terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Pérolas do Empreendedorismo - Tudo é Franqueável

Tenho o costume desde infância de assistir o programa Pequenas Empresas Grandes Negócios, antes ficava vislumbrado com os inúmeros casos de sucesso, empresários que começaram do nada, com investimento pífio e rapidinho alcançaram o sucesso. O tempo passou e vi que o buraco é mais embaixo, que esses casos são na realidade exceções. Mesmo assim acho o programa bem legal ainda mais por mostrar os bastidores das empresas o que acho muito curioso e as vezes até divertido.

Acontece que, por ter um pouco de experiência, sempre me deparo com umas bizarrices no PEGN: exemplos sem sentido, contas que não batem, declarações ridículas... Decidi que, sempre que me deparar com um caso desses, vou fazer um post a respeito, chamarei essa sessão de "Pérolas do Empreendedorismo". Não haverá periodicidade, sairá quando me deparar com essas pérolas. O mesmo serve pra outro programa que sempre assisto: "Show Business" ou qualquer outra coisa que aparecer na mídia.

O caso de hoje diz respeito a uma reportagem do PEGN (clique aqui para assistir) que foi ao ar no último domingo (2/2/14), é uma matéria falando sobre dois empresários de Campo Grande que criaram uma hamburgeria premium que serve sanduíches com carnes nobres e exóticas. O papo vai bem até que o o empresário solta a pérola (aos 3:40 do vídeo): “O nosso próximo passo é tentar vender franquias. Parar de vender hambúrgueres e vender empresas.". 

Não sabemos ao certo o que o cara pretendeu dizer com essa frase, mas dá entender que ele quer abandonar a lanchonete para se dedicar a franquear o conceito. Não acho que ele está errado, não conheço a realidade da empresa dele nem sei se uma franquia seria bem recebida, Ray Kroc, criador do Mc Donald's tinha como principal negócio a venda de franquias não de hamburgeres e deu no que deu, por isso não critico a ideia dos caras, mas a pérola está na ideia principal de franquear qualquer coisa.

Existem franquias que simplesmente não possuem operação própria, então com que raios de know how eles se acham no direito de vender franquias? Depois o cara compra uma franquia dessas, quebra em 1 ano e vai reclamar dizendo que empreendedorismo é isso e aquilo, e mi mi mi... O caso da hamburgeria é menos pior, os empresários possuem duas lojas, mas somente numa cidade o que não serve de amostragem de viabilidade. Não consigo acreditar numa franquia que não possui operações na área-alvo, isso é loucura! Muitas pessoas se escoram no conceito de franquias, na possível segurança e expertise e esquece de analisar se essas características realmente fazem sentido para aquela marca que está desejando comprar. Boa parte das vezes o know how é tão pequeno que vale muito mais a pena encarar sozinho eliminando as altas taxas de franquia que muitas vezes possui uma marca desconhecida.

Dia 26/1 saiu uma reportagem muito interessante na Folha de São Paulo falando sobre a quebra de empresários que aderiram a franquias. Entre outros temos o exemplo do cidadão que comprou uma operação fechada de uma microfranquia estilo "marido de aluguel", pra resumir ele caiu num golpe cujo corretor "plantou" ligações de possíveis clientes da empresa. Sei que todos podemos cair em golpes, mas alguns beiram a infantilidade, quando uma pessoa vai comprar um negócio deve desconfiar de tudo e de todos, mas infelizmente não é isso que acontece. Essa mesma reportagem fala sobre a quebra de microfranquias que são a nova modinha do empreendedorismo. Amigos, no pain, no gain, desculpe, mas você não ficará rico comprando franquia de 30k.

Deixo a pergunta: será que a franquia de hamburgeres nobres do nosso amigo terá sucesso? Será que menos de 4 anos de experiência eu um único mercado são suficientes pra franquear uma empresa?

24 comentários:

  1. Franquia virou febre. Tudo pode ser franqueado. Já viu doutor resolve? O que vc chama um sujeito pobretão (não o do blog) para acertar na sua casa, agora tem loja chique que te cobra o triplo.

    Aliás, qq um que faz um mínimo de sucesso já cresce o olho na franquia.

    Não acredito que a hamburgueria aí citada vão competir com Bobs ou McDonalds, pois de lanchinho simples não é preciso franquia basta uma frigideira, uma caixa de hamburgueres e pães.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lusitano!

