quinta-feira, 12 de março de 2015

"Diga-me com quem andas..." e os Amigos Socialistas

Se você é socialista, comunista e outros do gênero por favor interrompa sua leitura aqui. O post de hoje é algo que venho pensando, e também colocando em prática a algum tempo...

Aos não paulistas: um dos principais cartões postais da
nossa capital (anos 70): Ao centro o edifício Altino Arantes,
antiga sede do banco Banespa (atual Santander), no canto
direito o Edifício Martinelli (tem uma história muito
legal, vale a pena ler). A Bovespa fica logo alí, em
cima, assim como uma das sedes do BB.
Ano passado, durante a negociação da loja nova, precisei ir diversas vezes ao centro de São Paulo e durante uma dessas passadas por esse lugar incrível (sem ironia, o centro de São Paulo é um dos lugares mais fantásticos que já conheci) resolvi comer um churrasco grego na Avenida São João, próximo ao Banespão e ao Martinelli. Estava esperando o cara preparar meu lanche e fiquei observando os muitos moradores de rua que habitam o local, fiquei imaginando quais seriam suas histórias, comentei algo a respeito com o cara do churrasco que me respondeu:
"Aquele ali de vermelho foi cantor, é sério, o cara canta bem pra kct, fala inglês e tudo mais... parece que foram os amigos que colocaram ele na merda..."
Logo o acaso (ou não) se manifestou e o tal mendigo de vermelho veio em direção a mim pedir uns trocados. O churrasqueiro falou: "fulano, canta aí pra gente vê...". O cara meio que se recompôs, arrumou a camisa pra dentro da calça, ajeitou o boné na cabeça e começou a cantarolar "Smoke On The Water" (dos insuportáveis Deep Purple, que me perdoem os amantes) com uma voz muito digna. Perguntei onde aprendera e ele desabou a falar:
"Brother, durante 1975 e 1985 eu rodei o mundo como back vocal da banda "XXX" (não lembro o nome que ele disse), viajamos as 3 Américas, Ásia, conheci do Japão as Filipinas, Austrália e por toda a Europa. Tinha amigos, mulheres e foi aí que conheci o pó, que foi paixão a primeira fungada, desde então tô por aí nesse mundão, os amigos sumiram todos, eles que me trouxeram pra essa bosta, tô ligado que fui burro pra kct, mas eu andava junto com eles, não tinha como ser diferente..."
Claro que não sei se é verdade ou não, mas o fato é que mesmo sem conhecer merda nenhuma de música, percebi que o cara tinha talento... Deixou-se levar por amizades que apodreceram sua vida. Se realmente é verdade ele falhou em não perceber o buraco no qual estava entrando, mas todos estamos sujeitos a isso, aquela velha frase que sua mãe repetia no seu ouvido: "diga-me com quem andas e te direi quem és" é 1000% certa! E aí que entra minha história:

Vale a pena manter amizade com alguém fanático por política? Sabe aquele seu amigo petista, que defende todas as falcatruas de seu partidinho e amiguinhos independente do índice de gravidade? Aquele cara que é "estudado" em política e tem sempre uma resposta na ponta da língua pra justificar as maravilhas que os governos socialistas fazem pela população. Aquele um que fica o dia inteiro nas redes sociais somente defendendo seu ponto de vista esquerdopata. Aquele mesmo que se recusa a aprender inglês porque é o idioma do maior capitalismo opressor do mundo. Aquele que obviamente é funcionário público porque acredita que o governo é a mamãe provedora de tudo e porque não tem capacidade pra encarar a iniciativa privada. Então, eu aposto que você tem ao menos um amigo assim. Eu também tenho, e não apenas um, mas alguns.

Durante as eleições me peguei pensando: Porra, vale a pena manter amizade e proximidade com pessoas cujos motes de vida são tão diferentes do meu? Será que essas pessoas não acabam trazendo um negativismo com suas atitudes e pensamentos totalmente opostos aos meus? Cheguei a conclusão que sim, vale a pena se distanciar de pessoas assim. Já repeti várias vezes aqui no blog que sempre tento me manter cercado de pessoas que possam agregar algo na minha vida, gosto de estar no meio de pessoas intelectualmente superiores a mim, que tenham conhecimentos que eu possa aproveitar, pessoas com quem eu possa conversar de igual pra igual... Esse é um dos motivos por eu manter o blog ativo. Amigos socialistas não são assim... Eles são iguais aos corintianos e religiosos fanáticos que sempre darão um jeito de virar o papo pra aquele lado que eles dominam, não são capazes de analisar os pontos fracos de suas ideologias nem os fortes das ideologias alheias. Acabam servindo como dragas que sugam tudo a seu redor, querem ser o centro das atenções e jamais admitem que existe lado bom na opinião alheia. E o pior é que costumam ser inteligentes, eles estudam, se dedicam a sua "crença", são pessoas difíceis de discutir, manipulam informações e ideias a seu favor, sempre usam "argumentos" difíceis de se contestar.

Na minha opinião socialistas são pessoas sem objetivo algum em suas vidas, são incapazes de planejar, criar estratégias e segui-las de maneira atingir seus ideais. Esperam tudo do estado, querem um estado cada vez maior e mais assistencialista. Posso ter carinho por pessoas assim, mas sinceramente, não as quero do meu lado, acompanhando minha jornada, não me sinto a vontade de compartilhar meus planos com elas, não acho que elas ficarão felizes com minhas conquistas... É melhor se distanciar, de uma maneira civilizada, educada e discreta, deixar pra lá, deixar essas pessoas seguirem suas vidas com essa doença mental...

Infelizmente fico muito triste por ter que me distanciar dessas pessoas, porque em algum momento de nossas vidas, tivemos coisas em comum, mas a incompatibilidade de ideais nos tirou as semelhanças. Fico triste porque esse tipo de pessoa acaba me causando um efeito colateral não muito legal: tenho cada vez mais ódio, sim, a palavra é ódio, por PT, PCdoB, e essas siglas nojentas. Sei que as outras siglas também são podres, mas jamais conheci um defensor do PSDB tão empenhado como os petistas. Outra coisa não muito agradável, e aqui peço desculpas aos leitores que se enquadram nisso, é que tenho sentido cada vez mais amargor por funcionários públicos, cada vez mais acho que a grande maioria deles são pessoas assim, sem objetivos de crescimento e hipócritas porque criticam a corrupção mas se deixam ser pagos pelo governo também corrupto.

