domingo, 8 de novembro de 2015

"Escola é uma Merda" por Izzy Nobre

O Izzy Nobre abordou de maneira direta o que sempre digo: escola no Brasil é uma tremenda perda de tempo e nisso incluo faculdades também. Veja o que escrevi aqui:

http://coreyinvestidor.blogspot.com.br/2012/04/faculdade-e-mesmo-necessario.html
http://coreyinvestidor.blogspot.com.br/2014/07/a-falacia-do-curso-superior-no-brasil.html

As pessoas sofrem lavagem cerebral desde cedo, são forçadas a acreditar que o estudo formal é importante e blá blá blá... Na minha opinião a escola é um mal necessário, necessário para o cara se enquadrar numa sociedade normal, mas puro tempo perdido. Acredito que a escola deveria preparar os alunos ensinando-os skills básicos para o dia-a-dia (como o Izzy disse que acontece lá no Canadá): cozinhar, dirigir, elétrica e mecânica básica, etc. Infelizmente passamos anos na escola, saímos de lá sem saber porra nenhuma, entramos na faculdade aprendemos um monte de bosta inútil e só vamos realmente aprender uma profissão no dia-a-dia do trabalho. Isso sem contar as Uniesquinas que nada mais são que linhas de produção de "profissionais". Eu fiz Uniesquina, eu fui enganado, meu currículo acadêmico é inferior ao de um estudante do high school americano que optasse pelo mesmo curso.

Vejam o vídeo do Izzy:


Aproveito pra perguntar aos leitores o que estão achando desse tipo de postagem que tenho feito ultimamente: postando vídeos e textos de outros blogs em posts curtinhos. Esse é o tipo de postagem que o momento atual me permite fazer, espero que sirva de alguma coisa.

53 comentários:

  1. Se meu pai tivesse aportado oq gastou com a educação escolar minha e de meu irmão, teríamos facilmente atingido a IF hoje e ganhando sem trabalhar mais em rendimentos do que ganhamos hj de salário, sendo q meu irmão ganha 400k/ano.
    Sobre os posts, apenas evite postar vídeos com mais de 10min. tenha um tolerância razoável para o tamanho do vídeo.
    Abraco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu pai tb gastou uma dinheirama na minha escola (a faculdade eu mesmo paguei), concordo que me ajudou a ser ao menos acima da média do pessoal que fez escola pública mas na prática não ajudou muito no meu dia a dia.

      Eu não filtro vídeos por tamanho e sim por conteúdo, mas valeu o toque.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  2. Recentemente, o Bastter postou uma crítica à blogosfera de finanças. Particularmente, concordo com ele. Mas a meu ver, o mal maior da blogsfera pessoal de finanças, é o blog do pobreta. Um dos comentários postados no site do Blastter resume a minha maneira de ver a questão:

    "Se ficar lendo essas coisas, o cérebro vira meleca.
    Viu que um site não presta, para de ler.
    Não adianta dizer: "Vou olhar com espírito crítico".
    Aquilo começa a entrar no cérebro...

    De digo e de coração, minha vida melhorou muito depois que me descadastrei de vários mailing de manada que eu recebia."


    E não é contradição achar isso ao mesmo tempo que se posta aqui. Já decidi nunca mais ler blogs do gênero do Pobretão e cia. Acredito piamente que tudo o que é postado nesses blogs só atrasa a vida do sujeito. O Pobretão, por exemplo, é o mais inútil de todos. E VOCÊ TAMBÉM CONCORDA, Troll. Nem tente dizer o contrário. Por exemplo, eu NUNCA o vi discutindo sobre os assuntos inúteis daquele blog tais como: feminismo, vida de pobre fracassado, ó céus, ó vida, nunca serei milionário e blá blá blá.

    Você e os demais que denotam um interesse maior por questões que importam e que são os menos inúteis da blogsfera de finanças e que relatam seus patrimônios NUNCA comentam esses assuntos por lá.

