quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Planejando 2013 - O Orçamento

Logo no começo do blog, fiz uma postagem falando sobre as despesas de casa (veja aqui), lembro que na ocasião um monte de gente acho minhas despesas muito baixas enquanto outros acharam muito altas... isso só prova a diversidade de público que acompanha os blogs de finanças.

Meu orçamento para 2013 será basicamente um ajuste do 2012 acrescentando o valor de moradia, que será utilizado para pagar meu aluguel. Espero que os números sejam suficientes e que para 2014 seja necessário somente um ajuste pela inflação. É a partir desse orçamento que estou fazendo as simulações para independência financeira, então espero que não ocorram alterações muito radicais.

Basicamente meu orçamento fica assim:


As linhas em verde são as despesas efetivamente mensais, ou seja, aquilo que tenho pra pagar todos os meses, as linhas em amarelo são referentes a provisão, ou seja, um dinheiro que separo mensalmente para pagar despesas que não ocorrem necessariamente todo mês. Durante 2012, a Bia (minha esposa) arcou com entre 20 e 70% das despesas mensais, a partir de 2013 a parte dela será de 30% pelo simples motivo que ela ganha menos que eu.

O campo moradia inclui aluguel, condomínio e IPTU.

Despesas pessoais do dia-a-dia são por conta de cada um, meu gasto gira entre 200 e 500 reais, dependendo o número de dias que almoço no restaurante (na maioria das vezes eu levo marmita). A Bia gasta um pouco mais, não por ser uma mulher-padrão-consumista-de-sapatos, e sim por gastar com cursos e tratamentos de beleza, mas não chega a ser uma fortuna.

Organização

A organização do dinheiro continuará a mesma. Todo último dia do mês, Bia e eu nos sentamos e dividimos o dinheiro (em espécie) em 3 envelopes:

1- Despesas do dia-a-dia: mercado, combustível e lazer
2- Contas de consumo: moradia, plano de saúde, internet, tv a cabo, luz e gás
3- Provisão: veterinário, manutenção, viagens e impostos

O envelope 1 fica em casa, a medida que precisamos pegamos o dinheiro dele e gastamos, guardando os comprovantes num espeto para papéis, todo mês eu somo esses valores e tabelo no excel. O objetivo é monitorar onde estamos gastando. O envelope 2 é depositado na conta corrente conjunta onde mantemos a maioria das contas em débito automático ou pagamos pelo internet banking. O envelope 3 é depositado na poupança conjunta vinculada a conta corrente. Todo fim de mês o saldo que sobrar na conta corrente é transferido para a poupança.

63 comentários:

  1. Cara, como se consegue ir ao mercado para comprar comida por exemplo. Ai vc fica com vontade de comprar um chocolate ou uma cerveja e tal? Isso é gasto conjunto? Pq acho muito dificil separar isso, e se separar isso é quase como um divorcio. rsrs

    Acho que deve haver bom senso dos dois lados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedreiro!

      A cota do mercado já inclui comida, cerveja, chocolate e as vezes até um scotch, rsrs! Não passamos vontade de comer de jeito nenhum, aliás, a coisa que mais gosto de gastar é com comida/bebida.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  2. uau como vc´s são organizados! envelopes de dinheiro? espeto para papeis? muito doido isso rsrsrs aqui é tudo no cartão mesmo, acompanho diariamente pelos comprovantes que vão direto p o lixo depois que aparecem lançados.

    qto aos custos de mercado/lazer continuo achando baixo, o q me estimula a reduzir um pouco mais o meu aqui de casa, já reduzi bastante desde q vi seu orçamento pela primeira vez (só mercado, lazer não reduzo de forma alguma)

    Estou terminando meu planejamento p 2013 tb, alias, o orçamento já está pronto :)

    e as praticas esportivas, onde entram? não vi em nenhum post kkk
    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Ostra!

      Eu sempre me organizei de forma parecida, qd recebia o salário, separava até a cota do motel... mas depois que nos casamos a coisa deu uma enrolada e perdemos o controle, mas de uns 4 anos pra cá venho fazendo desse jeito e tem dado certo.

      Já tentei me organizar com cartão, mas acho muito mais prático usar dinheiro: menos filas, as vezes rola até um descontinho...

      As práticas esportivas virão após as férias, rsrs!

      Bom dia pra vc!

