segunda-feira, 17 de junho de 2013

[Desabafo] - Sobre Manifestações e Vaias

Esse post é um desabafo, ninguém tem a menor obrigação de concordar com minhas opiniões, até porque sei que elas não são muito ortodoxas nem politicamente corretas e podem gerar revolta em algumas pessoas, mas esse blog é meu espaço pra falar o que penso, aquilo que muitas vezes não posso falar no “mundo real”.

Bom, acredito que todos devem estar a par dos últimos acontecimentos em São Paulo: várias manifestações contra o aumento da passagem de ônibus, “truculência” da polícia, etc. Não me preocupei em entender a real intenção dessas manifestações, também não sou advogado, não entendo muito sobre direitos e deveres, mas darei minha opinião (parcial, eu sei), sobre o assunto. Ao abrir o Facebook nesses dias, me deparo com as mais variadas indignações: amigos socialistas e petistas exaltando a “coragem”, “iniciativa” e “direitos” dos manifestantes e a “truculência”, “agressividade” e “selvageria” da polícia. Do outro lado, o lado dos amigos capitalistas e psdbistas, falando da vagabundagem dos manifestantes, que o real objetivo das manifestações é isso ou aquilo, etc. Bom, eu só sei de uma coisa: nada, justifica depredações, bagunça, barulho, etc. Não é assim que se resolve nada e na minha opinião, a polícia tem o dever de sentar o cacete em baderneiros, seja lá de qual tipo forem: manifestantes bagunceiros ou gente sem noção que ouve som alto dentro do carro. Na minha opinião toda e qualquer pessoa que perturba a ordem pública deve ser punida.

Acho que algumas atitudes de pseudo-politizadas são totalmente demagogas. Não aceito, por exemplo, esse lance de direitos de presos, acho que uma vez que você fez uma cagada e foi parar na cadeia, foda-se, você perdeu o direito de cidadão. Embora admita o benefício das bolsas do governo (família, gás, puteiro...), sou contra, sou daqueles que acham mais certo ensinar a pescar que dar o peixe. Acho que o governo perde muito tempo e dinheiro com educação escolar ultrapassada e inútil, sim, porque pelo menos 90% do que aprendemos na escola é inútil (isso vou deixar pra outro post). Vamos ensinar coisas úteis aos jovens: profissões como padeiros, confeiteiros, açougueiros, pedreiros... Tudo isso dá muito dinheiro, tem emprego de sobra e se qualifica em relativamente pouco tempo e com pouco investimento. Outra coisa, lamento muito, mas em São Paulo é pobre quem quer! Admito que em outros estados do Brasil essa não é uma verdade, mas em São Paulo é (vou deixar isso pra outro post também).

Sobre as vaias a presidente Dilma no jogo do Brasil, acho o seguinte: o público dos jogos da copa será formado por aquela “elite” da classe C pra cima, o preço é proibitivo ao povão, e como esse povo é o que mais sofre no bolso as políticas pão e circo do governo, é óbvio que esse tipo de hostilidade iria acontecer. Por outro lado, acredito que o povo brasileiro é muito burro em torrar dinheiro com futebol... (mas isso também fica pra depois, rs!). Sim, faço parte dessa “elite”, estou naquele grupo que proporcionalmente a renda paga mais impostos, tanto na PF quanto na PJ, sinto-me estuprado pelo governo toda vez que pago meus tributos.

Ah, uma coisa que me irrita também é essa perseguição anti Rede Globo e revista Veja. Puta que pariu, todo mundo sabe que a imprensa é parcial, sempre foi e sempre será. Acho que só agora descobriram isso! É “in” criticar a Veja e a Globo, assim como é “in” gostar de acessórios gourmet para cozinha e bicicletas de 2k. Acho que todo tipo de imprensa deve ser absorvido o conceito, não o todo, a imprensa serve para apresentar o assunto e não para formar sua opinião a respeito dele. Os neo-socialistas são um grupinho nojento também, idolatram Che e colocam fotos do Fidel nos seus i-phones que guardam em suas calças Levis pagas com seus cartões Americam Express. Vai pra merda! O mundo é capitalista, o CAPITALISMO produz, anima as pessoas a fazerem algo de útil pra si mesmas e também para a sociedade. O dinheiro move o mundo e onde o dinheiro é abundante as condições são melhores, mas para o dinheiro ser abundante é preciso trabalhar, buscar crescimento profissional, ter objetivos, consumir conscientemente... Essas não me parecem características do brasileiro médio que só pensa em levar proveito, usufruir de bolsas, seguros desempregos e cambalachos fiscais.

Aí o pessoal fala, mas Corey, você tá falando tanto de trabalho, mas o seu objetivo de vida é parar de trabalhar, né? Sim, eu quero parar de trabalhar, ou ao menos ter condições de trabalhar menos ou em algo que me traga prazer, porém pra isso, eu tenho trabalhado muito e não dependo de 1 real do governo pra atingir meus objetivos, muito pelo contrário, o governo só serve pra me foder, explorando meu trabalho pra dar pra quem não contribui em nada pro crescimento do país que são os políticos e o povão acomodado nas bolsas esmola da vida...


Bom, sei que o texto ficou longo, sem nexo e jogado, mas eu precisava desabafar, como eu disse, ninguém é obrigado a concordar comigo, muito pelo contrário, discussões saudáveis são muito bem vindas. Obrigado por perder seu tempo pra ler esse desabafo.

62 comentários:

  1. Fala Corey, tudo bem?

    Protestos por 0,20 centavos de aumento no transporte é brincadeira, né? Mas se estas manifestações objetivam discutir a qualidade do transporte público e reivindicar melhorias, acho um grande avanço frente a histórica passividade dos brasileiros.

    Quanto as vaias à presidente Dilma, acho merecidas, porém não sei se veio no momento e local ideais. Mas como li por aí na internet e achei fantástico, o povo foi mal educado, o que reflete a falta de investimentos do governo Dilma na educação... hehehhehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IR!

      Sobre manifestações para discutir a qualidade do transporte público eu acho muito válido, mas a baderna q virou é totalmente errado, além do mais não sei se 20 centavos é o melhor motivo pra provocar esse debate. Não sei o q está por trás disso tudo...

      A educação do brasileiro é um grande problema e um dos principais motivos pelo qual a gente não sai do lugar, eu digo educação em prol da cidadania, q não tem nada a ver com educação escolar. Isso o brasileiro não tem! É até a principal queixa dos gringos.

      Valeu por comentar, abraço!

      Corey

      Excluir
  2. Post foda Corey,foda! Só discordo de um trecho que vc fala sobre as manifestações do facebook entre Petralhas e Tucanos,sim existe essa rixa de merda mas o fato é que os dois estão do mesmo lado da história,ou seja,ESQUERDA! Só petista idiota que insiste em inventar uma Direita que não existe pra ficar tacando pedra,desde quando Partido da SOCIAL-DEMOCRACIA Brasileira pode ser de Esquerda? rs

    FHC é defensor incansável do aborto,casamento gay,programas sociais (não tão descaradamente quanto o PT arrecadador de votos com esses tais "programas"),mas enfim...O PT é de uma linha mais radical,comunão mesmo,já o PSDB é de esquerda mas é mais "relax",apesar de protecionista é mais flexível em certos pontos.

