sábado, 15 de fevereiro de 2014

Sobre Copa do Mundo, Política e Brasileiro no Exterior

Acredito que meus leitores consigam adivinhar minha posição em elação a copa do mundo: É ÓBVIO QUE SOU CONTRA!! Até porque detesto futebol, falso patriotismo e pão/circo. Acho desnecessário entrar nos pormenores dessa opinião, já que assim como eu, há muita gente por aí que critica ferrenhamente essa merda de copa-come-dinheiro-dos-impostos-do-trabalhador-brasileiro.

Sobre políticos também tenho uma opinião radical: quem tá dentro não presta, quem tá fora e quer entrar também não ou se presta vai azedar no primeiro dia e ponto final. Nesse país não existe político decente! Sempre anulei meu voto, esse ano irei justificar porque estou morando longe da escola onde voto. Peço encarecidamente que todos pensem nessa hipótese. Votar no menos ruim ou votar em alguém na tentativa de tirar outro é idiotice.

O cara do vídeo abaixo, o André, é um brasileiro que vive a quase 20 anos na Flórida, nesse vídeo ele resume muito bem minha opinião sobre copa e políticos. Vale a pena investir alguns minutos do seu tempo pra perceber como o Brasil é visto pelos próprios brasileiros lá fora...



49 comentários:

  1. É incrível como eu discordo de tudo o que esse cara diz, e ainda acho que não precisamos desse tipo de gente, se ele é só isso mesmo. O cara não mora aqui, torce contra, não faz nada para mudar, e ainda prega voto nulo. Para mim, é a posição fácil, conveniente e covarde do "crítico", o cara que se coloca acima do problema, atribui a si mesmo o monopólio da virtude, e acha que fez a sua parte.
    Eu valorizo o empreendedor, o cara que trabalha enfrentando as dificuldades, que combate efetivamente o que está errado (votando, denunciando), que não fala uma coisa e age diferente, que não se acovarda pelo tamanho da encrenca.
    Para mim, se vamos fazer uma Copa ou Olimpíada, temos que fazer o melhor evento de todos, e não torcer contra, ou achar que um fracasso atingiria apenas os "políticos", ou o "povo safado". É muito fácil se colocar de fora, apontar os problemas, e achar que com a crítica já se fez a sua parte. Esse sentimento de "eu estou acima do povo" é mais comum do que se pensa, mas sem ações efetivas para comprovar isso, e o bom combate para se mudar o que está errado, para mim é mediocridade e covardia.
    Muita gente culpa os outros, o "sistema", pelos próprios fracassos. Para mim, esse cara do video pareceu um típico exemplo disso.
    Não acho que essa seja a visão do Brasil pelos "brasileiros lá fora". É a de um brasileiro que eu, sinceramente, prefiro que fique longe mesmo :)
    Os brasileiros que admiro são os que, mesmo no inferno, trabalham, criam, enfrentam, têm sucesso, investem, ou tentam mudar a política dando a cara para bater, não apenas dando "likes" no facebook ou postando videos no youtube com discurso fácil e cheio de lugar comum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adam!

      Recomendo q vc assista a mais alguns vídeos desse cara e entenda a história dele, ele agiu racionalmente, escapou do Brasil e venceu lá fora.

