentos essa vertente tem a vantagem de deixar o homem mais afeminado e controlável através da ingestão absurda dos derivados de soja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente esse tipo de pensamento que eu acho errado. Não concorda com o veganismo, simples, não seja vegano!

      Excluir
  8. Sou vegetariano há alguns anos e minha saúde é de ferro. Atualmente tenho 24 anos e faz mais de 5 anos que não frequento qualquer hospital. Não consumo nenhum derivado de soja e glúten (cerveja também). Sou feliz me abstendo totalmente da carne. Minha performance física esta cada dia melhor. Em brigas de rua me dou bem. Pratico Aikido e estou tocando o barco neste pais de zumbis. Acho que quem quiser comer carne deve caçar a sua própria proteína ou criar algum animal de abate. É bizarro uma linha de abatedouro moderna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é um vileiro ou marginal pra ficar brigando na rua.

      Excluir
    2. Aí que tá o que estou tentando falar: cada um pode ser feliz com suas escolhas, não há necessidade de ficar se impondo ou mesmo justificando. Se vc é feliz sem tomar cerveja e comer carne, ótimo!

      Excluir
  9. Diz que gosta dos animais, mas na hora que vê uma barata em casa, quer matar.

    ResponderExcluir
  10. Ou seja, você compra todo o discurso revolucionário esquerdista, que vem de organismos internacionais pré-prontos e empurrados na mídia e nas universidades como verdade absoluta, e ainda se acha o maioral por não conseguir refletir sobre isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs! Ultimamente tenho visto discursos "direitistas" que são exatamente o mesmo dos esquerdistas, só trocando as palavras. Isso que vc disse soa exatamente como "o problema da fome é o capitalismo" ou "temos uma dívida histórica com os negros".

      Excluir
  11. Corey,ótimo texto,você tocou nas minhas feridas,tenho que evoluir,me irrito por dentro por não concordar com :homens assumindo mães solteiras,pessoas tendo filhos sendo pobres, em um país como violento como esse,etc.Eu gosto de rodeio em touros e cavalos,os veganos vão ao delírio querendo proibir o esporte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendo as razões pelas quais as pessoas tem filhos, ainda mais no Brasil, mas respeito e não tento convence-las do contrário. Detesto esportes do animais.

      Excluir
  12. Corey,

    Gosto da forma de vc pensar. Uma pessoa na sua, que quer tranquilidade e não estar certo. No final das contas, ninguém está 100% certo, então, pra que tentar sempre ter razão? Temos que levar nossas vidas com o mínimo de estresse desnecessário possível.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, não existe verdade absoluta, não existe isso de ser ou A ou B.

      Excluir
  13. Ahhh ler este post as 23:22 de um domingo, chega a me dar um alivio de saber que todas as pressões, ansiedades, bombardeios de pensamentos noturnos são coisas que todos nós vivemos, pois as vezes penso que eu sou paranóico com essas coisas, mas fazem parte da vida......a unica coisa que me incomoda é nao dormir direito....

    ResponderExcluir
  14. Olá Corey que bom que você está de volta!!!
    Qualquer assunto que mexe com estilo de vida vai dar polêmical, isso deve ao fato de que cada um tem alguma particularidade no lifestyle que acaba considerando que deve ser o padrão e se alguém foge disso já causa uma certa estranheza. O que importa como você e vários colegas nos comentários citaram, é o respeito, só que na teoria isso é muito fácil mas na prática fica complicado trabalhar isso, é desconfortável para a pessoa que tem preconceito conviver tranquilamente com o alvo disso. Tem que ter uma batalha diária de desconstrução do pensamento tradicional e isso não é uma coisa simples. Tudo que você citou aí são questões de escolha e que exigem nada mais nada menos que respeito. Além do que as pessoas também tem que saber separar as coisas, eu por exemplo adoro futebol, inclusive sou sócia torcedora do meu time e não vou deixar de seguir seu blog e comentar só porque você detesta futebol. Inclusive até fiquei feliz em saber que seu carro tem 20 anos de uso, eu tenho o meu desde que tirei carteira há 9 anos e sou muito feliz com ele.
    Sobre você querer ser CLT, eu vivo atualmente essa situação, mas sou de família que empreende em comércio (farmácia e bebidas), além de industria, e hoje estou muito satisfeita com a minha situação, meus empregos são estáveis e deixam tempo para que eu possa focar na minha vida pessoal, as pessoas ao meu redor são boas de mexer, eu trabalho com uma maioria masculina e isso facilita muito o desenvolvimento do trabalho, não ganho rios de dinheiro mas acho o meu salário compatível com o trabalho. Com tudo isso eu não trocaria por empreender atualmente, acho que daqui alguns anos estarei pronta para arriscar, mas por agora sou um pouco covarde. Então desejo boa sorte para você em sua nova empreitada.
    Inclusive acho que seria uma boa quando você participar de entrevistas de emprego, fazer uma postagem sobre suas impressões sobre tal, geralmente adoro esse tipo de postagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tamires!

      Não acho que seja tão complicado ter respeito com a opinião alheia. Acredito que se as opiniões forem muito extremas simplesmente não há como conviver com a pessoa (vide meu texto sobre os amigos socialistas) e o melhor é se distanciar. Eu por exemplo não convivo bem com crianças então não me coloco em situações onde tenha que conviver com elas. Me distanciei de amigos que tiveram filhos, não pelas crianças em si mas sim porque chega uma hora que as vidas tomam rumos totalmente diferentes e não existe mais coisas em comum. Na minha opinião essa é uma maneira de respeitar.

      Então, um amigo colocou em um comentário acima uma coisa que é verdade: "empreendedores podem não estar numa fase empreendedora" e acho que é exatamente isso que está acontecendo comigo, passei da fase de encarar os problemas de empreender o que não quer dizer que não posso voltar a empreender no futuro. Pode ser que com vc seja o mesmo: sua fase empreendedora ainda não chegou. Assim como vc tb tenho família comerciante e isso influencia e muito (não necessariamente de maneira positiva).

      Bom ideia de post, farei isso...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Essa questão da bicicleta de 10 mil reais (ou mais) é interessante. Realmente virou modinha aqui em São Paulo. Não demorou muito os bandidos virão que isso dava muito lucro para eles. Resultado final... todo mundo deixando agora a magrela guardada em casa.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.