segunda-feira, 9 de março de 2015

A Importância do Desenvolvimento de Habilidades

Você, principalmente homem, sabe cozinhar? Sabe preparar um bolo from scratch? Fazer pão? Sabe passar uma camisa? Pregar um botão? Costurar uma cueca rasgada? Sabe lavar uma privada? Desencardir rejunte do banheiro? Consertar uma torneira pingando? Trocar um reator de lâmpada fluorescente? Usar uma serra circular? Tico-Tico? Furadeira? Parafusadeira? Lixadeira? Martelo? Sabe o que é um formão? A diferença entre um ponteiro e uma talhadeira? Entre uma pá e uma vanga? Sabe usar uma picareta? Operar uma betoneira? Preparar uma massa pra chapisco, pra reboque ou pra assentar tijolos? Qual a diferença entre um tijolo baiano e um bloco de 15? Qual prego é maior, o 8X8 ou o 17x21? O que é um parafuso de rosca soberba? Onde se usa um parafuso passante? Sabe a diferença entre uma chave Phillips e uma Allen? Já limpou um carburador de moto? Trocou o óleo do carro? Pastilha de freio? Sabe fazer uma chupeta (mente poluída...)? Quantos pneus você já trocou na vida? Sabe operar um macaco? Sabe os comandos básicos de um avião? E de um barco? Sabe montar num cavalo? Dirigir uma Vespa? Aplicar uma injeção? Dar banho num cachorro sem inflamar o ouvido? Sabe diluir tinta acrílica? E esmalte? Usar thinner e água raz? Já acendeu uma fogueira? Fez churrasco em churrasqueira improvisada? Sabe preparar saquerinha para as meninas do churrasco?

Ele é o cara!
Eu aposto que a grande maioria dos homens que estão lendo esse post não sabem nem 50% das coisas acima, mas provavelmente sabem formatar um computador, trocar um processador, aplicar pasta térmica, e outras habilidades de informática. Eu confesso que sei 100% das habilidades listadas acima (claro, foi eu quem escreveu, rs) mas não sei formatar um computador, confesso que por preguiça. Não sou melhor ou pior que você, apenas desenvolvi mais algumas habilidades, grande parte delas coisas old school. Sei enrolar um cigarro de palha, aparar a barba com tesoura e me barbear com navalha (sem me cortar... muito) dentre outras coisas irrelevantes... Assim como você deve saber mil truques pra jogos de videogame que eu nem faço ideia (meu último contato com consoles foi num Master System em 1998 na casa de um amigo e no PC só jogo paciência e Tetris). Todos nós desenvolvemos habilidades, sejam elas úteis ou nem tanto. Acredito que quanto mais habilidades uma pessoa desenvolver, melhor pra ela. Veja o caso do MacGayver (molecada, googleim pra saber do que se trata). O cara era o mestre da improvisação, graças a incrível quantidade de habilidades que ele tinha. E o 007, o cara mais foda que já existiu? O cara é puro skill!!! Quanto mais coisas você souber fazer, mais coisas vai aprender, porque uma coisa leva a outra, mais dinheiro vai economizar por fazer você mesmo e mais dinheiro pode ganhar e esse é o ponto que eu queria chegar...

Hoje em dia vejo profissionais extremamente especializados, com alta formação acadêmica mas que no fim das contas só sabe fazer aquilo, se por um infortúnio da vida se foderem e perderem tudo, emprego e condições de trabalhar, estarão completamente fodidos por não saberem nada além daquela formação burocrata. E pior, grande parte desses profissionais leva uma vida na fast track e não possuem plano B de ganho de vida e "mais pior" ainda, normalmente esses trabalhos desenvolvidos por essas pessoas são burocráticos, eles trabalham o tempo todo sentados o que estimula o aparecimento de N doenças (veja vídeo abaixo... ah, não sabe inglês, se fodeu mermão, não sabe inglês vai se foder e ter acesso a somente uma pequena porção da internet!)