Desculpem o desabafo, podem atirar as pedras, leitores que são funças podem ficar chateados comigo com razão, mas essa é minha opinião. Temos que ser egoístas, pensar em nossas vidas e naquilo que realmente tem valor nela, deixar pra trás tudo aquilo que não faz bem, que te deixa pra baixo. Não importa se é uma pessoa que você tem carinho, se ela não está de acordo com seus pensamentos, esqueça-a, corra atrás do que importa, evolua, cresça intelectualmente, use o fracasso alheio como incentivo pro seu sucesso. Isso as vezes pode doer, mas é melhor doer hoje do que isso atrapalhar sua vida. Muito se fala do minimalismo e desapego de coisas materiais, mas esquece-se que muitas pessoas tem suas vidas empacadas por ficar escoradas ou apegadas em outras pessoas, seja lá uma namorada, a mãe, um amigo, um irmão... Foda-se, se essa pessoa não agrega nada em sua vida, livre-se dela, desapegue, se você não fizer isso, pagará o preço de estar sempre ligado a algo que não te faz bem. Não esqueça que a vida é curta demais pra ficar preso a coisas e pessoas que não te servem.

Ah! Deixei 5 lanches pagos para o mendigo como um "tip" pela cantoria (embora eu não tivesse aprovado a banda...).

90 comentários:

  1. po Corey

    Smoke on the water não é do The Doors, é do Deep Purple

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, mandei mal mesmo, já corrigi, de qq maneira eu detesto as duas bandas, rsrs! valeu!!

      Excluir
    2. Bando horrível música lixo

      Coisa de "cult"

      Excluir
    3. Pois é Pobreta, tb acho isso, músicas chatas pra kct!

      Excluir
    4. hahahahhaha Deep Purple e The Doors são legais demais :P
      (mas tá perdoado)

      Excluir
  2. Grande Corey,

    Concordo com você que devemos estar cercados de pessoas que possam nos agregar valor, mas não se esqueça de ficar próximo a pessoas que podem aprender com você. :)

    Tem e-mail lá pra você :)

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Estagiário!

      Cara, as pessoas que quiserem aprender comigo são muito bem vindas e cuido muito bem deles, são poucas, mas existem. O engraçado é que sempre acabo aprendendo mais com elas que elas comigo...

      Vou olhar! Abração!

      Corey

      Excluir
    2. Corey,

      Vim aqui comentar algo parecido com o que o anom escreveu: na maioria dos casos o servidor não quer mamar nas tetas, ele "desistiu" de lutar, mas ainda tenta fazer alguma diferença no pouco que consegue fazer sem esbarrar no câncer chamado política.
      Claro, existe uma galera,principalmente aqueles de serviço mais burocrático, que caga bonito. Exemplo: Quando comecei no municipio e fui no rh pegar meu crachá disseram que não estava pronto pq "o rapaz que plastifica não estava lá", como se fosse uma atividade extremamente especializada...
      Em compensação, vejo na chefia média, logo acima destes mesmos caras, um batalhão de gente inteligente, que ama o que faz, quer fazer a diferença, mas vive esbarrando em politicagem.

      Um abraço!

      Excluir
    3. Olá Casado!

      Acredito que existam casos como esse, de pessoas que desistiram de lutar, mas na boa, acho que são minoria. A grande maioria entra no funcionalismo público devido ao salário acima da média, carga de trabalho baixa e estabilidade o que se for pensar pragmaticamente não estão errados.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  3. Sou servidor público federal. Trabalho na Controladoria-Geral da União.
    Quando entrei na CGU, há uns 10 anos atrás, pensei que iria mudar o Brasil.
    Pensei que iria fazer altas fiscalizações e auditorias, descobrir grandes esquemas de corrupção e contribuir para colocar um monte de corrupto na cadeia.
    No entanto, a realidade é diferente do que você pensa antes de entrar no serviço público.
    Na CGU, por exemplo, eu não decido nada. Quem decide o que eu vou fazer, o que eu vou fiscalizar e auditar são os chefões de Brasília.
    E é aí que entra o grande problema. Não conheço nenhum colega que realizou auditoria na petrobras, por exemplo. Isso em 10 anos que estou lá. Eu nunca vi um processo sequer na CGU envolvendo a petrobras.
    Estou dizendo isso porque o grande motivo para a minha desilusão com o serviço público vem da incapacidade de você poder fazer o que você gostaria de fazer.
    Semana que vem estarei realizando uma fiscalização envolvendo 400 mil reais de recursos públicos. Isso não é nada. A CGU vai deslocar uma equipe de 3 servidores para fiscalizar o montante de 400 mil reais, enquanto que sabemos que na petrobras e no dnit (só para ficar nesses dois) estão jorrando milhões de dinheiro público pelo ralo (bolsos de corruptos), mas os servidores do orgão não são designados para fiscalizar essas entidades.
    Hoje, sou totalmente desmotivado com o meu serviço. Logicamente que faço o que me mandam fazer, mas se eu tivesse que escolher, priorizaria só contratos de 30 milhões para cima. Se não tem como fiscalizar tudo, que se priorize os de maior volume.
    Entendo a revolta da maioria da população com servidores públicos, visto que não veem muito resultado ou qualidade nos serviços prestados. No entanto, eu também não vejo resultado e qualidade nos serviços prestados pela iniciativa privada.
    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, vc é um servidor realista, tenho admiração por pessoas assim que sabem criticar o próprio trabalho, parabéns!

      Sim, a iniciativa privada tá cheio de exemplo podre, vide o caso das empresas de telefonia com seus serviços de merda a preços abusivos. Por isso acho que esse país não tem mais jeito, não há o que fazer pra salvar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Corey, acho que a culpa das telefônicas serem tão ruins também é do estado, afinal quem fiscaliza eles é o estado (anatel) e o governo protege as teles de concorrência, sendo assim, não precisam se preocupar com qualidade do serviço, não temos escolha.

      Excluir
    3. Verdade, mas não podemos esperar competência alguma do estado, ainda mais pra fiscalizar que seria sua única função no mercado.

      Excluir
  4. Cara, hoje eu passei o dia inteiro com sentimento exatamente como o seu. Coincidentemente hoje cedo eu até saí de um grupo de email de amigos, alguns já ex. Briguei com um no zapzap por causa de política, fiquei chateado o dia todo. No fim da tarde ainda fiquei preso no trânsito por causa da canalhice da CUT fazendo passeata no centro de BH. Amanhã terá mais, e maior. A direita pelo menos faz protesto no domingo... Refleti o dia todo se devia ou não manter essas amizades, que nem são tão antigas, os meus velhos amigos são mais parecidos comigo. Me senti um escroto pois sou sozinho num mar de esquerdistas (trabalho entre biólogos na UFMG). Agora li esse reconfortante post e estou aliviado, bem e de paz com meu coração. Seu post me mostrou que minha opinião não é estúpida, mas de sobrevivência. Não dá pra ter essa força negativa em volta não que os bom fluidos vazam. Grande abraço.

    Ah, é Deep Purple, não é Doors não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Dr!

