segunda-feira, 4 de novembro de 2013

6 dicas para não enlouquecer sendo empreendedor

Ter uma empresa, seja ela de qual ramo for, exige um esforço diário quase sobrenatural. Todos, absolutamente todos os dias, existem problemas pra resolver. Alguns desses problemas são coisas relativamente simples, como a internet que cai, uma fechadura que emperra; outros são bem mais complexos: licenças vencidas, funcionário que falta, etc. Ao longo dos anos desenvolvi "técnicas" anti-enlouquecimento que me ajudam muito a manter a sanidade mental perante a torrente de zicas que acontece diariamente na empresa.

1º Ligue o foda-se: essa técnica é a principal de todas. Na maioria das vezes por mais boa vontade que você tenha, dificilmente um problema será resolvido no tempo esperado. A grande maioria dos problemas não depende só de você, depende de outras pessoas e pior, depende do governo, depende de outras empresas... Essa técnica normalmente serve para problemas menores. Computador pifou? Foda-se, liga pro técnico e nem se preocupe. Seu pedido não chegou? Foda-se, faça novamente.

2º Back-up não serve apenas pra arquivos: todo mundo tá careca de saber que devemos manter back-up de nossos arquivos importantes, mas pouca gente lembra que é importante ter um plano B pra outras coisas. Sua empresa não vive sem computador? Tenha ao menos uma máquina reserva. Depende de energia elétrica? Tenha um gerador. Depende de água? Providencie uma caixa d'água reserva. O mesmo vale pra funcionários, as vezes é melhor empatar dinheiro mas ter back-up humano quando necessário.

3º Problema que pode ser resolvido com dinheiro não é problema: sempre repito essa frase, é quase um mantra... Vejo muitos empreendedores enlouquecidos por problemas que poderiam ser resolvidos tirando a mão do bolso. Ninguém quer perder vendas, mas poucos querem investir num sistema que faça um bom controle de estoque; todos querem atrair clientes, mas poucos se preocupam com a renovação do lay out da loja; o mesmo serve para o caso do computador e funcionário reserva.

4º Ética total é utopia no Brasil: por mais ético, correto e caxias que você seja, jamais conseguirá fazer tudo do jeito que manda a lei. Tudo no Brasil foi feito pra funcionar na base do jeitinho, inclusive a maioria dos jeitinhos são "oficializados". Se você não fechar os olhos pra algumas coisas, amigo, você terá sérios problemas de saúde. Um exemplo: minha loja depende de um documento pra funcionar, esse papel é renovado anualmente, porém o prazo legal pra essa renovação é de 180 dias! Isso mesmo, eu tenho que ter o documento atualizado, mas a prefeitura demora 6 meses pra me fornecer. O pior é que só posso dar entrada na renovação um dia após o vencimento, ou seja, quando já estarei "ilegal". O custo dessa licença é em torno de R$ 700,00, porém se eu pagar a "taxa de urgência" de mais R$ 500,00 o papel é liberado em uma semana. É de cair o cu da bunda, mas é assim que funciona...

5º Tente ficar na média: se você é um neo-empreendedor, tem ilusões de inovações, de ficar trilhardário por inventar uma mega maneira de vender um produto ou algo do gênero ignore esse parágrafo. Mas se você, assim como eu, vê no empreendedorismo a chance de ganhar um pouco melhor que como empregado, não se preocupe em ser o melhor do bairro, de ser o pica das galáxias do seu ramo. Isso quase sempre é impossível e se for possível será as custas de muito trabalho, o que nem sempre pode valer a pena financeiramente. Empresas top possuem alto faturamento mas margens pequenas, são visadas por órgãos de fiscalização, há grande rotatividade de funcionários, etc. Ou seja, o bônus pode ser bom, mas o ônus é enorme. Hoje trabalho fisicamente na empresa uns 10 dias no mês, tenho um faturamento razoável, mas não me mato. Foi minha escolha. A empresa tem potencial pra aumentar o faturamento? Claro que sim! Calculo uns 20%, mas não tenho saco pra isso, não quero me matar como já fiz muitas vezes.

