segunda-feira, 3 de março de 2014

Imigração: Resumão de Onde e Como Imigrar

Quem acompanha o blog sabe que um dos meus planos é me mudar para fora do Brasil. Tenho milhões de motivos para isso, me sinto totalmente deslocado no meio de tanta coisa errada nesse país, portanto, os incomodados que se mudem, eu mudarei! Muitos patriotas me criticam por querer fazer isso, outros ficam ofendidinhos ao ouvirem críticas ao seu maravilhoso país e falam que eu devo mesmo me mudar porque o Brasil não precisa de gente ingrata como eu (ui!).

Mudar para outro país exige uma carga enorme de pesquisa e desafios, sendo o primeiro e mais importante conseguir um visto válido para moradia, o que é bem complicado na maioria dos países decentes para se viver. Viver fora de status não é uma opção para Bia e eu (pelo menos "ainda" não), por diversos motivos entre eles por não ter que ficar preso num país sem poder sair ou viver com medo de se meter em algum problema e ser deportado, etc. Outro fator importante pra mim é o clima, gostaria muito de morar numa região ensolarada e quente, mas sei que isso é complicado em se tratando de países de primeiro mundo, então estou deixando essa exigência de lado. As principais opções por órdem de preferência seriam:

1- Estados Unidos: o queridinho de quem deseja imigrar. É a terra das oportunidades, onde todos com muito trabalho conseguem ter uma vida muito mais que digna. Minha identificação com os EUA se dá também pela educação da população, as oportunidades ao empreendedorismo e ao "capitalismo selvagem" deles que na minha opinião é a melhor maneira de desenvolver uma população. O grande problema é se manter legalmente por lá. Minha ideia, caso optasse pelos EUA, seria ir com visto de estudo de inglês (Bia e eu), renovaria para fazer uma faculdade, arrumaria um emprego na área e aplicaria para o green card. Veja o processo muito bem explicado no Blog do Renato. Os problemas principais são: durante o curso de inglês Bia e eu não poderíamos trabalhar legalmente, durante minha faculdade Bia não poderia trabalhar e eu somente no campus ou com autorização de trabalhado limitada; isso influencia no custo. Após a faculdade eu teria necessariamente que arrumar um emprego para conseguir dar prosseguimento ao processo de imigração. Principal problema: ter que cursar outra faculdade, ainda mais em inglês!

2- Canadá: não conheço o Canadá, mas todos dizem que ele é um país ainda mais civilizado que os EUA (não sei como...), com forte presença de imigrantes o que contribui para a empregabilidade de quem vem de fora. O Canadá é aberto a imigrantes com determinadas profissões, possui processos federal e provinciais de imigração que ao todo são mais de 50 maneiras de imigrar. Minha profissão de formação está na lista das que o Canadá precisa, porém o processo de imigração federal é dificílimo, ainda mais para quem está fora do país. A ideia seria ir para cursar inglês e fazer outra faculdade da mesma maneira que seria nos EUA. A vantagem é a possibilidade de se trabalhar legalmente durante a estadia. As chances de imigração legal são muito boas, mas trabalhar fora de status pode complicar o processo, ao contrário do que acontece nos EUA. O Canadá apesar do frio, é o país que mais tem chance de me receber, rsrs!

3- Europa: poderia conseguir a cidadania européia, mas pelo que pesquisei meu caso é um daqueles que demoram anos e muitas vezes são inviáveis, sem contar a grana pra conseguir. Mandei alguns e-mails para empresas que cuidam disso no país dos meus antepassados mas ainda não obtive resposta. Na boa, ir para Europa seria meu plano C. Gostei da maioria dos países que visitei lá (menos França e Holanda), me identifico com a maneira minimalista de viver do Europeu (totalmente diferente do americano), mas não me vejo morando por lá. Isso sem contar que as oportunidades de trabalho são bem menores. De qualquer maneira, ter o passaporte europeu seria um porto seguro caso o Brasil vire uma Venezuela...

4- Austrália e Nova Zelândia: pelo pouco que pesquisei esses dois países da Oceania possuem programas de imigração similares ao Canadá, a grande vantagem seria o clima, mas o alto custo de vida, distância do Brasil e inglês muitas vezes ininteligível são desafios. Tenho um amigo em Wellington a dez anos, mas ele vive fora de status, não pôde vir para o funeral de um parente por causa disso... Creio que não posso descartar essas opções, é preciso pesquisar mais.