      Fico contente em ter te dado um alívio perante essa zica toda que enfrentou durante o dia e fico contente por não ser o único que passa por isso. No meu caso tb, a maioria desses doentes são amigos relativamente novos, mas não importa o tempo de convivência, importa a intensidade, com alguns fui muito próximo mesmo e fico chateado por ter que separar, mas como vc disse, é questão de sobrevivência.

      Já arrumei lá, mas tanto faz detesto as duas bandas, rsrs!

      Abração!

      Corey

      Excluir
  5. Sobre esse tipo de gente, eu trabalho na área de TI e acho incrível a quantidade de esquerdopatas que atuam na área.
    Existem grandes nomes nas comunidades das tecnologias que costumo trabalhar e apesar da grande inteligência dessas pessoas em conhecimentos técnicos sobre programação e etc., elas vomitam a doutrinação marxista o tempo todo, inclusive no meio de seus blogs sobre tecnologia. Em sua grande maioria são pessoas com ensino superior que ganham muito bem e com aquela arrogância de professor estrela de universidade. Aquele tipo de gente que ganha 10k, gasta 11k, nunca abriram um home broker mas fazem longos textos sobre as maldades do capital, sobre o preconceito do Bolsonaro e militam pro PSOL e PT. Sobre petrolão, sobre déficit nas contas públicas, sobre inflação sem controle... nem um pio. Tudo pelo bem-estar social.

    É um saco.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Nerd!

      Suas palavras parecem ter saído de mim, assino em baixo, é bem por aí o que tenho que passar. É um bando de "elite branca" só que esquerdista que se acha mais nobre por salvar o mundo da ganância capitalista, vá pra pqp!!!

      Abração!

      Corey

      Excluir
    2. O Bolsonaro é homofóbico cara, não dá pra digerir não...

      Excluir
    3. Ele é, mas nem por isso está errado na maioria das coisas que fala e pensa...

      Excluir
    4. Sério que vcs acham o Bolsonaro hmofóbico? Caras, vcs são muito burros então. Isso aí é a conversa da mesma escória esquerdista que vcs odeiam, pra desacreditar ele.
      Digam aí quem foi o gay que o Bolsonaro mandou matar, ou agredir, ou qualquer coisa do tipo. O negócio é que falam essa merda de 'homofobia' porque quando por ex, um bando de gls vai fazer protesto na visita do papa, vai enfiar crucifixo no cu na visita do papa, o Bolsonaro é o único que denuncia a palhaçada.E aí a esquerdalhada cai matando 'ai homofobia homofobia' homofobia o caralho, esses merdas não tem direito nenhum de fazer o que fazem, e mais políticos só não denunciam isso porque sabem que os BURROS vão acreditar na esquerda quando ela falar 'homofobia'

      Excluir
    5. Eu até acho que ele seja um pouco homofóbico, mas como um amigo gay diz: "na China come-se besouro, mas aqui isso é estranho". Realmente até onde sei ele nunca teve uma atitude maluca de homofobia. O problema, como vc disse, são os homossexuais que tentam enfiar sua opção sexual goela abaixo nas outras pessoas. O mesmo com feministas.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    6. Corey, desculpe corrigí-lo, mas homossexualidade não é uma opção e sim uma orientação. Ninguém optaria por ser reprimido a vida toda.

      Excluir
    7. Politicamente correto do caraleo!

      Excluir
    8. Puta chatice esse lance de opção, orientação, que merda! Vivo cercado por homossexuais e nenhum deles liga pra essas palavras.

      Excluir
  6. Corey, vc foi ate muito "polido" nos adjetivos aos esquerdopatas. Pra mim na maioria (pelo menos os que tenho algum contato) são pessoas que tem sede de PODER!!Isso msm eles querem poder corey, querem $$, no fundo a maioria sonha em algum dia se tornar alguma liderança política e o "tio lula" apadrinhar, pra virar vereador, prefeito, ou ter algum cargo alto de confiança onde possa se lambuzar nas tetas do governo. São pessoas que se incomodam com o sucesso de empresários e autonomos pq ELES NÃO TEM CULHÕES pra tentar crescer na vida, seja abrindo uma empresa, seja largando tudo pra se dedicar aos estudos e virar um profissional requisitado (tipo um médico, ou engenheiro...). São pessoas no fundo frustadas e que atualmente estão tendo espaço pra bostejar seus pensamentos aos quatro cantos do país.
    Infelizmente estou tomando a mesma decisão que voce, me afastando de alguns, ate alguns familiares ja não tenho tanta empolgação em reve-los nas datas comemorativas, pq por mais gente boa que a pessoa seja, quando tu para e pensa que esta pessoa idolatra che guevarra, acha cuba e venezuela um paraiso, e acham que os EUA são o grande satã.....putz desanima, aqui tb acabo virando um desabafo rss
    Ass: Baiano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Baiano!

      Concordo contigo, grande parte tem sede não pelo poder, mas pela grana que vem junto, pra fazer tudo aquilo que adoram criticar como viajar pra Miami. Quero ver se um dia precisarem empreender ou mesmo cair na iniciativa privada que paga segundo meritocracia.... Tb tenho uns figurinhas desses na família, sorte que nunca fui apegado a familiar, então fica mais fácil.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Fala Corey,

    É incrível o poder que essa frase que você usou no título do seu texto pode exercer sobre as nossas vidas.

    Acho que é por isso que hoje em dia é tão difícil convidar alguém para bater um papo, não se acha mais pessoas interessantes por aí.
    As mulheres são superficiais e os homens são medíocres.
    Por isso é muito importante preservar aquelas amizades que agregam, que somam e descartar todo o resto.

    Mais uma vez um excelente texto Corey, parabéns.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande BBB!

      Verdade, não se acha mais pessoas pra conversar, são raras aquelas que sabem dissertar sobre assuntos diversos e não TV, futebol e maravilhas do PT. Estou me sentindo cada vez mais sozinho, cada vez mais meu apoio é a Bia e vice-versa.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  8. Corey,
    Quem tem amigos petistas não precisa de inimigos. Petista bom é petista morto, fodam-se os que não gostarem do meu comentário. Detesto esquerdistas, odeio cotistas, quero mortos todos os petralhas e seus asseclas. Se socialismo fosse bom, americanos fugiriam a nado de Miami para CUBA (e não o contrário). O único lugar em que o comunismo e o socialismo deram certo foi nos livros dos canalhas vermelhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa HM!!! Olha, não sou radical como vc, mas não tiro sua razão, rsrs! Tb não entendo isso, se Cuba é tão bom, pq não vão pra lá? Garanto que é mais fácil de emigrar pra lá que pros EUA.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  9. Corey, recomendo ver um documentário sobre um ex-agente da KGB que dá uma palestra falando como se instalar o comunismo em um país. É de ficar horrorizado vendo os exemplos que ele dá e como essas etapas estão sendo seguidas a risca no Brasil.

    Segue o link:https://www.youtube.com/watch?v=iK4kZSU-5Cg

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo texto!

