segunda-feira, 24 de junho de 2013

Sobre Bolsa em Queda, Desespero e Comportamento

Antes de mais nada, queria avisar que coloquei mais uma funcionalidade no blog chamada "Corey está lendo", onde colocarei os livros que estou lendo, fica aí do lado direito, abaixo do histórico de postagem.

Bom, agora vamos ao post de hoje. Sei que não sou um ser humano normal, tenho visões deturpadas de várias coisas, quase nunca concordo com a maioria o que me faz ser o cara “do contra”, ser olhado torto durante uma discussão (vide meu desabafo sobre as manifestações), não ser compreendido no que acredito ser argumentos concretos e na pior das hipóteses ser totalmente execrado de uma discussão. Por conhecer esse meu lado, digamos, estranho (pra não dizer maluco), costumo me abster de várias discussões ou mesmo mentir, saindo pela tangente. Não tenho o dom da oratória, tenho dificuldade em me expressar, portanto muitas vezes prefiro deixar pra lá que passar ridículo e por louco.

Essa pequena introdução, que é óbvia pra quem acompanha o blog desde o começo, serve para eu comentar sobre um fenômeno que tenho notado nos últimos dias. Devido a acentuada queda da bolsa, tenho lido em muitos lugares, inclusive em outros blogs de finanças, muitas discussões sobre o que fazer, no que investir, o que comprar... muita gente tá desesperada com 5, até 10% de queda nesse mês, percebo lágrimas quando o cara diz “meu HB tá todo vermelho”. Meu questionamento é o seguinte: poxa vida, quando a bolsa estava em alta os papos eram o seguinte:

Minha carteira rendeu X% acima do ibov, estou muito feliz!
Só tem papel caro, não há oportunidades de compra!
Vou comprar tantos lotes da ação MERD4, ela subiu 10%, vai subir mais.

Agora que as oportunidades de compra apareceram e como diria Buffett, as “guimbas de charuto” estão esparramadas pelo chão esperando alguém para dar uma última tragada, nêgo só sabe reclamar que a carteira desabou tantos %, como se o cara fosse liquidar a carteira imediatamente. Acho que esse tipo de pensamento faz sentido pra trader, mas pra holder... Desconfio que o longo prazo escancaradamente pregado por muita gente não passe de 1 semana! Li pessoas que anteriormente falaram que comprariam a ação X quando chegasse a 1 real, mas agora que está custando 50 centavos, o cara fica imóvel, sem fazer absolutamente nada. Não faz sentido!

O que me deixa mais impressionado é que isso que estou falando é chover no molhado, todo mundo sabe isso, aliás, todo mundo sabe disso muito melhor que eu, um novato e ainda leigo sobre ações, mesmo assim todos repetem o mesmo discurso: que a carteira tá sangrando, que vai fechar o mês no vermelho... como se o desempenho negativo de um mês fosse invalidar a performance por décadas.

Particularmente sigo com minha estratégia: aportando forte no meu segundo empreendimento, aplicando os rendimentos dos FIIs e alguma sobra do salário da Bia em outros FIIs. Estou bem tranquilo, vendo meus objetivos serem alcançados, apesar da mudança de estratégia que realizei recentemente (abandonando as ações para investir no negócio novo). Quanto minha carteira caiu esse mês? Sei lá! Só vou saber no fechamento. Estou desesperadamente triste ou feliz com a queda? Nem um nem outro, posso dizer que a queda das ações, que arrastou os FIIs juntos, melhorou minhas compras, permitindo-me comprar bons papéis por preços melhores, mas também não fico chorando quando compro um papel num dia e no outro o vejo cair 1 real.

Estou lendo “A Bola de Neve”, livro que aliás, recomendo a todos que gostam do assunto investimentos ou desejam conhecer a história de pessoas de sucesso. Warrem Buffett é um cara extremamente simplista, ele não costuma complicar as coisas, mesmo quando entra em negócios complexos. Acredito que esse tipo de pensamento serve pra tudo na vida, desde investimentos até relacionamentos. Baseado nisso acho que a maioria de nós tem a infeliz mania de complicar tudo em nossa volta, aliás, a complicação dá status, se você tem uma estratégia de investimento complicada ou mesmo uma agenda complicada, cheia de viagens e reuniões, você aparenta ser intelectualmente superior, o que na minha opinião, não é verdade, muito pelo contrário, acho que quanto mais simples for a vida, mais robusta e inteligente ela será.