Bom, acredito que estou numa situação muito mais tranquila, durante minha vida desenvolvi as habilidades que descrevi no primeiro parágrafo, trabalhei com todas aquelas ferramentas e fiz todos aqueles trabalhos ao menos uma vez na vida. São coisas que realmente SEI fazer, posso não ter a experiência e desenvoltura de um profissional da área, mas posso muito bem trabalhar como um auxiliar em qualquer das modalidades de trabalho embutidas no primeiro parágrafo. Tive muita sorte por desde moleque ter uma vida outdoor com meu pai, nada de brincadeira na rua, eu era uma criança esquisita que nunca gostou de outras crianças, eu ia pra todo lugar com o velho... Meu pai também nunca teve mi mi mi e sempre me colocou pra desenvolver pequenas tarefas. Sou extremamente grato a ele por isso, me despertou a vontade de aprender coisas novas. Porém mesmo sem ter uma infância de aprendizado é possível sim desenvolver muitos novos skills, basta querer. Continuo querendo aprender novas coisas, acho importantíssimo para qualquer homem (mulheres também, é que sou homem e a maioria dos leitores do blog também são) saber fazer de tudo um pouco, rapazes solteiros, isso ajuda, e muito, conquistar meninas (acredite em mim, sou casado por isso, rsrs).

Brother, se você não tem uma caixa
de ferramentas, eu duvido muito da
sua masculinidade...
Quando disse sobre ficar sentado, isso é outra coisa que me incomoda. Não fomos feitos pra ficar sentados o tempo todo, assim como o vídeo acima explica. Precisamos de atividade física e se ela puder ser feita durante o trabalho, melhor ainda! Saber trabalhar de pé, sob condições não ideais de conforto, como com calor ou frio, pode ser muito importante para sua saúde e quem sabe até para seu futuro profissional. Responda rápido: quantos advogados, administradores e outros profissionais que trabalham sentados numa sala com ar condicionado você conhece e que possuem problemas de saúde como hipertensão, obesidade e fadiga muscular? E quantos pedreiros, carpinteiros e mecânicos você conhece com esses mesmos problemas? Trabalho braçal está na essência do ser humano, desde sempre trabalhamos usando o físico, caçando, construindo coisas... O pessoal do paleo pode explicar isso melhor... Acredito que todos devem fazer ao menos 1 hora diária de exercícios, não importa se é uma caminhada, musculação ou simplesmente trabalhar em algo pesado. Exercícios são saúde, saúde é dinheiro, se você aumenta sua saúde, diminui suas despesas, se você diminui suas despesas você é frugal, se você é frugal vive com menos dinheiro, se você vive com mais dinheiro você tem liberdade...

Infelizmente aqui no Brasil valorizamos o dotô que trabalha de terno num escritório e desvalorizamos o peão que pega pesado no chão de fábrica... Mal imaginamos que o tal do peão tem tudo pra ser mais saudável que o doutor... Isso sem contar que boa parte dos trabalhos mais pesados e braçais são muito mais importantes pra sociedade que outros trabalhos mais burocráticos e que possuem status. Quem é mais importante, o tatuador ou o coletor de lixo? O artista plástico ou o cara que colhe laranja?

Aqui vão duas fontes que considero fundamentais se você quiser ser um homem de verdade, cheio de habilidades em geral, educado, que cuide da família e seja decente:

1- The Art of Manlisness: Conheci esse site através do nosso amigo Estagiário, é simplesmente fantástico, o skill que você quiser aprender conseguirá encontrar nesse site. Em particular recomendo essa sessão sobre habilidades masculinas e o Podcast 70 sobre habilidades que todo homem pode e deve ter.

2- Mr Money Mustache: velho conhecido da blogosfera de finanças, o cara é simplesmente um guru sobre frugalidade, vida simples e independência financeira, mas não é essa parte do seu site que eu recomendo pra esse post, são os diversos artigos onde ele fala sobre os trabalhos que ele já realizou seja para economizar dinheiro ou mesmo porque ele gosta de fazer. Telhados de metal, rádios caseiros, aquecedores,.. Ele é meu ídolo e o melhor exemplo de como saber fazer coisas diversas pode mudar sua vida.

Eu ainda tenho muitas habilidades pra desenvolver. Não sei nadar, não consigo consertar computadores (troco um drive de DVD, um HD, mas quase que só isso), não sei quase nada sobre consertar eletrônicos, não sei andar de skate, nem soldar, nem tocar violão... Enfim, há sempre muito o que aprender e continuarei aprendendo um pouco todo os dias...