    Penso de maneira muito parecida com a sua. Faço isso há anos, afastar-se de religiosos, fanáticos, torcedores, supersticiosos.

    É muito proveitoso, mas já percebeu que sobra pouquíssimas pessoas com quem conversar? Ao menos no meu caso, que sempre morei em cidades minúsculas.

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, mesmo em cidade grande não sobram muitas pessoas pra conversar. Sempre tive poucos amigos e agora estou tendo cada dia menos, o que sobra são os colegas de balada e os desconhecidos do bar que frequento.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Vale a pena amizade com esquerdista? NÃO.
    No máximo só se for aquele que é mais um idiota útil do que esquerdista consciente, o idiota útil talvez tenha cura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o idiota útil pode ter cura, mas não faço a menor questão de tentar cura-los...

      Excluir
  12. Bom texto. Também busco fugir desses canalhas.

    A merda é que a maioria dos que conheço são socialistas esquerdopatas feministas. Mulher, homem, velho. É terrível como esse pessoal é petista.

    É terrível ouvir "graças ao PT pobre anda de avião, tem carro e faz faculdade".

    Caralho eles usam argumentos emocionais bizarros não tem nem como começar a discutir.

    Vai tentar discutir economia com essa racinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Pobreta!

      Não dá pra discutir contra "argumentos" emocionais, é impossível ter um diálogo com essas pessoas.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Você está muito exaltado Corey, tenho sentido isso post após post.
    Se cuida jovem.
    abs
    Ass: Anônimo apaziguador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Estou cada dia mais zen...

      Excluir
    2. Vai tomar no cu anônimo, olha os últimos posts do cara, é só coisa boa, que agrega e ajuda, só pensamento positivo. O cara é empreendedor nessa merda de país que é motivo mais que o suficiente pra ficar louco e mesmo assim o cara é pra frente, otimista!

      Excluir
    3. Pois é, ele não deve ser leitor do blog...

      Excluir
  14. Corey ,
    Vc já mega inspirado em seus últimos posts. Parabéns meu amigo. Não concordo 100% mas vejo muitas semelhanças entre nos.
    Esteja sempre abertas pra pessoas próximos em que vc vê nelas a vontade de aprender com suas idéias e vc com as delas.
    Abraços meu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala S&P!

      Obrigado! Ninguém tem que concordar 100%, isso nem teria graça... Sempre tento aprender com os outros, dá pra ver isso nos meus posts, mas tem coisas que não quero aprender.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Excelente,
    se afastem dos que pensam diferente , dos que tem gosto diferente, orientações diferentes, fé diferentes, estará em um mundo fabuloso onde todos pensam igual a você. Em pouco tempo descobrira diferenças, um é mais liberal que você, outro gosta de tonalidade diferente da cor, um tem posições mais firmes e radicais que a sua. Se afaste de novo e assim siga, finalmente estará feliz e sozinho.
    é difícil conviver com quem se pensa diferença , vive diferente ou tem atitudes diferentes, mas com essas pessoas que você se questiona e aprende, passa a pensar diferente ou aprofunda suas convicções, o diferente faz você pensar sobre coisas ou ver por prismas que nunca veria sozinho e certamente você provoca isso neles.

    Quanto a ser servidor público, vejo muita desinformação por parte da sociedade, na verdade, os serviços públicos são em grande maioria muito ruins, isso por despreparo e desinteresse de muitos servidores, mas também falta equipamentos funcionários, infraestrutura e tudo mais.
    Ao contrário do que a maioria pensa, não há apoio ao PT ou qualquer partido dentro das repartições, ao contrario, o PT hoje é execrado, como foi o PSDB na época do FHC. Não ficamos nas redes sociais defendendo A ou B, porque temos trabalhos a desenvolver e a redes sociais são bloqueadas como em qualquer empresa.
    As coisas demoram porque é muita demanda e pouca gente e a burocracia funciona para todos, inclusive para nós, para alguém requerer alguma coisa coisa são segundos , mas para a gente consertar horas, temos que fazer um despacho fundamento aquela decisão ter concordância do chefe para então fazer algo...
    Outro mito que somos mal preparados, trabalho na receita e sou formado em universidade TOP, todos os meus pares tem o mesmo perfil, todos são de universidades de primeira linha.
    Como disse o colega do CGU há uma frustração por fazermos tarefas menos nobres em detrimento de outras mais importantes e mais relevantes, mas infelizmente o sistema é assim.
    Quanta a qualidade do serviços, o grande problema é que a qualidade dos serviços no Brasil sã ruins tanto na iniciativa privada quanto na publica, da padaria a companhia aérea. Ficamos surpresos e agradecidos quando somos bem tratados seja no telemarketing quer na Receita Federal.
    Isso é um problema de educação, só com investimento pesado, conseguiremos combater algumas mazelas, mas creio que a sociedade não tomou essa decisão, o que ela quer hoje é gasolina barata...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, o que vc disse no primeiro parágrafo faz sentido, realmente posso e provavelmente acabarei sozinho, mas mesmo assim continuo achando que é melhor estar sozinho do que mal acompanhado, prefiro acreditar no meu caráter ao invés de me involver com pessoas que possuem objetivos de vida tão diferentes dos meus.

      Na boa, não deveríamos ter nem metade dos funcionários públicos que temos, não deveriam existir concursos e sim meritocracia como nas grandes empresas privadas. O governo deveria privatizar absolutamente tudo o que fosse possível, só assim seria algo justo pra sociedade. É óbvio que não vou discutir com esquerdinha como vc.

      O que concordo 100% é com sua última frase.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Esse cara é um analfabeto funcional, não sabe a diferença entre se afastar de PETISTAS e se afastar de todo mundo.Muita gente na direita tem divergências entre si e isso não atrapalha em nada, nem por isso o convívio entre eles chega nem perto da energia negativa que é ser amigo de petralha.

      E depois, quando se fala no PESO que os PARASITAS PÚBLICOS são, olha o que ele fala: o problema é POUCO dinheiro pro estado. Ou seja, esse estado escroto ladrão mentiroso tem que ter mais poder ainda.
      E nem fodendo o serviço privado é ruim como o público.E mesmo que fosse, empresa nenhuma te obriga a nada, vc não gosta do atendimento dela? Foda-se, ninguém te obriga a ser cliente dela, vá comprar seu troço em outro lugar onde te atendam bem.TOTALMENTE DIFERENTE é o setor público onde uns fdp apontam uma arma pra sua cabeça e te OBRIGAM a pagar pelo serviço de merda que eles fazem.
      Esse aí se acha tão competente, tão capacitado...conversa pra boi dormir.Se fosse isso mesmo todo mundo ia pagar pelo serviço dele voluntariamente, não precisaria obrigar ninguém a nada.