    Note a carga mental/emocional que é preciso para SUPORTAR o Pobreta e suas lamúrias. É um tempo precioso que se perde lendo as inutilidades de um sujeito reclamão, que reclama de absolutamente tudo e nunca empreende esforços para mudar o que tanto lhe incomoda, a não ser continuar na mesma situação objeto de sua crítica.

    Acho que o Bastter pecou na sua crítica por ter poupado termos mais severos ou por ter sido comedido. Acho que é fato e TODO MUNDO SABE que o Pobretão é o mais INÚTIL de todos. Ele não ajuda em absolutamente nada. Ele vem com essa desculpa esfarrapada de que seu blog mistura finanças (hein? não há posts sobre finanças naquele blog) com assuntos masculinistas só para manter a audiência do blog. Porém, ele deturpou tanto as duas coisas que ambos os movimentos reais das respectivas áreas o repudiaram. Tanto a blogosfera real de finanças o rejeita quanto os blogs sobre masculinismo. Os primeiros o rejeitam por conta de seus parcos conhecimentos sobre finanças e por sua estratégia suicida e recusa em estudar um jeito de mudar.


    John Doe

    continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brother, procure ajuda, vc precisa...

      Excluir
    2. O negócio está no formato e não no conteúdo.

      Não discordando da opinião dele(eu tenho a mesma),parei de seguir o Izzy nobre pela quantidade de merda que ele fala nos posts. Pirulla é outro que as vezes paro no metade do vídeo. E PC vesgo? Chega a dar asco com o papinho que no socialismo todos irão ter iphones.

      Reparem nos comerciais, o mais comum, é vender os sentimentos trazidos por tal produto e não as especificações.
      Por exemplo, em um comercial de uma perua dificilmente você irá ver eles dizendo, compre a nova perua hastunflai com 330l de porta-malas, 7 bancos de couro, blu-ray, central com gps e etc. Você vai ver um comercial dizendo... Leve sua família para viver a vida, mais espaço para sua felicidade, a van mais bela e segura da categoria...

      Você pode vender até merda se quiser, o que importa é o formato que ela será apresentada. O maior exemplo disso são os youtubers.

      Excluir
  3. Os segundos, porque seus argumentos destoaram tanto da natureza do movimento que os seus adeptos passaram a ser vistos como efeminados e covardes. Não sou um hater, é a pura verdade. Isso se nota analisando o teor de alguns posts do Pobreta. Algumas vezes ele já falou até mesmo que tem vontade de se castrar quimicamente só para não ter mais libido. Sem contar argumentos de revolta demasiada contra mulheres e minorias. Não sei como esse blog ainda está no ar.

    A impressão que se tem é que o Pobreta quer manter o seu blog no ar a todo custo, querendo agradar a todo mundo. Por isso não dá pra deixar de lado as acusações eternas de que ele seja apenas um fake, um marqueteiro mantendo um blog no ar para tentar alçar voos mais altos em algo futuro que lhe renda adsenses.

    Enfim, dá para quase ter certeza de que o Bastter se referia mais ao Pobreta do que ao resto da blogosfera "pessoal" de finanças. Quase ninguém trata sobre esses temas COMPLETAMENTE INÚTEIS em seus blogs. Seria interessante se o Pobreta passasse a ser boicotado pelos os outros usuários e ficasse isolado com suas lamentações e assuntos que destoam tanto dos pertinentes ao tema central da blogosfera. Mas acho difícil isso acontecer visto a natureza dos participantes do seu ranking. Não há quase ninguém ali que ofereça em seus blogs um assunto independente dessa disputazinha inútil e ao mesmo tempo se relacione com finanças. Pelo menos nunca vi um que tivesse capacidade para se desprender disso e inovar. São todos acríticos e totalmente dependentes do blog do Pobreta.


