sábado, 9 de novembro de 2013

A verdade sobre cachorros

Adoro cachorros! Sou apaixonado por esses bichos sensíveis, inteligentes, bobos e extremamente amáveis. Cachorros são seres muitíssimo superiores que o ser humano, são fiéis, amigos, carinhosos e amam de verdade. Ter um cachorro em casa tem um lado muito gostoso: chegar em casa e ver a felicidade do bichinho, dormir no sofá com ele, acordar com lambidas... Enfim, quem gosta de cachorro entende o que estou falando. Porém como tudo na vida, também tem o lado ruim, e é isso que quero falar hoje.

As pessoas tem o péssimo costume de endeusar certas coisas: pais sempre falam que "crianças dão trabalho, mas adoro a experiência..." mas dificilmente contam o que realmente passam com seus filhos, tenho certeza que muitos se arrependeram de ter filhos, mas jamais confessam. O mesmo acontece com cachorro, que os tem adora falar as coisas fofas que seus peludos fazem, mas jamais confessam certas coisas como:

1º Cachorro dentro de casa é furada! Moro em apartamento e meu cachorro vive dentro de casa, obvio. Ele é pequeno, tem porte adequado para ambientes "indoor" mas nem por isso deixa de causar problemas. Casa que tem cachorro, tem cheiro de cachorro! Eu não sinto mais porque já me acostumei, mas com certeza meu apê tem cheiro de cachorro! E isso não tem nada a ver com limpeza, você pode limpar diariamente, mas o cheiro continua. Meu cachorro fica em um dos quartos, limpamos o cantinho dele diariamente, damos banho toda semana, mas mesmo assim o cheiro fica. Ao menos que você tenha disposição para passear com seu bicho diversas vezes ao dia pra fazer as necessidades somente na rua, ele inevitavelmente cagará no chão da sua casa! Claro que boas rações diminuem o volume e cheiro das fezes, mas merda é merda, amigo, merda fede, não tem o que fazer! Outro problema são os pelos e a destruição que algumas raças costumam fazer (ainda bem que o meu não tem esses problemas). Resumindo: não faz sentido ter cachorro dentro de casa.

2º Cachorro custa caro! Amigo, manter um cachorro é caro. Boas rações custam mais caro por quilo que filet mignon, água tem que ser mineral ou ao menos filtrada, vacinas, consultas, remédios... Tudo isso custa caro, muito caro. Se você for sorteado com um bicho com alguma doença crônica (a maioria das raças tem algum problema crônico, prefira os SRDs) aí se prepara! O gasto anual com meu cachorro é em torno de R$ 3.000,00 isso sem contar o fato que, se não tivéssemos cachorro, poderíamos morar num apartamento de 1 dormitório cujo aluguel seria menor.

3º Você amará seu cachorro! Isso não é necessariamente um problema, depende o ponto de vista. Conviver com um ser tão amável durante anos dentro da sua casa é algo que ou você odiará ou amará fervorosamente, não existe meio termo. Amo muito meu cachorro, muito mesmo! É complicado até de explicar, amo mais ele que grande parte dos meus parentes e amigos, acho que acima dele só o amor que sinto pela Bia. Isso é ruim, porque inevitavelmente ele morrerá e eu sofrerei de uma maneira que nem imagino como. Já tive outros cachorros, mas a relação com o atual é muitíssimo mais forte.

4º Cachorros limitam sua vida! Bia e eu detestamos coisas definitivas, gostamos sempre de ter opção de mudar de rumo no meio do caminho e esse é o principal motivo que nos levou a optar por não ter filhos. Nosso cachorro causa muita limitação, seja pra viajar ou para mudar radicalmente o rumo de nossas vidas. Pra viajar, sempre o deixamos com um amigo de extrema confiança, mas leva-lo para casa desse amigo é sempre uma operação logística complicada: cachorro, caixa de transporte, ração, jornal pra cagar em cima, cobertor, bichinhos de borracha... Quando estamos no meio da viagem sempre bate aquela saudade, o que é horrível, dá sensação que o abandonamos. Um dos nossos planos é passar um tempo no exterior, poderíamos muito bem fazer isso agora mas.... e o cachorro? Nossa experiência internacional fica pra depois que ele se for! Nos arrependemos por pegar um cão? Sim, claro que sim, sem demagogia, nossas vidas seriam mais tranquilas sem bicho pra cuidar, mas agora não tem o que fazer além de ama-lo (e isso a gente faz mesmo!) e cuida-lo da melhor maneira possível. De maneira alguma sinto raiva ou mágoa dele.