      Excluir
  16. Belíssimo artigo Corey, como sempre!
    A melhor parte: "socialistas são pessoas sem objetivo algum em suas vidas, são incapazes de planejar, criar estratégias e segui-las de maneira atingir seus ideais...".
    Os verdadeiros capitalistas, independente de governo ou da situação do país, correm atrás de seus objetivos, investem, empreendem.
    Os conformistas nada fazem, dizem que não vale a pena investir, pois a situação está ruim.
    E por último a pior raça de todas, os socialistas, que como você bem definiu são incapazes de qualquer coisa, esperam que as coisas caiam do céu.

    Ass. Chimpa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chimpa!

      Isso aí, não dá pra ficar esperando cair do céu, se eu não correr atrás, não vou ter nada na vida a não ser sentar e reclamar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  17. Sabe de nada, inocente...

    Corey, quando você encontrar um ambiente de convívio onde as pessoas pensam exatamente como você, faça um post no blog; Virtude é saber lidar com todo tipo de gente...

    (Também *detesto* esquerdopatas, mas sou *obrigado* a conviver com algum deles)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faço questão de ter essa virtude, se não sou obrigado a conviver com alguém por que irei faze-lo? Não faz sentido... é o mesmo que procurar sarna pra se coçar!

      Eu sei lidar com todo tipo de gente, mas isso não quer dizer que eu quero viver cercado de todo tipo de gente, são coisas bem difentes.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Corey é impressionante como vc consegue dar uma voadora no peito dos pseudo intelectuais, daqueles que se acham fodões por serem humildes, por "pensarem na humanidade". Esses tontos se acham fodas mas se realmente forem da maneira que parecem ser na internet são mesmo uns tontos. A gente tá no mundo real, temos que matar um leão por dia, ficar com frescurinha socialista, que vai contribuir pra melhora d sociedade não vai levar alugar nenhum. Temos que ser egoístas, pensar na nossa família próxima (aqueles que vivem na mesma casa que a gente), partir pra cima e que se foda o resto. Você é um cara que admiro pela coragem de ir contra todos. Parabéns.

      Excluir
    3. Valeu amigo, não suporto essa galerinha. Na vida "real" tenho que ser cordial, mas aqui não...

      Excluir
    4. Distância de esquerdista é uma coisa, pensar EXATAMENTE igual é outra.
      Analfabetismo funcional é uma praga.

      Excluir
  18. Corey

    Sinto solidão por não ter que conversar com alguém sobre assuntos que me interessam, até para o nosso próprio crescimento pessoal é bom ter alguém do mesmo nível intelectual para bater um bom papo. Quando eu fui para a faculdade me sentia muito bem conversando com meus professores e alguns colegas de classe mais esclarecidos, eu sentia que estava aprendendo e evoluindo trocando informações. Meu ambiente familiar e profissional carece desse tipo de gente mais culta. São nos blogs e redes sociais que consigo encontrar um bom papo, ainda que não seja a mesma coisa que o cara a cara mas já é alguma coisa. Emfim, belo texto, e obrigado por me fazer companhia nestes minutos que o estive lendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bastante triste ter poucos amigos suficientemente interessados e sem comprometimento com algo podre por preguiça de aprender qualquer coisa sobre economia. É foda termos de viver em uma sociedade onde temos que falar de maneira anônima sobre finanças e política.

      Excluir
    2. A blogosfera de finanças é a salvação onde temos pessoas que mesmo de perfis diferentes possuem muito em comum, principalmente o fato de serem pessoas que buscam conhecimento através da pesquisa de coisas úteis na internet.

      É muito triste mesmo a gente ter que ser anônimo pra poder conversar...

      Excluir
  19. Corey, achei mt bom seu texto, e mesmo que esteja criticando um ponto de vista consigo enxergar sua parcialidade no texto. A verdade é que o problema está nas pessoas e não nos sistemas em si, afinal as falhas vem da maneira como esses sistemas são operados, hoje sou funcionário público, mas já fui da iniciativa privada e sei que não é um mar de rosas, em especial a empresa que trabalhava antes tinha claros exemplos de favorecimento via nepotismo, o que mandavam a meritrocacia lá pro inferno. Mas como você apontou, o serviço público precisa mudar muito sim, e um grande entrave que existe para isso é a política apontada pelo anom do cgu, as decisões importantes vem de cima e mesmo uma pessoa com "gás" sozinha pouco pode fazer para mudar todo um cenário. Qual é a melhor opção eu não sei dizer, acho que de pende muito de cada um e de sua via, mas sobre se afastar de amigos tão diferentes acho uma decisão boa para qualquer um.
    Eu acabei me afastando de muitas pessoas de faculdade e trabalho por perceber que queria coisas diferentes, no começo foi muito estranho sair dessa zona de conforto, mas depois percebi que se não tivesse feito isso só ia ter me afundado, porque não ia ter mudado o que realmente importa que é a minha vida. Recentemente reencontrei alguns amigos de colégio que pensavam de forma semelhante e tomaram decisões parecidas, mostrando que eu não era tão louco assim, já que eles também eles estavam bem.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tentei ser imparcial nos meus textos, muito pelo contrário, esse é um blog pessoal e expresso a minha opinião que, como qq outra opinião, não é certa nem errada, é somente um ponto de vista.

      Eu jamais disse que a iniciativa privada é um mar de rosas, muito pelo contrário, eu tenho críticas a esse respeito e justamente por a grande maioria das empresas serem medíocres é que meus negócios vão bem, afinal ofereço um produto com preço justo e atendimento muito superior ao da concorrência embora eu ache que ainda sim temos uma atendimento de merda perante o que deveria ser padrão, mas como vc mesmo disse, o problema são as pessoas, eu jamais conseguirei atingir o nível de excelência que gostaria de ter e mesmo se conseguisse não ia ganhar nada em troca.

      Na minha opinião o grande problema do serviço público é o tamanho dele, se o governo interferisse menos no mercado, o serviço público seria pequeno e talvez poderia ter uma qualidade melhor. Só não dá pra justificar a podridão disso com a podridão das empresas privadas.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  20. Corey, já vi que você gosta de setores commodities, ou seja, produtos que "sempre" terão demanda. E nesse ponto, nós pensamos iguais. Também não sou de inventar, fazer coisas mirabolantes e impossíveis, acho que pelo meu perfil mesmo, conservador.

    Admiro os empresários bem sucedidos nos negócios simples.
    Ex: padarias, mercado, posto de gasolina..

    Eu sou construtor, e recentemente me ofereceram um açougue, e fiquei entusiasmado em investir, primeiramente ao meu ver, é um bom setor, visto que sempre comemos carne, e continuaremos comendo, e segundo, me foi oferecido por um preço atrativo, no meu entender.