Vários outros fatores estão envolvidos, entre eles algo que para muitos pode soar como desculpa esfarrapada mas é algo muito importante para nós: cachorro. Meu cachorro tem problemas respiratórios e circulatórios que poderiam causar uma crise dentro de um avião levando-o a morte. Vários veterinários são unânimes em dizer que não devemos viajar com ele. Isso sem contar os transtornos de se viajar com cachorro e possíveis problemas na imigração. Por isso que digo: cachorro é muito legal, mas dá MUUUUUUIIIITTTTOOOOOO trabalho e causa muitos problemas (leia mais aqui).

Trocar uma vida confortável e tranquila, com pouco trabalho no Brasil por uma mudança radical que demandaria muito trabalho e estudo em outro idioma no exterior também é um grande desafio e barreira psicológica a ser superados. Não vou negar que dá preguiça de pensar numa mudança dessas, mas é algo que deve ser encarado de frente, sair da zona de conforto é sempre bom. Se fosse mais novo, solteiro e com um pouco de cabeça, não pensaria duas vezes antes de me mandar para os EUA ou arrumar um emprego num cruzeiro, mas na faixa dos trinta anos tudo é mais complicado... ainda bem que não tenho filhos!

Acompanhem também a saga do Bye Bye Brasil em busca de uma vida melhor longe do pais das bananas.

62 comentários:

  1. Corey,

    Sei que para o Canadá tem um tipo de visto para investidores se não me engano, não o de 800k mas acredito que tenha outro. Li algo sobre quando estava lendo sobre o país (dentro de alguns meses saberá o por quê :) ).
    Para conseguir o visto lá exige muita burocracia, mas não é tão difícil quanto os outros falam. Se sua profissão estiver na lista, vai na fé que você consegue facilmente.

    Entre ir para o Canadá ou ir para os EUA, acho mais fácil você ir para o Canadá, conseguir a estadia lá, e depois conseguir o visto, porque assim é muito mais fácil de entrar nos EUA. Ir de sopetão para o país do Tio Sam não é algo muito bom. Tenho dois amigos que estão lá e dizem que se você está pensando em ficar ou na California ou na Flórida, se prepare, pois o xenofobismo americano por conta dos Mexicanos é muito foda, um dos meus amigos se mudou da Flórida e foi viver em Massachusetts pois já que o estado é composto por 80% de imigrantes, o xenofobismo é inexistente por lá.

    Sobre os nacionalistas, só digo uma coisa...
    Fiquem com seu país amado. Não sou nem um pouco nacionalista, afinal, não vejo nexo em amar um país só porque nasci nele. Tenho descendência de 3 povos diferentes, por que eu iria gostar de um país que nem tenho sangue do povo dele ?

    Estagiário
    http://oblogdoestagiario.blogspot.com/

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Estagiário!

      Esse visto que vc está falando deve ser o que vc procura um parceiro nos Canadá pra implementar seu negócio, o investimento é relativamente baixo (acho que CAD 100k), porém foi suspenso esse ano... Então já era! Por outro lado agora eles permitem que estudante de college e seu conjuge trabalhe enquanto estuda, o que facilita bastante. Tá pensando em rapar fora tb?

      Minha profissão tá na lista mas o grande porém é a equivalência de disciplinas, fiz uniesquina, então é mais fácil e menos burocrático estudar novamente do zero. Se minha profissão não fosse regulamentada, seria mais fácil...

      Se eu for pro Canadá, nem me preocuparia com os EUA, tenho visto de turismo, então tá tranquilo. O sul dos EUA é muito fechado a imigrantes, me espanta alguém falar isso da Flórida, que apesar de ser o extremo sul, é um estado totalmente diferente, a maioria das pessoas fala espanhol e ninguém te olha torto por falar com sotaque (mesmo nas regiões pouco turísticas). Tb achei estranho seu amigo falar da Califórnia que é um dos estados que mais recebe imigrantes. Sei que o bixo pega no centro do Texas, Geórgia e principalmente Arizona.