30 comentários:

  1. Olá Corey,

    Acompanho seu blog sempre mas quase nunca participo, mas dessa vez vou abrir uma exceção.
    Meu namorado só me conquistou, porque além de ser bonito e inteligente na área de formação, ele é curioso como você. Se depender dele, ele faz tudo, auto suficiente! Da sua lista, tem poucas coisas que ele não sabe fazer.
    Quando compramos nosso apê, nós mesmo(porque eu sou a assistente, rsrs) pintamos, instalamos luminárias, fizemos até os móveis! Sabe dar palhinha em 2 instrumentos musicais, tem inglês intermediário, desenhar, consertar coisas...enfim...muitos conhecimentos variados.
    Só com o computador que ele as vezes se desentende e aí eu entro em ação...kkk..
    Em compensação, tenho um familiar que não sabe nem trocar uma lampada, tem medo. Acho isso meio brochante. Homem tem que conhecer um pouquinho dessas coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal seu depoimento! Bia fala que homens e mulheres devem fazer as mesmas coisas, mas tem certas coisas que homens fazem que são charmosas e vice-versa. Tem coisas que são tradicionais demais pra deixar de lado... E pior que os caras tem orgulho de não saber fazer essas coisas, como se "ahh, eu não sei trocar uma lâmpada, isso é coisa de gente ignorante, sou estudado demais pra isso..."

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Olha, me amarro em mulher que sabe fazer bolinho de chuva, prega botão, faz barra de calça, passa minha camisa como ninguém e faz minha barba.

      Quantas tem estas habilidades ?
      Poucas. E o número vem caindo.

      Então não é só o homem, mas mulheres tem que ter suas habilidades também. Não vejo problema em ambos terem as mesmas também. Só não gosto de estereótipos de quem homem tem que ter isto ou mulher aquilo. Deu o exemplo de cima para ver como é fácil a gente com base em pensamentos criados e reforçados durante gerações, cobrarmos mulheres e homens por conta disto ou aquilo.

      Complementando, o McGyver tem um estagiário e seu nome era Jarod...kk
      Curtia pacas quando passava na TV. O cara em cada episódio era uma coisa diferente. A série era bem inteligente e mostrava um centro onde crianças eram programadas para ser-superagentes. Enfim, existe toda uma mitologia da série que não cabe aqui.
      Mais info:
      http://www.imdb.com/title/tt0115320/

      Excluir
    3. Fala Poney!

      Sim, mulheres tb tem habilidades e assim como os homens, algumas tem orgulho de não saber essas habilidades, não entendo isso... Tb não vejo problemas em ambos terem as mesmas habilidades, aliás, certas habilidades "de mulher" todo homem deve saber como cozinhar e reparar roupas.

      Esse Jarod é novidade pra mim...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  2. Grande Corey,

    Primeiramente, obrigado pelo link :)
    Vou ouvir de novo o podcast 70, hahahahahah é muitooo bom! O que gosto do Art of Manlisness é que eles utilizam a ideia do homem dos anos 40/60 como sendo o melhor para os homens, e eu acredito que seja mesmo.

    Sobre as habilidades que você comentou, sinceramente todas as que não involvam construção civil eu sei fazer, agora, tenho skills de homem do campo, como saber capinar, plantar determinadas culturas, sei quando o pasto está bom para soltar o gado, sei tratar de gado, curar, tirar bicheira (que diga-se de passagem tem que ter estomago para fazer), sei olhar para um boi e dar o peso de carne aproximado que ele tem, sei o que é melhor para uma vaca de leite comer e o que é melhor para um touro comer para desenvolver carne.

    Agora, dentre todas as habilidades, a de deixar a casa impecável e fazer um bom almoço, ahhh como isso é importante na hora do affair.

    O que quero aprender antes de voltar para o Brasil é saber consertar eletrônicos, visto que hoje tudo precisa de elétrica para fazer, e quero aprender a trabalhar com mecânica também, que na minha opinião é muito importante... Trabalho na frente do computador, e fico a maior parte do tempo sentado, mas quero tentar mudar isso quando aqui voltar a esquentar :)

    Excelente postagem. O Homem de verdade, aquele que é senhor da casa (senhor é modo de dizer que é o homem da casa), tem que saber cuidar dela, ser um excelente pai (caso tenha ou queira ter filhos), saber cuidar da mulher (não somente sexualmente falando) e também tem que mostrar que é o gentleman
    quando necessário e um animal quando apropriado :)

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa que esqueci de dizer...
      Melhor filme que demonstra como homens devem ser, é o Gran Torino, e o Clint Eastwood e sua garagem com mais de mil ferramentas conseguidas durante anos e anos :)

      Uta!

      Excluir
    2. Grande Estagiário!

      Pô, foi uma puta dica o AoM! Aprendi muita coisa lá, vc tem razão, eles tratam o homem dos anos 40 e 50 como o homem ideal, concordo com isso, esses homens eram sem dúvidas mais homens que a gente.