    Se tiver um tempinho aí,sugiro a leitura desse excelente texto:
    http://direitasja.com.br/2013/04/05/fhc-psdb-e-a-diferenca-entre-a-social-democracia-e-a-direita/

    Ahh,e só pra deixar os comuninhas de Iphone alvoroçados com o "reaça" aqui,sou assinante da Veja há algum tempo...A única revista que não é chapa-branca e lambe-bolas da petralhada nesse país! rs

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Com certeza estão do mesmo lado, o cara tem q ser muito idiota pra acreditar q existe esquerda, tá todo mundo busca interesse próprio, tenho dó de quem acredita q existe política no sentido de debates em prol de algo melhor. PT, PSDB, PQP, é tudo a mesma merda!

      Não entendo de política, aliás, sou bem leigo no assunto, mas tem coisa q é tão óbvio que é impossível uma pessoa com um mínimo de inteligência não perceber.

      Tb leio Veja, não toda semana, mas qd tem uma matéria q me interessa eu compro sim, tb leio a Folha semanalmente. Sou capaz de filtrar o que é informação e o q é opinião, não acho isso uma tarefa muito difícil...

      Obrigado por comentar, abraço!

      Corey

      Excluir
  3. Olá Corey,

    Esse vandalismo(pois aquilo não chega nem perto de uma manifestação) foi não sobre 20 centavos e sim sobre 0,2/3,0 = 6,66% de aumento, o que mostra que a população ainda não aprendeu o que é um governo populista. Aqueles aumentos no salário mínimo, diminuição na taxa de juros, etc, sem uma base forte para sustentar esses aumentos de crédito, aonde mais poderia parar senão numa inflação elevada? infelizmente, se você pedir para uma destas pessoas explicar o que é inflação, não saberão sequer soletrar a palavra.
    É muito facil para essas pessoas brigarem por aumentos de salario, diminuição nas tarifas, e nas eleições votarem sem consciência.
    Abs,
    J.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Pois é, tem razão, em algum lugar a política econômica populista tinha q estourar, mas vamos e venhamos, qta coisa sobe mais q a inflação e ninguém reclama... Sinceramente não acho q esse país tenha jeito de mudar, a bagunça já tomou conta de uma tal maneira que a merda só tende a aumentar.

      Cadê as manifestações pelo fim da violência? Pelo fim dos assaltos, dos flanelinhas q cobram 30 conto por um cartão de zona azul, pelo fim do tráfico?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. No que diz respeito as vaias, eu acho que foram merecidas.
    Mesmo porque em um estádio de futebol nego xinga juiz, manda jogador tomar naquele lugar etc.
    Sendo assim, posso também vaiar quem eu quiser. No caso a Presidente.
    Isso em tese, visto que não estava no estádio. Mas se eu estivesse eu poderia vaiar, ou não.

    Já em relação a quebradeira, eu acho um absurdo. Tem nego ali que nem usa transporte público. Não sei o que está por trás daquilo, mas coisa boa não é.
    Ou, quem sabe, talvez tenha sido a gota d´agua para o povo reagir contra os desgovernos do País (não do PT, mas de modo geral).
    No entanto, não será quebrando ônibus e detonando a cidade que iremos chegar em algum lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Concordo q as vaias foram merecidas, aliás o governo inteiro merece vaias, só não sei se foi o melhor local pra isso... A galera deveria boicotar essas porras de copas, mas não... o futebol é sagrado nessa merda de país!

      Não vejo essa bagunça como reação contra o desgoverno, até pq a grande maioria dos usuários de transporte público tb são beneficiários dos programas protecionistas do governo, então fica uma situação paradoxal...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Parabéns, mesmo não sendo especializado no assunto, você mostra que pensa. Che Guevara é o caralho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puta chatice esse negócio de Che, Fidel, neo-comunismo... Vá pra pqp, quer comunismo? Muda pra Cuba! Não é isso q esses comunistas e patriotas de merda falam qd alguém ousa falar "mal" (verdade) do Brasil? Eles não mandam sair do Brasil? Então q eles vão lá pra Cuba implorar por um sinal de internet...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. O problema do valor do aumento, não é de agora, se comparar o preço em 94, a inflação acumulada 94-2013(+300%), era pra passagem estar ainda abaixo de R$2,20...mas esse efeito de aumentos além da inflação tá em tudo que agente consome, tá impossível viver nesse pais, tão ou mais caro que pais de 1º mundo.

    Eu não gosto de partido nenhum, mas pessoalmente, desde criança, sem nem entender de politica, eu já não gostava de Lula e o PT, e nesses mais de 10 anos no poder, não fizeram nada pra mudar minha opinião. Eu so discordo de uma coisa, todo mundo fala que a "elite" tava ali, não posso dizer de Brasília, mas aqui no nordeste, os jogos que tiveram e vão acontecer, tem muita gente pobre tb, tão esquecendo que estamos falando de Brasileiros? Adoram Futebol, Adoram Aparecer e Adoram se Endividar( pra aparecer)...Hj mesmo meu FB tá cheio de foto de ingresso!
    É que nem no carnaval, que tem nego que te deve R$50, fica chorando à vida ruim de pobretão, mas tem R$ 300 pra comprar um abada...

    Como vc disse, nós somos estuprados diariamente por esse governo, vivemos c/ a insegurança jurídica se quisermos gerar riquezas e empregos, não temos nada em troca, se quiser tem que pagar por tudo por fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruno!

      Mas se vc for fazer as contas, tem uma porrada de produto q subiu acima da inflação, até o salário subiu acima da inflação... E como comentaram aí em baixo, quem paga essa porra de 0,20 são os empregadores (eu inclusive), então quem deve reclamar somos nós, não o povão. Como vc disse tá ficando impossível viver nesse país, se fosse só o custo de vida, a gente relevava pq aquilo q se resolve com dinheiro não é problema, mas essa violência, bagunça e falta de cidadania é que fode com tudo.

      Tb não curto partido algum, detesto política, mas admito q o governo Lula foi bom, se não fosse a acertada no país que ele deu, com certeza eu não teria conquistado o q conquistei. Só não concordo muito com os meios...

      Olha, acredito que boa parte desses ingressos que vc comentou devem estar sendo pagos com o bolsa família. A porra do futebol é sagrado nessa merda de país, vai pra pqp!

      Exato, temos insegurança jurídica, um arrombo tributário q além de tudo é confuso, nunca sabemos se estamos pagando o que deveríamos, só temos a certeza que pagamos mais do que o governo merece.

      Obrigado por comentar, abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Fiquei curioso em saber a que você se refere sobre a "acertada" no país que o Lula deu.

      Não sou psdbista, fhczista, tampouco petista, lulista, socialista ou de direita, só pra não me rotularem errado.

      Mas o governo Lula basicamente continuou o governo FHC. Sendo que no governo FHC crescemos menos em termos absolutos, mas foi acima da média de países concorrentes. Já no governo Lula crescemos mais em termos absolutos, mas menos em termos relativos a países concorrentes.

      Ou seja, nessa parte Lula não fez nada de bom, e na verdade até regrediu um pouco.

      A parte em que o país passou de devedor internacional para credor internacional, ocorreu apenas no governo Lula, mas foi FHC, através do regime de superavit primário (que o Lula era contra), quem criou as sobras que, ano a ano, foi saldando os deficits do Brasil. Lula manteve a política e, como o país tinha "lucro atrás de lucro", uma hora a conta foi paga.