Será que esse é mais um devaneio da minha cabeça maluca ou mais alguém também consegue enxergar o mesmo?

35 comentários:

  1. Não é devaneio seu, não. Ao transcrever o contexto do mercado (no rascunho do meu fechamento de junho) sigo um raciocínio muito parecido.

    Acrescentaria ao seu texto o seguinte: os holders que possuem efetivamente uma estratégia definida de investimento estão aproveitando os descontos e comprando um pouco mais dos papéis que já estavam predispostos a encarteirar.

    Os demais estão, na minha humilde opinião, perdendo uma boa oportunidade de acelerar seu caminho rumo à IF. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Longe do Limite!

      Sim, concordo com vc, quem tem uma estratégia definida ou quem realmente segue balanceamento por % está tranquilamente aumentado posições, sem estar desesperado.

      Qual o link do seu blog?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. http://longedolimite.blogspot.com.br/

      Abraço!

      Excluir
  2. Corey,

    O "momento presente" possui uma força e um impacto que, racionalmente ou teoricamente, não conseguimos depreender. O que está acontecendo "no momento" parece que é eterno ou parece que é muito mais intenso do que de fato é.

    Lembra quando os juros caíram e só se falava em "nova realidade dos juros baixos no país, aceitem isto" ? O tempo foi o senhor da razão em apontar o grande equívoco que houve nesta queda do patamar de juros.

    O mesmo acontece com o preço dos imóveis ("Não há bolha, muquifos valem 1 milhão sim") ou, no caso apontado por ti, as cotações de determinadas ações da bolsa.

    Por isto é importante ser eminentemente técnico na análise dos investimentos e não se deixar levar pela euforia ou pela tristeza. São números, devemos deixar nossas emoções serem conduzidas para outros aspectos de nossa vida mais relevantes.

    É claro que, mesmo fazendo o dever de casa (diversificação, estudos, etc), tudo pode ir abaixo... mas aí tenha certeza de que muita gente vai junto contigo. Não vivemos isolados.

    Foquemos no "processo", e não num presente fugaz.

    Abraços, Renato C

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renato!

      Sem dúvidas, o momento parece sempre maior que realmente é, quando olhamos depois de um ano, parece que tudo passou tão rápido, mas pra quem vive é uma verdadeira novela.

      Sobre a queda de juros, lembro-me que muitos se desesperaram enquanto muitos afirmaram categoricamente que a política nao era sustentável. Deu no que deu! Por isso acho temerário seguir os profetas do apocalipse.

      Sim, tudo pode dar errado mesmo tendo o risco sob algum controle, mas se usarmos esse pensamento pra tudo, não saimos nem de casa pq um avião pode cair nas nossas cabeças. Quem tem estratégia definida está tranquilo.

      Valeu pela participação!

      Corey

      Excluir
  3. Tirando a ultima parte do o ultimo paragrafo, visto que uma agenda de viagens e reunioes geralmente sao ossos do oficio e nao escolhas pessoais, concordo com o que diz sobre os investimentos quando a bolsa esta em queda.

    Abraco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Matheus!

      Entendo perfeitamente que o trabalho de muita gente é composto por viagens e tb entendo que isso deve ser muito legal no começo, mas deve se tornar chato com o passar dos tempo, o que quis dizer é que muita gente usa isso como argumento de status, se acha o fodão por viajar a trabalho e viver com a agenda cheia, pra mim isso é ser workhoalic, o que não é nada saudável.

      ABraço!

      Corey

      Excluir
  4. Alias, estou lendo a Bola de Neve tambem. Esse livro reforca uma opniao que eu tenho: os genios extremos (esses um ou dois por seculo) tem costumes muito estranhos. Porra, sinceramente o Buffett so 'e exemplo nos investimentos, porque em todo o resto nao concordo com quase nada da vida dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc! A vida do Buffett (até os 30 e poucos anos que onde cheguei no livro) é uma chatice só. Ele viveu todo esse tempo em função de ganhar dinheiro sem ter um propósito claro pra isso. Foi um cara totalmente ausente na vida da família, o típico cara sem a menor vocação pra paternidade.