5º Cachorro dá muito trabalho! Cachorro late nas horas mais inapropriadas, sem contar aqueles que latem o dia todo e você nunca saberá o perfil de latidas até ele ficar adulto. Cachorros de raça são muito sensíveis, se você der um pedacinho de salsicha, no dia seguinte a casa estará toda cagada. Machos castrados ainda filhotes e fêmeas costumam aprender onde cagar e mijar, mas a pontaria dos cachorros não costuma ser muito boa, então se prepare pra limpar pelo menos em 20% das "obras". Cachorros fazem muita bagunça, espalham seus brinquedos pela casa, desarrumam o lugar de dormir, etc. Essa bagunça na maioria das vezes é engraçada, mas chega uma hora que cansa.

Essa é minha experiência, ter um cachorro é legal mas tem muitas coisas contra, cabe a cada um ponderar muito bem antes de adotar ou comprar um cachorrinho. Também não vejo nada de errado em declarar que não gosta de cachorro, vivemos no mundo onde o politicamente correto domina e fazer uma declaração dessas pode desencadear uma guerra, as pessoas tem todo o direito de não gostar de cachorros ou seja lá do que for só não podem maltrata-los.

18 comentários:

  1. Kkkk ri alto aqui. Por todos esses motivos nunca quis um cachorro em casa, principalmente a parte da sujeira. Mas acabei me apaixonando por um gato de rua e depois arrumei outro p fazer companhia e digamos que tirando a parte da sujeira, o resto é bem parecido, afinal gato é fresco p caramba e usa caixa de areia direitinho, mas sofre de problemas de bola de pelo e de tempos em tempos resolve vomitar, claro q é sempre de madrugada p te fazer saltar da cama e sair caçando a meleca p evitar que pise de manhã e obvio q pisará de madrugada :)

    A parte de viajar é complicado, vivo planejando ir p algum local e desisto, pois gatos não saem de casa, preciso de alguem de confiança p entrar em casa e cuidar deles a cada 2 dias, algo bem complicado, esse sera mais um ano sem viagens de mais de 3 dias por conta disso.

    Bagunça gatos não fazem, ao menos quando tem um outro gato p socar, bater, correr, esse foi o meu motivo o o segundo gato, pois o primeiro sozinho conseguiu roer até o gesso do teto.

    Tb não me arrependo, mas se tivesse sido mais racional e menos emocional não os teria, a experiencia valeu a pena, a convivencia me faz bem e acredito, infelizmente, que esta proximo de terminar (um tem 14 o outro tem 13)

    Mas cachorro em apt eu jamais teria, principalmente depois de ler seu texto kkkkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!

      Te vi ontem no Parque Buenos Aires e vc nem veio falar comigo, mó mancada... rsrs!

      Nunca tive gato, embora eu goste bastante deles, eles não costumam ir com minha cara, mas a Bia já teve alguns que tiveram fins trágicos... prefiro cachorros mesmo! Acredito que gatos deem menos trabalho que cães, mas como vc disse tem problemas específicos da espécie, se for por na balança dá na mesma.

      Como seu gato roeu o gesso do teto? É um gato-aranha? Tenho sorte por meu cachorro não ser desses que roem as coisas, ganhei na loteria nesse aspecto, por outro lado ele tem problemas crônicos de saúde que impedem, entre outras coisas, que ele voe. Isso é frustrante pq Bia e eu estamos mais do que nunca com vontade de morar um tempo no exterior.

      Eu me arrependo sim de ter bicho, mas agora não tem o que fazer. Essa foi uma das besteiras que fiz por falta de maturidade e por ir pela ideia dos outros, ainda bem que não é de maneira alguma uma experiência de todo ruim.

      Bjão!

      Corey

      Excluir
  2. Excelente post Corey,
    Amo cachorros, gatos não sou muito a fim, apesar de ter dois aqui em casa.
    Como moro em sítio, eu sempre digo: "Animal, seja o que for, gato, cachorro, passarinho, alce, alpaca... Da porta para fora!". Por este mesmo motivo que não gostaria de morar em apartamento, porque nunca teria um animal, mesmo um chiwawa, porque não consigo ter animal dentro de casa, não vai, não desce.
    Minha namorada tem 3 gatos, que dormem com ela, e vivem dentro de casa, essa é uma coisa que vai dar muita briga, porque ela é adepta a ter gato dentro de casa, e gato é animal... então... da porta para fora.
    Sobre sair e ter um animal, realmente, isso "empaca" a vida, mas acredito que assim como tudo na vida, você precisa ter escolhas...
    Tenho um amigo que é o sinônimo de improviso e mudanças, já viajou a Europa inteira com uma mochila, ficou lá um ano, e agora está viajando o América do Sul inteira com uma CG 150. Contudo, não liga para a família, não tem mulher, muito menos filhos. É uma escolha que você tem que fazer para sua vida. Ter cachorro vai "engessar" sua vida, mas trará um ótimo benefício, pois é comprovado que quem tem animais de estimação tem menos chances de ter depressão, sem contar que é interessante como uma bolinha de pelo pode amolecer qualquer coração.

