terça-feira, 11 de março de 2014

Empreendedorismo - Demitindo Funcionários

Primeiramente desculpem-me por ter tirado o outro texto da série Descomplicando, infelizmente houve muita gente que não entendeu o propósito do texto ou veio só encher o saco, então decidir tira-lo. 

Minha loja possui características diferentes da média, uma delas é o fato de ter baixíssima rotatividade de funcionários, a exceção fica para os cargos de auxiliares que são preenchidos por jovens que das duas uma: ou não querem saber de trabalho (95%) ou são pessoas dedicadas que rapidamente conseguem promoção ou outra oportunidade de emprego (5%). Recentemente essa característica foi afetada, tive que demitir dois funcionários e vou contar aqui como foi que isso aconteceu.

Quem acompanha o blog sabe que faz aproximadamente 1 ano que administro minha loja de maneira remota, fazendo visitas periódicas (1 vez por semana aproximadamente). Em dezembro fui para os Estados Unidos e me ausentei por mais de 30 dias. A estrutura que implementei permite-me ficar ausente vários dias, tenho acesso a imagens das câmeras de segurança e também ao software de gestão até pelo smartphone. Esse fato acaba inibindo atitudes, digamos, desonestas dos funcionários. Durante minha viagem, claro, descuidei um pouco, passei dias sem acessar as câmeras, sem responder as solicitações feitas pelos funcionários através do nosso chat, eles perceberam que eu estava relaxado. Como diz o ditado, quando o gato sai, os ratos fazem a festa, pois bem, foi isso que aconteceu. Um dos funcionários bolou uma maneira "infalível" de desviar uma grana do caixa, porém ele não fazia ideia que eu poderia descobrir facilmente (por isso que digo, investir num bom software com ferramentas variadas é importantíssimo). Quando retornei de viagem, puxei vários relatórios e desconfiei de algumas movimentações, um dos funcionários pediu pra conversar comigo e dedurou o esquema do colega e ainda "deu a letra" de outra coisa que estava acontecendo. Minha gerente estava dando uma de laranja podre, enchendo a cabeça de outros funcionários, falando besteiras a meu respeito, etc.

Armei uma armadilha para o gatuno que caiu direitinho, dessa maneira arrumei provas contra ele. Foi demitido por justa causa. A gerente foi pior, investiguei mais um pouco e descobri que era verdade, ela estava querendo ser despedida por ter arrumado outro emprego... Infelizmente ela conseguiu o que queria, não havia maneira de provar nada contra ela e tive que demiti-la antes que contaminasse outros funcionários.Isso me custou alguns milhares de reais.

Ter funcionários no Brasil é dificílimo, não vou nem falar pelo custo e sim pela dificuldade de provar coisas erradas que fazem e pela corda sempre arrebentar pelo lado do empresário. Claro que tem muito lojista FDP que merece se ferrar, mas existem muitos que tratam funcionários com respeito, segue a legislação trabalhista a risca e, como é meu caso, até paga além do que devia, sem contar com o excelente ambiente de trabalho. Agora estou desconfiado de outros funcionários e com receio de contratar pessoas que não conheço. A gente deposita confiança numa pessoa e do dia pra noite ela caga em cima da nossa cabeça. Não duvido nada que esse cidadão que se queimou por causa de 500 reais me processe e também não duvido que a porra da (in)justiça trabalhista ainda me condene a pagar alguma coisa pra esse cara... Acredito que a gerente não fará isso, paguei tudo certinho, tenho recibos de tudo, mas ela não contava com uma coisa: o futuro patrão (ou ex-patrão) dela conseguiu meu telefone e me ligou, rsrs! Não menti, apenas disse a verdade...