6º Funcionários também são gente: quando você vê o discurso do presidente de alguma empresa no Show Business o papo é "nossos colaboradores são a parte mais importante da empresa, passam por treinamento constante, etc". Quantas empresas levam esse papo furado realmente a sério? Aposto que são poucas. Acredito que a maneira de reter bons funcionários, inibir fraudes e ter pessoas felizes trabalhando é baseado em 3 coisas:
  • Remuneração acima da média: ninguém trabalha de graça, pagar um pouco mais entra no conceito da 3ª dica acima, é um problema que pode ser resolvido com dinheiro. Meus funcionários ganham em torno de 20 a 50% mais que os colegas deles na concorrência, isso ajuda muito a reter bons funcionários;
  • Tratamento digno: o cara que trabalha na sua loja é gente como você, sabia? Muita gente não sabe disso, são arrogantes e mal educados com as pessoas que colocam dinheiro nos seus bolsos! Não consigo entender a dificuldade em cumprimentar pessoas, usar palavras como "por favor" e "muito obrigado". Dar o dia do aniversário de folga é algo que não encarece nada pra empresa mas faz uma tremenda diferença na vida do funcionário, então por que não fazer isso?
  • Cobrar resultados, mas sem agressividade: isso acompanha o raciocínio da 5ª dica. Você pode (e deve) cobrar resultados dos seus funcionários, mas sem exageros. Estipule metas escalonadas de ganho de acordo com faturamento ou rentabilidade, mas faça que ao menos 50% dessas metas possam ser atingidas.
Ter uma empresa está longe de ser algo fácil, o retorno de uma loja, por exemplo, tem que ser muito maior que se você investisse essa grana pra gerar renda passiva para valer a pena. Acredite: os problemas são diários e podem te levar a loucura, estou falando sério. Imagine você simplesmente não conseguir trabalhar um dia de maneira azeitada com tudo funcionando. Os probleminhas mais simples são os que tem maior potencial de enlouquecimento porque normalmente se acumulam e você não tem controle sobre eles, portanto se preocupar menos e ser mais racional é a melhor coisa a fazer.

25 comentários:

  1. Boas dicas Corey! Adoro as postagens sobre empreendedorismo, porque é uma coisa que eu penso em fazer no futuro.

    Abraço,
    IM.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal esse post, eu como micro empresário posso dizer que isso tudo é verdade!
    Uma dica que eu posso dar é :"FAÇA" . Como assim? Não fique protelando as coisas, surgiu um problema, vá lá e resolva, teve infiltração? mande concertar, estragou a parede? mande pintar, o calor é insuportável? coloque um ar condicionado. Etc
    Outra dica importante em relação aos funcionários além de tudo já dito pelo corey é de vc fazer uma forma de plano de carreira para ele. Não a nada pior para a pessoa saber que ela nunca vai evoluir no seu trabalho, o empregador deve criar a possibilidade do funcionário crescer na empresa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sovina!

      Tem absoluta razão, fazer as coisas na hora que é preciso é fundamental pra não ficar louco, as coisas costumam se acumular e depois o trabalho é descomunal, isso tem a ver tb com o lance de usar dinheiro onde for preciso pra resolver problemas. Sobre plano de carreira isso é muito importante mas nem sempre é viável, boa parte das vezes as posições são engessadas e não tem muito pra onde o cara subir.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Mas corey quando eu falo em crescimento do funcionário não digo só em aspecto de cargo na empresa, pode ser um crescimento de conhecimento, ou seja, o empregador oferecer possibilidades para o empregado se desenvolver mais dentro da sua empresa, mesmo sem mudar de cargo.

      Excluir
    3. Entendi! Faço algo parecido, parte da renda de alguns funcionários são atrelados a determinados cursos que mando eles fazerem (os sindicatos oferecem gratuitamente), depois faço uma provinha e dependendo da nota eles ganham um bônus. Não quero funcionário emburrecido dentro da minha loja.