    O seu cachorro tem pedigree ou é vira-lata ?

    UTa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Estagiário!

      Eu gosto de gatos, mas como disse pra Lu, eles não gostam muito de mim, rsrs! Ter animal dentro de casa é muito complicado mas é aceito como natural pelo "povo da cidade", mas não faz realmente sentido algum.

      A escolha de ter cachorro empatou, empata e empatará muita coisa na minha ida, mas por sorte e racionalmente falando é algo temporário, um dia ele irá e não vou querer mais bichos. Tenho um amigo que é bem parecido com o seu, ele largou emprego bom, mestrado e família e se mandou pra europa. Hj trabalha no que aparece, vive em albergues e não quer saber de outra vida, não chego a tanto, mas curto ter liberdade pra mudar tudo de uma hora pra outra.

      Meu cachorro é de raça sim, e essa foi mais uma besteira...

      Abração!

      Corey

      Excluir
  3. Grande Corey!

    Que texto incrível, pontuou bem as desvantagens e a principal vantagem, um amigo para todas as horas e que você vai amar incondicionalmente e vice-versa... Senti muita saudades do meu cachorro ao ler esse texto, principalmente porque o da primeira foto é igualzinho a ele :'(
    Ele viveu por 14 anos, não era nenhum pouco bagunceiro e nem entrava em casa, só latia quando tinha estranhos por perto e era fresco demais pra comer, se desse pão ele fungava quase espirrando e saia fora, sem nem dar uma lambida, kkkkk
    Já tive muitos bichos: tartaruga, caranguejo, lagosta, peixes variados, periquitos, hamster (maior burrice, ganhei um casal uma vez, viraram 30 em 2 semanas), pintinhos e coelhos. Quando era pequeno ficava a maior parte do tempo em sítio e adorava pegar todo tipo de animal pra criar, inclusive meu cachorro que era pra se chamar "Power Ranger", nome que meu irmão deu mas que obviamente não ficou esse nome, viveu o fim da vida nesse sítio.
    Depois que perdemos um cachorro que amamos tanto não dá vontade de ter outro, parece que estamos tentando substituir, só quem passou sabe como que é... Mas enquanto ele viveu não nos arrependemos de ter ele em nenhum momento e ele chupava chupeta quando latia muito, ai ele dava uma acalmada, é sério! kkkkkkkkkk

    Qual a raça do seu cachorro? :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala General!

      A maioria dos textos por aí só destaca as vantagens, ou o mundo é muito otimista ou eu que sou pessimista demais, mas acho necessário tb mostrar as desvantagens ou ao menos a realidade.

      O cachorro que tive durante a infância tb era assim, embora de porte grande, era um bundão super fresco pra comida e tomava conta da casa dormindo o dia inteiro, rsrs! Ter bichos num sítio dee ser legal, mas não me imagino nisso, sou um cara da cidade, curto natureza e acampar, mas só por um curto período de tempo...

      Abração!

      Corey

      Excluir
  4. Grande Corey
    Tenho também um cachorro e moro em apto.
    Concordo plenamente com a parte dos altos gastos, mas na parte da sujeira, ao menos lá em casa, eh bem tranquilo. Descemos com ele pra fazer as necessidades no jardim e ele nunca fez nada dentro do apto. Basta ambos terem disciplina (mos e o cachorro).
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Queria ter visto o seu post antes.. Comprei um cachorro mas na hora não analisei as limitações que ele me traria. Agora já me afeiçoei ao bichinho mas, se tivesse pensado mais, não teria pegado.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Verônica!

      Pelo seu relato vc é uma pessoa que não tem muito talento com cachorros e não há absolutamente nada de errado com isso, ninguém é obrigado a gostar de cachorros. Essa é infelizmente uma das decisões sem pensar que as pessoas mais tomam, e me incluo nisso.

      Cachorro é bagunceiro e porquinho por natureza, não tem como mudar isso, a gente tem que aprender a conviver com isso, infelizmente não tem outra saída. A minha opinião é a seguinte: vc já tomou a decisão, então agora aguenta as consequências, o bicho não tem culpa e sofrerá muito sem vocês. A partir do momento que vc decidiu pega-lo acredito que tem a obrigação de cuidar muito bem dele até o fim da vida. Cachorro é filho, vc tem que cuida-lo como tal.

      Desculpe se não falei o que vc esperava, mas essa é a minha opinião. Veja meu caso, me arrependo de ter cachorro mas amo muito e ele. Ele me dá muito trabalho, despesa e limitação, mas paciência, tenho que aguentar. Pelo menos essa experiência me serviu de estágio pra me conscientizar que não tenho o menor talento como pai, e esse é um dos motivos pelo qual optei por não ter filhos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Corey, obrigada pela sua opinião franca e sensata. No fundo concordo contigo. Confesso que o que realmente me mata é a sujeira e bagunça no meu apto. Mas vou ter que aprender a lidar com isso.