      Acho que toda e qualquer crítica a essa copa é válida, essa copa não deveria existir, temos muitas prioridades!!! Se vc está atolado em dívidas, sua casa está caindo aos pedaços, suas roupas estão puídas, está passando fome, sua luz foi cortada e está doente, não me parece uma atitude sensata gastar com uma viagem, por exemplo. Primeiro se põe órdem na casa, depois gasta-se com supérfluo e não vem me falar que a copa vai trazer melhorias e crescimento ao Brasil pq sabemos que isso não vai acontecer.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Adam, muito boa a sua colocação.
      Achei também que o rapaz exagerou no uso de palavrões, e pode-se observar que a argumentação não é uma das qualidades fortes nele.
      Já morei no exterior, daqui a algumas semanas vou ficar um tempo no Japão (quer povo mais gentil, educado e organizado do que esse?), não gosto de algumas facetas do Brasil, etc, etc. Acho que todos de bom senso concordariam com as inúmeras coisas erradas que por aqui existem.
      Entretanto, evidentemente essa postura de "crítico" (e com todo respeito com argumentos assertivos, mas fracos) e acima da "massa" não colabora para absolutamente nada. Uma vez vi um Padre há muitos anos atrás numa entrevista na REDETV dizer que a missão dele era trabalhar com adolescentes problemáticos (viciados, assaltantes, etc). Quem não quer um adolescente respeitoso, estudioso. Quem quer trabalhar com um adolescente problemático? Por isso, achei a postura desse Padre maravilhosa e digna de um ser humano evoluído. Se ninguém quer trabalhar ou tentar ajudar esses adolescentes, qual é o futuro? Crimes mais violentos, assassinatos, e vidas inteiras sendo destruídas.
      Ora, eu também gostaria que o Brasil fosse organizado como a Califórnia, que possuíssemos engenheiros como os alemães, políticos como os japoneses, e níveis de desigualdade como os finlandeses. Não temos isso. Entretanto, esse é o meu país onde está a história da minha família e de todos os meus conhecidos. É a cultura onde minha personalidade foi moldada, é onde estão minhas raízes. Certa vez na Califórnia perguntei para um brasileiro que lá estava há 20 anos, e aí feliz? Ele disse sim, muito bom morar aqui, mas é isso? Vou morrer longe da minha casa, longe da minha terra e das minhas raízes? Isso é uma escolha pessoal, mas mostra o quão importantes são as nossas origens.

      Abraço a todos!

      Excluir
    3. Corey, eu não qualifico o "escapou do Brasil" como algo positivo. Para mim é covardia, é fugir dos problemas para um lugar melhor construído por outras pessoas. Vejo como fraqueza e covardia.
      Só estou postando porque entendo que haja um convite ao debate. Não quero, de forma alguma, ofender ou agredir, só estou expondo o meu ponto de vista, que parece ser contrário ao seu :)
      Acho que Copa e Olimpíadas são eventos importantíssimos, cujos benefícios não se limitam aos econômicos, que existem (criação de empregos, negócios, turismo, investimentos, etc.). Há outros aspectos, o aprendizado das pessoas envolvidas, o fortalecimento do povo na realização comum de um evento, o ufanismo, o atendimento de um dos principais aspectos culturais brasileiros (futebol/esporte), divulgação do Brasil no exterior, etc.
      No seu exemplo, se uma pessoa está doente, endividada, pobre, não vai corrigir ficando parada, ou criticando os outros pelos seus problemas. Ela tem que agir. Ninguém põe ordem na casa de braços cruzados.
      Discordo do "sabemos que isso não vai acontecer". Já aconteceu, a construção de estádios criou mais de 25.000 empregos, a Copa das Confederações movimentou centenas de milhões de reais, são mais de 70.000 empregos indiretos esperados, investimentos há muito parados foram finalmente realizados (aeroportos, metrô, telecomunicações).
      Se eu pudesse, seria voluntário à Copa e Olimpíadas com certeza. Desconheço uma pessoa que tenha atuado nesse tipo de evento e tenha se arrependido. Pelo contrário, há na net blogs e relatos de pessoas super empolgadas, que inclusive viajam para repetir a dose.
      Essa é a minha opinião. Entendo profundamente que muitos sejam contra a opção de realizar a Copa ou as Olimpíadas no Brasil. Mas, a partir do momento em que o país se propôs a fazê-lo, acho que temos de fazer o melhor possível, e nunca torcer contra o país, ou desejar seu fracasso, como se o crítico não fizesse parte ou estivesse acima do "povo" ou dos "políticos safados".

      Excluir
    4. Discordar com educação faz parte do debate civilizado, não vejo problema algum nisso, muito pelo contrário.

      Acontece que acho perda de tempo lutar contra tudo e todos e assim como eu, outros tb acham. "Lutar por um Brasil melhor" é igual tentar limpar banheiro de rodoviária com lenço umidecido, não vai dar certo... Mas se vc acha que vale a pena, vá em frente, o André assim como vários simplesmente largou essa bagunça toda pra trás e foi em busca de uma vida melhor, e conseguiu.