    Minha ideia é a seguinte, tocar o açougue em conjunto com a construtora, pois a construção é um ramo que exige muito capital de giro, porém, a venda dos imóveis nem sempre acontece da maneira esperada, então, eu teria 2 negócios, o açougue, pra pagar minhas contas e gerar ainda algum lucro, e a construtora, que eu só reinvestiria o dinheiro, por uns 5 anos, para aumentar o tamanho das minhas construções.

    Porém eu não conheço o ramo, nunca tive comércio, sempre fui da área de serviços e indústria.

    O que você acha do açougue? É muito difícil a adaptação? Se me permite uma nova pergunta, na área do comércio (mais especificamente no meu caso), você acha vantagem ter um comércio grande de uma única loja, ou vários pontos comerciais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, açougue é algo que depende de mão de obra qualificada porém pouco educada (no ponto de vista de educação formal), mão de obra essa que está em escassez assim como padeiros, eu teria muito pé atrás de entrar num negócio assim que depende de mão de obra escassa e cara, que é regulado por órgãos como vigilância sanitária e que existem máfias nas principais regiões. Olhando por outro lado, é óbvio que é um negócio lucrativo e sustentável, mas só esse lance da mão de obra já trava um pouco. Se vc tivesse experiência o papo seria outro, por exemplo eu, eu posso fazer qq função nas minhas lojas, se um funcionário falta, fica doente, pede demissão ou entra de férias eu não me desespero pq posso cobri-lo de maneira exemplar. Funcionários são sem dúvidas o calcanhar de aquiles do empreendedor em todos os sentidos que vc imaginar. Essa é minha opinião.

      Entendo que construção é um ramo muito bom porém com fluxo de caixa complicadíssimo. Particularmente eu fujo de negócios que não possuem fluxo de caixa regular, que não são sustentáveis no longo prazo ou são sazonais. Nesse caso eu procuraria trabalhar com um fluxo de caixa anual, por exemplo, se suas despesas de 2016 serão 50k, vc deverá ganhar 50k em 2015, ou seja, viver com o dinheiro do ano anterior ou até de dois anos pq vejo que dependendo do tamanho da sua empresa vc pode ter o risco de ficar mais de 1 ano sem vender um imóvel, não? Talvez o que vc precisa não é de uma empresa gerando fluxo de caixa constante e sim adequar seu fluxo de caixa pessoal a realidade da sua empresa. Não se esqueça do fator foco.

      Espero ter sido útil, abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Ah, sobre sua última pergunta, eu prefiro ter lojas menores e espalhadas que uma só muito boa. Bem ou mal é uma maneira de diversificar.

      Excluir
  21. Fala Corey


    Cara acontece muito disso com morador de rua mesmo. Tem cara que tinha ido muito longe, no sentido de sucesso pessoal, e alguma coisa fez com que desmoronassem. Seja drogas, bebidas, dinheiro, mulher, jogo, etc.


    E assino embaixo o que vc disse sobre os socialistas/comunistas. Parece uma espécie de doença, uma espécie de lavagem cerebral do mesmo jeito que algumas igrejas evangelicas fazem. Será que nego não consegue perceber que uma grande trolha esta entrando na bunda deles?

    Domingo tem os protestos. Vou ficar vendo da minha TV. Que se matem. Não adianta tirar a Dilma do poder se 75 milhões de pessoas no país acham que socialismo e assistencialismo é algo bom.

    Como eu já disse lá no meu blog na quarta, o Brasil não tem solução. Tenho até pena de quem planeja tanto na vida com intenção de ficar aqui. Isso até dentro da minha própria familia. Mas é isso, cada um cada um.


    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Rover!

      Engraçado como esse padrão se repete nos moradores de rua, não foi o primeiro caso de cara com algum talento que conheci.

      Ser comunista e socialista é igual fanático religioso e por futebol, não existe nada no mundo que os faça parar pra pensar quão idiotas são.

      Domingo não vou nem pôr o nariz pra fora de casa, combinei um churrasco virtual com amigos que moram no exterior, vou ficar tomando cerveja, rsrs! Sou da mesma opinião q vc, o Brasil não tem jeito e pronto! Perda de tempo e energia tentar consertar.

      Grande abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Corey,

      Apesar de ser servidor público, concordo com vc. Eu já fui micro empresário e por forças das circunstâncias virei servidor público.
      O que posso lhe dizer sobre o serviço público é que de minha experiência de 8 anos e tendo trabalhado em 3 órgãos é que se a sociedade soubesse iria pra rua pedir a demissão de 80 a 90% dos servidores públicos federais.
      Trabalho numa regional de um órgão federal. Tem por volta de 200 servidores onde trabalho e lhe digo que menos de 20 realmente levam o trabalho a sério.
      Bote aí mais uns 20 que fazem o café com leite, faz o mínimo necessário. Mais da metade faz aos empurrões e tem uma galera que não faz nada. Gente que ganha mais de 20 mil por mês e faz o trabalho render, o trabalho de 1 dia rende 5 dias ou mais.
      Eu já tive 5 negócios diferentes e ganhei uma grana legal, tanto que o que tenho hoje comprei com o dinheiro que conseguir juntar quando tinha empresa. Mas ser pequeno empresário no Brasil é sofrido.
      Decidi fazer concursos públicos quando estava viajando para uma praia e conheci uma mulher que era servidora de um tribunal federal.
      Na época eu tinha 3 lan houses e era sócio de uma casa de material de construção. Correria da porra pra se manter e ganhar uma graninha.
      Ela servidora, trabalhava de 12:00 às 20:00, tinha férias mais recesso de 15 dias no final do ano e ganhava quase o mesmo que eu que me matava pra pagar impostos.
      Hoje ganho menos em salário do que ganhava quando tinha empresa, mas não nego que tenho muito mais qualidade de vida. Possuo dois pontos comerciais pequenos que me rendem um aluguel que reinvisto em fii´s.
      Já pensei em pegar um dos pontos e colocar um negócio que dê pra gerenciar remotamente, mas fico receoso. E já pensei também em colocar um restaurante de comida a quilo perto de onde trabalho, já que é local de comércio forte e vejo que tem restaurante a quilo mata a pau, mas fico sempre pensando se vale a pena. Já pensei também em radicalizar em vender os dois pontos, pega a grana que tenho guardada, tirar uma licença sem vencimento e ir tentar a vida em outro país. Se der certo só volto aqui de 5 em 5 anos para visitar amigos e parentes e olhe lá. Se não teria que voltar pro meu emprego e sem nada. De vez em quando penso nisso, fico com uma puta vontade, mas ai bate aquele medo de fracassar e ter que voltar com o rabo entre as pernas, numa condição bem pior.

      Excluir
    3. Amigo, vc é um servidor público consciente, tá nessa pela conveniência o que não tem nada de errado, está consciente dos problemas e sabe da verdade, que o serviço público é extremamente ineficiente e que a grande maioria dos servidores são preguiçosos.