      Excluir
  3. Quando descobri seu blog, li acho que todos os pots sobre empreendedorismo, pois também tinha loja, realmente o ganho é maior que como empregado, porém é muita dor de cabeça, saí desse ramo, porém minha esposa continua e como vc não se mata mais. muito bom seus pots sobre esse assunto, me indentifico bastante com eles. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manoel!

      Fico contente por ser útil, não me mato mais não, descobri que não vale a pena... o caminho do meio é sempre o melhor.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. Como sempre um excelente post corey.

    Achei muito interessante como vários problemas podem ser resolvidos de maneira rápida e simples.

    Bom saber dessas dicas, caso a minha empresa aumente de tamanho (duvido muito, mas a esperança, assim como a sogra, é a última que morre).

    UTa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Estagiário!

      Se vc quer que sua empresa cresça, acredito que saberá como fazer isso, vc é um cara esperto, só não esqueça que nem sempre o crescimento e expansão é um bom negócio.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Esse post foi de imensa qualidade. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  6. Corey, desculpe fugir um pouco do tema do post, eu acompanho o blog há um tempo e não me lembro de ter visto nada referente ao alvará de funcionamento de um estabelecimento. Fiz uma pesquisa e aparentemente a maioria dos empresários só trabalham com o protocolo, devido a grande burocracia das prefeituras, é isso mesmo? Qual a sua experiência sobre o assunto?

    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Alvará é igual cabeça de bacalhau, todo mundo sabe que existe mas ninguém nunca viu. Eu mesmo nas 3 lojas que tive jamais consegui obter o alvará original, somente os protocolos. Sorte que o protocolo tem valor legal em todos os casos, as outras autarquias e empresas que precisam do alvará sabem como a burocracia empata a emissão desse documento.

      Excluir
  7. Ótimo post, dá uma ideia do que pode acontecer em um empreendimento para quem como eu não está acostumado com comercio mas tem interesse em se lançar no ramo.

    Abraços

    Zé das Cove
    http://buscapelaif.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Zé! Procuro falar a verdade que ninguém conta por aí... Abraço!

      Excluir
  8. Grande Corey. Senti muita falta dos seus posts sobre empreendedorismo. Essa é a minha maior vontade, mas falta coragem. Família mandando fazer concurso falando que abrir empresa não dá certo. É muita gente jogando contra.

    Esse é o maior obstáculo pra mim. Ligar o foda-se e ir à guerra.
    Aguardo mais publicações sobre o tema. Realmente é interessantíssimo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Zé!

      Aos poucos vou voltando ao assunto. Meu, se vc não ligar o foda-se, esqueça, jamais sairá do lugar, não dou a mínima pro que os outros acham ou deixam de achar, aliás evito ao máximo que meus parentes e amigos saibam sobre meus negócios.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Opa fala Corey

    Não sei se você parou com isso e apesar de não ter nada relacionado ao post gostaria de pedir pra você detalhar seus FIIs.

    É legal ver quais são.

    Valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, ainda não sei se irei fazer isso, mas se quiser trocar ideias é só perguntar, abraço!

      Corey

      Excluir
  10. A experiência conta muito.Resolvendo pequenos probleminhas de causa RAIZ que não desencadeie um efeito cascata de problemas que os tornem INsuportáveis.
    Ter planejamento de formas de contigência.
    Ter escrito ou com a sua experiência do ramo ou profissão um planejamento de como irá sair das situações adversas no dia-a-dia.Afinal nos momentos de crise tem que se reagir e não planejar.
    O fundamental é ter experiência e bom senso.
    Vantoir

    ResponderExcluir
  11. to começando a invstir tbm. relato no meu blog futuroricofeliz.blogspot.com.br.

    como faço pra relacionar o seu blog lá, para eu poder acompnahr melhor? abraços

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.