      Raizes, terra natal, amigos... Isso tudo são coisas subjetivas, uns valorizam muito, outros nem tanto, então vai de cada um. Acredito que o mundo é muito grande pra alguém nascer, viver e morrer num lugar só.

      Soulsurfer, sinceramente, o que precisamos mais: hospitais ou estádios? Só me responde isso.Vc pde argumentar com os empregos gerados, com o dinheiro movimentado... mas tudo isso é a curto prazo, não vai agregar nada pro futuro e principalmente, pra qualidade de vida do brasileiro.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    5. Corey,
      Eu também não sou favorável a copa no Brasil. Copa e Olimpíadas são eventos para países ricos, não para países de renda média com grandes desigualdades como o nosso.
      Como você também ficou brabo que mentiram que só iria ter dinheiro privado, que obras de mobilidade seriam feitas, etc.

      Concordo, o mundo é muito grande e diversos. Por isso gosto de viajar. Entretanto, grandes filósofos e pensadores, mesmo na antiguidade, depois de viagens que duravam anos, escreviam sobre a alegria de voltar para as suas raízes.
      É claro que é subjetivo, e que pessoas vivenciam esse aspecto de maneira diferente, mas eu acho que no fundo todos sentem um pouco falta de sua história, sua cultura, sua terra.

      Por fim, eu creio que cada pessoa deve procurar aquilo que vai trazer paz, serenidade, e uma vida melhor. Cada um é agente do seu destino. Entretanto, isso não quer dizer que uma postura que não acrescenta nada de positivo na resolução de um problema deva ser elogiada, na minha opinião.

      Abraço colega!

      Excluir
    6. Não acredito que "fugir" de um país é ser covarde, mas sim esperto.
      Pense no contexto só que extremo. Você nasceu na faixa de Gaza, gosta do comércio, isso significa que você precisa abrir uma loja naquele país só porque você nasceu lá? Ou seria melhor ir para um país onde as condições fossem mais favoráveis a você?

      Ninguém tem culpa de nascer em um solo mais fértil ou menos fértil, ela é culpada a partir do momento que ela decide continuar ali. Se você é brasileiro, não gosta do contexto na qual o Brasil está inserido, sair daqui e ir para outro país não é ser covarde, é simplesmente não ser patriota, não vestir a camisa, falar... Aqui não é meu lugar e sair.

      Covarde seria eu falar que sou brasileiro, bater no peito, e quando a merda estourar, dizer que isso aqui é uma merda e tudo mais. Isso sim é ser covarde.

      E sobre o ufanismo ser algo positivo, eu discordo totalmente, contudo, não irei tecer mais comentários pois acredito que está opinião não é o ponto principal.

      O Soulsurfer tocou em um ponto muito interessante... Que os antigos pensadores e poetas normalmente sentiam saudades de casa, tanto que criavam canções e melodias sobre como seria bom voltar para casa e coisa do tipo. Isso se dá porque o viajante não levou consigo o sentimento de "lar" para onde foi. Normalmente isso ocorre com pessoas que tiveram uma vida boa, com dinheiro, família, amigos e tudo mais onde antigamente moravam. Pessoas que sofreram muito ou que tinham um aquém de onde viviam não sentem essas mesmas sensações ao lembrar do local passado.

      Lembro-me de um certo conto nórdico que mostrava a vida de um guerreiro. Tinha uma parte neste conto que o guerreiro respondeu a pergunta de um amigo, do por que ele sempre estar em batalhas. A resposta dele foi mais ou menos assim:
      "Onde nasci, era frio, não tinha comida, não tinha vida, já nasci morto. Nas batalhas, me esquento com o sangue derramado, me alimento das comidas pilhadas e tenho um motivo para viver. Onde eu nasci não posso chamar de lar, mas posso assim chamar o local onde será a próxima batalha. Um dia morrerei em meu lar, e as Valkyrias viram me buscar."

      Acho que isso resume bem o que eu quis dizer.

      Uta!

      Excluir
    7. Para ser sincero, eu não tive tempo para assistir o vídeo inteiro, que é meio longo e ainda mais é o cara falando dentro de um carro (o que é muito chato de assistir), então estou me baseando mais no que o pessoal escreveu.