      Na minha opinião esse negócio de xenofobismo e preconceito está mais na cabeça das pessoas que na realidade. É preciso analisar pelo outro lado, brasileiros são mal vistos lá fora, então é normal que alguém tenha pé atrás conosco.

      Tb tenho sangue de vira lata, meus antepassados sairam de outros países e regiões do Brasil em busca de uma vida melhor, por que não posso fazer o mesmo?

      Abração!

      Corey

      Excluir
    2. Grande Corey,

      Digamos que estou analisando a possibilidade. :)

      Sobre os dois estados, os meus amigos disseram que os americanos são mais pé atrás com os brasileiros, acredito que seja por conta do brasileiro ir mais preparado por lá, e conseguir tomar o lugar de alguns serviços mais gerenciais, isso os americanos não gostam muito, mas pode ser que eles tiveram a infelicidade de pegar um trabalho/bairro/cidade errado para se viver.

      Só sei que se fosse para eu ir para os Estados Unidos, Massachusetts ou Nova York seriam as duas primeiras opções minhas. :)

      Uta!

      Excluir
    3. O problema da região norte e leste é o custo de vida, substancialmente mais caro que o sul e oeste (sem contar a Califórnia, caríssima). NY então é impensável, reza a lenda que o aluguel de um studio no Queens não sai por menos de 1k, sem contar a violência... NY seria minha ultima opção nos EUA, NY não é EUA, assim como SP não é Brasil.

      Se fosse pra escolher, escolheria sem dúvidas o centro-sul da Flórida, clima ameno, cidades lindíssimas, custo de vida baixo...

      Abração!

      Corey

      Excluir
  2. Corey,

    vivi por muitos anos no Canadá e sem dúvida é um excelente país, muitas oportunidades e seguro.

    O frio é um fator a considerar, pois imagine ficar quase seis meses no frio (abaixo de -5 até -25).

    Outra coisa, se ganhar dinheiro por lá, o governo vai atrás, vai querer a parte dele. Claro, não se compara ao daqui onde há favorecimentos, desvios e má gerência.

    Vai ter de trabalhar MUUUITTOOO para ter um padrão top. O bom é que praticamente é classe média lá.

    Além do frio há a disputa de mercado, se não tem "experiência canadense" ferrou, mas vc pretende fazer um faculdade ou college e isto ajuda posteriormente no mercado de trabalho local.

    O melhor por é empreender, abrir um negócio. Pequenas groceries são comuns e permitem uma melhor flexibilidade de tempo. Ainda mais quando tiver filhos.

    Se puder compre uma casa, alugue o porão (apartamento separado), muitos fazem isso até pagar a hipoteca da casa (na faixa de CAD$ 350 mil).

    Muitos dos que conheço estão voltando ao país, por causa do clima ou família.

    Um alerta, isso as vezes acaba por gerar depressão em muitos, principalmente nas mulheres, são mais emotivas.

    Agora, qdo tiver filhos por lá, vai ser o paraíso para eles.

    Eu, particularmente, procuraria algo na Austrália, povo mais animado, clima bom e mais opções de lazer, apesar da distância. Além do mais, se ganha melhor por lá. Mas, de forma alguma, descartaria a ida para o Canadá.

    Enfim, minha opinião. Acho que depois de um tempo fora a visão de mundo muda bastante. Boa sorte e boa escolha.

    OBS: Vivi em Toronto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo!

      Obrigado por seu depoimento! Não gosto de frio, mas sei que viver abaixo de zero em ambientes climatizados é melhor que 10º em SP com nossos apês sem calefação. Preciso conhcer o Canadá, de preferência no inverno, pra sentir se tenho disposição de encarar ou não invernos rigorosos.

      Não quero imigrar pra ter um padrão TOP ou coisa assim, quero imigrar pra levar uma vida mais tranquila do ponto de vista de segurança, também prezo muito por educação e cidadania. Se for pra ficar rico, acredito que consigo aqui mesmo no Brasil.

      Minha ideia inicial seria abrir um negócio, porém em se tratando de Canadá, só vou conseguir ficar legal se fizer um college ou validar meu diploma (o que é muito difícil), então acabaria estudando algo que houvesse empregabilidade legal.