      Interessante, nunca havia parado pra pensar que eu não tenho uma habilidade sequer com o campo, não faço ideia de como fazer essas coisas que vc sabe... Isso das habilidades é algo muito individual e depende do ambiente onde o cara foi criado. Taí um negócio que preciso aprender!

      Não tenho dúvidas que saber cozinhar e arrumar a casa são coisas que ajudam muito na hora da conquista. A mina chega no apê do cara que mora sozinho e vê um banheiro impecável, cheiroso, sem pó nos móveis e um rango legal preparado por ele...

      Elétrica eu até manjo alguma coisa, mas eletrônica quase nada... Preciso aprender mais!

      O que vc disse sobre cuidar da mulher eu assino em baixo, não é só sexo, devemos ser sensíveis o suficiente pra entende-las em suas montanhas russa hormonais. tem cara que só se estressa com isso, mas não adianta, faz parte delas, precisamos lidar com isso.

      Valeu a dica do filme, abração!

      Corey

      Excluir
  3. Sandra

    Aqui em casa a gente fala que meu pai é o mestre faz tudo kkk, porque ele tem boa vontade e se depender dele faz tudo mesmo, e quando não faz sabe ficar de olho no trabalho do pintor, pedreiro... porque conhece de tudo um pouco, conserto de carro, de tudo mesmo, claro que como ele tem mais de 50 anos não sabe muito de computador, mesmo assim mete as caras.
    Desde pequena vejo ele vez ou outra inventando de fazer móveis de madeira acredita? Os que ele fez estão todos inteiraços até hoje, embora meio “rústicos” rs. Acho válido, ele é aquele tipo de cara que não passaria aperto nenhum, e isto passa uma enorme confiança para a família (mulher e filhos), ele sempre fala que não vive extremamente preocupado porque em momentos de dificuldade ele sempre arrumaria um trabalho, algo para ter uma grana.
    Ah! Claro, tem um caixa de ferramentas, tico tico, furadeira e morre de ciúmes destas coisas dele.
    Isto impõe um enorme respeito sem dúvida, e claro, admiração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra!

      Meu pai sempre se virou tb, nunca foi muito caprichoso, mas nunca passou aperto e aprendi mais da metade das coisas que sei com ele. Quando eu já era adolescente e minha mão pedia pra ele fazer alguma coisa em casa ele sempre dizia: "pede pro Corey, ele é mais caprichoso que eu"...

      Adoro trabalhar com madeira, os poucos móveis que tenho em casa foram confeccionados por mim a partir de placas de mdf a um custo ínfimo e com um visual bem bacana.

      Seu pai está certíssimo, tendo conhecimentos nunca fica-se sem arrumar uns trocados, ainda mais hj num mundo de preguiçosos onde o cara chama o seguro pra trocar um pneu.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Só para complementar,

      Certo dia vi um amigo meu no meio de uma rua movimentada no Brasil, antes de vir para o Canadá. Ele tava falando no telefone no lado de fora e com o carro parado na rua, e sim, estava ligando para o seguro para poder trocar o pneu porque ele não sabia.

      Parei para ajudar ele a trocar. É impossível acreditar que existam pessoas que não sabem levantar o carro com um macaco, desrosquear meia dúzia de parafuso e colocar uma roda que ta no porta mala no lugar.

      As únicas vezes que chamei meu pai para me ajudar a resolver um problema com a moto, foi quando a corrente da moto caiu entre a coroa e a roda, embolou e não consegui retirar porque não tinha as ferramentas necessárias, mas todas as vezes, quadno ele chegava, eu estava com as mãos cheias de graxa porque tentava ao menos resolver o problema.

      Uta!

      Excluir
    3. Meu Deus! Um marmanjo esperando seguro pra trocar pneu... Isso é demais pro meu coração, rsrs!

      Já tive problemas relativamente sério com carro/moto e sempre me virei sozinho, uma vez voltando pra casa com um Fusca o cabo da embreagem arrebentou, sorte que era de noite e não havia farol, fui trocando no tempo até parar na porta de casa. Uma vez a relação de uma XLX 125 (lembra dessa) tb estourou, quase cai, mas consegui ao menos encostar num canto.