      Sobre voto nulo, eu sou absolutamente contra. Prefiro votar em um candidato com menores chances de vencer do que anular o voto. Mesmo com candidatos ruins, na minha opinião anular o voto é tirar o corpo fora e aceitar o voto dos outros.

      Por outro lado, acho que todo mundo tem o direito individual de buscar uma vida melhor, seja prestando concurso público ou tentando a sorte em outro país. Sendo um trabalho honesto, eu respeito. Afinal, a história da humanidade está cheia de imigrações, e não enxergo de forma alguma como covardia, mas pelo contrário, é em muitos casos sair da zona de conforto e enfrentar eventuais condições adversas. Vejo muita gente no Brasil reclamando da vida, mas fica a vida inteira naquela "vidinha mais ou menos", sem mover a bunda...

      Excluir
    8. Votar no menos ruim ou votar no Zé Mané é besteira, bem ou mal vc está contribuindo ou para tentar colocar alguém corrupto (menos ruim) ou alguém incapaz (Zé Mané). Acho errado!

      Se migrar é sinal de covardia, deveríamos chamar os milhares de nordestinos que construíram São Paulo de covardes! Pra mim covarde é que fica num lugar, mesmo descontente ou sofrendo, quem busca uma vida melhor é muito corajoso e está corretíssimo. Como o Seth disse, um monte de gente fica na vidinha mais ou menos e não faz nada pra mudar.

      Conheci imigrantes que possuem essa saudade, outros não. Tudo depende do apego da pessoa, não existe um padrão. Conheço gente que jamais voltaria ao Brasil, nem por passeio.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    9. É o seguinte Zé Mané, se não te orgulha da tua pátria, acha que não vale a pena viver aqui e que nosso país não tem jeito, vai morar na Europa, Ásia, África ou nos quintos do inferno.
      Se não gosta de futebol não acompanhe, mas não tire a importância que isso tem para a maioria das pessoas.
      O fato de desistir da terra em que você nasceu não te torna um covarde, mas o simples fato de não votares em ninguém dizendo que não quer contribuir para colocar um corrupto no poder, te torna um grande hipócrita. Com suas impensáveis e tolas palavras ofendes não só os corruptos, mas toda uma nação ao insinuar que neste país não existem pessoas de bem, dispostas a lutar pelo que é certo. Mesmo que sejam poucas essas pessoas que brigam pelo governo existem sim e merecem mais respeito do que tua ingênua mente consegue compreender.
      Confesso que detesto politica, mas respeito o trabalho e coragem de quem se atreve a dirigir uma nação, tenho sim, desprezo e amargura por aqueles que não honram a confiança de quem a deposita, mas não deixo de votar e tentar acertar meu voto.

      Excluir
    10. Típicas reflexões vindas de um brasileiro médio medíocre! Fica aí com teu futebolzinho e teus políticos corruptos, abraço!

      Excluir
  2. Eu não gosto de futebol e não faço a mínima ideia de quem joga e como anda qualquer tipo de campeonato.
    Mas nessa copa eu vou torcer sim.
    Vou torcer para que o Brasil perca todos os jogos e seja eliminado já na primeira fase e também vou torcer para a Argentina ganhar.
    Só assim quem sabe, dê uma dor de barriga no povão e eles acabem não votando nesse governo safado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BBB!

      Tb detesto futebol, acho um esporte totalmente sem graça e idiota, mas infelizmente nesse país se vc não gosta de futebol é visto como ET. Discordo de vc, acho que o Brasil não deve ser eliminado na primeira fase, deveria chegar na final contra Argentina e tomar uns 5x0. Eu ia dar muita risada com a choradeira do povão, rsrs! Seria bom q ocorresse apagões, greve nos aeroportos, surtos de violência... Quem sabe assim a galera acordava!

      Abração!