      A parte da queda de juros só foi possível com o controle de inflação (que é o "imposto do pobre") criado pelo FHC (e que Lula também era contra).

      A grande diferença/vantagem de Lula sobre FHC foi justamente a universalização de programas sociais, mas não acho que seja isso que você chama de "acertar" o país.

      Então queria entender melhor seu ponto de vista.

      Excluir
    3. Anônimo:

      Concordo com vc, o que o Lula fez foi continuar o trabalho do FHC, eu quis dizer q durante o governo Lula as coisas foram concretizadas, foi onde os resultados do FHC começaram a aparecer: economia estabilizada, comércio aquecido, etc. Sei q foi devido a acerada da política FHC/Lula é que obtive o sucesso financeiro e profissional de hoje, talvez eu tenha me expressado mal...

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Olha a safena, Corey!!! kkkk

    É complicado que na verdade estamos em meio ao fogo cruzado... O que é verdade?

    Há depredação? Há! Mas por manifestantes ou arruaceiros que aproveitam pra zuar tudo?

    Há excesso da polícia? Há! Mas também temos que ver que é uma policia despreparada, que na verdade também tem seus momentos de manifesto e precisa de apoio.

    Infelizmente, temos isso de "é só 20 centavos". Arnaldo Jabor hj pediu desculpas por ter citado isso (tem um audio no site da CBN/Globo, pedindo desculpas).

    Como disse, é complicado pq estamos no meio do fogo cruzado. PT e PSDB nessas horas se unem para dizer que não vão recuar. E o povo... tem que aceitar?!

    Dói ver que muitos (de bem) estão tentando manifestar em prol da sociedade e acabam sendo atacados, ou por uma policia despreparada, ou por arruaceiros que só querem ver o circo pegar fogo...

    Quanto a globo/veja/midia... bom, eu aprendi a filtrar... Cada um tem seu ponto positivo.

    Eu já comentei entre amigos: O governo é burro. Deixam pra aumentar bem quando começa a Copa das Confederações... Era só esperar acabar a Copa e meter 40 centavos a mais.

    Ninguém perceberia...


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lastariot!

      Nada justifica depredação, e a depredação justifica tratamento rude contra os vândalos, então acho q apolícia deve sim agir com extremo rigor, até pra mostrar um pouco de serviço. Na minha opinião o marginal deve temer, e muito, a polícia.

      Esse fogo cruzado, como vc disse, só serve pra gente se foder cada dia mais, não temos segurança, não temos apoio governamental, não temos merda nehuma!

      Desculpe, mas o pessoal de bem q está envolvido nessas manifestações, se fosse de bem mesmo daria um jeito de protestar de outra maneira, a primeira delas seria acabando com essas manifestações idiotas q atraem bandidos.

      Se aumentasse durante a copa, poderiam aumentar 1 real e o povão não reclamaria, estaria todo mundo idiotamente hipnotizado pela merda do futebol...

      Valeu pela presença!

      Corey

      Excluir
  8. Boa Corey!

    Essas manifestações são puramente políticas, na maioria de jovens das zelite que gostam de pagar de socialistas de merda.

    Como você disse, uma coisa é protestar, outra coisa é depreciar patrimônio público e privado. A polícia age 100% correta ao lidar com marginais desse tipo no cacete.

    Em tempo, ocorrerá hoje uma manifestação diferente, no Masp, onde um grupo partidário pró-capitalismo vai protestar (pacificamente) pela desregulamentação do cartel que é o transporte público municipal.

    Sim, se o serviço é horrível, se deve ao monopólio que o governo concede para apenas uma empresa de ônibus. A concorrência em transporte atualmente é proibida. E não é preciso ser gênio para saber que ambiente sem concorrência gera ineficiência (qualidade ruim e preços altos).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Concordo, esses jovens metidos a socialistas são uma merda, infelizmente tenho amigos q são assim, engraçado q todos eles possuem carro do ano, iphone e viajam para o exterior várias vezes ao ano pra comprar camisas lacoste...

      Com certeza o serviço de transporte público de sp é uma merda, até o metrô, q já foi referência, tá ficando zoado, mas sair quebrando tudo não é a melhor alternativa.

      Valeu pela presença, abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Corey, nas manifestações existiram tanto baderneiros quanto apenas manifestantes.

    Concordo que a polícia possa usar meios coercitivos, mas apenas em relação aos baderneiros, coisa que inocorreu.

    Ou seja, no grande grupo que se manifestou, haviam tanto imbecis quanto gente não imbecil.

    Sou absolutamente contra o assistencialismo pregado pelo governo e tenho a dizer ao amigo que o Brasil não é um país capitalista.

    Nem mesmo o topo poderoso EUA o é, acredite se quiser. Estou falando do verdadeiro e puro capitalismo.

    Um país capitalista é contra o crédito e protecionismo.
    Um país capitalista tem poupança, e as pessoas desse mundo ideal só compram a vista.
    Um país capitalista preza pela concorrência, poupança, produtividade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Infelizmente a polícia não tem como saber quem está querendo realmente manifestar-se ou quem está só pra arruaçar, então é natural e perfeitamente aceitável que "gente de bem" saia prejudicada nessa história. É aquela coisa, eu tenho o direito de andar com um rolex no braço no meio da favela, mas não acho isso uma coisa indicada de ser feita. Quem tá no meio dessa bagunça deve arccar com as consequências e parar de mi-mi-mi.

      Claro q o Brasil não é capitalista, isso não existe 100% em local nenhum do mundo, mas tomando o próprio exemplo dos EUA, lá a coisa é muito diferente, existe competitividade pra ver quem trabalha mais, quem conquista mais, etc. Pode ser uma coisa idiota, mas traz benefício pro país. Aqui acontece o contrário, já vi caso de nego se orgulhando por fica x meses sem trabalhar amparado nas bolsas do governo... O vagabundo por aqui é que leva vantagem!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Oi Corey.

    Não sou o maior conhecedor desse protesto, mas entendo que a manifestação não é pelos 0,20 cents, mas pela precariedade dos serviços públicos frente à alta carga tributária a que estamos sujeitos. Acho que vai mais além, conforme a própria carta de princípios deles:

    http://saopaulo.mpl.org.br/apresentacao/carta-de-principios/

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a manifestação vai além dos 0,20, mas nada justifica parar uma cidade e depredar o patrimônio público e privado em prol disso.

      Excluir
  11. Vcs acham q trabalhador vai reclamar de 0,20 centavos no aumento da passagem?E claro q não!!!Quem paga a passagem e empregador,não o empregado.

    Mas e isso ai, Corey o post ta perfeito!
    Alexandre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Alexandre, eu não tinha parado pra pensar nisso q vc colocou, mas é a mais absoluta verdade. Quem deveria tá lá se manifestando sou eu, que tenho funcionários e vejo a cada mês meu custo operacional aumentar.

      Valeu!

      Corey

      Excluir
    2. E por que não vai?

      Excluir
    3. Não vou pq tenho coisas mais relevantes com o que me preocupar.