Não quero dar uma de bonzinho, não quero dizer que sou o melhor patrão do mundo, nada disso... Mas na minha loja as pessoas trabalham as horas devidas, recebem hora extra certinha (com 50% ou 100% de carga, dependendo do dia da semana), vale transporte correto, vale refeição de R$ 20 por dia (aqui na região dá pra comer bem com R$15 e os concorrentes nem pagam VR), todos possuem participação nos lucros mensal (não existe isso na concorrência), alguns ganham dupla função mesmo sem exercer (o faço porque o cara merece), todos conseguem folgar de fim de semana e feriados periodicamente (impensável na concorrência), não acumulo férias, liberei o uniforme devido ao calor, todos receberam 13º sem desconto de INSS (eu banquei), fiz uma puta festa de fim de ano com direito a DJ (só não permiti que tocasse funk, rsrs), todos receberam chocotone Cacau Show no Natal, todos receberam ovos de chocolate para os filhos na páscoa... E mesmo assim tem filhos da puta querendo me foder! Começo a achar que essas regalias serão abolidas em 2014, até porque esse provavelmente será o meu último ano na loja. Já cancelei as folgas na copa, vai todo mundo trabalhar!

66 comentários:

  1. já tive loja e sei com é lidar com eles, por isso voltei a ser empregado, mas eu não sou assim como funcionário não...Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manoel!

      Normalmente quem já esteve do lado de empresário é um funcionário diferenciado por conseguir enxergar o que a maioria não vê, já tive um funcionário assim, era excelente e compreensivo, acabou saindo pq decidiu empreender novamente.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. "já tive loja e sei com é lidar com eles, por isso voltei a ser empregado,"

      Olha isso..

      Excluir
    3. Pra vc ver que não sou o único Pobreta!

      Excluir
  2. Sendo bom ou sendo ruim o funcionário sempre vai querer te ferrar, basta ter uma oportunidade. Uma das coisas que faz com que eu NUNCA queira empreender é lidar com pessoas. É a coisa mais difícil do mundo.
    Nos dias de hoje com o baixo desemprego os caras ficam muito folgados pq saem de um emprego e já conseguem outro, ou ainda ficam mamando um tempo no seguro desemprego.
    Sei que tem muito patrão fdp mas funcionário não dá valor a um bom patrão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo!

      O brasileiro sempre tenta levar vantagem em tudo, parece cachorro perto de comida que sempre dá um jeito de comer... Realmente o baixo desemprego provoca isso, lembro que qd entrei pro mercado de trabalho o nível de desemprego era altíssimo, só de pensar em ficar desempregado a pessoa já morria de medo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  3. A sua loja vende o quê? Sobre os funcionários, realmente, arrumar uma pessoa que seja honesta e trabalhadora é como encontrar uma agulha no palheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IL!

      Prefiro não dizer o ramo por questão de privacidade. Nesse aspecto sou otimista, confio nas pessoas, mas sempre quebro a cara.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. Olá Corey,

    E depois o pessoal não sabe pq só tem ladrão em Brasília.
    A maioria dos que tive que demitir, foi pelo mesmo motivo.
    Definitivamente não dá para levar esse país a sério.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala BBB!

      Pois é, a maioria que tenho q demitir ou é por desonestidade ou por preguiça, ou seja, a maioria não quer saber de fazer a coisa certa. Não dá, esse país já era!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Grande Corey,

    Sei que isso nos deixa puto, mas acredito que punir a todos não é uma boa coisa.
    Sempre vai ter aquele que só porque estamos quietos acham que podem nos foder, mas acredito que você deva continuar do jeito que está, mas ser mais duro com o pessoal que entrar, e ir amaciando de acordo com a confiança que eles vão lhe dando.

    Este é o único pé atrás que eu fico quando penso em ser empresário. Empregado quando é bom, é uma beleza, mas quando você pega uma leva ruim.... Deus do céu.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Estagiário!

      Implementei uma política mais agressiva por lá, cortei uns mimos e estou mais duro, mas vou afrouxar com o tempo, é legal pra galera sentir um tranco...

      Sem a menor dúvida lidar com funcionário é a pior parte de ser empresário, em segundo lugar vem lidar com o governo!