      Claro, não vou de maneira alguma desmerecer o trabalho formidável que ele realizou, mas acontece que ele é gênio, e na minha ideia de gênio é de uma pessoa que faz o que faz de maneira natural, sem ter que desprender horas pra aprender alguma coisa, tudo sai de maneira natural devido a um dom (ou seja lá o que for) natural. Qualquer pessoa que tentar ser um novo Buffett fracassará pelo simples motivo que não se aprende ser um Buffett, se nasce um Buffett.

      Estou gostando muito do livro, gosto de biografias, espero que continue assim até o final.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Corey, parabens pelo post e pelo blog.

    Muito razoável o que você disso. Tento pensar e, mais que isso, aplicar o mesmo.

    Abraços,
    C.A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CA!

      Ainda bem que não sou só eu, rsrs!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. O investimento de longo prazo é uma daquelas coisas que são fáceis de falar, mas difíceis de fazer. Tudo é lindo enquanto a bolsa está de lado ou caindo. Mas quando cai é que vemos que a prática é bem diferente da teoria. E olha que a situação não está parecida com a de 2008, quando vimos quedas diárias de 10%.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá AdP!

      Concordo que a prática é sempre diferente que a teoria, mas não podemos deixar a racionalidade de lado, principalmente ao lidar com situações "adversas". Na realidade, acho que estamos numa situação muito boa, o que vai contra o que ando lendo por aí.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Ops, retificando: "Tudo é lindo enquanto a bolsa está de lado ou SUBINDO."

      Sim, racionalidade acima das emoções. Queda de bolsa nem deveria ser considerada uma adversidade, pois faz parte da renda variável. É por isso que você colocou a palavra adversas entre aspas. Minha estratégia está mantida.

      Abraços

      Excluir
    3. Isso mesmo AdP, não é uma adversidade, não é um fenômeno extraordinário, é algo que faz parte do jogo, apenas isso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Vejo da mesma forma, a um tempo, muitos diziam que tudo estava caro, e agora que o preço caiu ficam desesperados. Quando dizem renda variável, não quer dizer que ela varia só pra cima (como a maioria espera),as vezes varia pra baixo também.Estava pensando em seguir minha estratégia de aumentar os FIIs em 20% da carteira, mas com essas quedas já estou pensando em comprar mais ações.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zé!

      Exato, o pessoal não consegue entender o conceito de variável. Quem tem uma estratégia definida, quem faz compras regulares sem buscar timing, está rindo a toa pela oportunidade de comprar bons papéis por preços menores. Se cair mais no mês que vem, essa pessoa comprará mais, simples assim.

      Sobre aumentar os FIIs ou ações eu digo uma coisa: vai onde vc conhece mais e principalmente o que satisfaz mais sua estratégia. Eu, por exemplo, compro FIIs pq conheço bem mais que ações e pq minha estratégia é focada em fluxo de caixa. Estou muito feliz por ter papéis negociados com excelentes preços, muitas vezes inferiores ao do lançamento.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. Eu fiquei puto demais quando a ELPL foi à 40 reais. Pensei que tinha acabado minha chance de ficar rico. Quando foi à 25 fiquei feliz. Mas ainda era caro. Foi à 18, 15, 10, 6. Fiquei meio triste de ver o patrimônio caindo mas era tudo o que queria. E assim juntei grana pra isso e nao fiquei paralizado. Comprei.

    Da mesma forma tava puto com 2008 não ter grana pra comprar na crise. Hoje tenho. Pensei que não ia ter mais aquela crise e que o bonde passou. É agora tenho.

    Lição: Esteja sempre preparado e mantenha suas convicções

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Pobreta!

      Bom, sem considerar sua estratégia "enérgica", vc tem total razão, o cara tem que ficar triste somente por não ter capital pra investir, se confia na estratégia, tem que seguir em frente.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Fala, Corey!

    "Existe uma diferença entre saber o caminho e percorrer o caminho."

    Quanto mais nos preparamos e estudamos, menos doloroso fica percorrer o caminho, pois o conhecimento nos dá a sensação de segurança.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá dimarcinho!