      Excluir
  12. Grande Corey,

    A minha opinião sobre o assunto é muito peculiar.
    Primeiramente, não existe manifestação sem bagunça e sem baderna, porque manifestações são feitas pela população e que na maioria das vezes não tem uma noção unificada de como agir e expressar sua opinião. Sou contra a depredação e algazarra mas não existe manifestação pacífica.

    Por outro lado, sou a favor da polícia conter a população. Estão utilizando muita força, sim estão, mas as vezes é necessário para que os manifestantes não virem a cidade de cabeça para baixo.

    Os manifestantes são o braço da população, sejam controlados ou não, e a polícia é o braço do estado, quando os dois se encontram é lógico que irá sair faísca. Agora, o que eu não aceito é pessoas que não sabem ver ambos os lados.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Estagiário!

      Respeito sua opinião, concordo q toda manifestação acaba em baderna, isso é fato! Mas por ser fato acredito q quem se sujeita a entrar nessa deve estar preparado pras consequências e não deve ficar de mi-mi-mi que a polícia fez isso ou fez aquilo.

      Ainda acho q a polícia é frouxa demais, eles deveriam pegar mais pesado em todos os aspectos. Por a polícia ser frouxa do jeito q é, chegamos nessa estado de desordem pública, e não estou falando só de manifestações...

      Valeu pela participação, abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Corey, aonde você viu que a manifestação foi só baderna? No programa do Datena? Pra você pode não ter sentido nenhum uma pessoa se revoltar pelos seus direitos, mas respeite aqueles brasileiros ( graças a Deus a maioria) que tiveram a coragem de ir fazer isso um pelos outros. Se informe melhor, veja videos na internet, observe que a policia estava totalmente despreparada atirando e violentando pessoas que gritavam "Sem violencia"! O que é isso? É ditadura que você quer? Baderna é confusão sem motivo. O brasileiro tem total razão pra se manifestar.

    Por ultimo , uma comparação muito interessante entre seu pensamento e esse: "Eu até sou a favor da unificação da Alemanha, mas quebrar o Muro de Berlim já é vandalismo".

    Isso não vai mudar em NADA o que você pensa, mas temos personalidade, por isso quando nos indignamos colocamos nosso ponto de vista. Isso é não ser passivo. Isso é o que nós brasileiros estamos fazendo.

    Video pra você ver da própria folha de são paulo: http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?orderBy=mais-recentes&tagIds=327315&edFilter=editorial&time=all&video=jamais-achei-que-ele-fosse-atirarafirma-reporter-atingida-04020D193970D4A94326

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Onde eu vi q as manifestações foram baderna? Ué, onde todo mundo viu: na Tv na internet, qq pessoa q visse as imagens dessas manifestações concluiria q foi uma grande baderna, não precisa nem parar pra pensar isso.

      Se eu quero ditadura? Talvez sim! Não vivi essa época, mas pelos depoimentos das pessoas mais velhas, havia ordem, as pessoas tinham respeito, e isso é muito bem vindo! Se a ditadura trouxesse somente coisas boas eu apoiaria com os olhos fechados. Olha, acho sua visão que "pessoas boazinhas" sofreram nas mãos de policiais muito deturpada...

      Discordo totalmente do seu exemplo do muro de Berlin, totalmente fora de contexto e lógica.

      "Isso é não ser passivo. Isso é o que nós brasileiros estamos fazendo." - amigo, lamento, mas vc quer me dizer q o brasileiro está acordando pra alguma coisa? Eu já acordei pra única verdade: o Brasil e principalmente os brasileiros não tem mais jeito, e sabendo disso só me resta duas alternativas: ou eu engulo tudo isso e vou tocando minha vida do jeito q dá ou procuro um lugar melhor pra viver.

      Os jornalistas sempre passam por vítimas e todos acreditam nisso, afinal são eles que dão a notícia. Mais uma vez eu repito: a gente deve ser capaz de filtrar as informações e não acreditar cegamente em apenas um lado da história. Cade os vídeos mostrando o lado dos policiais?

      Obrigado por agregar valor a discussão, abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Corey, sou de uma geração que pegou o finzinho da repressão militar e fico contente por existirem pessoas mais jovens como você que pensam e analisam as informações existentes na mídia. A ditadura não foi só coisa ruim, claro que houve muitas atitudes erradas, mas a mídia e a maioria dos jovens acreditam que só houve tortura e atentados contra os direitos humanos.

      Existia ordem pública, as pessoas se portavam como gente, se vestiam como gente, respeitavam os outros, existia respeito pelos idosos, as crianças repeitavam os pais e professores, as escolas eram ótimas, não existia violência da maneira que existe hoje, qualquer desvio de conduta era tratada de maneira enérgica e as pessoas pensavam duas vezes antes de fazer algo errado.

      O governo mantinha um serviço de transporte, educação e saúde compatíveis com a realidade da época, o custo de vida era relativamente baixo, mas isso também tem a ver com fatores culturais. As pessoas de bem não temiam a polícia, se você agia de acordo com as leis, não tinha motivo pra temer, a polícia estava do seu lado! Se você fosse um transgressor, aí sim deveria teme-la. Infelizmente tudo isso acabou, meu discurso pode soar moralista e retrógrado, mas sinto saudade da época que você podia caminhar nas ruas sem medo de ser morto. Continue assim, com ideias que fogem do pensamento de manada, um grande abraço:

      Renato Gouveia

      Excluir
    3. Renato:

      Obrigado por seu depoimento, sempre ouço esse tipo de coisa. Na minha opinião, os maiores prejudicados com a ditadura foram aqueles q de alguma forma saiam fora da ordem, seja pacificamente ou não. Se estavam fora da legislação da época, claro q seriam punidos, só não vou entrar no mérito da punição...

      Acho q o governo deveria sim exercer um maior controle sobre a população no sentido de manter a ordem e evitar a onda de violência q vimos acontecer hoje em dia. Como isso seria possível? Não sei!

      O problema do brasileiro é a velha mania de querer levar vantagem em tudo, não respeitar o espaço do outro nem respeitar as leis, por outro lado o governo não faz nada pra facilitar, com leis retrógradas e muitas vezes difíceis de serem levadas a sério. Tá tudo errado!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Protestos deveriam ter começado já quando o Brazil foi escolhido como sede da Copa. Mas, todo mundo ficou contente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! O futebol é uma das pragas desse país, os brasileiros ficam cegos, totalmente abobados qd o assunto é futebol, lamentável...

      Excluir
    2. O brasileiro foi iludido com promessas de progresso para todos que a Copa e Olimpiadas trariam. Porem estamos a 1 ano da Copa e nada mudou. Não houve evolução no transporte público, nem na segurança, nem aeroportos, absolutamente nada em retorno, simplesmente os grandes e novos estádios (elefantes brancos), que serão dados de bandeja à consórcios que irão sim, lucrar a rodo com tudo isso.

      Excluir
    3. Olá Offshore!

      Na boa, quem tem um mínimo de conhecimento de como as coisas acontecem no Brasil soube desde o princípio q esses eventos seriam o maior festival de corrupção e robalheira pública na história desse país! Infelizmente o povão se ilude com qq merda, e qd essa merda é futebol então... conheço muita gente inteligente e pensante q vira um tapado irracional qd o assunto é futebol.