      Não penso em comprar casa, na minha opinião o aluguel é a melhor opção de moradia devido a flexibilidade, não gosto de muitas amarras. Conheci um brasileiro nos EUA que aluga o basement para estudantes, ele tem 2 apês no basement que estão sempre locados. Por ter uma vida simples, consegue viver desse aluguel e de propriedades que deixou no Brasil.

      Na Austrália se ganha melhor, mas o custo de vida é altíssimo, sem contar que tudo é muito distante, qualquer viagem só é viável via aérea.

      Por que vc voltou ao Brasil?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  3. Olá Corey,

    Belo resumo.
    Obrigado pela sua citação ao meu blog.
    Andei pesquisando, mas não achei muito material sobre isso, mas parece que se a pessoa entra no Canadá legalmente e tem filho por lá, o bebê ganha o direito de morar no Canadá, consequentemente os pais tb.
    Eu sei que você não pensa em ter filhos, mas para quem pensa, seria uma opção.
    É uma saída a lá brasileira, mas parece que possível. O difícil é combinar isso com a cegonha...

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BBB, geralmente esses vistos de turista duram até 3 meses, então viajando no 8 mês não tem como errar, a gravidez pode variar uns dias ou semanas, mas nunca ouvi falar de nascimento aos 11 meses hahahahaha

      Excluir
    2. Olá BBB!

      Até onde sei, criança que nasce nos EUA ou Canadá é cidadão daquele país e poderá aplicar para o green card dos pais após os 21 anos (o problema é ficar fora de status até lá...). Sei tb que nos EUA qq criança, independente do status migratório tem direito a escola até o high school, que os pais são obrigados a matricular as crianças e que muitas escolas possuem aulas de inglês extra para esses alunos.

      Pra quem deseja ter filhos, sem dúvidas pode ser um caminho mais fácil.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    3. Anônimo, a permanência padrão nos EUA é de 6 meses podendo prorrogar por mais 6, no Canadá, se não me engano é de 1 ano. Dá até pra encomendar a cria por lá mesmo!

      Excluir
  4. Olá Corey,
    Já ouvi dizer que Austrália é um "Brasil que deu certo", mas que é muito mais difícil de emigrar para lá.
    Já fiz umas pequenas pesquisas (claro, menos que você), e de todos os locais que você mencionou eu vi que o mais acessível seria o Canadá. Ouvi dizer que a região sul, ali por Toronto, o clima é menos ruim, além de ser próximo aos EUA.
    Não vejo problema algum de uma pessoa querer emigrar. Se um país está abrindo portas para receber estrangeiros, e este país oferece melhores condições de vida, por que não ir? Não vejo problema nenhum nisso. Mas também entendo os patriotas. Não creio que existe a visão certa ou errada, pois isso depende das convicções da pessoa.

    Estou prevendo que daqui a uns 4 anos você estará fazendo vídeos na internet sobre sua vida no Canadá, rs.

    Abraços e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADP, pelo que eu ouvi falar, austrália/Nova zelandia como tem pouca gente e bastante territporio e enfrentam problemas de taxa de natalidade, eles estao querendo imigrantes sim, principalmente os quaificados em algumas areas esecificas...

      Excluir
    2. Olá AdP!

      Com certeza o mais acessível é o Canadá, eles possuem uma politica migratória bem interessante, mas que (felizmente) nivela por cima, exigindo qualificação profissional de quem deseja morar no país. Deve ser por isso que dizem que eles são mais civilizados e educados que os americanos.

      Toronto é bem frio, mas Vancouver, que fica a oeste, tem clima mais ameno e tb é bem próximo dos EUA. Quem conhece os dois países diz que não há muita diferença entre os dois, que vc chega a se confundir por não saber onde está, rsrs!

      Tb não vejo verdade absoluta, o que sou contra é gente defender o indefensável como fazem por aqui: "tem corrupção, tem roubalheira, mas não tem terremoto...", "as estradas são esburacadas, a saúde um lixo mas as mulheres são as mais lindas (nem são...)". Não, esse tipo de coisa não desce na minha garganta!!!

      Olha, sou tímido pra caramba, mas essa ideia de canal do youtube é bem sedutora, rsrs!