      Amanhã responderei o email, ok?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Corey,

    Se todo post que contiver comentários negativos você for deletar, então fica difícel meu amigo você sustentar um blog.
    Esquece isto, não crie uma ditadura, apenas modere os excessos.
    Vermes existem aos montes por aí, por favor retorne com o conteúdo retirado, pois ele é bom para a platéia certa.
    Mudando de assunto, o que vejo é muitos reclamando de chefes ou de empresas. Muitos ajam de má fé, tentam tirar benefício próprio, não trabalham 100% empenhados e ainda reclamam quando a empresa decide descontar a segunda-feira de carnaval !
    Realmente ser empresário é duríssimo, com tantas obrigações e ainda ter que confiar que os funcionários farão o que precisa ser feito e não te foderão em algum momento.
    Mas foi a vida que escolheste, certo ?
    Não acho que você deva mudar a política de benefícios,leve ela até o fim, como um princípio teu, de tua administração, de tua forma de tocar a loja.
    Sobre a gerente, esta é uma anta mesmo ! Ainda hoje tem gente que não pensa que as pessoas pedem referências, usam o Twitter, Catho, LinkedIn, Facebook, Telefonema,etc para pesquisar e saber da sua vida pregressa ?
    Eu acho que você agiu corretamente. Não escondeu nada e contou o que aconteceu. Quem gerou o fato envergonhoso foi ela, então ela que arque com as consequências desta postúra anti-ética. Se eu fosse o novo contrante e ficasse sabendo de uma estória dessa, discretamente eliminaria ela no processo seletivo.
    Uma pessoa que tem um comportamento assim não vai mudá-lo quando for para outro lugar, simplesmente porquê isto é questão de caráter, ou você tem ou não tem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quer me contratar não Corey ,com um bom salario desses e ticket refeição ,lustro ate seus sapatos....

      Excluir
    2. Olá Pôney!

      Esse blog não é democrático, pelo menos não o tipo de democracia porca que estamos acostumado no Brasil, portanto manterei sempre limpo como uma cidade européia. Quero distância dos vermes...

      Poucos se emprenham 70%, a maioria se empenha uns 40% e olhe lá, Infelizmente as pessoas não buscam conhecimento, não se importam em aprender nada. Temos TV a cabo na sala de descanso, tem uma paulada de canais interessantes. Adivinha qual é o preferido? Globo, claro!

      Os benefícios continuam, o que cortei são alguns mimos e estou mais duro, mas vou afrouxar com quem merece. Quem é bom funcionário sabe que o que estou fazendo é mais pra assustar.

      Sobre a ex-gerente, o cara contratou, mas num cargo bem inferior que o pretendido, por fim acho que ela trocou 6 por 3...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    3. "e ainda reclamam quando a empresa decide descontar a segunda-feira de carnaval !"


      Reclamo mesmo. Dou meu sangue pela empresa, totalmente explorado e destruído e uma simples segunda ainda descontam?

      Depois ficam putos quando não nos esforçamos 100%.

      Não estou falando especificamente do Corey pois parece ser muito justo e oferece ótimas condições de trabalho, mas do que já vi nas empresas que trabalhei (que é bem diferente do ramo do corey pois é escritório) a exploração, assédio moral e injustiças comem solta (são empresas grandes então é outro mundo).

      Ridículo esse comentário do poney

      Excluir
    4. Pobreta, vejo muita diferença entre escritório e comércio, amigos que trabalham em escritórios sempre se queixam de coisas semelhantes que vc, bancos tb são uma fonte inesgotável de stress para os funcionários.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    5. Trabalhe com TI e você verá o que é excesso de stress e não valorização do profissional.

      Na minha opinião, a área de TI deveria ser regulamentada, assim como os advogados.

      Uta!

      Excluir
    6. Cara, o máximo que sei de TI é trocar o cartucho da impressora, rsrs! Realmente, tem ramos que são muito estressantes, todos reclamam...

      Excluir
  7. Nossa, quanto benefício hein? Mando CV pra onde? rsrsrs
    Brincadeiras a parte, parabéns pela administração da loja, é difícil achar patrões tão empenhados em agradar os colaboradores dessa forma. Como foi dito em algum comentário acima, tente não penalizar os honestos pelos erros dos sacanas.
    PPF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá PPF!