      Os elefantes brancos servirão de notícia por muitos anos, mas vc acredit q alguém vai realmente utiliza-los após os eventos? Vai virar mais uma notícia enjoativa q não muda nada na realidade.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Amigo, se você quer viver numa ditadura é simples vá para o Irã (não foi o mesmo argumento usado de "ir para Cuba", e foi o mesmo argumento da ditadura de "Brasil, ame-o ou deixe-o"). Ah, eu não vou para o Irã, eu quero um país com ordem. Eu troco a minha liberdade por ordem (palavras suas). Ótimo. Veja as taxas de criminalidade do Irã, são menores que EUA, Europa, etc.
    O paraíso, ditadura e perfeita ordem.

    A polícia deve servir a população, e garantir que os direitos de manifestação possam ser exercidos. Ela deve ser inteligente, e saber identificar nichos de perturbação numa manifestação grande e intervir apenas nessas situações. "Ah, isso não é possível". Não? Porque na França há manifestações de centenas de milhares de pessoas em Paris, e a coisa funciona? Claro que há motivos históricos, mais um deles é que a Polícia sabe agir de maneira inteligente.

    Atirar bala de borracha contra uma multidão? Contra jornalistas? Além de ser uma atitude covarde, foi estúpida, basta ver que os protestos ganharam corpo, de duas mil pessoas no Rio na semana passada para 30 mil, etc.
    Nossa polícia é violenta, mata demais, e por que a criminalidade não diminui( se tem dúvida sobre a truculência da polícia brasileira em geral, e paulista em especial, pesquise na net na comparação com outras polícias)? Ora, porque há muito se sabe que criminalidade não se combate com violência, o que apenas gera desconfiança da população e mais violência. "No meu tempo tinha rota na Rua" como diz o nosso querido Maluf, e era melhor? Criminalidade se combate com educação, oportunidades e uma força policia inteligente que investiga.

    Por fim, essas manifestações mostram claramente que a população está cansada, e quer melhoras no cenário político. Podem ser ingênuas, podem não levar a nada, mas mostram um descontentamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo:

      O conhecimento que tenho sobre o Irã é pífio, mas até onde sei o menor problema deles é a ditadura, além do mais temos a visão deturpada da mídia. Vc conhece o Irã? Já foi até lá? Caso a resposta seja não, duvido que possa falar com certeza como é a vida por lá...

      "Eu troco a minha liberdade por ordem (palavras suas)." - por favor indique no texto onde vc leu isso.

      Conte-nos como a polícia pode identificar nichos de pertubação em meio a uma manifestação.

      "Porque na França há manifestações de centenas de milhares de pessoas em Paris, e a coisa funciona?" - é cultural! O europeu é totalmente diferente do brasileiro, mesmo os espanhóis q tem fama de mal humorados e grossos são extremamente educados e sabem respeitar o limite do outro. Veja a manifestação de ontem em SP, não houve confusão. Não acredito q foi coincidência ou q os baderneiros se conscientizaram, na minha opinião os líderes da manifestação interviram pra segurar a onda dos bagunceiros. Se fosse sempre como ontem, até eu iria lá balançar um cartaz.

      O que um jornalista tem de mais especial que um advoga ou médico? Não entendo esse endeusamento da classe! Aliás, eu entendo, é claro que eles são colocados como semi-deuses, afinal são eles q dão a notícia...

      "Criminalidade se combate com educação, oportunidades e uma força policia inteligente que investiga." - puro discursso socialista utópico, papo de quem adora proteger bandido, mas nunca sentiu uma arma na cabeça, não teve ninguém da família sequestrado, não teve carro roubado a mão armada ou levou um tiro de bandido. Eu já passei por tudo isso e te falo: BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO!

      "Por fim, essas manifestações mostram claramente que a população está cansada, e quer melhoras no cenário político. Podem ser ingênuas, podem não levar a nada, mas mostram um descontentamento." - concordo! Espero q esse tumulto todo sirva pra pelo menos acordar o governo q se o povo quiser, a coisa fica feia pro lado deles. Só não concordo com baderna!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Não conheço o Irã, mas conheço iranianos. É um dos países berço de vários conceitos humanos importantes, da antiga Pérsia. Engano seu, o principal problema deles é a ausência de liberdade, e uma ditadura teocrática. Por isso, houve manifestações intensas anos atrás. Sexta-feira um moderado venceu o pleito eleitoral, isso nada mais é do que reflexo das tensões da sociedade iraniana. Creio que você não entendeu o texto nessa parte, eu afirmei de forma inversa que se você quer ordem, mesmo com ausência de liberdade, pode ir para o Irã, que lá com certeza você não vai encontrar bandidos de crimes pequenos como no Brasil, o mesmo argumento utilizado de ir para Cuba.

      Seu texto na resposta de uma manifestação:
      "Se eu quero ditadura? Talvez sim! Não vivi essa época, mas pelos depoimentos das pessoas mais velhas, havia ordem, as pessoas tinham respeito, e isso é muito bem vindo! Se a ditadura trouxesse somente coisas boas eu apoiaria com os olhos fechados. Olha, acho sua visão que "pessoas boazinhas" sofreram nas mãos de policiais muito deturpada." Isso é dizer, ao menos de forma indireta, que está disposto sim a trocar a liberdade, por ordem. Perfeito, essa é uma opinião sua, e cada um é livre para pensar e querer o que achar mais conveniente.

      É claro que é cultural, e cultura você acha que vem de onde? Da história. Antes de serem pessoas ordeiras, educadas, os europeus derramaram muito sangue próprio e alheio. A Revolução Francesa, algo que não teve nada nem próximo no Brasil, derramou muito sangue, depredou muito bem público. Se envolveram em duas guerras mundiais. Aprenderam que a Democracia, e não sistemas de restrição de liberdade individual, é o caminho para uma sociedade melhor para todos. Democracia é tensão, são interesses em conflito, se não há tensão, há pensamento único e opressão. Nós não aprendemos ainda, até por termos uma democracia jovem e uma história particular, a conviver bem com isso. Só aprenderemos, se vivenciarmos do nosso modo o que é viver de forma democrática.

      Excluir
    3. om todo o respeito, a sua frase sobre criminalidade fica bom num programa como o Datena, não numa discussão séria sobre combate a criminalidade. Primeiro, você tem que definir o que pensa que acha que é socialismo. Se você quer uma saúde de qualidade a baixo custo, então você é socialista. Se você quer uma força policial sem pagar por isso (como com seguranças particulares), então você é socialista. Socialista vem de social. Assim, essas generalizações nada mais passam do que falácias. Especificamente sobre a sua fala, eu não entendi se você é desfavorável que temos uma polícia inteligente, que opere com profissionalismos e métodos científicos. Bom, então você vai na contramão de tudo que se faz em países desenvolvidos. Também não entendi se você é contrário a oportunidades para todas as pessoas, pois se isso é "socialista" (em tom pejorativo), então com certeza você não é favorável a melhora da educação no Brasil.
      O sofrimento individual de quem foi sequestrado, assaltado, etc, não pode ser diminuído. Entretanto, existe lei e um Estado Democrático para que as emoções e a vingança não dominem uma sociedade. Os humanos, pelo menos os povos que chegaram em estágio mais desenvolvido, perceberam de muito que a vingança (como bandido bom é bandido morto) simplesmente leva a mais violência, e caos. É por isso que existe Governo, Judiciário, Lei, Polícia. A Polícia serve para garantir a aplicação da lei, não para executar pessoas. Se você acha que as pessoas devem ser executadas, deveria estar na rua, ou se organizando, para que no Brasil se instale a pena de morte. O que você advoga é um assassinato estatal, o que na minha opinião é tão deprimente como um sequestrador, por exemplo.
      Se Bandido Bom é Bandido Morto, precisamos ter claro também que muitos já beberam e dirigiram (isso é crime, pena de morte, portanto), fraudaram impostos (crime, pena de morte), reproduziram um programa ou uma roupa sem pagar direitos autorais (crime, pena de morte). A gama é grande, colega.