      Corey

      Excluir
  3. Não sou compra ao campeonato em si, mas sim na forma em que ele é explorado. Acho saudável países competirem entre sim na forma de esporte, é um momento em que culturas se unem em torno de algo comum, mas como tudo na vida, a teoria é bonita, mas a prática é perversa.
    Outro dia vi um vídeo de um cara falando na TV do tal voluntariado da compra, realmente é uma coisa absurda, a copa está aí para encher o bolso de muitos, muitos menos o povo, o espectador, que além de ter que pagar ingressos caríssimos, hotéis caríssimos, passagens de avião caríssimas, ainda precisam ser voluntários, trabalhar de graça, para um grupo de empresários e dirigentes, coisa meio sem sentido mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá UB!

      Não gosto de futebol, mas não tenho nada contra campeonatos, o que tenho contra é o fanatismo e a cegueira da população. Acho as olimpíadas interessante pq são vários esportes e essa união de nações que vc disse acontece de verdade.

      O cara tem que ser muito idiota mesmo pra ser voluntário na copa!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. http://youtu.be/ck4lrgHvh0s
    Sem mais...

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "a pior tragédia que pode acontecer no Brasil é ganharmos a copa do mundo" - PERFEITO!

      Excluir
  5. Sou contra todo e qualquer gasto público. Não existe justificativa para alguém ter o direito de tirar meu dinheiro ou liberdade na base da força. O Estado é um ladrão e injusto agressor em sua natureza.

    QUe a bandidagem cause muito, a lixeza do nosso país fique evidente e alguém menos estatista assuma essa merda.

    EU vou é para os EUA se eu conseguir. Apesar de lá também estar cada dia mais coletivista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Gasto público tem que ser com coisas que tragam proveitos para a sociedade como um todo, estádios não fazem isso. Podem falar o que for dos EUA, mas estão anos luz a frente do Brasil em absolutamente tudo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Corey,vc gosta de quais esportes então?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poucos, mas gosto de ver futebol americano, lutas (boxe, UFC) e automobilismo.

      Excluir
  7. Corey, para concluir, veja o teor das demais respostas, são do tipo que eu falei. Críticas e reclamações, os problemas são causados pelos "outros", não fazem nada para mudar, e torcem para dar errado e assim, contraditoriamente, acharem que tinham razão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torço sim pra dar errado, quem sabe assim o povão acorda pra essa palhaçada de pão (programas sociais) e circo (futebol).

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Na verdade, se o Brasil perder, ainda mais nas primeiras fases, pode bater um sentimento de pessimismo ainda maior, pode ocorrer protestos ainda maiores e mais violentos, e prejudicar até mesmo a economia.
      Se o Brasil ganhar, pode haver um esquecimento das mazelas brasileiras e votos ruins na eleição de outubro, o que é ruim também.
      Eu acho que o Brasil sai perdendo nas duas hipóteses.

      A única maneira do Brasil ganhar essa copa, seria ganhando a copa fora do estádios, na organização, nos aeroportos, no atendimento correto aos estrangeiros, mas eu temo que a gente perca essa partida de goleada.

      Abraço

      Excluir
    3. "A única maneira do Brasil ganhar essa copa, seria ganhando a copa fora do estádios, na organização, nos aeroportos, no atendimento correto aos estrangeiros, mas eu temo que a gente perca essa partida de goleada." - se metade da grana investida na copa fosse destinada pra infraestrutura, a copa estaria ganha!

      Excluir
  8. Isso é responsabilidade e coerência não ufanismo brasileiro.
    Brasil um país de tolos.

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/01/140118_estocolmo_desiste_candidatura_olimpiada_inverno_cv_.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb acho totalmente irresponsável, se a Suécia tem prioridades em relação a um grande evento, que dirá o Brasil...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. As Copas do Mundo pertencem à FIFA, que ganha um dinheirão dos patrocinadores e dos governos, que sugam impostos do povo meio bobo...Quem é dono faz e desfaz, manda e desmanda. A FIFA manda e todo mundo cala a boca.


    No caso do Brasil, a coisa é mais imoral pois temos um trânsito podre na maioria das capitais. No meu caso, que moro no Rio de Janeiro, sinto na pele essa desgraça quase todo dia. Trens sucateados, ônibus lotados e sempre no engarrafamento. O dinheiro jogado fora com essa m.... de Copa, devia ser usado para aumentar o metrô.