    John Doe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dear Mr John Doe. Have you ever thought to stop accessing that blog and stop crying like baby?

      Excluir
  4. Realmente, aprendemos muita coisa inútil...mas o pior que vejo não é o que aprendemos, e sim a maneira. Nossa educação é muito 'focada' no decorar.

    É triste ver gente achando que Matemática é fazer contas, e Física é decorar fórmula...e pensam isso enquanto usam celulares, gps, computadores (tudo produto da exatas).

    Mas não me arrependo da educação que tive, certamente teria sido pior sem ela. Com o tempo fui aprendendo a filtrar o joio do trigo, e acabei por conhecer e estudar coisas realmente importantes, como Economia (a de verdade mesmo, de investir, poupar etc).

    A maior enganação que sofri, foi de confundi sucesso profissional com financeiro. Todos diziam que basta fazer o que ama, pra ser um profissional de sucesso. Até concordo, tem que gostar do que faz pra ser foda.

    Porém, não me contaram que ser foda/muito competente em algo, não é sinônimo de sucesso financeiro. O tanto de amigos que tenho que são excelentes Biólogos, Oceanógrafos, Psicólogos, Matemáticos, Fìsicos etc, que não podem ter (nem agora nem no futuro) o carro que querem, nem viajar pra onde desejam, ou mesmo ter uma aposentadoria tranquila, é triste.

    Mas é difícil mudar essas coisas, se eu fosse mudar algo na educação, introduziria apenas a educação financeira nos currículos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, a decoreba mata qq um. É muito frustrante ter que decorar as coisas. Eu detestava matemática, era muito ruim, fiquei de recuperação até. Qd comecei a usar matemática no dia a dia, fazer conta de desconto e comissão por %, começou a ficar interessante e fácil. Falta aplicabilidade.

      Excluir
    2. A questão é: eles agregam valor com a profissão deles?

      A maioria das pessoas que faz faculdade faz porque alguém mandou ele fazer, ou simplesmente porque é o caminho natural das coisas depois do colégio para a classe média brasileira.

      Aí a pessoa se forma, e acha que vai aparecer algum emprego para ele só porque ele se formou e se acha um bom. Aí depois de um tempo esperando, começa a procurar emprego já que nada apareceu e começa a ficar preocupado porque a falta de experiência faz com que para ele só seja oferecido salários baixos pelo que ele acha que sabe.

      Com o tempo ele resolve aceitar um salário menor porque acha que depois de um ano a lacuna de experiência que os empresários pedem será suprida...
      Com o salário, compra um carrinho para se amostrar para as mulheres, acaba se apaixonando por uma qualquer, começa a fazer planos a dois, resolve casar, paga uma festa cara, e se atola num financiamento para conseguir apartamento caro.
      O final da história todos já sabem, típico brasileiro classe média atolado em dívidas e que odeia o trabalho e se acha mal remunerado.

      Excluir
    3. O que é agregar valor na profissão?

      Excluir
    4. Imagino que seja uma profissão com grande mercado de trabalho. Até administrador que consegue emprego lixo em empresa e advolixo está melhor do que oceanógrafos e engenheiros florestais porque, pelo menos para as primeiras, tem mercado. As últimas, nem isso.

      Excluir
  5. Desculpa, mas essa sua fonte não tem a menor credibilidade para falar sobre esse assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso não é uma reportagem, isso é um vídeo de opinião.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem casos e casos. Mas diz aí, o que é mais importante pra um não químico: balancear uma equação química ou cozinhar uma carne?

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela cordialidade e educação, percebe-se claramente que vc é um brasileiro com muito orgulho e muito amor.

      Excluir
    2. Boa tarde Corey,

      Primeiro: gostei do formato, continuo acompanhando seu blog.

      Segundo: não entendi se sua resposta foi sarcástica ou séria, pois concordo (em partes) com o comentário acima, trabalho com programação, mas vivo discutindo coisas de física, linguagens e história (totalmente fora da área de formação), e são conversas interessantes.