      Creio que não compreendeu o texto também ao dar entender que teria se "endeusado" jornalistas. Não. O fato é que para uma sociedade sadia existir, é necessário liberdade de imprensa. Uma sociedade começa a descambar quando a liberdade de imprensa é atacada (Argentina, Venezuela, por exemplo) e isso pega muito mal internacionalmente. Por isso a menção a jornalistas, pois se até numa guerra os jornalistas devem ser preservados (há convenções internacionais nesse sentido), imagine numa simples manifestação dentro de um país.

      Por fim, creio que a realidade é mais complexa do que falar che guevara x milton friedman, socialista x capitalismo ( a noruega é socialista ou capitalista, ou um híbrido? Afinal num lugar onde 50% do PIB fica com o governo não é bem um capitalismo clássico).

      Abraço

      Excluir
    4. pro anonimo:

      Na França o governo só permite manifestações que considera razoáveis. Quando não concorda desce a borracha. O que vc vê na tv se compara a imagem do Brasil como o país de carnaval todo dia, praias e bundas.

      Quer um exemplo de ditadura que funcionou? O Chile. Pinochet com três meses chamou Friedman para ajudar a arrumar a economia e o resultado é a economia mais arrumada da América Latina. Não use argumentos tendenciosos.

      Os jornalistas estavam misturados na multidão, não tem como a polícia escolher em quem vai atirar. Se não quer correr riscos, não apareça por lá pra depois ficar nesse mimimi.
      Se a imprensa não fosse esses lixo, ela noticiaria o que realmente aconteceu de terrível: mais de 300 jornalistas foram demitidos nas últimas três semanas da Folha, Estadão, Veja e Valor. Pra que censura se é mais fácil apertar financeiramente os veículos da mídia?

      As pessoas que estão nas passeatas em SP não representam a população trabalhadora. Estou na região da Paulista e só tem estudante encarando a passeata como balada. Tem muito que nunca andou de ônibus ou metrô. Quem se ferra sou eu que tenho que desmarcar clientes, liberar funcionário mais cedo e ainda agüentar a barulheira até tarde, tendo que acordar cedo pra trabalhar. Todo peão que conheço da região tá se fudendo pra ir embora pra casa enquanto esses playboys metidos a Che ficam passeando na Paulista.

      Abraço Corey,
      desculpe o desabafo mas estou de saco cheio dessa merda

      Excluir
    5. Anônimo:

      Sobre o Irã, não vou me alongar na questão devido a minha ignorância sobre o assunto.

      Sobre o que eu disse sobre a ditadura eu tenho uma pergunta pra vc: quantos anos vc tem? Pergunto isso pq eu não tenho idade pra opinar com olhar ocular, mas tenho idade pra ponderar o q outras pessoas dizem. Praticamente tudo o que escuto falar sobre a ditadura militar no Brasil vindo de pessoas "normais" é totalmente diferente daquilo q a mídia prega. Então tenho o direito de duvidar de ambas as partes e fazer uma versão ponderada.

      "Isso é dizer, ao menos de forma indireta, que está disposto sim a trocar a liberdade, por ordem." - vc colocou palavras na minha boca, eu não disse nada de maneira indireta, aliás, essa não é uma característica dos meus textos. Mas supondo que eu tenha falado isso, até que faria sentido, eu trocaria um pouco de liberdade por ordem sim, mas no fim das contas acredito que essa troca me traria mais liberdade... por ter mais segurança, etc.

      Parabéns, pelo q vc escreve, entende muito de história, eu não posso dizer o mesmo, meu conhecimento sobre esses temas é bem pequeno, mas de qualquer forma posso dizer que cultural ou não, estamos no século 21, certas coisas não podem ser toleradas, e a bagunça e falta de ordem é uma delas.

      Bom, sobre socialismo, obrigado por me explicar certas coisas, mas pensando bem, não concordo com todas as suas induções. Se sou a favor de oportunidades iguais para todos? Claro que não! Nem todos merecem as mesmas oportunidades, cada um faz por merecer... Sobre ter polícia, saúde e educação "gratuito", é brincadeira né, nada disso é grátis, ou vc sonea seus impostos?

      A questão não é vingança, a questão é que nao há o que justifique uma pessoa fazer certas coisas como roubar e matar, isso não tem justificativa, não deve ter perdão. Se eu cometer um crime desses tenho consciência que meus direitos como cidadão acabariam ali, naquele momento (pelo menos deveria ser assim). Amigo, duvido que vc saiba o que é violência de verdade...

      Liberdade de imprensa pra que? Se todo mundo mete o pau (com razão) que a mídia é parcial, então pra que liberdade?

      Parabéns por vc ser uma pessoa entendida no assunto política (não estou sendo irônico, juro), mas se aceita um conselho, saia de trás de uma mesa numa sala com ar condicionado e vá para as ruas, conviva com pobres, coloque a cara pra bater. Garanto que vc reavaliará seus conceitos.

      Abraço!

      COrey

      Excluir
    6. Ronim:

      Fique a vontade, o espaço aqui é pra todos que quiserem se expressar.

      Por coincidência, presenciei uma manifestação na europa. Não me lembro ao certo o que estavam querendo, mas sei que tudo transcorreu na mais perfeita ordem, sem tumulto, sem gritaria, sem algazarra... mesmo assim os policiais estava lá, a postos com armas em punho (não sei se eram não letais ou não). Com certeza se desse alguma merda, eles agiriam, percebi que existia respeito pela polícia.

      Argumentos tendenciosos é o que mais tenho visto nos últimos dias, parece que todo mundo é obrigado a concordar com o que está acontecendo, da maneira que está acontecendo. Tb quero saber como os policiais poderiam fazer pra identificar quem estava com más intenções e coibir somente esse grupo.

      "Todo peão que conheço da região tá se fudendo pra ir embora pra casa enquanto esses playboys metidos a Che ficam passeando na Paulista." - pois é, vc não é o primeiro que me diz isso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    7. Ronin,

      Ronin,
      “Manifestações que o governo considera razoáveis”? Desculpe, mas isso não é democracia, pois se as pessoas só podem se manifestar maquilo que o governo acha razoável fica fácil, e não é o que acontece nas democracias estáveis da Europa. O motivo dos governos não “descerem o cacete” em manifestações dessas lá, é que os governos temem mais a população do que em países como o nosso, sabe-se muito bem que há limites que não podem ser ultrapassados. Sendo assim, creio que você esteja equivocado nessa.
      Bom, pergunte aos chilenos se realmente funcionou ou não. Se tivesse sido essa maravilha toda, o mesmo Pinochet não teria sido condenado no seu próprio país, e uma socialista (a Bachelet) não teria sido eleita. Não distorça a história, e vanglorie um regime assassino que foi dezenas de vezes mais brutal do que o brasileiro e responsável por dezenas (não centenas como no Brasil) de milhares de mortes. Houve formação de campos de concentração no Chile, como no famoso caso que milhares de pessoas ficaram detidas no estádio nacional. Além do mais, foi derrubado (com ajuda dos EUA) o governo democrático e eleito pelo povo do Allende. Assim, sugiro um pouco mais de conhecimento da história.