      Posso não conseguir resolver, mas tb não fico parado.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  4. Corey, legal seu ponto de vista, os homens cada vez menos sabem fazer coisas diversas e isso tb acontece com nós, mulheres que devido a esses movimentos feministas malucos deixaram de fazer coisas "de mulher" como tricotar, bordar, artesanato, etc. Esses grupinhos feministas fazem a gente ter vergonha de falar que cuida da casa, faz bordado, cozinha quitutes, etc. Felizmente minha mãe foi muito presente durante minha infância e me ensinou essas coisas, tenho 30 anos, casada, não quero filhos mas cuido da casa, adoro fazer uma comidinha especial pro meu marido e amigos. Ele por outro lado é igual a você, sabe fazer diversas coisas acredito eu por ter sido criado pelo avô. É cada vez mais difícil ver um homem que sabe usar uma ferramenta aqui no Brasil. Fiz intercâmbio no Australia e lembro que era comum ver os rapazes ajudando os pais nas garagens a fazer coisas com madeira, consertar carros, essas coisas. O homens brasileiros devem abrir os olhos. Bju pra vc e pra Bia, Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandra
      Sônia EXATO. Falo com minha mãe que várias mulheres que conheço falam com o maior orgulho do mundo que na cozinha só sabem ferver agua.
      Se vc fala de trabalhos manuais, falam – ah isso não é pra mim.

      Excluir
    2. Olá,

      Sou a primeira anonima dos comentários desse post e também procuro saber fazer várias coisas. Gostaria de ter mais tempo para cuidar da casa e deixar tudo nos "trinques", saber cozinhar mais coisas além do básico (confesso que não gosto muito dessa parte), mas pela correria do dia a dia, não dá. Comemos fora e a arrumação da casa fica para as brechas de tempo. Mas até que somos bem organizados e não fica tanta bagunça. Gosto de fazer uns artesanatos também. Já fiz almofadas de capitonê, bolsas de cartonagem (até vendi algumas), kirigami, papercraft, etc. Estou pensando em fazer um curso de corte e costura. As pessoas me olham como se fosse um ET mas eu gosto de saber o processo das coisas.

      Excluir
    3. Uma vez a Bia teve até problemas no trabalho por isso, ela disse que gostava de inventar coisas novas na cozinha e as colegas dela riram e ficaram zoando ela por causa disso. É lamentável como skills tão importantes como cozinhar sejam vistos como chacota.

      Sônia, interessante isso que vc falou dos homens na Austrália, lá fora a mão de obra é cara, vc é praticamente obrigado a fazer as coisas e consequentemente aprendendo novas coisas.

      Eu sou homem e tenho muito orgulho de saber fazer um bolo com direito a recheio e cobertura!!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Em casa Bia e eu limpamos e organizamos tudo, como vc disse, qd se é organizado é possível fazer isso aos poucos, sem ter que tirar um dia só pra isso. Não digo que gosto de todas as coisas que sei fazer, mas o importante é saber fazer, a gente nunca vai gostar de tudo...

      Excluir
  5. As pessoas estão cada vez mais acomodadas, não querem aprender nada, preferem pagar, aí vem uma crise, elas ficam sem dinheiro pra pagar e sem saber fazer elas mesmas. Veja o exemplo das empregadas domésticas que aqui no Br ainda são relativamente acessíveis pra muita gente, lá fora não é assim, classe média em peso não tem faxineira e aprende desde cedo a limpar, cuidar das coisas de casa. Sobre o trabalho braçal eu tb acredito que é a melhor coisa principalmente pra saúde mental pq esses trabalhos costumam ser menos estressantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, a preguiça toma conta e isso é péssimo principalmente pra saúde das pessoas. EU só pago alguém pra fazer alguma coisa se eu realmente não souber fazer aquilo ou for muito trabalho pra uma pessoa só, de resto, me viro sozinho.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Oi Corey! Também acho fundamental saber fazer de tudo. Além das habilidades que desenvolvemos, não ficamos dependentes de ninguém em casos de crise, por exemplo.
      Aqui em casa eu e meu marido também nos viramos muito bem, sem essa conversa de que eu faço isso porque sou mulher e ele só faz determinadas coisas por que é homem.
      Somos organizados e não achamos necessário pagar outras pessoas para fazer o que podemos fazer nós mesmos.
      Enquanto lia seu post, lembrei bastante também do Mr. Money Mustache. No entanto, penso que esta questão da "terceirização" é principalmente cultural em nosso país. Por aqui, infelizmente, é "chique" e dá status pagar alguém para fazer as coisas, mesmo que isso signifique um trabalho muito mal feito e menos dinheiro para nossos objetivos financeiros.

      Excluir
    3. Verdade, aqui é chique ter empregados, eu já acho o contrário, teria vergonha de chamar um cara pra trocar um interruptor com problema...

