sexta-feira, 28 de agosto de 2015

O Carro de R$ 12 mil

Como disse nas últimas postagens, entrei em mais um negócio, dessa vez me descapitalizei e enfiei meu carro no rolo da loja, tudo pra não fazer dívidas. Meu carro era um sedã de 6 anos de idade e R$ 30 mil. Fiquei a pé (nem tanto porque tenho a moto) pela primeira vez em 15 anos e isso não foi exatamente agradável...

Uma das minhas vontades é um dia não precisar ter carro. Sou daqueles caras que gosta de carros, tem conhecimento até que avançado pelo assunto, enfim, carro é um negócio que atrai minha atenção. Adoro dirigir carros diferentes e é óbvio que adoro um motor grande com potência de sobra. Porém, mesmo assim, o fato de carros serem um passivo incômodo e uma fonte de problemas vai contra meu estilo de vida minimalista. O cenário ideal pra mim seria poder não precisar ter carro mas ter acesso fácil e barato a carros alugados quando fossem necessário. Sou daqueles que acredita que você deve alugar tudo o que for possível alugar ao invés de comprar. Infelizmente não moro em Barcelona nem em Londres, portanto carro é um mal necessário. ((Observação: uma das coisas que me incomoda no estilo de vida americano é a dependência de carros, mas ao menos eles estão preparados pra isso e ter um carro não significa ter um filho em termos financeiros como acontece no Brasil.))

Pois bem, passei as últimas semanas andando de moto e de metrô. Me recuso a usar ônibus em São Paulo tamanha a ineficiência, como os deslocamentos secundários que faço são relativamente curtos prefiro andar a pé. O metrô de São Paulo, por outro lado, é um dos melhores que já tive oportunidade de usar, uma pena que é minúsculo em quantidade de linhas e estações. Andar de moto já foi mais divertido, quando moleque eu nem ligava pra frio e chuva, coisas que hoje me incomodam bastante. Então decidi que teria que comprar um carro novamente o quanto antes.

Aí surgiram as opções, por estar com praticamente toda minha grana investida nos negócios o fantasma do financiamento começou a rondar minha cabeça. Embora goste de carros, não tenho muitas exigências em relação ao que comprar, quero sempre ter um carro confortável com itens como ar condicionado, direção hidráulica e câmbio automático. Não abro mão de segurança, portanto ABS e air bags também entram na minha lista. O teto de 30 pau seria mais que o suficiente pra achar um bom carro com esses itens então pensei em pegar um carro de R$ 30 mil 100% financiado e adiantar as prestações, pagando-o em poucos meses. O que mais me incomodou nessa ideia nem foi o fato de ter que pagar juros e sim a burocracia de ter que preencher formulários, tirar cópias de documentos, assinar papéis, esperar aprovação de banco (humilhante pra caralho, diga-se de passagem)...  Desisti e resolvi cometer o que muitos podem chamar de loucura: comprei um carro de R$ 12 mil e  quase 20 anos de idade!

Achar esse carro foi até fácil, um cliente que mexe com carros me apareceu com o dito na loja, dei uma volta e fechei negócio, paguei em cash. Pode parecer estranho (aliás, sou estranho mesmo), mas estou muito contente com esse carrinho, aliás, poucas vezes na vida fiquei tão contente por ter comprado alguma coisa. Pode ser pelo fato do carro ser um daqueles sonhos de menino, quando moleque eu adorava esse modelo e finalmente pude compra-lo; ou pode ser pelo fato de ter novamente pensado fora da caixa e ter ido contra a manada. Enfim, o fato é que tenho um carro barato, bom, potente, seguro, de manutenção fácil e principalmente (do ponto de vista financeiro): não pago seguro e o IPVA é uma merreca.