      Grande abraço!

      Corey

      Excluir
    3. Anônimo:

      Esse é o mesmo problema do Canadá, esses países são grandes e com clima inóspito o que dificulta a colonização, além disso, pessoas com maior desenvolvimento sócio-econômico costumam ter menos filhos (exceto nos EUA).

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Olá anônimo,
      Sim, eles tem também um programa de imigração, mas pelo que sei ele é mais rigoroso que o Canadense. Mas o que eu sei é por alto e tenho certeza que o Corey sabe se isso é verdade ou não.

      Corey,
      É verdade, me enganei de cidade. É Vancouver.

      Abraços

      Excluir
    5. AdP, não me aprofundei muito na oceania por não ter uma real vontade de ir pra lá, mas até onde sei é isso mesmo, eles são mais complicados que o Canadá.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Corey não sei se viu, mas sou o cara que aparentemente imigrará para a frança com a família, comentei no Pobreta e no BBB.

    Realmente eu também adoraria ir para os EUA, mas a França já está a anos-luz do Brasil assim como qualquer lugar da Europa, até mesmo a ex-comunista Rúsia...

    Poderia me dizer porque não gostou da França?

    Au Revoir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo!

      Não vi seus comentários, como será essa imigração? Através de passaporte europeu? Com certeza a França está a anos luz do Brasil, até o Chile e Uruguai estão!!!

      Não posso ser radical, a visão que tive da França foi bem turística (o q costuma ser deturpada), achei os franceses mal educados, grossos e mal humorados, sem contar a dificuldade com o idioma (mas isso não é necessariamente um problema), poucos falam inglês. O brasileiro pode ser o que for, mas pelo menos recebe turistas com bom humor e cordialidade. Talvez voltando lá e indo além de Paris eu mude essa opinião.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Não sei os detalhes de como será feito, fiquei sabendo recentemente. Meu pai foi contratado por uma Empresa, que vai resolver toda a burocracia, arrumar moradia e tudo mais, eu só precisarei decidir se vou ou não, e decidindo ir, arrumar as malas e entrar no avião hehehe.

      Na verdade ele já prestava consultoria de vez em quando para essa empresa (na subsidiária brasileira), por exemplo, se fosse uma emrpesa que faz papel, ele prestava na área de transformação da madeira em papel. Mas agora essa empresa resolveu assumir mais uma etapa da cadeia de produção, digamos assim, "plantando o eucalípto". Só que a empresa está tendo problemas com isso em todo o mundo, então contratou meu pai para resolver isso... Ele na verdade morará na França mas claro terá que viajar pelo mundo inteiro pois a empresa opera em vários países, mas a "base" dele será a França.

      Se eles são grossos e mal humorados, nós vamos nos dar bem hahahahahahahhaha, eu estou bem longe desse estereótipo de brasileiro paz e amor, exceto quando eu bebo hahahahah.

      Au Revoir

      Excluir
    3. Entendi, vi seu relato lá no BBB. Tomara que de tudo certo e que sua família se adapte por lá, com certeza será uma experiência única!

      Sobre os franceses, como eu disse, foi uma impressão bem superficial, passei pouco tempo lá então não tem como saber ao certo como é. Uma coisa é fato, essa história que francês não toma banho tem um fundo de verdade! rsrs!

      Boa sorte!

      Corey

      Excluir
  6. Corey !

    Sua idéia é ótima e longe de mim querer te desestimular.

    Contudo, até mesmo pelo trabalho todo envolvido, você não consideraria se mudar para o Sul do país, ao invés de ir para fora? Ir para alguma cidade média do Sul, com maior IDH, em que as condições de vida e educação do povo são melhores do que a média do país.

    Claro, continuará sendo Brasil, mas, em termos de custo-benefício, você pode ter um ganho na qualidade de vida sem ter que virar toda uma vida ao avesso.

    Abraços, Renato C

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O processo de degradação do Sul pode até estar demorando um pouco mais, mas tende a vir assim como aconteceu no sudeste não se engane!

      Excluir
    2. Grande Renato!