      É verdade, o conhecimento nos deixa mais tranquilo, principalmente conhecer o que se está fazendo e ter certeza que a estratégia é compatível com os objetivos e tolerância ao risco.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. É Corey você escreveu um belo resumo do comportamento dos investidores, realmente é isso que está ocorrendo e quem não está reclamando simplesmente sumiu.
    Não é fácil ver a carteira sangrando e neste mês para quem está na renda variável vai ser uma sacudida considerável, nem FII se salvaram. O que fico realmente aborrecido e de não ter mais dinheiro para aproveitar essas promoções, uma coisa é comprar nas cotações de agora e outra é ter o dinheiro imobilizado sem poder fazer nada, é frustrante, rs.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá General!

      Ainda bem que não sou só eu que tem essa percepção! Muita gente sumiu mesmo e outros reclamam, fico imaginando o que não está passando na cabeça da outra galera, aquela que não se manifesta...

      Seu aborrecimento é, na minha opinião, o único que devemos ter nesse momento. Estou até bolando uma maneira de aportar mais um pouco esse mês.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Corey,

    Concordo plenamente com você. Existem ótimos ativos sendo negociados muito abaixo do que valem. Eu adoraria poder aportar algumas dezenas de milhares de reais agora. Temos que lembrar que estamos investindo na nossa IF e que pra a maioria ela esta a vários anos de distancia. Sendo assim, temos que pensar apenas nela. Esta queda será revertida em alguns meses e quem estiver tendo a coragem de comprar os bons ativos agora estarão rindo a toa quando da reversão.

    Abraços.

    FAZP!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fazendeiro!

      Seu pensamento é o mais coerente, devemos lamentar apenas não ter grana para investir. Acho que tentar ficar prevendo se vai cair mais ou não tb não é legal, se tiver essa dúvida acho legal dividir o aporte e não deixar o momento atual passar. No longo prazo as compras realizadas nesse período com certeza farão diferença.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  12. Não vejo a hora de receber o meu salário para aportar na bolsa mais barata do mundo! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Eike!

      Se é a mais barata do mundo eu não sei, mas que as oportunidades estão aí é verdade.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. A única coisa que eu lamento dessa queda é não ter um aporte monstro pra comprar tudo que quero. Fora isso sigo na estratégia de estar comprando pouco a pouco, nada de realizar prejuízo, afinal as empresas foram bem escolhidas e é apenas uma turbulência sistêmica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Offshore!

      No meu modo de ver sua opinião está correta, é por aí mesmo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Tô com você! Tem gente dizendo que ainda pode cair mais, muito mais. E aí, que farei? Compro mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, se cair mais, compra-se mais. A estratégia de compras constantes serve pra isso, abraço!

      Corey

      Excluir
  15. excelente texto corey!!!

    A tristeza é so quando não temos capital para aportar nessas promoções, qdo estamos 100% ações etc, fica dificil Aproveitar ainda mais a liquidação!!! temos q tentar pelo menos aumentar um pouco o valor do aporte!!! é o q estou tentando fazer, mesmo com despesas fora do planejamento no mês, tentando aportar pra aproveitar pelo menos um pouco e ao contrário da maioría torcendo pra cair ainda mais!!! qto mais a cotação cair e os lucros seguirem sem queda maior é o dy da empresa e mais interessante fica encarteira-la para o longo prazo!!! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo!

      É isso que estou fazendo, acho q vou dar cano no aporte do meu outro negócio pra aproveitar esse mês, vamos ver...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  16. Corey,
    Belo post, parabéns!
    O sentimento é este mesmo, de certa frustração por não ter mais dinheiro pra comprar nada (já comprei o equivalente a aproximadamente 15% da carteira este mês). Agora estou aguardando receber mais uma grana no começo do mês para novo aporte.
    O complicado é ficar tentando acertar o fundo e logo vem outro fundo. Isso dá um pouco de desânimo, pois se esperasse mais uns dias poderia comprar mais barato ainda. O jeito é seguir devagar e sempre.
    Abraços,
    Blog Economicamente Incorreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá EI!

      Não acho válido tentar acertar fundo, sempre será frustrante, as chances de acertar na mosca são remotas, então me contento com a média. Aconteceu comigo esse mês, comprei um papel e no dia seguinte caiu 2 reais, paciência...

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.