      Outro ponto que acho interessante discutir é a exponencialidade do conhecimento, ou seja, quanto mais eu sei mais fácil fica eu saber coisas novas, vide exemplo do inglês; um mundo novo se abre para o aprendizado (artigos, sites, etc.) quando se conhece o inglês.

      Excluir
    3. Fui sarcástico. Eu concordo com ele mas a maneira grosseira que ele quis se impor me incomoda. Concordo 1000% sobre o que vc disse do inglês, mesmo se o cara jamais vai falar inglês mesmo assim deve aprender pra ter esse mundo novo que vc disse.

      Excluir
  8. Boa tarde, Corey. Estou gostando do formato atual dos posts, está sendo bastante enriquecedor. Por favor continue postando dessa forma enquanto não tiver tempo para retomar o ritmo anterior. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, os posts são excelentes. Continue assim mesmo quando voltar a postar.....

      Excluir
  9. Uma das coisas que não entendo é por que se estuda história e geografia do fundamental ao médio. Poderiam ser matérias de uma série só, ainda mais hoje que toda informação está na internet.
    Matérias como português, química, física e biologia eu acho (minha opinião) que são importantes.
    Outras matérias deveriam ser adotadas: raciocínio lógico, lógica de argumentação, noções de programação e matérias que preparassem os alunos para resolver problemas práticos do dia a dia, manutenção elétrica e hidráulica, como consertar um encanamento, trocar uma lâmpada com segurança, trocar a resistência de um chuveiro etc.
    Outra questão é a matéria de português, se dá um peso muito grande para a gramática, eu acho que o foco deveria ser mais na interpretação de texto e escrita. Brasileiro não sabe se expressar e interpretar texto, vê se claramente isso na internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc, história e geografia deveria ser uma coisa só e dado somente o basicão, o resto cada um que procurasse no google qd tivesse curiosidade. É conhecimento geral, não serve pra praticamente nenhum profissional no mundo.

      Excluir
  10. Cara eu sempre pensei assim, e nunca dividi este pensamento por achar "muito fora da curva'' , alívio em saber que não sou louco (ou então que tem outros loucos como eu rsss)
    Sobre os formatos de divulgar coisas que tu acha interessante so me lembra uma frase antiga "o que pedro me diz sobre joão, me fala mais sobre pedro que sobre joão"
    Sobre blogs e vloggers ja vi que acompanhamos alguns parecidos....quando tiver um tempinho se sobra te recomendo procurar 2 :
    *BrksEDU um brasileiro que mora no canada e vive de fazer video sobre jogos atuais e antigos, o tema me interessa, mas o legal é ver os videos com olhos "sociológicos" como é o estilo de vida deles, coisas banais como por exemplo gravar um video de madrugada e parar o carro no meio do nada para filmar algo, sem receio de que nada aconteça, coisa surreal aqui no nosso Br querido.

    *CaioBotura, também brasileiro que mora no canadá, faz faculdade e é atleta bodybuilding (outro tema que me interressa também) mas o legal como falei é ver através dos temas principais como eles vivem por la, e coisas banais pra eles seriam o ápice para nós.

    Abraço, Baiano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço o BrksEDU, acompanho justamente por esses motivos que vc disse (pq detesto videogame). Esse caio vou verificar.