      Não é desestímulo não, muito pelo contrário, toda opinião é válida! Tenho amigos que fizeram esse caminho, largaram SP e se mandaram pra SC e RS, a opinião deles é contraditória, um não volta pra SP nem pra visitar parentes, outro não se acostumou e pensa em voltar... Acho que a maioria das pessoas que não se acostuma num lugar diferente é devido ao fato de tentar mudar os outros ao invés de se adaptar aos costumes do local...

      Muita gente fala de SC, que as pessoas são educadas (e bonitas!!!), preciso conhecer pra ter uma ideia... mas isso não deixa de ser um bom plano B.

      Abração!

      Corey

      Excluir
    3. Com certeza o Sul tende a desandar como o sudeste, mas acredito que vai demorar bastante por ter menos gente, menos migrantes e maior concentração agrícola que o eixo SP-RJ.

      Excluir
    4. Sou de SC, e pode ser que aqui no sul esteja um pouco melhor em relação à outras partes do Brasil, mas não se enganem, devido à emigração de muitas pessoas despreparadas(não são todas) vindas do norte,nordeste,haitianos entre outros, ouve perda de cultura da população e as coisas não são mais como à 5 anos atrás...

      Excluir
  7. Por ter uma colonização alemã e italiana, o sul é mais ligado a família e a educação mais rígida, mas problemas como segurança, saúde, infra-estrutura são os mesmos do restante do país.
    Por terem uma dependência menor dos programas sociais do governo, eles são menos petistas tb, mas isso aos poucos vai mudando, só questão de tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, não deixa de ser melhor que SP... Mas pelo que andei lendo no blog do Pobreta, esse negócio do sul estar cheio de descendentes de alemães só acontece na zona rural. Não posso afirmar nada pq o máximo que conheço do sul é Curitiba, e de passagem...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. O Rio Grande do Sul é governado pelo Tarso Genro d PT.

      Excluir
    3. No Rio Grande do Sul, infelizmente, sempre houve muitos PTistas, não sei se ainda continuam assim, após tantas babáries. Mas sempre há malucos desinformados por aí...

      Excluir
  8. Suécia,Noruega ou Finlândia Corey! Não vai se arrepender e nunca mais vai querer voltar pra Banânia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, o problema é ficar legalmente nesses países...

      Excluir
  9. Olá Corey,

    Deixe me te perguntar, por curiosidade mesmo, porque você comenta que se fosse + jovem você arrumaria um emprego num cruzeiro?! hehe

    Você ja fez algum cruzeiro ou ouviu falar de pessoas que trabalham em cruzeiros que gostam muito? Como seria isso?

    Pq eu estou atualmente com meus 25 anos e trabalho como empregado mas acredito q eu poderia abrir um negócio pois acredito que sou considerado uma pessoa carismática e conseguiria lidar bem com os clientes. E me parece ser uma qualidade que possa ser util num cruzeiro, visto que o objetivo é proporcionar momentos de alegria aos turistas - viajantes.

    Se puder das mais informações, fico grato

    Abraços
    André

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André!

      Já fiz cruzeiros e conheço uma pessoa que trabalhou, desistiu do navio, não aguentou e voltou! Navio não paga bem e trabalha-se muito, mas o que vc ganha é líquido afinal vc não tem gasto como moradia nem alimentação. O grande barato tá na experiência, navios possuem tripulação multiétnica, vc convive com pessoas de todos os lugares do mundo, aprende novos idiomas, enfim... uma experiência de vida sem igual!

      Se fosse pra escolher hoje (com a cabeça que tenho hoje e sendo solteiro) entre abrir um negócio, ganhar R$10k por mês ou trabalhar num navio ganhando USD1,5k, não pensaria duas vezes antes de embarcar!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Corey, to fazendo um lobby aqui pedindo que vc não saia do ranking do Pobretão. Vc é mto querido lá por muitos. Abs

    ResponderExcluir
  11. Corey,

    Não conheço o Canadá e nem os EUA, mas um colega meu que já foi para os dois países me disse que o Canadá é 1000x melhor que os EUA. Se nós já admiramos a América pelo o que ela é, imagine agora uma América 1000x melhor.

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IL!

      É justamente isso que tb escuto, que o Canadá é muito melhor que os EUA, acho difícil, mas tenho que conhecer pra saber...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  12. Essa é a melhor opção para conseguir visto nos EUA? Não há outra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou Th.