      Pode mandar o CV, tô aceitando, rsrs! Infelizmente os bons sempre pagam pelos ruins, mas tento diferenciar quem merece de alguma forma.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. Boa história! Mais uma pra formar minha opinião contra a justiça trabalhista.

    Drink coke!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justiça trabalhista o kct, é INJUSTIÇA!!! O funcionário coitadinho oprimido que sofre bulling ao ser "obrigado" a trabalhar um absurdo de 8 horas por dia pode tudo, o patrão, burguês, capitalista selvagem, comedor de criancinhas é um monstro!

      Excluir
    2. A balança da justiça sempre pende para o lado do trabalhador.

      Ainda existe esse conceito arcaico e ridículo de que patrão é o burguês explorador que trata os funcionários pobrezinhos como escravo enquanto passa o dia nadando numa banheira cheia de dólares e fumando charuto cubano.

      A maioria das pessoas realmente acha que patrões não trabalham e que possuem vida mansa, que só o empregado é que trabalha.

      E pra ajudar, os sindicatos patronais não fazem nada para defender os interesses dos patrões, querem apenas receber as "contribuições".

      Excluir
    3. Se o patrão nada numa banheira de dólares é porque em algum período da vida ele ralou bastante e hoje pode se dar a esse luxo, mas poucos percebem isso...

      Excluir
    4. É isso que acontece mesmo Corey. Tem muito funcionário olho gordo que ganha um valor X por um serviço e passa a achar que merece ganhar XY só porque começa a ver que o lucro do patrão é grande. Pow isso não é venda ou banco pro cara querer ganhar comissão ou algo a mais.
      Como vc disse: "houve um período da vida que o patrão ralou bastante para se dar ao luxo de ganhar muito bem"

      Excluir
  9. O que me deixa indignado é que as pessoas sempre acham que vão se dar bem pelo caminho mais fácil, e sempre fazem a conta apenas olhando curto prazo.
    Acho que 80% dos meus amigos de infância tem empregos que exigem baixo nível de instrução, a vida deles é se manter empregado até atingir o período que garante alguns meses de seguro desemprego, com esse tempo atingido eles começam a fazer merda para ter a demissão e levar a multa de 40% do FGTS, com essa 'bolada' na mão ficam em casa 6 meses coçando o saco e torrando a 'bolada' que receberam.
    Na linha do indignado, o que me deixa ainda mais indignado é quando eu tento explicar que o resultado desse ciclo deles é péssimo, argumento, faço contas, gasto uma puta energia para tentar salvar o camarada, o cara simplesmente me responde assim: "Você trabalha bastante, se fudeu estudando e conseguiu conquistar suas coisinhas, mas pode esperar quando eu meter uma empresa no pau do jeito certo vou colocar você no chinelo, o tio do fulano trabalhou 4 anos na metalúrgica x..." Ai o cara dá o exemplo do mal de um fdp que se deu bem fazendo isso (se deu bem entre aspas, deve ter tirado uns 50k e acha que é o dono da periferia) e eu desisto de argumentar.
    Parabéns por fazer o certo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Surfista!

      Conheço pessoas assim, inclusive na família. Pior que essas pessoas costumam ser invejosas das conquistas fruto de trabalho das outras pessoas. Infelizmente o nivelamento intelectual e profissional está sendo feito por baixo, a tendência é piorar...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. E ainda acredito que muitos da Blogosfera omitem sua verdadeira identidade mais por causa dos seus próprios familiares olho gordo.