      Esse argumento de não apareça por lá, com todo respeito é fraquíssimo. Se não fosse pelo trabalho dos jornalistas, a guerra do Vietnã teria se prolongado por vários anos. Muitas vezes os jornalistas são a única forma de comunicação de pessoas em estado fragilizado ou em grave ameaça de sofrer violência de algum ente estatal ou para-estatal. Mas, se a simples afirmação de que a liberdade de imprensa é desimportante, não tem porque eu continuar o argumento, pois para mim é como mostra por qual motivo a dignidade humana é um valor fundamental a ser defendido.

      Bom, você todo o direito de não concordar com manifestações e a forma que estão sendo conduzidas, isso faz parte da convivência social. Agora, colega, você deve ser coerente. Não venha falar de passividade do povo, de descalabro da política ou de abusividade da carga de impostos, pois daí soaria ridículo com o seu último parágrafo. Se você crê que eventuais incômodos na sua vida não compensam eventual tentativa de alguma mudança da letargia social e política que dominou o país nos últimos 15 anos é um prerrogativa sua, mas mantenha a coerência. Ah, muitos gostam de falar do Che, mas às vezes não tem a mínima noção de quem ele foi e o que ele fez, é apenas mais uma frase pronta, ou muitas vezes utilizada como falácia ad homine. Por fim, se são “ Playboys” (outra argumento ad homine, sem qualquer conteúdo argumentativo) que estão protestando contra o preço de passagens de metrô ou ônibus que eles nunca pegam, deveria ser motivo de alegria para você, pois demonstra que há pessoas interessadas no direito de outras pessoas e não apenas em interesses única e exclusivamente individuais.

      Excluir
    8. Corey.

      Sim, ficou claro o desconhecimento. Mas o convite (assim como o seu de ir para Cuba. Aliás, poderiam mudar o disco ao falar do comunismo e citar essa pequena ilha do caribe que sofre um embargo comercial da maior potência econômica da história da humanidade há muitas décadas. Assumo que o desconhecimento da história de cuba e da derrubada do ditador Fugêncio também seja do desconhecimento de boa parte das pessoas que usa esse argumento) está feito, você terá toda ordem no Irã. Não será assaltado, nem seqüestrado, nada disso, os índices de criminalidade lá são quase zero. Basta abrir mão de sua liberdade.
      Estou na minha terceira década de vida. Primeiramente, achei bem instrutivo o seu adjetivo para pessoas “normais”. Para mim pessoas são pessoas. Complexas. Entretanto, entendo que seja uma simplificação utilizada para se poder entender algumas coisas. E o que as pessoas “normais” dizem amigo, que é contrário do que “a mídia prega” estou realmente curioso, pois o meu pai era das forças armadas em 1964, e ele sempre falou que o Brasil antes do golpe de 1964 era um país com uma sociedade coesa, era um país razoavelmente fortalecido, e que a ditadura serviu apenas para destroçar o que o país era. Dizer que o país tinha ordem é de uma ingenuidade sem tamanho. E na década de 1950 você acha que o país não tinha ordem? As pessoas iam para o estádio de futebol de bonde e terno e gravata. Os tempos eram outros, não foi a ditadura que trouxe ordem e prosperidade para o país, pelo contrário trouxe a famosa “década perdida”, que com certeza você já deve ter ouvido falar.

      Bom, é um princípio científico-biológico que não há evolução na ordem, mas apenas na desordem. Há apenas avanços quando há desordem. Para haver avanço no conhecimento, é necessário que haja desordem no conhecimento preexistente, como Eistein fez ao trazer desordem no nosso entendimento de tempo e espaço em seu célebre artigo sobre a relatividade especial em 1905. Só houve evolução de um estado absolutista, para um estado centrado em garantias individuais, quando houve desordem na frança e EUA no final do século XVIII. Imagino que Luiz XVI deve ter pensando que a turba que se aproximava da bastilha era desordeira. Todo crescimento vem com dor. Buda atingiu Nirvana apenas depois de sofrer. Aprendemos sobre investimentos, apenas depois de cometer alguns erros. Assim, querer evolução com ordem, é algo que não faz sentido do ponto de vista filosófico e científico, mas não vou continuar nesse assunto mais abstrato. Antes que venham com argumentos dizendo que sou favorável a depredação de bens públicos, não é isso que eu disse. Apenas afirmei que é impossível haver avanços num cenário de perfeita ordem, manifestações pacíficas como a de Gandhi, King, Aung San Suu Kyi, entre outros são elementos de profunda desordem, e pode ter certeza que no caso da Aung San Suu Kyi o argumento do governo ( e isso eu posso falar, pois já estive lá), uma ditadura militar num país de povo extremamente pacífico, foi exatamente esse manutenção da ordem.

      Excluir
    9. Você mudou os argumentos. Pelo menos creio que refletiu que devemos ter uma polícia mais inteligente, que use informações e métodos científicos para descobrir e prevenir crimes. Também mudou o argumento, e agora falou que não pode ter perdão. Ninguém aqui falou em perdoar quem quer que seja , o que deve ser feito é aplicado a lei de acordo com o nosso Estado de Direito. Agora, evidentemente, ser responsabilizado pelo cometimento de um crime em muito difere de ser assassinado por um agente do estado, isso é barbárie. Corey, toda vez que você se desvia do argumento e fala do interlocutor, isso é falácia. Talvez eu já tenha ido a um campo de refugiados de alguma guerra civil africana (garanto que é violência que nenhum de nós jamais verá nem 1%, mesmo vivendo numa sociedade violenta como a nossa), talvez eu não tenha tido contato com a violência, talvez eu tenha, o que isso ajuda no debate? Você quer saber se eu ficaria indignado se uma irmã minha fosse estuprada, se eu fosse assaltado com uma arma na cabeça? Provavelmente, sim. Entretanto, amigo, num Estado de Direito é a razão que deve prevalecer, não a emoção, senão não precisariam de leis, e bastaria aplicar a lei de talião. É óbvio que a sua fala transparece vingança. Se eu sofri uma violência, eu preciso retribuir com violência, mesmo que isso não leve a nenhum lugar. Antes de falar que é papo de “socialista”, intere-se se alguma polícia violenta resolveu a criminalidade em algum lugar do mundo.

      Creio que você não entendeu. Oportunidades Corey, não objetivos alcançados. Todos merecem começar a corrida no mesmo lugar (com escola boa para todos e saúde de qualidade para todos). Se você não vai sair do lugar, se vai fundar a Apple, isso sim é responsabilidade individual. Agora para ser justo, as oportunidades de acesso a direitos básicos devem ser idênticas, sob pena de sempre se perpetuar o mesmo estado de coisas.