Levei meu carrinho no mecânico, dei uma geral, deixei pronto pra briga. Não faço ideia se terei um problema grave como uma transmissão estourada ou um motor fumando num futuro próximo, mas se isso acontecer me livro dele rapidinho, até lá terei um pouco mais de capital e poderei comprar um carro melhor. Carro é um mal necessário então acho interessante faze-lo custar o menos possível. Vamos ver se essa decisão foi acertada ou loucura mesmo...

64 comentários:

  1. Caraca, 20 anos?! já achava meu Corsinha 2001 velhinho, rs.

    ResponderExcluir
  2. imagino que tipo de carro pode ser esse, accord ou civic abaixo de 2000 ou corrola antigo(esse nao deve ser sonho de ninguem) ou vectra ,blazer,omega acredito que seu carro esteja nessa lista kkkk Tbm estou atraz de um automatico mais vou tentar pegar um 2004 pra cima civic fit c3 .... boa sorte com carrinho ..e boa semana..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passou perto, muito perto, rsrs! Eu não pegaria um C3, ainda mais automático, aliás, tenho sisma com franceses.

      Excluir
  3. Corey esses 12k é mais ou menos o que você iria pagar de juros se entrasse num financiamento, então se você utilizar o carro por um tempo para conseguir comprar um carro a vista, depois pode até jogar fora que não sairá no prejuízo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha feito essa conta, mas vc tem razão, é bem por aí...

      Excluir
    2. Grande tacada.
      Fugir da cruz do financiamento.
      O que o surfista calhorda falou acima é o iria sugerir.

      Fiz ,no ano passafo, + - o que VC fez.

      Precisava de um carro e sem dinheiro pró alvo,estou com um ano 99/2000 e sem dívidas.

      Diego

      Excluir
    3. Dívida é sempre dívida, não gosto nem das dívidas boas. Antes duro que com dívidas.

      Excluir
  4. Até que em termos gerais não foi mal negócio e o melhor de tudo é que quando você comprar um carro novo com todo conforto disponível no mercado você vai dar muito mais valor. É parecido com a situação de pessoas que vão para o exército e quando saem qualquer colchãozinho de mola e comidinha de mamãe ficam 10x melhor.
    Eu tb estou em busca de um carro barato e de mecânica simples que eu possa arrumar sozinho, mas no caso é o meu primeiro veículo, se possível vc poderia fazer um post sobre esse tp de veículo, já que como vc msm disse, vc tem um conhecimento um pouco mais avançado que a média.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já tive um carro zero do mesmo nível, já aluguei carros muito mais top no exterior. É claro que é legal dirigir esses carros, mas no fim das contas é tudo meio de transporte.

      Excluir
  5. Por pura e simples curiosidade: esse carro tem os itens de conforto e segurança que você descreveu na postagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem todos e mais alguns, aliás, é um dos carros mais completos que já tive. Ele tem até coisas moderninhas como câmera de ré, central multimídia, etc.

      Excluir
  6. Compartilho sua filosofia: adoro carros, mas procuro evitar desperdícios com esse passivo e sonho em não precisar de nenhum (atualmente preciso de um pra mim e outro pra minha esposa). Eu gosto dos antigos bem equipados. Mata a minha curiosidade. Qual carro você comprou? Um abraço! Parabéns pelo blog! Acompanho você há meses! Ass: Gaivotão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente consigo compartilhar o carro com a esposa sem problemas pq ela vai pro trabalho de metrô, então é um problema a menos. Não vou falar o carro, mas um colega acima quase acertou, rsrs!

      Excluir
  7. Fala Corey


    Welcome to the Poisé Club dude. auhahuauha

    Cara, eu tbm adoraria morar em uma cidade onde eu pudesse ir trabalhar usando onibus ou metrô, mesmo que eu tivesse um carro na garagem. Mas infelizmente como vc disse, não moramos em London, NYC, Toronto, Berlim, etc.

    Acho que vc será bem feliz com seu "novo" carango. Nada como ter um carro que dá um custo baixo de manutenção e resolve suas necessidades de locomoção.