      Excluir
  10. Eu me dei bem mal com uma funcionária a 2 anos atras! foi muito foda, de certa forma tive um pouco de culpa, pois a mulher era uma funcionária muito ruim, sempre vinha com desculpinhas esfarrapadas para chegar atrasada e faltar, como ela não tinha carteira assinada(opção dela) eu até aceitei muitas vezes esse descompromisso dela. Passou-se alguns meses e essa funcionária me aparece grávida! Ae fudeu, Tive que assinar a carteira de uma funcionária péssima que eu queria mandar embora. Logo no 1º mês de gravides ela arrumou um atestado de 30 dias, devido a uma complicação na gestação. Após esses 30 dias de atestado ela voltou a trabalhar, mas se era lenta, desinteressada antes, agora era muiiiito pior. Meus clientes estavam começando a perder a paciência com ela. Por sorte minha ela não queria mais trabalhar e demissão, que não foi fácil, pois quando uma mulher está grávida não pode pedir demissão sabiam? Pois nesse estado físico consideram que ela não tem capacidade de discernir sobre isso. Mas acabamos dando um jeitinho e ela conseguiu se demitir. Depois de muita dor de cabeça com essa funcionária tive que pagar uma grana monstruosa pra ela, hoje eu não quero funcionários para substitui-la hoje que faz a função sou eu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sovina!

      Excelente exemplo de como a justiça trabalhista é um lixo. Por essas e outras que só pego funcionária mulher que passou da menopausa, de maneira alguma contrato garotinha. Sei que isso é errado, é discriminação, mas é a única maneira que achei pra me blindar das grávidas. Já tive problema bem semelhante ao seu e nunca mais quero passar por isso!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. O certo é registrar em carteira no ato e fazer um contrato de experiência de 45 dias prorrogável por mais 45. Acabou o contrato e não trabalho direito, é rescisão.

      A informalidade atualmente só prejudica o empregador, já que o empregado informal certamente vai entrar na justiça para ter o vínculo reconhecido.

      Essa questão de não poder demitir uma mulher grávida é uma proteção dos direitos dela, senão todo mundo demitiria grávidas devido a licença maternidade. Lembrando que a CLT trabalha com o conceito in dubia pro-operario, ou seja, no impasse favorece-se o trabalhador em detrimento do empregador.

      O problema é que muitas se aproveitam dessa condição para fugir do trabalho, arrumando atestados sem a devida necessidade. E não adianta ela pedir demissão pois ela pode entrar na justiça do trabalho alegando que foi coagida, etc. e arrancar uma grana em indenização. Gravidez não tem jeito mesmo, não adianta querer demitir pois você terá dor de cabeça na justiça depois.

      Hoje em dia todo funcionário sai falando em "por no pau". Portanto, o melhor a fazer são contratos de experiência curtos e sempre registrados em carteira.

      Excluir
    3. Olá Casado!

      Esqueci de comentar essa parte da informalidade. Na minha loja o cara não faz nem teste sem registro, mando levar os documentos pra contabilidade e aí sim faço teste. pago caro pro contador, ele tem que trabalhar um pouquinho...

      Não sei direito como é, mas me parece que nos EUA esse lance de grávida é bem diferente, parece que não há essa estabilidade. Gravidez é opção, se a mulher opta por engravidar deve se desligar da empresa e acabou! Se acontecer "acidente", dane-se, problema é dela!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Corretíssimo não contratar mulher não-idosa pois além de ineficientes o risco é altíssimo de gravidez e acusação de assédio sexual. Sem falar que sofrem mais de doenças e atestados.

      Excluir
    5. Um amigo teve um sério problema com uma acusação de assédio sexual. Por fim qd o juiz viu a esposa dele percebeu na hora que aquilo não fazia o menor sentido (a ex funcionária era impegável).

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Primeira vez que venho ao blog e achei o post excelente.

    Sou sócio de um escritório e realmente é muito difícil contratar funcionários, todos começam bonzinhos e aceitando tudo pois precisam do emprego. Mas passa-se uns meses, começam a reclamar e procurar sindicatos, chegar atrasado, etc.