      A opção que você citou, a de fazer universidade etc.

      Excluir
    2. Essa seria a opção mais racional pra não ficar fora de status, mas talvez existam outras, tenho que consultar um advogado especializado.

      Excluir
  13. Não existe um visto para moradia nos EUA? Como esses artistas, políticos, jogadores de futebol fazem ao morar nos apartamentos que compram em Miami?

    Pelo que eu já ouvi falar, no caso de se comprar um imóvel nos EUA, é possível adquirir um visto de residência, que apesar de não dar direito a trabalho, te permite ficar no país.

    Assim, entendo que bastaria uma renda passiva, através de investimentos, de uns 5 mil dólares, para viver muito bem lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe visto de moradia pra artista, cientistas e profissionais que se destacam muito nas suas áreas de atuação, mas para pessoas "normais" não serve, só por visto de trabalho (complicadíssimo) ou tendo o green card.

      Essa história de comprar imóvel e poder morar lá é MENTIRA! Aconteceu de alguns corretores picaretas "venderem" essa ideia, mas isso não existe. Se fosse assim era moleza, lá tem apartamento de 30k, qq um compraria...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Corey sem querer ser indiscreto mas já sendo...de qual país são seus descendentes? Pode me passar o contato dessas empresas? Como fez para localizá-las? (GOOGLE?). Meu avô era português então acho que conseguiria facilmente um visto para a Europa, tenho até alguns documentos dele mas uma empresa de lá certamente ajudaria, principalmente com a parte de cartório. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Portugueses e espanhóis são difíceis pq vc tem que fazer a cidadania dos seus antepassados, mas no seu caso acho que não é tanto pq vc teria que fazer primeiro do seu pai, depois a sua... Dá um googleada que vc acha diversas empresas que cuidam disso, configura o google pra pesquisar em portugal. Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Cara, dependendo da sua formação pode ser relativamente fácil de mudar. Sou de TI e praticamente todos os países ricos tem programas facilitados pra quem é qualificado. Meu foco é Europa por conta do estilo de vida e da rigidez com que os governos tratam as questões trabalhistas. Outra coisa, não adianta vc ganhar bem e pagar uma fortuna de imposto de renda. Quem acha que o imposto do Brasil é alto está completamente enganado. Outro detalhe que eu considero fundamental é se o país tem um acordo de não bitributação com o Brasil. Isso significa que uma vez declarado no exterior, você pode mandar o dinheiro prá cá sem a mordida do leão. Pra quem investe aqui deve ser uma mão na roda. Infelizmente não conheço nenhum especialista no assunto, mas com certeza tem alguém aproveitando esta característica da declaração de renda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fábio!

      Minha profissão tb está entre as mais requisitadas, porém no meu caso a validação de diploma é praticamente impossível sendo necessário refazer o curso. Embora eu goste do estilo de vida minimalista europeu, prefiro a América do norte por me identificar mais com o estilo de trabalho deles, além disso tenho mais facilidade com o inglês.

      O imposto de renda lá fora tb é altíssimo, por outro lado vc tem retorno coisa que aqui não existe. O padrão de serviços públicos que temos aqui é proporcional a um IR de sei lá, 2, 3%? Jamais 22%!!!

      Sobre a bi-tributação, não me preocupo muito com isso pq uma vez estabilizado fora, pretendo me desfazer de tudo aqui e parar de pagar imposto pra esse governo corrupto.

      Abração!

      Corey

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  16. Corey, achei isso aqui, o que acha? Talvez sua profissão esteja aí. A minha está!

    http://www.immi.gov.au/skilled/general-skilled-migration/skilled-occupation-list.htm