      Excluir
  11. Educação formal é essencial. Saber matemática, português, ciências, inglês, entre outras matérias, é fundamental para saber pensar de forma organizada, estruturada e racional. É possível no ensino médio técnico ter um equilíbrio entre matérias acadêmicas e disciplinas mais práticas. Vai depender do que a pessoa quer fazer na vida no futuro.
    Fiz ensino médio tradicional em escola pública (assim como estudei também o ensino fundamental em escola pública). Evidentemente, ensino público tem seus problemas (professor que falta, matérias mal dadas). Mas sempre procurei estudar mais do que a escola exigia. Sempre fui curioso e tentava complementar o conteúdo, às vezes insuficientemente dado na escola.
    Passei em economia numa universidade pública top. Trata-se de uma profissão que abrange muito teoria, métodos quantitativos, história, etc. O meu sucesso profissional dependeu de todo o conhecimento acadêmico que obtive no meu ensino básico. O que eu aplico de matemática hoje no meu dia-a-dia, não podia imaginar quando estava na minha oitava série. Muitas vezes o problema está no ensino em si de matérias como matemática e português. Elas costumam ser dadas de forma desestimulante. Mas que é importante para a vida, isso é.
    Conclusão: ganho bem hoje em dia (+ ou - 18 mil líquidos por mês) e adoro o que faço. Agora não sei consertar o meu carro. Ah! Que bom existem mecânicos no mercado e eu posso pagar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O q falta pe justamente esse equilíbrio que vc disse, o Izzy mesmo disso que é isso que acontece lá em cima. Eu até usei alguma coisa que apredi no colégio durante a faculdade mas tive que revisar tudo, logo se não tivesse aprendido teria dado na mesma.

      Excluir
  12. Olá Corey,
    Achei legal esta forma que você está postando, mas prefiro as postagens anteriores onde você dissertava mais sobre os assuntos.
    Sobre a escola, eu sou da opinião de que o ensino fundamental e médio são muito importantes para nossa formação, mesmo que o ensino no Brasil seja fraco. O conhecimento das matérias básicas (português, matemática, ciências e etc.) ajuda muitas pessoas a decidir sua formação futura.
    Seria muito bom se associadas às matérias básicas as escolas daqui ensinassem mecânica, elétrica e etc, como você citou.
    Sobre o ensino das universidades prefiro nem comentar... me formei em administração em Unilixo e hoje pago o preço com um emprego ruim e mal remunerado. Vou parar por aqui se não começo a chorar.
    Abraço,

    Anon Pé de Cana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As postagens antigas voltarão, mas ainda demora...

      Português deveria ser ensinado mais em interpretação de texto e redação. Eu acredito que sei escrever relativamente bem mas não sei bulhufas sobre regras gramaticais.

      Excluir
  13. Olá Corey,

    Tem sido muito bom conhecer um pouco dos locais por onde você navega. Tenho gostado muito do formato dos últimos posts. Você tem se tornado uma referência para mim em questão de pensar fora da caixa. Apesar disso sinto falta dos posts mais pessoais, porém logicamente entendo que ultimamente deva estar corrido para você a sua mudança de vida. Não comento quase nunca, mas estou sempre por aqui.

    Uma das oportunidades que tive foi conhecer o Blog do Raiam. Li recentemente um post que ele fala exatamente deste assunto, onde é feita a comparação de que é melhor ser caminhoneiro do que um formado em faculdade.

    http://mundoraiam.com/caminhoneiro/

    Sucesso.

    Carvalhopower

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog do Raian é muito bom, não tinha lido esse post ainda. Vc conhece o Marcão: https://www.youtube.com/channel/UC0GzmVZznMtmLEKxjXK4khQ
      Ele é um brasileiro caminhoneiro lá nos EUA.

      Vejo faculdade como uma segurança, eu mesmo pretendo trabalhar na minha área de formação em breve. Faculdade não da dinheiro na esmagadora maioria dos casos.

      Excluir
  14. Corey,

    Desculpe a sinceridade, mas achei o post e o video totalmente sem sentido.

    Podemos questionar a qualidade do ensino no Brasil ou do sistema de ensino, mas não faz o menor sentido questionar se vale a pena ou não estudar.

    Mesmo o ensino no Brasil sento uma porcaria, de forma geral, aqueles que tiverem a oportunidade de estudar nas melhores escolas e universidades terão maiores probabilidades de serem mais bem sucedidos na vida e na carreira profissional.