    Eu tbm adoro carros como já comentei muitas vezes aqui e lá no meu blog, mas... o brasilzão não me deixa ter um em paz, sem medo e dor no bolso.


    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Rover!

      Esse é o segundo carro mais velho que já tive, só perde pro meu primeiro, um Fusca. Uma coisa que notei: os lavadores de vidro nem se dão ao trabalho de perguntar se quero que lavem meu para brisa, rsrs! É muito legal passar desapercebido, porém é triste que isso tenha que ser uma coisa boa. Eu queria mesmo poder andar de BMW zero de R$ 50 mil sem medo algum de nêgo vir me encher o saco.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  8. Corey, não me leve a mal, não sou hater, mas vc as vezes é contraditório. Primeiro você diz que a frugalidade extrema não vale a pena e que sempre investe em produtos de qualidade, que não gosta de pobre e ambiente de pobre, que frequenta baladas top de São Paulo, que não vai nem em mercado de periferia. Aí você aparece com um carro velho. Não consigo entender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso ser contraditório sim, não acho que contradição é sempre algo negativo. Veja um exemplo: detesto o PT e sua corja, principalmente os defensores do partido, porém adorei a ciclovia que o prefeito petista de SP fez na Av Paulista. É contraditório? Sim, mas prefiro ser contraditório que injusto.

      Sobre o lance do carro veja que comprei um carro do jeito que preciso, poderia ter gasto 3x mais e comprado um Uno pelado zero que não atenderia minhas necessidades. Frugalidade tem a ver com custo X benefício, não só com o custo. As vezes é necessário pagar mais caro e ter um produto melhor, as vezes não.

      Excluir
  9. Excelente escolha Corey

    BMW é um carro fodah! uhaauhuhauhsu

    Recentemente também adquiri um carro nesta faixa de preço, é um popularzinho mas até agora estou totalmente satisfeito pois atende muito bem as minhas necessidades. Carro é pra isso, atender necessidades. Mas essa sua BM ai hein, baita carrão. uhahahhuahs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Centavos!

      Gostou da BM? Só não espalha, blz? rsrs! É isso aí, carro tem que atender as necessidades do dono e ponto final!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Enquanto lia o seu texto eu pensava na BM ou num Volvo.

      Cara, você inventa cada uma.
      Está sempre fazendo um novo negócio. rs
      Essa do carro bom, barato e antigo foi boa.

      Abraço

      Excluir
    3. Rsrs! BBB, não tenho coragem de comprar BMW no Brasil nem se for de 20 anos de idade, adoro os Volvos, mas idem aqui no Brasil. Não fico parado não, sou daqueles que se parar morre rapidinho, grande abraço!

      Corey

      Excluir
  10. "Enfim, o fato é que tenho um carro barato, bom, potente, seguro, de manutenção fácil e principalmente (do ponto de vista financeiro): não pago seguro e o IPVA é uma merreca."

    99% de chances de ter comprado um Kadett Corey!! rs

    Se não foi o Kadett, com certeza foi algum importado...Os anos 90 foram a melhor época do setor automotivo no país, alíquotas de importação lá embaixo...VOLTA ITAMAR!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto muito do Kadett, mas não foi um... Sairam pouquíssimos automáticos...

      Excluir
    2. Sem dúvidas os anos 90 foram o auge dos bons carros, a linha da GM dava de 1000 na de hoje, sem contar os importados baratos e de qualidade pq não eram capados como hoje.

      Excluir
    3. Vectra 97/98 CD aut.?

      Ass: Pai Dináh

      Excluir
    4. Peugeot 405? rs

      Excluir
    5. Não quis entregar pra não ficar chato mas não aguentei. Pode contar que é um Escort, Corey!

      Abraço, meu querido

      Excluir
  11. Pelas características do Corey com certeza foi um sedan. Agora qual é complicado. Tem Passat, ômega, vectra, civic, corolla...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou um homem clássico, gosto de sedans.