      Já convivi muito com pobres, quase todos os dias. Miseráveis, para ser bem exato. Vi o que a miséria e a falta de educação fazem, e sinceramente não entendi o que isso tem a ver com o discutido por aqui.
      Entretanto, aprecio o seu Blog, e agradeço a discussão intensa, mas cordial.
      Abraço.

      Excluir
    10. Ah, sobre a educação, saúde e polícia, também creio que você não entendeu. É óbvio que isso é custeado (quando gratuito) pelo dinheiro do próprio povo. Entretanto, isso é socializar os serviços, pois toda coletividade contribiu para que todos tenham acesso a esse serviço.
      Assim, se você é a favor de uma saúde de qualidade e educação de qualidade, e uma polícia boa, tudo isso oferecido pelo estado, você é em certa medida socialista.

      Excluir
    11. Anon,
      vou devolver os comentários:
      Quando falei da França quis dizer que lá os protestos são mais organizados, respeitando um trajeto previamente acordado com a polícia e quando há quebradeira e depredação a polícia desse a porrada mesmo. Aqui foi um mimimi e o resultado foi que a polícia cruzou os braços e quem se ferrou foram dezenas de lojistas. Se acha isso legal parabéns.
      Quanto ao Chile, Jose Piñera (provavelmente nunca ouviu falar nele anon) conseguiu sanear a economia e preparar o país para a maravilha que é hoje. Não distorci a realidade e a maior prova é a situação econômica do Chile atual. Allende deixou a economia aos trapos e é o que nosso governo está fazendo com o Brasil seguindo a cartilha populista. Se acha isso bonito acho que não sou eu quem deveria estudar história.
      Quanto aos jornalistas, não disse que não deveriam estar lá fazendo seu trabalho. Eles são importantes elementos de nossa sociedade. Só não gostei do mimimi que foi feito depois; quem está em campo deve estar ciente dos riscos. Se não entendeu quando me referi aos 300 jornalistas demitidos recentemente é porque vc está muito mal informado e só acredita no que está escrito na internet e na tv. Quis dizer que estas suspeitas demissões em massa é que deveriam ter sido noticiadas e criticadas pela classe. Nosso governo trabalha forte contra a liberdade de imprensa e é a isso que me refiro. Vc distorceu totalmente o que eu falei acima.
      Finalmente, nunca disse que não concordo com manifestações. Disse que não concordo com estas manifestações. Trabalho a duas quadras da Paulista e vi que tipo de gente estava nas manifestações e quem sofreu com elas.
      Vc reclama de nosso governo, prega argumentos socialistas mas esquece que o partido de nosso atual governo é e sempre foi um grande representante do socialismo no Brasil. O incoerente aqui é vc, que inclusive acha bonito transformarem a Paulista em balada enquanto pessoas como minha secretária demoram 4hs e meia pra chegar em casa por causa da bagunça no trânsito.

      Excluir
    12. Colega,
      Primeiro, aponte algum argumento socialista pregado por mim, por gentileza.
      Segundo, aponte onde eu disse que sou favorável ou desfavorável ao atual governo.
      Terceiro, se um jornalista do The Guardian tomar um tiro de borracha na cara em uma manifestação, pode ter certeza que o governo lá balança.
      Quarto, a Alemanha no final da década de 20 tinha uma inflação assustadora , Hitler pegou a economia em frangalhos e tornou numa potência. Assim, pelo seu raciocínio violações de direitos humanos e assassinato em massa são justificáveis se a economia for colocada em ordem.
      Quinto, aponte onde eu disse que acho bonito transformar a avenida paulista numa balada?
      Sexto, qual seria o tipo de manifestação popular aceitável para você? Seria uma que o governo, nas suas palavras, achasse "aceitável"? Uma que não trancasse nenhuma via pública? Talvez, as pessoas poderiam se reunir no Morumbi e se manifestar lá. Seria uma boa ideia e grande impacto.

      Excluir
  16. olá corey, qual seu e-mail? Pode ser e-mail só do blog mesmo.... Queria ver uma duvida profissional com vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. blogdocorey@gmail.com

      Posso demorar pra responder, ok?

      Excluir
  17. Oie
    já viu esse video?:
    http://rodrigoconstantino.blogspot.com.br/2013/06/protesto-ou-anomia.html
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, vc sempre nos brindando com uma dose de bom senso... Eu já estava pensando que eu era o único achando q isso tudo tem uma máscara revolucionária num processo nada espontâneo, o Rodrigo é muito bom, até favoritei ele aqui no meu blogroll.

      Valeu!

      Corey

      Excluir
  18. Concordo com tudo o q foi escrito.Infelizmente nada vai mudar pq os politicos nao tao nem ai pro povao.

    Abs

    Crivi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crivi:

      Há uma falsa ilusão que o brasileiro acordou, mas essa revolução não é nada saudável, mas concordo com vc, duvido que isso traga alguma consequência realmente importante.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  19. Corey, só te digo uma coisa: a bolsa-"esmola" (também conhecida como imposto negativo na Escandinávia) é a única forma efetiva de redistribuir renda em um país com uma disparidade gigante e alavancar os pequenos negócios, inclusive o teu e o meu. Não é por acaso que o crescimento da classe "D" para "C" ocorreu nesse período de bolsa-família. A gente sabe muito bem que há formas de evitar a tributação e nunca pagaremos o que um assalariado paga, a começar que a alíquota do IRPF que para eles é de varia até 27,5% e a nossa na distribuição de dividendos nunca passará de 15%. Esse papo de ensinar a pescar é muito bonito, o único problema é que o pescador não tem dinheiro para comprar a vara e o anzol e, desmaiando de fome, não consegue esperar para pescar, quiçá limpar o peixe. Já passou por essa situação? Esse papinho de que o Brasil cresceu devido ao aumento das commodities é de uma má-fé retumbante, pois todo mundo sabe que esse aumento só beneficia grandes players e não o trabalhador ou os pequenos comerciantes, como eu e você. Pense nisso, meu caro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa opinião! Baseada em argumentos e lógica! Não um simples xingamento e conservadorismo de elite (como se o próprio Corey o fosse...)Mas a elite também pode pensar no lado do faminto... uma coisa não anula outra. Veja o video da empresaria dando uma resposta ao pronunciamento do Arnaldo Jabor sobre a manifestação. Corey, nos EUA as pessoas também pensam e protestam, na Europa também, na Argentina (e como)... pra onde você vai então?? Se mude pra Lua!

      Excluir
  20. Corey,

    Pensei que vc era um esquerdista de bosta mas adorei suas opiniões e concordo com absolutamente 100%.

    Aqui esquerdosos, voces acham que por lerem a Carta Capital e criticarem globo e veja são fodões? Ah vão catar coco seus lixos! Os pobretões trabalhadores estão do lado da PM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Pobreta!

      Esqueci da Carta Capital, esse é outro clássico dos esquerdistas... Não sou nem esquerda nem direita, vou pra aquele lado que faz mais sentido no momento, mas na atual circunstâncias não consigo apoiar a esquerda.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  21. Taí o bom senso... da Policia! Vc está do lado da PM? Ora, eles também estão do lado dos manifestantes ( que protestam em nome de todos, ou seja, dos PMS mal pagos também). Então agora você também pode repensar seu reacionismo! http://www.naosalvo.com.br/os-policiais-mais-gente-boa-dos-protestos-brasileiros/

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.