    Existem exceções, como você, mas é muito melhor colocar as probabilidades a seu favor.

    Colocar em questionamento o retorno financeiro sobre o "investimento" de pagar o estudo de um filho é o mesmo que fazer a conta financeira se vale ou não a pena ter um filho.

    Financeiramente muitas coisas não valem a pena, mas a vida não é feita só de valores financeiros ou materiais.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala EI! A questão não é se vale a pena estudar ou não, a questão é o que estudamos. 99% do que estudamos principalmente no ensino médio é inútil, 50% da maioria das faculdades tb é.

      Não acho que devam tirar as crianças da escola e sim reformular totalmente o ensino de maneira a formar pessoas com conhecimentos úteis.

      Excluir
    2. Corey, como eu disse o problema é a péssima qualidade do ensino no Brasil, mas discordo que o que se aprende é inútil na maior parte do tempo. Na minha opinião, o problema no Brasil é que não aprendemos na profundidade e na metodologia adequada.

      Pelo video ele questiona a necessidade de aprendizado e aplicação de conceitos de matemática ou química, como se fossem inúteis, mas quisera eu que no Brasil tivéssemos a oportunidade, todos, de aprender tudo isso com maior qualidade e profundidade. Pegue os países mais desenvolvidos do mundo e o que se aprende é tudo isso e ainda mais estas matérias práticas. Não existe essa de trocar conhecimento profundo em língua portuguesa por mecânica. Lá aprende-se os 2 e aqui nenhum em profundidade suficientes. Acho que aí está o problema.

      Abraços

      Excluir
  15. Eu mesmo sou exemplo disso tudo. Sempre estudei escola pública e posso contar nos dedos as rarísssimas vezes que fui estimulado por algum professor a estudar algo de verdade. A educação é sucateada sim e a maioria das matérias dadas são devera inúteis. Conheci um sujeito que sempre estudou nas melhores escolas(particulares) que quando viu o conteúdo que nos era dado no ensino médio achou que aquilo era uma piada. Ele disse que quando viu aquilo teve a absoluta certeza que estão "treinando" os jovens para serem meros escravos do trabalho para não pensarem fora da caixa. Infelizmente eu me enquadro nesta situação pois me sinto limitado até para poder expressar minha indignação. Me sinto roubado. Até hoje busco encontrar minha vocação pois não tive nenhuma base, nenhum estímulo, nada, durante os meus "estudos". Educação hoje tem que ter: Noções de finanças, ética, cidadania, noções de política, práticas domésticas, noções de concerto etc... Infelizmente aprendemos o que é necesssário saber desde cedo tarde demais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Centavos! E o pior é que as pessoas não se dão conta disso nem quando são adultas, vide os comentários desse post.

      Excluir
  16. Concordo em grande parte Corey, problema maior sinceramente é que acho que não há um verdadeiro estímulo ao aprendizado e desenvolvimento da capacidade criativa dos alunos. Explico: você teve laboratórios decentes em sua escola? Foi estimulado por experiências práticas relacionadas ao cotidiano em fisica, quimica, matematica? Foi estimulado a desenvolver algo novo e útil para a sociedade? Não, né? Tirando isso, ainda temos os fatos que você falou, da falta de ensino de ferramentas básicas ao individuos. Faço medicina, e no meu caso, a maior parte do conhecimento de biologia, quimica e fisica ainda me servem bastante hoje e me facilitam muito a vida. Acho que as ciências devam ser ensinadas sim, para dar uma base ao aluno para que ele decida por si mesmo lá na frente, mas com a inclusão do que falei acima, e das ferramentas que todo mundo deve saber que Izzy falou, uma escola cidadã no caso. Pra dar mais tempo o conteúdo das matérias seria um pouco reduzido, com os alunos buscando se aprofundar naquilo que os interessam. Obs: estudei em escola particular bem mediana.