      Excluir
    2. Corey, não gosto de Sedans, só Hatches. Não sou homem? kkk

      Excluir
    3. Vc é um homem "contemporâneo", eu sou "clássico", rsrs!

      Excluir
  12. E larga essa moto.
    Moto é caixão.
    A vida agradece.

    Abraço, sucesso!
    Bagual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema não é a moto, o problema é a peça humana que vai em cima dela...

      Excluir
    2. E as peças humanas que estão em volta.

      Excluir
    3. As peças humanas estão a toda volta... Infelizmente não temos controle sobre isso. Moto é algo bem polêmico, ou ama ou odeia. Eu gosto, praticamente todos os homens da minha família tem ou já tiveram motos, minha esposa tinha moto quando a conheci, enfim, pra gente é algo natural.

      Excluir
    4. Ando de moto há uma década e nunca tive problema, precisa ter bom senso, andar devagar, estar atento e contar com um pouco de sorte pra não aparecer um maluco (mas nesse caso o maluco pode aparecer qdo vc estiver andando a pé na calçada tb).

      Excluir
    5. Verdade! Andei muito de moto quando moleque e agora voltei. Como disse quase todo mundo na família usa moto e nunca houve um acidente grave. Segurança é relativo.

      Excluir
  13. Aqui em Minas vc seria chamado de catireiro, quem faz catira, ou seja, esta sempre fazendo negocios (acho isto bom). Assim que acabar minha preguica farei meu blog, trabalho e invisto em construcao de casas (e grande parte dos lucros vao para Fiis). Vc fez a coisa certa: Comprou no cash, melhor vc juntar agora, e depois vc vende ou troca este num carro melhor. Estou com um carro 2008 (sempre comprava so carro do ano, com desconto), agora sigo uma vida boa e simples (e otimo parar o carro na rua sem se preocupar). Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca ouvi falar nesse termo, rsrs! Vc pelo jeito é daqueles que todo mundo diz que tá fazendo merda: "mi mi mi bolha imobiliária, mi mi mi imóvel não dá dinheiro", mas no fim das contas vc ganha mais que todo mundo que se acha o espertão da bolsa.

      Quanto ao carro é uma sensação muito legal não precisar se preocupar em deixa-lo na rua ou que alguém vai ralar, etc.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Corey, você podia escrever um post de como se destacar dos concorrentes.Vejo que você aparenta trabalhar com varejo, mas fico me perguntando como lucrar nesse tipo de comércio.Por exemplo, o que você vende o concorrente vende igual com poucas variações de preço o produto é o mesmo, fico sem entender como se dar bem nessa.

    Vejo essas matérias de empreendedorismo só cara com ideia inovadora, se destaca, parece que precisa ser gênio, estar na hora certa, no lugar certo e com o dinheiro certo para ser empreendedor de sucesso.Isso desanima um pouco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, já falei bastante sobre isso nas postagens, mas basicamente o que faço é ter um serviço acima da média (o atendimento do varejo brasileiro é em geral uma completa catástrofe), ambiente agradável, estoque e facilitar a vida do cliente no sentido de atende-lo bem sempre procurando a melhor opção para ele e mais lucrativa para nós.

      Esquece essa porra de inovação, o que da dinheiro é aquilo que sempre deu, se vc quer ter uma renda constante não invente moda, busque empreender em ramos tradicionais e que todo mundo precisa.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. atendimento é um grande diferencial que fideliza cliente.. há outros fatores, mas esse é um dos principais

      Excluir
    3. Me surpreendo lendo que atendimento é diferencial, para mim isso era obrigação, mas legal saber que existe chance em ramos normais, fazendo coisas que todo mundo já fez.

      Excluir
    4. Exatamente...deveria ser obrigação, mas como são poucos os que cumprem isso, se torna um diferencial. triste, mas é verdade!