      Sei exatamente o que vc está falando sobre a relação amor e ódio com empresas, nunca escondi que sou empresário única e exclusivamente pela grana, claro que em alguns momentos eu tenho prazer como qd reformei a loja nova e a reinaugurei novinha em folha, mas esses momentos não pagam os transtornos.

      Olha, dessas opções que vc disse eu ficaria com a de tentar a experiência internacional, ainda mais q vc tem mais essa mamata da licença não remunerada. Eu não pensaria duas vezes...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Sr ROVER na mosca!! Caralho, fico até emocionado, pela primeira vez encontrei alguém que nota o que eu também já notei: o brasil não tem solução!
      Olha aí a mentalidade do povo, 1 querer tudo do governo e 2 virar funça e ganhar um monte de dinheiro às custas dos otários. Um povo desses tem mais é que se foder mesmo.

      Excluir
  22. Pois eu discordo dos dois colegas.
    Sou coordenador de uma cooperativa de crédito e faço parte de uma associação de pequenas empresas.
    Posso garantia que se não fosse a pressão dessas associações por exemplo, vocês Nunca teriam a tabela do Simples Nacional reajustada.
    Atualmente estamos brigando fortemente para reajustar a tabela no Simples para 7.2 milhões ao ano, nada cai do céu companheiros.
    Vou estar na passeata do dia 15 e vou fazer tudo que estiver ao meu alcance para mudar esse governo, só não me exponho mais por precaução.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala BBB!

      Eu realmente não manjo muito da parte tributária, acho complicado demais e deixo temerariamente nas mãos do contador, tenho impressão que mais cedo ou mais tarde terei problemas com isso, mas...

      Abração!

      Corey

      Excluir
  23. https://www.facebook.com/jerbersonjosue.josue/posts/952160318152167?comment_id=952176404817225&ref=notif&notif_t=feed_comment_reply

    Agora me digam como acreditar no Brasil quando vemos discussões desse nível? Incrível como "Ptoides" tem uma visão deturpada de princípios básicos de economia.

    ResponderExcluir
  24. Corey,

    Meritocracia no Brasil só existe nos concursos públicos, os mais preparados passam, quem não consegue estudar para ser um dos melhores fica de fora.
    Pode reclamar, chamar de vagabundos, de improdutivos, mas sabe que a seleção foi feita por medito ao contrario da admirada iniciativa privada onde a indicação vale muito, pode não ser o melhor, mas se tiver os amigo certos a vaga é sua.
    As coisas estão invertidas na iniciativa privada nepotismo, concurso público merito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais preparado pra uma prova não quer dizer nunca melhor profissional! Todo mundo que já pisou numa escola sabe disso, sempre tem aquele burrão que por algum motivo sempre vai bem nas provas e aquele CDF que se enrola todo e tira menos do que deveria. Provas de concurso não são jamais meritocracia.

      Existem sim muitas empresas privadas onde o nepotismo impera, mas isso não é de maneira alguma regra e mesmo com nepotismo grande parte delas costuma ser lucrativa.

      Excluir
    2. Um amigo meu da informática olhou uma prova típica de concurso e ficou impressionado com a quantidade de BESTEIRAS que eles cobram. Coisas que profissionais da área, que trabalham há anos com isso não sabem porque não TEM que saber.Tipo, qual versão obsoleta do word não sei o que foi implementado...idiotice total

      Concurso só seleciona gente com nível intelectual de papagaio, capaz de ler a mesma merda um milhão de vezes e repetir igualzinho.

      Excluir
  25. Corey,
    Engraçado, não tenho problemae de conviver com quem pensa diferente tenho amigos de extrema direita e de extrema esquerda, só que não gosto de extremos,
    Convivo com gente que ama futebol e com quem odeio, sou católico e tenho amigos evangélicos; espíritas e ateus. As vezes em reuniões sociais ficamos todos na m ama roda.
    Conversamos sobre tudo e todos defendem seus pontos de vista ao final saímos com um ponto de vista sobre aquele assunto mais robusto e co tínhamos amigos, não há razão para ódio ou intolerância.
    Nesse convívio com diferentes aprendi muita coisa, umas úteis outras não, mas aprendi e descobri coisas que talvez jamais seria apresentado se não convivesse com diferentes.
    A tolerância também foi um excelente aprendizado; bem como não tentar impor minha forma de pensar e entender que não existe um pensamento correto.
    Ah sim, eu prefiro churrascos reais a virtuais, gosto do convívio, mas entendo quem prefira o contrário ou comentários Níger com iguais, mas acho enriquecedor conviver com diferentes.
    Não há dúvida que fomos contratempos e aborrecimentos, mas as alegrias e aprendizados do convívio são muito maior. Ter amigos que pensam diferente e se respeitam parece também que fortalece a amizade, pois mantém se a relação por gostar verdadeiramente das pessoas não por conveniência ou por ser igual.
    Tenho amigos que também pensam muito parecido comigo, mas não saberia escolher esses aos outros, pois somos todos muito complexos e as vezes um é mais solidário embora pense bem diferente. Acho que devemos saber escolher os amigos certos para cada momento, para que irei levar um comunista na coca cola, assim como não adianta visitar Brasília com um que é contra o Estado ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, bacana sua posição, eu infelizmente (ou não) não sou assim. Conviver eu convivo com qq pessoa mas ter vontade de estar perto de todos são outros 500... Eu realmente não me sinto bem perto de pessoas que são fanáticas, que só sabem falar de um determinado assunto, etc. Não rola...

      Sou intolerante mesmo, assim como egoísta (vou escrever isso mais pra frente), porém não prejudico ninguém com isso pq simplesmente me afasto, jamais tento impor minha opinião pq nem comentar o que penso eu costumo fazer.

      Na minha maneira de pensar não vejo sentido em manter amizades pq existem a longo tempo, assim como não vejo sentido em ter que gostar de alguém da família só por ter o mesmo sangue, mas cada um é cada um...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  26. Corey: nunca comento, mas sigo seu blog há tempos.
    Como alguém aí em cima disse, você está ficando visivelmente estressado ao passar do tempo. Cuidado com a saúde.
    Se permite, seu post revela não só grande egoísmo (como você próprio concluiu) como o mais grave, que vem tomando conta de nossa sociedade: intolerância. Não somos o dono da verdade (se é que esta exista de forma "pura", "pronta"). Para construirmos um futuro melhor (nosso, da sociedade em que convivemos, da Nação), é necessário não só ouvirmos o outro, como respeitar a opinião alheia.
    Obviamente, respeitar não é igual a convencer-se, ou aceitá-la. Mas é por meio do debate que as decisões de cunho político (no bom sentido da palavra) se formam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que vc acha que estou estressado? Eu acho que não, mas de repente posso estar mesmo, vc poderia ajudar e indicar alguns pontos pelos quais vc tirou essa conclusão? Isso pode ser útil pra mim...