    ResponderExcluir
  17. Olá corey e pessoal. Gostaria da ajuda de todos vocês. Minha namorada e eu somos apaixonados pelo EUA e queremos morar lá, mas também gostamos muito de toda a europa inclusive a Italia. Bem, gostaria de saber se essas coisas ou " ajuda " se é que pode ser tratada assim poderá a nos dar uma força para ir ao exterior.
    A prima de minha namorada tem casa nos EUA e é casada com um Empresario dono de uma grande empresa e eles sempre viajam para os EUA e eles tem varias lojas por todo o EUA. O tio dela de consideração e padrinho dela é um grande historiador daqui do Brasil e viaja por todo o mundo, inclusive ja morou nos EUA. Outro tio dela é Policial Federal e trabalha na Aufandega daqui do Brasil. Os avos dela são Portugueses e se não me engano a familia dela de parte de mãe é descendente de Italianos. Será que com tudo isso temos mas chance de entrar nos EUA ou na Europa? Abraços a todos e que todas as nossas metas sejam realizadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc tem chances de conseguir cidadania européia com toda a certeza é mais fácil ir para a Europa, mas aí cabe a você ponderar o que será melhor. De tudo isso q vc disse sobre os EUA a única coisa que poderia ajudar é se esse empresário te desse uma autorização de trabalho, se vc conseguir isso, esse é o caminho mais rápido pq a cidadania europeia é demorada, burocrática e ainda tem o fato de vc ter que se casar com ela pra ter direito.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  18. cara, eu amei teu blog e adorei este post. Estou passando por isto de querer sair deste país das bananas por causa da "Cubanização" maldita deste lugar, sempre tive o desejo de viver mais decentemente em outro lugar e acho que a hora é agora.

    ResponderExcluir
  19. Engracado ver como muitos brasileiros ja sem esperancas nessa republica das bananas -quase-venezuela esta desistindo da vida por aqui. Irei deixar meu depoimento senhores. Sou funcionario publico em sp, do estado, ganho mal (aprox. 3500 liquido), sem esperanca de melhoras na carreira, sem vislumbrar um futuro melhor. Me formei em T.I. fiz fatec, boa faculdade até, mas a área de T.I no Brasil esta uma zona. Os salarios estao baixos, muita gente e os empregadores....po, pra te pagarem 2500 reais os caras querem que vc fale 5 linguas, tenha pos -doutorado etc!! Vale a pena ? claro que nao. Vivemos um processo de venezualizacao do Brasil que a me ver, nao ha mais jeito. Só uma guerra civil, com muita morte e sequestro de politicos e seus parentes, pra dar um susto neles e mudar o rumo da Nau. mas o brasileiro é bunda mole. Cade os protestos de 2013 ? Era so oba oba. bagunça. Eu fui. de 1000 pessoas, meia duzia tinha coerencia para estar la.
    Senhores o Brasil já era, quem puder ir embora, que vá !!!
    Eu estou com 36 anos, tenho nivel superior na area de T.I, falo ingles bem ( estou estuando pro Toefl), solteiro, e a plena convicçao que os anos vindouros para o Brasil serao negros. A economia estagnada , violencia aumentando, impostos extratosfericos.....
    Essa semana pus isso na cabeca, Irei embora ! como o pais mais facil teoricamente para imigrar é o CAnada, irei focar rumo às terras geladas...Nem que eu tenha que casar, que pagar, mas nao me identifico em nada com esse pais chamado Brasil, aqui nao é meu lugar, nunca me identifiquei com esse jeitinho brasileiro NOJENTO de levar a vida, enfim, desculpem o desabafo senhores...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anonimo!
      Concordo com seu desabafo também não acredito neste Pais, estou terminado minha faculdade e vou embora...

      Excluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. I've been following this forum for some time now and have decided that I would like to apply to immigrate to Canada. What is the best way to start?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lots of workers come to Canada every year and there are tens of thousands of companies that hire international workers in Canada. To find work look for jobs on sites like workopolis.com, jobsaloon.com, kijiji.com, www.jobbank.gc.ca.

      Excluir
  23. I've been following this forum for some time now and have decided that I would like to apply to immigrate to Canada. What is the best way to start?

    ResponderExcluir
  24. Lots of workers come to Canada every year and there are tens of thousands of companies that hire international workers in Canada. To find work look for jobs on sites like workopolis.com, jobsaloon.com, kijiji.com, www.jobbank.gc.ca.

    ResponderExcluir
  25. Olá amigos, tenho cidadania europeia e vontade de morar na França.Seria uma boa opção?
    Estou de saco cheio com o Brasil, este país ñ tem jeito. Tem q mudar as pessoas e ñ o lugar e isso é mt difícil.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.