      Não tiro o mérito do Dr Resolve, é um serviço pra quem não conhece nenhum pobretão da vila que apgará bem caro por isso. O grande problema dessa franquia é a falta de mão de obra qualificada, o empresário fica refém de pinguços. Em casa sou eu mesmo que faço essas coisas, aliás, acabo de pintar o apê.

      Vc captou a minha opinião: pra certas coisas não precisa de franquia, uma hamburgeria tem operacional simples, acho válido o cara estudar um pouco e encarar por conta própria.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  2. Bem, os franqueados usam o poder da estatística de 85% das franquias sobrevivem.

    A questão é sobrevivem bem ou mal? Com lucro decente do plano de negócio e também faturamento e lucro crescente acima da inflação ou ganhando em volume?

    Uma das coisas que se está ouvindo bastante é, franquia tem que ter know how e experiência longa. Essas franquias novas que mal abrem loja e já vendem o conceito é furada.

    Sobre o baixo investimento que você criticou é exatamente minha linha de pensamento mas você diz que não precisa de tanto pra empreender. Fiquei confuso Corey.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Franquia é sempre uma boa. Nas colunas sociais dos jornais da minha cidade volta e meia aparece um franqueado rico.

      Excluir
    2. Fala Pobreta:

      Exato! Vejo muita empresa sobrevivendo, deixando 1,5k pro dono que trabalha 12h por dia, essa empresa não engrossa os números de empresas que quebram mas não está muito distante disso. Pior é que tem gente que leva empresas assim por anos. O antigo dono da minha loja ficou 10 anos tirando menos de 2k por mês, empurrando dívidas...

      Sobre o investimento quero dizer que se for pra investir 20, 30k é melhor fazer num negócio individual que pagar taxas de franquia.

      Futuro Rico feliz:

      Vc tá brincando né?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  3. MENOS DE QUATRO ANOS ?
    Hahahahahahaha

    Vou transformar minha loja em uma franquia desse jeito. Hahahahahaha

    Franquia boa é franquia cara oras! Quanto maior o custo da franquia maior valor agregado a ela. Se você quer montar um negócio mas quer know how vai ter que pagar por ele, ponto.
    Vejo vários amigos meus querendo comprar micro franquias que eu sinceramente acho besteira. Tem algumas que até são bem atrativas mas não pelo know how mas pela ajuda em alguns pontos que para o pequeno empresário é complicado.

    Se eu fosse montar uma burgueria, primeiramente iria tentar ver o dia a dia de uma burgueria conhecida, tentar trabalhar lá por alguns meses (acho que a experiência de alguns meses é o mesmo que anos de estudos) e depois tentaria montar a minha própria, ou ainda, comprar uma franquia do tipo subway ou coisa parecida, nunca compraria uma franquia pequena, esse nicho já possui os grandes, comprar uma pequena franquia ou ser mais uma não tem diferença. Galera tenta de qualquer jeito ficar rico do dia para noite, não acho isso errado, mas não possui nem um resquício do conceito de gestão de risco. Não colocaria 30 mil reais em uma micro franquia, até porque se eu fizesse teria que me endividar porque nem isso eu tenho. Agora se isso for uma pequena parte do meu patrimônio, tipo 2~3%, a conversa é outra...

    Ótimo post Corey.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Estagiário!

      Antes de mais nada gostaria de parabeniza-lo pelos excelentes comentários que vc vem fazendo, esse é mais um!

      Franquias caras são franquias de verdade, até acredito em algumas na faixa dos 100, 150k mas menos que isso de maneira alguma! Como vc disse, qd compra-se uma franquia, compra-se know how e uma marca conhecida, se o franqueador não tiver nem um nem outro é furada na certa.

      Sua ideia de trabalhar num negócio que pretende entrar é fantástica. Lembro de ter lido isso, se não me engano, no Segredos da Mente Milionária, faz muito sentido e como vc disse, alguns meses como empregado valerão muito mais que anos de estudo, além de ser possível aprender coisas que jamais seriam ensinadas em escolas e apostilas.

      Com 30k dá pra entrar em negócio que vale 100k, então não tem sentido investir isso no cash comprando uma microfranquia que, com sorte, valerá 50k depois de 1 ano.

      Tô te devendo uma visita, qq hora apareço por lá pra pagar uma Stella Artois. Grande abraço!