    ResponderExcluir
  17. Porque você, Rover e BBB não vazam logo daqui. Parem de ficar metendo o pau no Brasil em todo post do blog de vcs. Vazem logo se aqui nao ta bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, pq vc continua nos lendo se fica incomodado?

      Excluir
  18. Tem um vídeo do Gustavo Horn (que publiquei lá no Clube - http://www.clubedopairico.com.br/a-escola-e-um-saco/14953) que aborda esse tema, de uma maneira mais geral.

    Achei bem interessante o ponto de vista dele ...

    O modelo atual de educação já é (literalmente) coisa do passado. E como não interessa aos coronéis um povo mais ligado nas coisas que acontecem ao seu redor ... :(

    Abraços !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zé, é uma honra tê-lo por aqui, obrigado por comentar. Vou olhar esse vídeo, não vou perder uma recomendação sua. Abraço!

      Excluir
  19. Corey, acompanho seu blog tem coisa de 1 ano, normalmente gosto muito dos posts, e de uma forma geral compartilho varias experiencias de vida, erros, acertos e momentos que voce descreve no seu blog.

    Porem, discordo em relação à questão da faculdade.

    O brasileiro medio, de fato, nao precisa de faculdade. Eu fiz curso tecnico no colegio e desde entao acho que este nivel de educacao seria suficiente para 90% da população. Os cursos de tecnologo de uniesquinas sao mais honestos que as graduações pois focam em 1 assunto, ate ri anos atras quando descobri que em algumas faculdades havia aula de português.

    Agora, veja a minha realidade. Sempre estudei em escola pública, e sempre fui o melhor da minha classe. Passei numa faculdade pública, fiz o melhor curso de Eng da Computação do país, e quando entrei achava que ia abafar. Sofri 5 anos para ser um aluno nota 7, os melhores tinham media 9.

    Vivemos numa era pos industrial, pos escassez, cada vez mais complexa e produtiva. A sociedade produz muito alem do que pode consumir, mas isso só ocorre porque estamos frequentemente inovando, e porque existem fabricas de conhecimento que sao as faculdades.

    Agora, sabe quantos anos eu estudei ate me formar? Dos 4 aos 24, 20 anos. Sabe quanto mais para seguir careira academica? 2 anos de mestrado, que é só um treino para o doutorado, e mais 4 anos de doutorado, para escrever uma tese e aumentar o conhecimento da sociedade sobre um assunto ultra específico, que um graduado da profissão nao entenderia.

    Fisica basica, matematica pura, química, todas essas disciplinas maes dependem de dinheiro e tempo dedicado para se desenvolverem e se traduzirem como benefício para a sociedade.

    Garanto que voce nao é contra isso. Voce é contra o mercado de ensino superior, de nivel baixo e chulo, que deveria ser substituído por cursos técnicos, muito mais baratos e efetivos.

    ResponderExcluir
  20. Fala Corey


    Eu sinceramente vou te dizer que o único video que tinha visto desse Izzy Nobre, foi um video que um leitor postou lá no meu blog uns tempos atrás, onde ele exibia um Mustang que tinha acabado de comprar mas não sabia absolutamente nada do carro, só criou o video pra ostentar mesmo. Eu achei péssimo e não assisti mais nenhum video desse cara.

    Mas... eu assisti esse que vc postou e concordo absolutamente com ele. No nosso sistema de ensino não aprendemos nada que nos prepara para ser cidadãos, para a vida real. Na nossa época, ainda existia aquela coisa de aprender a trabalhar em equipe, mas pelo que parece, essa juventude de hoje esta completamente perdida, nem isso se aprende mais. Escola no Brasil hoje em dia se trata apenas de guerra de egos e se preparar para o vestibular. Que provavelmente vai te levar para um curso universitário onde vc não vai aprender muita coisa útil tbm.