      Corey

      Excluir
  3. REalmente, é uma organização exemplar...
    Aqui em casa, minha esposa paga tudo e manda a conta (50%) no começo do mês seguinte...
    .
    PS. Como vc consegue pagar tão pouco imposto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Max!

      O importante é ter as contas na mão, controladinho, a maneira que isso é feito é o que menos importa.

      Não acho que pago pouco imposto, mas deve ser pelo carro popular usado e micro-apê. O IRPF não entra na conta, mas os seguros sim.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. "a partir de 2013 a parte dela será de 30% pelo simples motivo que ela ganha menos que eu"
    Eu discordo totalmente disso, mas de resto, acredito que seu planejamento está muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Por que que vc não concorda?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Olá,

      Gosto da perspectiva de que cada um contribua em casa na mesma proporção do seu salário. Isto é, se um ganha 1 mil e o outro ganha 3 mil, o primeiro colabora com 25% dos gastos e o 2o com 75% dos gastos.

      Esta é uma forma viável. Caso um ganhe mais do que o outro de uma forma considerável (como no exemplo acima) e, mesmo assim, se pratique o "tudo dividido", a verdade é que o padrão de vida terá que ser diminuído... caso contrário o que ganha menos não vai conseguir acompanhar. Além disto, haverá brigas sobre os gastos.

      Agora, os gastos 100% individualizados (por ex, algum curso ou faculdade) é bom que a própria pessoa pague integralmente, se possível.

      Abraços, Renato C

      Excluir
    3. Olá Renato!

      Na realidade é mais ou menos isso que fazemos. Conheço caras que ganham muito menos que eu e não fazem essa divisão. A Bia ganha bem menos, o peso da contribuição dela (em relação ao salário) nas despesas de casa é enorme, sobra pouca pra ela gastar no dia-a-dia e poupar.

      Levamos uma vida frugal e simples não por imposição, mas sim pq preferimos dessa maneira, claro que poderiamos gastar menos ainda (economizando com baladas e viagens, por exemplo), mas isso prejudicaria nossa qualidade de vida, o que está fora de cogitação no atual momento.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Olá Corey, tudo bom? Sou o anônimo que escreveu que não concorda.
      Eu não concordo com isso pois, veja, se ela estivesse solteira e morando sozinha, arcaria com 100% dos gastos de moradia, correto?
      Neste caso, independente do salário de cada um, eu acredito que a divisão deva ser igualitária, 50% das despesas para cada um.

      Isso incentiva a outra pessoa a buscar melhores salários, e também evita que ela queira ampliar os gastos (afinal 30% do aumento de uma despesa é um valor bem menor do que 70% deste aumento).

      Acredito e sigo isso, mas, obviamente, cada um cada um :)

      Excluir
    5. Entendo perfeitamente o que vc quer dizer e concordo, mas na prática a coisa é diferente. No meu caso, Bia sempre ajudou entre 0 e 100% das despesas de casa, infelizmente nossa renda é muito variável e quando pensamos que está se estabilizando ela está com problemas no trabalho o que provavelmente vai dar uma bagunçada no meio de campo.

      Bia termina 2012 arcando com 50% das despesas e assim continuaria se não fosse o lance do aluguel que expliquei alguns post atrás. Devido a esse fator, a participação dela diminuiu.

      Além disso vejo o casamento muito mais que união de conta correntes, ela balanceia a menor participação nas despesas com outras coisas.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  5. Olá Corey, te mandei uma mensagem no gmail mas acredito que caiu na caixa de spam. Queria pedir o nome do médico que fez a sua vasectomia. Desculpe pelo incômodo, um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Já imaginei um esquema de usar envelopes com dinheiro separado por datas ou por gastos. Dessa forma fica mais fácil visualizar quanto deve ser gasto, como deve ser gasto em cada coisa.


    Essas dicas de economia doméstica ajudam muito pois antes de ser investidor é preciso ser poupador.


    um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo!

      Esse esquema dá certo pra mim, mas pode não dar pra vc, só testando pra saber. Não existe maneira certa ou errada, o que existe é aquela que se adapta melhor a cada pessoa.