      De cara te digo que meu pet me da mais trabalho que meu filho. A moça que trabalha aqui em casa também concorda. Mas enfim, eu aceitei ficar com ele. Agora preciso aprender a saber que tem o ônus e o bônus.

      E quanto ao fato de você ter escolhido não ter filhos, garanto que se você tem paciência com cachorro, criança vai ser moleza. Eu morriaaaaaa de medo de ter filhos, sempre fui muito independente, mas fiquei impressionada como surge um amor gigante a cada dia e que eu nunca havia experimentado. Dá trabalho? Muito. Mas não tem como se arrepender. O bônus é muito maior que o ônus. É essa lógica que preciso tentar trazer na minha relação com meu pet.

      Abraço,

      Excluir
    3. Olá Verônica!

      Seu pet pode te dar mais trabalho que seu filho, mas um dia ele morre e o trabalho morre junto.

      Escolhemos por não ter filhos não só pela questão paciência, veja outros: não gosto de crianças, não quero gastar centenas de milhares de reais a mais, não quero limitações para minha vida. Abro mão desse amor gigante em prol de outras coisas que considero mais importante na minha vida. Sei que isso pode parecer rude e insensível, mas tenho certeza que vc conhece pessoas que jamais deveriam ter tido filhos e mesmo assim tiveram, eu pelo menos tenho consciência que não tenho capacidade para tê-los.

      Boa sorte!

      Corey

      Excluir
  7. Oi Corey tudo Bem...
    Eu gosto e cachorro acho animais incríveis, eu tive um crianças 9 anos, fiquei com ele por 5 anos até um belo dia ele ter fugido...
    Meus pais tiveram a ideia tipo da hora pra outra de comprar um cachorro, eu no momento não discordei, porém horas depois me arrependo e não ter dito nada, meus pais compraram Hoje de manhã (Sexta-Feira) o problema é que meus pais estão "Jogando" ele em cima e mim, para cuidar ensinar limpar enfim ser o Dono,Literalmente eu ganhei um "Filho" é umas das coisas que eu não quero ter tão cedo e FILHOS infelizmente vou ter que conversar com eles afinal, eu sou o tipo de pessoa oposta a criar cachorro, quando era criança ama-vá mais quando cresci agora com Estudo e eventualmente trabalho cursos etc... E na minha idade, tem muito de sair com amigos, namorar, SAIR, VIAJAR, focar na carreira etc... um futuro.
    E como eu planejo fazer intercâmbio nesses próximos anos, eu sei que ter cachorro me privaria de muitas coisas que eu citei, Eu nesses ultimos anos planejo morar fora do pais...
    Ter cachorro e legal mais so se vc tiver tempo vontade condições e claro se dispor a cuidalo por anos e se privar de muitas coisas, meus pais foram precipitados tambem afinal tenho certeza que um ano depois eles também começaram a desanimar com o cachorro especialmente esse que vive por mais de Dez anos, eu espero que meus pais doem para alguém que realmente necessite e possa ama lo e ter tempo, por que o mais rápido e melhor dispersar o Cachorro Afinal menos chance de apegarmos muito a ele, do que depois de anos juntos e muito complicado mais doa-lo dias depois considero menos "doloroso".
    Apenas um dia com ele me privei de sair de casa (Aproveitando minhas férias emendada, coisa rara de ser acontecer.) Jogar vídeo-game, E Estudar pro ENEM desse ano, enfim, Eu sei que isso não e culpa do cachorro, mais infelismente eu não daria o amor certo a ele, como meu primeiro cachorro era apenas uma crianca nao tinha nada a privar, ou coisas a fazer, e meus pais como com o primeiro cachorro enjoariam com um ano ou mais, nao quero que ocorra com o Cachorro tambem acho meio cruel, e deixa-lo de lado, Uma coisa que aprendi com essa história toda e não tomar decisões no calor do momento.

    ResponderExcluir
  8. Eu sei exatamento qual é a sensação que vc teve de se arrepender de ter cachorro. Eu me arrependo todo dia. O pior que o meu não para de me dar prejuizo, é de racça e toda hora aparece uma coisa nova, ulceras, alergias. Enfim, dá vontade as vezes de chorar de ante de tanto trabalho.
    Sinceramente, acho que só quem mora em casa e não pensa nunca em se mudar, principalmente para fora do pai, deve ter um cachorro.
    Não aconselho a ninguém com dinheiro e sem uma casa ampla a ter um cachorro, principalmente de raça.
    Os cachorros de raça não deveriam existir, todos são cheio de problemas. Se o seu não tem sorte sua, é uma roleta russa.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.