    Vou usar da humildade e dar uma olhada no canal desse cara, provavelmente dá pra tirar bastante coisa boa. Cometi um erro, mas é errando que se aprende.


    Valeu por compartilhar.


    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Rover!

      Acho que vc teve uma impressão equivocada mesmo, ele comprou um Mustang pq gosta do carro e pode comprar (sabemos que é um carro barato no Canadá), de tanto o povo encher o saco ele acabou fazendo o review. Ele é gente boa.

      Verdade, fiz muito trabalho em grupo. Odiava, mas vejo que isso foi importante.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  21. Olá Corey!
    Tenho gostado bastante das postagens, de verdade e principalmente das discussões que ocorrem nos comentários, na maioria das vezes bastante coerentes.
    Sobre a postagem, acho que a maioria dos conhecimento aprendido em escola não serve para nada mesmo infelizmente, somente para decorar e passar em vestibular e Enem, basicamente como a "maioria" das provas de concurso público. Tive aula de geografia no ensino médio, estudando em escola particular, e lembro que estava estudando isoietas, achei aquele negócio tão inútil que perguntei para a professora qual aplicabilidade disso na minha vida e ela não soube me explicar. Acho que como falou um colega de um dos comentários anteriores, tínhamos que ter mais aula de interpretação, raciocínio lógico, ética o que incluiria a vida em sociedade, principalmente também legislação (que eu não sei como seria dividido), para que a gente pudesse saber os direitos e deveres, retórica para aprender a argumentar. Além dos conhecimentos para vida de mecânica, hidráulica, algumas medicações básicas e situações de saúde, entre outros de uma forma mais prática. Eu amo matemática, tenho formação em engenharia mas confesso que números complexos só serviram para que eu passasse em uma matéria na faculdade, posto que trabalho com análise de projetos. Pode até parecer recalque, falta de respeito, mas não acho que entender de Sócrates, Platão, Sartre e bláblablá, vai agregar tanto assim na geração de dinheiro da pessoa, a não ser que a pessoa seja um super acadêmico da área e francamente quantos filósofos atuais que a gente conhece que tem dinheiro e que trabalha na área, eu por exemplo somente conheço uma senhora que trabalha comigo só que ela tem formação também em psicologia. Enfim acho também que muitas vezes os cursos técnicos agregam muito mais conhecimento, pois além de irem direto ao ponto, as escolas tem parcerias com empresas, o que facilita o conhecimento empírico que conta muito mais que o conhecimento teórico na maioria das vezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tamires, não faço ideia de quem foi ou deixou de ser esses caras que vc citou, acho uma completa perda de tempo estudar filosofia e outras humanas enquanto vc pode estudar coisas que agregarão ao dia a dia.

      Excluir
  22. olha o que o ex dono do Wiseup, agora bilionário, está falando:

    http://youtu.be/mD5epE7F-Lo

    Igual ao que o IZZY fala. Diferentemente de muitos que se auto denominam professores e estão comentando nesse texto.



    ResponderExcluir
  23. Prestem atenção antes de dar audiência pras coisas desse cara, ele é um ateuzinho imundo que tentou foder com a vida do albertinho gázio (denunciando pra imigração etc) só porque o cara é religioso e estava ajudando gente que tinha o sonho de ir morar nos states

    https://www.youtube.com/watch?v=sZ3jnhBy7-c

    Olhem o comentário do bosta do pirula 'ui ui nossa isso é sério muito sério'
    Tão sério seu cretino, que os americanos não estão nem aí!Eles SABEM onde estão os imigrantes ilegais e não fazem nada.Porque? Por que precisam deles.

    Então galera...enquanto o brasil te fode cada vez mais e enquanto tem gente de bem qurendo te ajudar, como o albertinho gazio, tem os vermes como izzy nobre que querem atrapalhar sua vida e foder com tudo. Prestem atenção antes de dar views e audiência pra esse MERDA.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.