    Além do problema da carga tributária que é altíssima para os empregadores, existe o problema de que o caráter pessoas mudam muito conforme a situação na vida. O povo latino em geral é difícil de lidar porque somos muito emotivos e pouco racionais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Casado:

      Ser empreendedor no Brasil é uma luta diária, não é fácil. Enfrentamos problemas que não existem em outras partes do mundo. Como disse um brasileiro que conheci no Texas: se um brasileiro consegue ser bem sucedido no Brasil, será muito mais fácil em qq outro lugar do mundo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Sou empresário e por enquanto prefiro pagar pela diária pra alguém vir me ajudar no serviço do que ter um funcionário.

      Excluir
  12. Fiquei triste pela história Corey, foda.

    Eu tendo a ter uma visão diferente da sua por ser empregado e trabalhar em escritório as coisas são mais diferentes, o patrão detem mais força e poder e conta com equipes jurídicas e network pra ferrar o funcionário.

    Mas você me impressionou pela preocupação com a equipe. Claro que visa diminuir o turn-over mas é louvável.

    Não puna os bons pelos ruins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobreta:

      Com certeza sua realidade é bem diferente da minha, escritórios costumam ser quase um regime de castas e sempre vai ter um fdp querendo levar vantagem.

      Não faço esses benefícios só pra diminuir turn over não, faço pq acho justo e gosto de ver gente trabalhando contente.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Corey, achei esse seu post muito pertinente com uma situação que vivo atualmente na minha empresa.
    Tinhamos 3 recepcionistas e 2 delas sairam por conta própria. Ficamos com uma que é a que mais traz problemas relacionados a administração do negócio, como números que não batem, procedimentos não seguidos. Porém, ela já está a um tempo conosco e é uma funcionária bem leal.
    Nós somos 3 sócios e estávamos discutindo a permanência dela ou não e gostaria de saber sua opinião. Vale a pena manter uma funcionária leal em detrimento da baixa capacidade/produtividade? O que vc acha?
    Obrigado e parabéns pelo blog que é um dos únicos que saem da mesmice dos assuntos e não são politicamente corretos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo!

      Cara, se ela é tão boa funcionária e leal pq causa problemas inclusive financeiros? isso tá meio contraditório, não? Se realmente vale a pena mante-la por que não trocar de função? De repente numa função diferente ela renda melhor. Já aconteceu algo semelhante comigo, um garoto que eu gostava muito, mas era atrapalhado demais, por fim não deu certo, mas foi uma pena perde-lo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Ela é atrapalhada. Preenche a papelada com uma letra dificil de ler. Esquece coisas. Tem que ser sempre verificada as coisas que ela faz. Não tem outra função que ela possa fazer dentro da empresa. Estamos dando mais 1 mes de chance pra ela se acostumar com a papelada e ver no que vai dar.
      De qq forma obrigado pelo feedback.

      Excluir
    3. Complicado manter uma pessoa assim, se não faz o serviço de acordo então não adianta, né? Por outro lado quem garante que vcs vão arrumar uma pessoa melhor? Tenho grandes dificuldades com funcionários para caixa, a rapaziada não sabe fazer conta, muitos parecem que nem conhecem dinheiro!

      Excluir
  14. No meu trabalho ocorre o oposto, o chefe e quem rouba a empresa.e nao faço a menor ideia de como denuncia-lo sem me foder no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dudu!

      Não tem como vc chamar alguém de canto pra conversar isso? Não esqueça que se amanhã a casa cair podem te levar junto como cúmplice ou ao menos por encobertar o ladrão. Cuidado!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Corey, eu tambem procuro tratar meus funcionários como você, pois tambem já fui um e sei como não é facil ser um funcionario dedicado e não ser reconhecido.
    Não fico em cima fiscalizando e nem cobrando, para mim fazendo o que tem de ser feito e estando bem feito o serviço do dia, mesmo que ele termine em 3 horas de serviço o resto do dia ficam praticamente de folga, vendo tv, tomando café... e até saem mais cedo.
    Pago o dobro da média do salário que os meus concorrente pagam, ganham almoço na empresa e não desconto nada.
    Nos primeiros dois a três meses é uma maravilha, mas depois começam a confundir liberdade e amizade, as coisas desandam, ficam folgados, desleixados.
    To ficando puto da vida com isso, to pensando e pagar pouco como a maioria faz e tratar feito cachorro, quem sabe passem a dar valor as coisas.
    As vezes tenho vontade de desistir de ser empresario e voltar a ser empregado, menor rendimento mas muito menos dor de cabeça e alguem sempre querendo por no meu rabo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Percebo isso tb, toda vassoura nova varre bem, depois de um tempo começa deixar a sujeira passar. Infelizmente vivo esse dilema, não acho justo nevelar por baixo mas é isso que está acontecendo nesse país, né? Por esses e outro motivos que eu digo que estou nessa de empresa só pela grana, não tenho prazer algum nisso!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  16. parabens pelo blog corey.
    estou juntando grana pra montar um negocio e conseguir uma remuneração melhor. Vc tem contribuido muito com sua experiencia, por favor continue postando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitor!