      Excluir
  6. O que ocorre hoje é que o homem (ser humano) é escravo do seu tempo (dias atuais). Como falaram acima, antigamente as pessoas metiam a mão na massa, hoje ninguém quer saber disso, em parte até por culpa do desenvolvimento tecnológico, é tanto recurso eletrônico que a pessoa só faz ficar prostada no sofá.
    Meu tio em MG tem 86 anos, todo dia acorda cedo, pega o carrinho de mão para catar esterco e adubar seu lote.

    Precisamos nos mexer mais.

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, precisamos nos mexer mais... Tenho idosos muito ativos na família, mas acredito que qd a minha geração ficar idosa muitos morrerão antes da hora por doenças relacionadas ao sedentarismo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Hoje em dia a vida é cara (principalmente pra quem compra inutilidades) e nos deixa cansados e sem tempo para trabalhar na própria casa. É uma verdadeira conspiração. Se você não trabalha na sua casa não poupa, e se não poupa tem que trabalhar mais. Essa ideia corporativista toda se chama keynesianismo, e foi muito estimulada após a segunda guerra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma bola de neve, ou melhor, de merda. É uma coisa sem fim, vc trabalha pra ter dinheiro, gasta dinheiro pra ter serviços, aprende cada vez menos coisas e gastará mais dinheiro pra contratar ainda mais serviços...

      Dei uma googleada sobre keynesianismo e não gostei do pouco que entendi...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. Fala Corey

    Eu sei bastante coisa daquelas que vc postou hein. E sei um pouco das coisas da "molecada" de hoje, apesar de que meu ultimo video game foi o PS1 (tenho vontade de comprar o novo).

    Pra se virar nos 30 aqui no Bananão da Dilma o camarada tem que saber fazer de tudo mesmo, tem que ser igual um caça F/18, multipurpose jet. Como eu já disse naquele meu aritgo sobre botar a mão na massa, negada aqui no Brasil valoriza emprego as vezes mais pelo status do que pelo salário. É "lindo" trabalhar de gravata no banco com ar condicionado, mas o pedreirão que trabalha todo sujo e rasgado ganha muito mais. Quando vc for negociar algum investimento, financiamento ou empréstimo, vai no banco de terno que vc é direcionado direto para o gerente, e o tratamento muda. Brasil: o país burro das aparências.

    Conheço o Art of manliness. Site muito bom mesmo.


    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Rover!

      Verdade, negada valoriza ar condicionado, mesa com fotos da esposa e filhos, gravata, terno, nespresso a vontade... mesmo que no fim do mês tenha 2k na conta! Eu sou muito mais ter calos na mão e a carteira cheia e como disse no texto, acho até mais saudável.

      Isso que vc falou sobre ir bem vestido no banco é uma verdade, eu sempre faço isso pq hj em dia não existe mais aquele relacionamento mais próximo com o gerente, cada vez é um cara diferente que está lá. Pra ter o mínimo de tratamento digno, prefiro ir melhor vestido. Triste...

      Abração!

      Corey

      Excluir
  9. Corey, parabéns pelo post, o art of manliness desconhecia, bem bacana.

    Isso de habilidades domésticas, carros, consertos, geralmente vem do pai mesmo, faz muita diferença. Tem bastante marmanjo que não sabe afiar uma faca ou trocar pneu ou um chuveiro em casa...

    Só complementando, essa ideia de que o trabalhador braçal tem mais saúde ou que as gerações anteriores vivem mais é uma falácia Corey, um engano. Os mais ricos, com trabalho menos exigente fisicamente, mais cultura, mais acesso a saúde, academias, vivem mais e melhor. Um exemplo ou outro dos males da vida moderna existem, mas essas exceçoes nao passam disso.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço um cara que não sabe usar uma trena!!! Pelo amor de Deus, o cara tem 2 cursos universitários e não sabe medir um objeto usando uma trena? Que mundo é esse!

      O que vc falou sobre o trabalhador braçal não ter necessariamente mais saúde que o white colar faz sentido, mas devemos colocar nessa equação o acesso a informação, boa alimentação e do outro lado o alto stress.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Fala, Corey!

    Belo post mesmo, cara. A cada dia viro mais seu fã. Artigo muito útil, totalmente válido.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Corey, voce precisa conhecer esses sites:

    http://www.familyhandyman.com/

    http://www.goodshomedesign.com/

    Muitas dicas e habilidades para serem aprendidas.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.