      "Não somos o dono da verdade (se é que esta exista de forma "pura", "pronta"). Para construirmos um futuro melhor (nosso, da sociedade em que convivemos, da Nação), é necessário não só ouvirmos o outro, como respeitar a opinião alheia. " - engraçado, se vc fosse realmente leitor do meu blog saberia que é justamente essa mensagem que sempre tento passar...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Tolerância com petista, socialista, comunista e demais istas dos infernos é com tiro de fuzil na nuca. Abrace o capeta e seja feliz, mestre da igualdade mundial.

      Excluir
    3. Boa HM! Vc percebeu que o cara vem aqui, fala que estou estressado e não é capaz de ajudar a encontrar esses pontos onde ele diz que estou estressado? Ajudar ninguém quer, mas encher o saco...

      Excluir
    4. O PT te estupra todo dia, rouba, mente faz o diabo, aí vem um fdp falar que vc tem que ter 'tolerância', ora seu verme vá tolerar na pqp

      Excluir
  27. Excelente texto, parabéns.

    ResponderExcluir
  28. Corey, também possuo amigos/colegas socialistas, comunistas e coisas do tipo;
    Realmente é impossível dialogar com estas pessoas, o que pude observar é os que se intitulam como de "esquerda" só se tornaram politizados no ensino superior (público), o que me leva a crer é que seus cérebros foram "lavados" por coleguinhas e professores que ao invés de estimular o pensamento crítico, utiliza-se de sua posição para doutrinar o estudantes (o famoso cabeça fraca).

    Quanto ao serviço público, não posso generalizar, mas a partir da minha experiência, visto que, já fui estagiário de duas autarquias; o que imperava lá, era a inércia e os preparativos para a próxima greve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, a maioria fica assim depois da faculdade, mas não é só as públicas não, as privadas tb são assim, a mesma merda...

      Excluir
  29. Fala Corey,

    Sou um leitor assíduo seu! Acho q li praticamente todos posts. Fico impressionado com seus pontos de vista e a experiência q vc consegue transmitir!

    Inicialmente esse comentário seria para criticar os pontos q discordo em relação ao seu post, mas me sinti mto egoísta, pois nunca comentei/elogiei outros posts foda q vc fez!!!

    Então, vou ater minha opinião e apenas elogiar o seu trabalho q é fantástico!

    Ass.: Engenheiro da Peroba!

    ResponderExcluir
  30. Corey, vc disse ali em cima que não deveria existir concurso público, mas sim "meritocracia, como na iniciativa privada". Digo a vc que já vivemos um período em que apenas para o ingresso no serviço público é que se exigia concurso. Para as movimentações, progressões etc., havia as famigeradas seleções internas. O que a história mostra é que os amigos do rei entravam garis e se aposentavam procuradores, promotores, delegados, fiscais e demais carreiras de ponta. Até hoje há casos e casos assim, principalmente em municípios.
    Não se esqueça de que temos uma administração pública patrimonialista (não se se vc conhece o conceito), uma política patrimonialista e uma cultura patrimonialista e tolerante a privilégios, inclusive no setor privado. As soluções simples já foram tentadas. E para cada solução simples para um problema complexo, cria-se um problema novo.
    Outra coisa: parece inocência sua crença na pureza da meritocracia no setor privado, principalmente na alta gestão. Pergunte a alguém familiarizado com o meio corporativo e busque saber, por exemplo, o peso que um sobrenome tem.

    ResponderExcluir
  31. A opção pelo concurso é apenas o exercício de uma liberdade de escolha, eminentemente liberal, poucos funcionários públicos são esquerdistas (com exceção dos professores, classe na qual a maior parte é esquerdopata, responsáveis, em grande medida, pelo lixo que é o Brasil).

    Ao contrário do que possa parecer a aprovação concurso não é ato de mera sorte, muito menos indicação, aparência, puxa-saquismo ou ir com a cara como muito acontece na iniciativa privada. Concurso exige planejamento, dedicação, sofrimento e estudo, muito estudo, NÃO É FÁCIL CARA. Existe muita decoreba e conhecimento inútil, sim, mas a maior parte das matérias são úteis e necessárias, além disso, inclusive para decorar é preciso esforço e dedicação, ou seja, mérito.

    Entendo sua raiva de funcionários públicos, afinal você paga impostos para que eles recebam salários e eles têm um trabalho tranquilo enquanto você se mata e corre riscos. Porém os servidores públicos também sofrem nesse lixo de país, a maior parte estaria muito melhor se tivessem nascidos em nações de primeiro mundo e dificilmente seriam servidores públicos lá, pois funças nesse países ganham mal e a iniciativa privada é mais justa, pois sofre menos intervenção estatal.

    ResponderExcluir
  32. Corey, quando você fala em ganhar dinheiro em SP, o que quer dizer? Que é mais fácil prosperar em SP do que no restante do país? A economia gira mais? Qual a grande vantagem?

    um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, São Paulo possui mais de 20 milhões de habitantes, olha o tamanho do mercado consumidor.
      Além disso, a grande maioria destas pessoas têm empregos, mesmo que de um salário mínimo e portanto não dependem da bolsa esmola do governo, assim podem (e vão) consumir facilmente, dando vazão a todo tipo de produto.

      Agora compara com uma cidade do interior do nordeste com 20 mil habitantes, praticamente sem empresas e portanto sem trabalho e sem salário, onde a maioria da população vive de agricultura e recebe a bolsa esmola da dilma? Onde é mais fácil vender, qualquer coisa que seja?

      De forma análoga temos a situação americana, o mercado consumidor é gigante se comparado ao brasileiro, além disso os entraves burocráticos para o empresariado são bem menores (ainda que existentes, são mínimos para os cidadãos legais), provendo meios de se desenvolver regiões facilmente e os comércios prosperarem.

      Ass. Anônimo gringo.

      Excluir
  33. Cara, sua ilusão é não saber que sempre esteve sozinho. Os demais vem e vão ao sabor dos interesses, principalmente os seus, que são o realmente lhe importam, certo?
    Bem vindo a realidade. E nem precisa explicar nada.
    Tenho a boa notícia que algumas pessoas ficam com a gente, outras reencontramos sempre e sempre. E quando vão deixam a lembrança - esta coisa portuguesa chamada saudade - e sempre lembramos delas, todos os dias ou quase todos.
    E quando precisamos, ou eles precisam, sabem que podemos contar um com o outro...
    Mas isto... não há dinheiro que compre!

    ResponderExcluir
  34. Fala Corey!

    Excelente texto, discordo de alguns pontos, principalmente a respeito sobre a existência dos concursos públicos. Não acredito que o problema seja "os concursos públicos", mas sim a forma como são administrados estes cargos.
    Acredito que a gestão pública seja o problema, criando vagas sem supervisão, metas e outros.

    Abraços!

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.