      Obrigado pelo feed-back, é disso que os blogueiros precisam, abraço!

      Corey

      Excluir
  17. Meu pai já ganhou uma ação na justiça trabalhista e a juíza ainda deu esporro no advogado oportunista do espertinho que queria levar grana do meu pai.
    Casos excepcionais....felizmente...ou será infelizmente por ser minoria...??
    Abraços e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, penso assim: tem muito patrão fdp que merece perder uma grana, mas no geral não é isso que acontece. A justiça de ser... justa!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  18. Foda é ver isso: o empresário tem boa vontade, tenta oferecer um bom ambiente aos funcionários, mas a nossa legislação trabalhista é horrível e o peso do Estado é um fardo pro empreendedor, o que força ele a ser mais duro com os funcionários e tirar as regalias pois não compensa agradar se o prejuízo com um funcionário ruim/mal intencionado/ladrão é gigantesco.
    Isso acaba prejudicando ainda mais a relação empregador/empregado e colocando os trabalhadores em uma zona de conforto eterna, pois sempre são superprotegidos pelo Estado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nerd!

      A legislação brasileira é horrível e o brasileiro é sem vergonha, aí junta a fome com a vontade de comer! Tá tudo errado nesse país, poucos percebem isso realmente pq estão imersos na banheira de merda.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  19. Brasileiro não gosta de trabalho, se sente com muitos direitos e poucos deveres e a justiça trabalhista é paternalista o que arrebenta as micro empresas, que deveriam ser a base, o alicerce do país. Lamentável mas nosso povo não ajuda e só quer moleza, reclamar e ser espertao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guardião!

      É verdade, brasileiro no geral não gosta de trabalhar e aqueles que gostam o fazem demais, ou é 8 ou ou 80!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  20. Hey Corey,
    já reparou que...
    ...quando você trata bem os funcionários eles cagam na sua cabeça, mas quando quando você caga na cabeça deles eles vem te puxar o saco depois?!
    Claro que alguns vão querer te ferrar, mas isso todos já fazem mesmo...
    1 abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cansei!

      É bem por aí, as vezes qd se dá uma dura as coisas melhoram muito.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Corey passa lá no meu blog e dê essa força.
      Abraços
      http://simpleseprospero.blogspot.com.br/

      Excluir
  21. POBRETÃO DITADOR CENSURA QUALQUER VERDADE NO SEU BLOG!!!

    Ao invés de aceitar e responder críticas construtivas prefere agir como uma criança birrenta e mimada e começa a te xingar de apelidinhos toscos. Esse marmanjo babaca tem quase 30 anos,um salário de 6k por mês e não presta nem pra pagar uma conta de água pros pais,só suga os coitados.

    É um baita de um canalha!