      Corey

      Excluir
  4. Tinha visto essa reportagem da Folha, ai lembrei que a Xuxa inaugurou o primeiro cerimonial que lançou como franquia. Outra furada com certeza...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Econômico!

      Eu vi uma propaganda da Xuxa falando em franquias, mas não sei do que se trata. De qq forma as chances de ser uma furada são muito grandes. tem gente que entra num negócio por fanatismo ou por ter um ídolo dentro. Burrice!!!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Eu penso em abrir uma franquia um dia, uma concessionária, sei lá. Deve ser bom pra empreender com menores riscos e sem quebrar muito a cabeça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estudo, estudo, estudo... depois de mais estudo aí sim isso é possível.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Já tem experiência no ramo FRF ?
      Se não tiver, tenha o mínimo e depois tente entrar de cabeça em alguma coisa relacionada.
      Ir metendo o pé na porta querendo abrir um franquia de cara é fria...

      Uta!

      Excluir
    3. nem experiencia e nem grana. Mas não fecho portas para o futuro. Franquia tem a vantagem de ja te darem o negócio mais ou menos projetado. Eu acho q tudo nesse mundo dá para aprender com força de vontade

      Excluir
  6. Este blog afirma o mesmo que o Estagiário, de que franquia boa é mesmo a cara:

    http://contabilidadepessoal.blogspot.com.br/2011/08/ilusao-das-franquias.html

    Imagine, você abre um McDonald's, todos os consumidores já conhecem e compram (e pagam caro) sem mesmo pensar. Praticamente não tem erro.

    Agora você abre uma franquia do ZéBurguers, a coisa não é tão simples assim. O cliente passa batido e o que entrar na sua loja ainda vai olhar para aquele seu combo de R$10 e mesmo assim vai reclamar do preço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Seth!

      Tem razão, tb tenho essa linha de raciocínio. Até acredito em algumas franquias na faixa de 100, 150k mas são casos específicos pra pessoas específicas. Pra fazer um negócio ser grande, só os grandes players e seus orçamentos de 7 dígitos

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Oi Corey,

    O que você relatou demonstra o imediatismo e amadorismo dos nossos "empresários".
    Nesse exemplo, ele mal se consolidou no mercado e já está pensando em abrir franquias.
    Talvez mais pelo status de ser um empresário de franquias do que de hamburger.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BBB!

      Exatamente, o imediatismo em tudo, cada vez mais as pessoas são assim, confesso q tb tenho esse sentimento, mas me controlo. Sobre status, vc tem razão, essa é uma questão muito normal, o cara compra uma lojinha e já se acha o Eike, vai andar de social e ter carrão...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. Essa franquia de marido aluguel que quebrou e da Xuxa são do mesmo dono: o Semanzato. É um negócio tão bom( só para ele) que acabou de comprar um avião de 10 milhões para vender essas franquias pelo pais. Tenho planos para abrir minha franquia nos próximos anos mas não há ramo perfeito. Por exemplo, alimentação: o investimento é alto , as margens de lucro são baixas, além da maioria das redes te obrigar a ter um número elevado de funcionários além da
    Falta de mão de obra, rotatividade e possíveis processos. Segmento do comércio, revender alguma marca, também acho complicado pois na minha opinião o varejo não oferece proteção nenhuma o cliente compra onde está mais barato, além da concorrência virtual. Ainda estou estudando e juntando $$$ pois iniciar qualquer operação decente requer no mínimo uns 400k.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo!

      Legal essas informações, eu não sabia...

      Vc tema razão sobre suas observações, com relação a alimentação embora tenha margens pequenas e exija um bom investimento, é um daqueles ramos que sempre darão dinheiro, jamais acabará, isso traz uma certa segurança. Sobre comérciovc até consegue driblar a concorrência com um atendimento decente, mas isso cai no problema da mão de obra e o custo trabalhista.

      Abração!

      Corey

      Excluir
    2. Olá Corey da lida aí,tem tudo a ver com isso vc ta falando.

      http://www.4mail.com.br/Artigo/Display/028298000000000

      Excluir
    3. Essa é a matéria da folha que citei.

      Excluir
  9. Cori, poderia me fornecer uma informação para um estudo que estou fazendo na blogosfera? quanto pretende aportar por mês (na média) este ano?
    Desde já agradeço.
    http://blogdouo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá UB!

      Acredito que pelo menos 60k, 5k/mês.

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.