    O povão, infelizmente, vai comer grama até as mulheres pobres acordarem e pararem de ter filhos, fenômeno observado na Europa, Japão e Coréia do Sul e até no Uruguai. A população desses países já está diminuindo. Os governos começam a se desesperar. Pois quanto mais escolarizadas são as mulheres menos crianças nascem.Com isso, menos pessoas serão exploradas por políticos espertinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo!

      Sempre bato na tecla do controle de natalidade, mas poucos se importam com isso. Acho que a quantidade de filhos está diretamente ligada a pobreza, por isso falo que é pobre quem quer. um casa que ganha 1 salário mínimo até consegue sobreviver e com um pouco de cabeça, buscará qualificação e subirá um pouco de nível, fugindo da pobreza. Coloque um filho nessa equação: além de gastar mais, terá menos tempo pra buscar qualificação e trabalhar. É simples!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Mas a Igreja Católica influenciou mal o mundo, em países de analfabetos como Brasil, ela sempre fez muita merda, sempre condenou a vasectomia e a laqueadura. E como o povão sempre foi burrinho, acabou acreditando na conversa fiada. Acho que alguns padres tinham medo de faltarem criancinhas para o jantar....

      Excluir
    3. Com certeza, a católica ainda tem muita influência, mas as evangélicas estão crescendo... Não sei qual é pior!!!

      Excluir
    4. Em homenagem a vocês dois terei 2 filhos a mais, eu já queria 4, agora quero 6.

      Excluir
  10. Amigos, estou sem tempo de comentar, mas vou publicando os comentários a medida do possível, abraço a todos!

    ResponderExcluir
  11. Só os turistas vão curtir a Copa. Metade do povo vai ficar babando por jogadores babacas e analfabetos e a outra metade vai ficar com muita raiva de tanto dinheiro gasto inutilmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem contar que o tipo de turista que a copa atrai não é dos melhores, tem muita gente que vem só pra fazer farra e lógico, aproveitar a prostituição brasileira.

      Excluir
    2. Corey, o Turismo SEMPRE esteve associado à prostituição.Desde os antigos romanos. Tanto o turismo de lazer quanto o de negócios, pois os viajantes que estavam a negócios ficavam muito tempo fora de casa, (as viagens eram a cavalo), e precisavam trocar o óleo. Como, em geral, as mulheres SEMPRE gostaram de ganhar dinheiro(vantagens, presentes) desde o tempo das cavernas.....


      Os gringos sempre vão ver nosso país como terra das bu... baratas.


      Por último, espero que nossos políticos fiquem com medo de fazer outros eventos ridículos como essa Copa imbecil e gastarem dinheiro inutilmente.

      Excluir
    3. O turismo no Brasil e alguns outros países pode ser, pq eu não viajo pra arrumar puta. Infelizmente uma das imagens que o Brasil tem lá fora é justamente de ter buças baratas e fartas...

      Excluir
  12. Todo mundo que criticar a Copa em blogs e no facebook vai fazer muito bem. Chega de políticos malucos/espertinhos com projetos faraônicos....

    ResponderExcluir
  13. Corey, como vc gosta de ler, vou dar uma dica de livro que tem umas ideias interessantes sobre turismo, diferenças entre primeiro e terceiro mundo. Pegue o livro A Plataforma, de Michel Hollebecq. É muito muito interessante.


    O livro fala sobre a sociedade, o dinheiro, os turismos (comum e o sexual), vida liberal, diferenças entre os países....Muito bom.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu a dica, tá anotado na minha lista de livros.

      Excluir
  14. Olá Corey,
    Atualize por favor a sua blogroll, fiz algumas alterações no nome do blog:
    http://www.oblogdoestagiario.blogspot.com
    :)
    Uta!

    ResponderExcluir
  15. sem muita conversa o negocio e fechar o congresso podre que temos botar o bando de vagabundo corruptos na cadeia que e o lugar deles e jogar a chave fora pra nunca mais saírem

    ResponderExcluir
  16. militar já no poder fechar o congresso pena de morte pra vagabundo que hoje existe pra trabalhador o brasil hoje e comandado por corrupto traficantes e menor bandido mata um trabalhador não da nada mata um menor bandido a polemica e feita ai vem direito de todo lado brasil pedi socorro urgente militar ja

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.