    ResponderExcluir
  22. Sempre fui leitor do blog do pobretão de vida ruim e a partir de hoje parei com esse blog,vou explicar porquê:

    Em uma postagem com críticas construtivas de um anônimo "arquiteto engenheiro",o cara expôs bem o ódio que o pobreta sente com quem ganha mais que ele e comenta lá no blog. Ninguém pode ser mais bem-sucedido que ele,ninguém pode ter um salário maior de 4k por mês que automaticamente o pobreta classifica como duas coisas:

    Playboy cuzão que tem pai rico

    Funça público explorador que só mama no estado e é vagabundo que não trabalha porra nenhuma

    PORRA,ninguém tem o direito de ganhar mais que o cara! Estúpido e arrogante,se vc fala com o que trabalha e o que faz já vem falando que vc é fake,hater e o escambau...Postei por TRÊS VEZES que ele se equivoca muito nos esteriótipos que coloca em todos que estão acima dele e nos três posts ele fez questão de me censurar em todos.

    Esse pobretão de vida ruim ganha um bom dinheiro com o adsense graças aos incautos do blog (eu já fui um desses) que só clicam naquelas propagandas de merda pra ajudar o mané. Além do mais,tem quase 30 anos e ainda vive sugando os pais,sem ajudar com UM REAL SEQUER EM CASA "pra não fuder com o aporte"

    ESSE POBRETÃO É UM GRANDE MAU-CARÁTER!!!

    ▒▒▒▒▒▒▒██▒▒▒▒███▒▒▒▒██
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓█▒██▓▓▓██▒█▓▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▒▒▓█▓▓▓▓▓▓▓█▓▒▒▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▒▒▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▒▒▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓█▓▓▓▓▓▓█▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓██▓▓▓▓▓██▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒█▓█▒▒▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒███▒▒▓▒▒▓▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒▒█▒▒▒▓▒▒▓▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓███▓▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒█▓▓▓█▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓█▓▓▓█
    ▒▒██▓▓▓█▓▒▒▒██▒██▒▒▒▓█▓▓▓██
    ▒█▓▓▓▓█▓▓▒▒█▓▓█▓▓█▒▒▓▓█▓▓▓▓█
    █▓██▓▓█▓▒▒▒█▓▓▓▓▓█▒▒▒▓█▓▓██▓█
    █▓▓▓▓█▓▓▒▒▒▒█▓▓▓█▒▒▒▒▓▓█▓▓▓▓█
    ▒█▓▓▓█▓▓▒▒▒▒▒█▓█▒▒▒▒▒▓▓█▓▓▓█
    ▒▒████▓▓▒▒▒▒▒▒█▒▒▒▒▒▒▓▓████
    ▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓█▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒████▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓████

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu, na boa, se vc não gosta do Pobreta, é muito simples, mas vou te explicar: É SÓ VC NÃO IR NO BLOG DELE! Eu mesmo não frequento um monte de blogs pelos mais diversos motivos, mas não saio enchendo o saco por aí, ok?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  23. É TOTALMENTE assim, já tive váaaaaaaaaaaaarios problemas assim, CONCORRENTE é foda, periferia pior ainda... Lembre-se que CONCORRENTE é aquele que age de forma desleal e não aquele que trabalha corretamente. Eu tinha 15 mecânicos até 2010, agora eu tenho 7 e quero demitir mais 1 até o fim de 2014, pois as alíquotas nos impostos só sobem, gastos com empregados só aumentam, internet facilitando informações para todos, governo fazendo propaganda em pontos de ônibus... incitando as cotações por parte dos consumidores para tentar controlar a inflação... Um SERVIÇO de 1 mil reais, 730,00 vai para governo, empregados... E tem gente que acha que o status de "EMPRESÁRIO" é valorizado hoje em dia, se você conversar com uma pessoa culta e falar que é empresário, comerciante... ela vai rir da sua cara, dos seus cabelos perdidos, do seu estresse, das noites sem dormir, das férias TRABALHANDO...

    ResponderExcluir
  24. Patrão bom...??? Piada né...
    Faz trabalhador de escravo, não deixa ir ao banheiro, meia hora de almoço, roupa desse jeito, cabelo daquele jeito, sapato assim...cara sei lá como...tudo pra atender seus clientes FDP...e depois não faz mais que a obrigação de pagar em dia e diz ainda que isso é ser bom patrão...faz favor...não dê mais emprego a ninguém vai!!!

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.