      Excluir
  15. Corey sempre sonhou com a trinca alemã a qual não passava de um sonho distante, mas por ironia do destino ele voltou no tempo e pôde quase realizar completamente seu sonho. Descartou o Audi, a maioria nessa idade já encontra-se esmerilhada, e partiu para MB ou foi ela que foi ao seu encontro. ; )BMW e MBs antigas, um dia tomo coragem.
    Penso e pesquiso muito na net sobre

    Anos das casas de aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs! Gostei da sua historinha... Não, ainda não foi dessa vez que me casei com uma alemã, mas o dia chegará! Audi nem pensar, é carro de "mano". Mano pobre tem A3 2001, mano rico tem A5 2015, não importa, são carros de manos e a ideia de ser confundido com um mano me apavora! O mesmo serve pra Camaro e Golf.

      Excluir
  16. Fala Corey. Tranquilo? Aqui é o lendário HC Paleo voltando à blogosfera. Fico feliz que vc decidiu seguir o caminho de continuar empreendendo e sendo feliz comandando e encarando desafios.

    Quanto ao carro, boa decisão. Vc consegue se locomover de forma confortável sem precisar imobilizar uma grande quantidade de $$ em um passivo que não é utilizado a todo momento.

    Só achei estranho suas exigências de itens de segurança, visto que vc anda de moto tbm. Caso compre um carro sem tantos itens de segurança, ande sempre com cuidado, sem beber, sem tirar rachas e não pegar estrada desconhecidas com ele (alugar outro ou ir de onibus/avião) acredito que ainda assim estará mais seguro do que em uma moto. Por outro lado, nada tenho contra utilizar motos tbm.

    Uma ultima dica. Para jovens que acham que se endividar pra comprar carro zero é uma boa pra pegar mulher, esqueçam isso. A época em que quem comprava carro zero/esportivo pegava geral já passou faz tempo. Vale muito mais investir em um estilo de vida Paleo, ficando naturalmente muito forte, fazendo cursos e viajando, com a sobra comprar uma moto ou um carrinho usado de baixo valor. Fica a dica para jovens com pouca grana (a maioria).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Paleo!

      Lembrei de vc esses dias: http://www.artofmanliness.com/2015/08/25/everything-you-know-about-cholesterol-is-wrong/

      Não dá pra comparar segurança de carro com moto, no carro dá pra prevenir com ABS e remediar com Air Bag, na moto o máximo que dá pra fazer é ter uma boa jaqueta e capacete.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  17. Eu já coloco minhas fichas no velhinho, cuidando bem ele não dará problemas! abraços

    ResponderExcluir
  18. Tenho um esportivo francês de 20 anos de idade... motor de 168cv, abs, air bag, teto, vidros e travas. Fica guardado, utilizo bus no dia a dia. A melhor parte é não precisar pagar seguro e IPVA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Me acostumei com a moto, mas não rola de usar em dia de chuva ou muito frio, por isso comprei o carro com certa urgência, mas mesmo assim ele rodará pouco então me enquadro no seu caso tb.

      Excluir
  19. Tem q tomar cuidado com os defeitos.
    Um amigo meu tem um Kadett antigo e praticamente virou mecânico. O carro dá muito defeito e deixa ele na mão direto, já chegou a passar aperto com o carro estragando em local perigoso e de madrugada com a namorada.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, essa é a pior parte... Eu arrisquei, comprei e fiz uma revisão geral, troquei algumas peças por precaução, espero não ter muitos problemas...

      Excluir
  20. Só não me diga que é um fiat hahaha

    ResponderExcluir
  21. Isso , é um tempra .ou um vectra 95

    ResponderExcluir
  22. Corey! continue contando sobre sua experiência com o carro nos próximos posts! Eu estou seguindo alguns de seus passos, principalmente quando se trata de viver no minimalismo! Outra coisa que tenho feito é escrever uma "licitação" própria pra mim para que eu não caia nos golpes do marketing! É sempre tentador comprar coisas que não são necessárias só pelo conforto extra!

    Grande Abraçoo!

    ResponderExcluir
  23. Kkkkk... Muito divertido seu post. Você é ótimo, Corey.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.