      Com certeza! Pra ser investidor é preciso ter os números sobre controle.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Olá Corey,

    Que beleza de organização te admiro muito por sua disciplina e acho que por isso é o melhor investidor da blogosfera, sem puxar saco mas Warren Buffet já disse que não conta ser o mais inteligente e sim o mais disciplinado.
    Vou tentar me programar assim como fizeram, o problema é que minha namorada ainda não trabalha e ai fica tudo comigo, acredito que em 2013 essa situação mude e possamos dividir as contas dessa forma :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá General!

      Obrigado pela consideração. Tem muita gente inteligente e disciplinada por aí, acho que devemos nos espelhar nos diversos exemplos e criar nosso modus operandi.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  8. Rapaz,

    tu é mto organizado!! Nem de longe faço isso! kkkkkkk

    Acompanho só no Excel e olhe lá.

    Gasto tudo no cartão pra ganhar milhas ($$$) então o controle é todo pelo PC; inclusive, nem peço mais 2a via; só serve pra poluir...

    []s!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá dimarcinho!

      Essa organização é fundamental pra mim, durante alguns anos eu relaxei e me ferrei, desde então eu me controlo de maneira militar, rsrs!

      Não curto muito cartão, prefiro dinheiro mesmo, mas como disse isso é algo muito pessoal. Quanto aos papéis eu evito ao máximo e digitalizo tudo.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  9. qto vc paga de condomínio aí em sp? só pra ter uma ideia geral, já perguntei pra algumas pessoas, vou mudar pra sp e terei esse novo (e alto) gasto mensal...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo!

      Condomínio varia absurdamente muito, já vi aptos semelhantes com condomínio entre 200 e 1000 reais! Mas na média o condomínio de um apê de 50m², 2 dorm com área de lazer é na faixa de 300 conto.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. R$ 210 de plano de saúde pra 2? Explica isso aí... tbm quero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achou pouco? Pra mim é bastante pq eu quase nunca uso, rsrs!

      Temos esse plano desde que casamos e ainda somos jovens, além disso é um plano basicão.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  11. Unimed estadual, com co-participação de 20% e enfermaria. rsrs

    Corey, parabéns, és o cara!
    Abraço
    Guilherme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo jeito vc é corretor, rsrs! É mais ou menos isso!

      Excluir
  12. Em que regime vocês são casados?

    E como faz com o que "sobra" do salário?
    Soma tudo e investe, ou cada um investe/gasta separadamente?

    E parabéns pela organização.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Na realidade nenhum regime, não somos casados oficialmente.

      Não investimos a sobra do salário, na realidade a sobra é o que gastamos.

      Os aportes são feitos por mim, ela está formando um colchão de segurança pois está numa fase conturbada no trabalho, talvez precisará sair.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  13. Qaunto ao plano de saúde, que no caso é basicão, acho que seria mais interessante que vc pegasse esses R$210 e poupasse mensalmente e só os utilizasse se relamente tivesse algum problema de saúde.

    Basta vc verificar quantas vezes vc e companheira utilizaram o plano durante 2012.Se foi pouquissimas vezes e para problemas de saúde de fácil solução (já que ele é basicão e ñ cobre problemas mais graves)seria talvez fazer consultas privadas.

    Agora se o plano for com uma cobertura grande, retiro tudo q falei.

    admito q posso estar errado, mas n custa refletir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre me perguntei isto que o Anônimo fala... se não é melhor, ao invés de pagar ao plano, pagar "a si mesmo" e utilizar este dinheiro separado quando precisar de algo relacionado à saúde.

      Só que tem 3 fatores:
      1) isto só é válido para pessoas organizadas, desnecessário dizer que, se algum indisciplinado fizesse isto, terminaria na sarjeta, morto e com dívidas.

      2) o plano paga um valor baixo aos médicos e por cirurgias e operações, provavelmente você como particular não conseguiria pagar tão baixo... seria preciso pesquisar.

      3) Se você já é uma pessoa com certa idade e está com um plano de saúde há algum tempo, esta medida pode não ser válida. Não haveria tempo para você acumular um capital para quando precisasse de uma intervenção médica mais séria e, além disto, como você está no plano de saúde há um tempo... o seu valor pago já é relativamente baixo, pelo histórico.

      Isto dá uma boa discussão !

      Até !

      Excluir
    2. Anônimo e Renato:

      Eu já penso justamente ao contrário, por ser básico e barato, esse plano de saúde não pesa, além do mais 210 reais por mês, pra 2 pessoas não dá pra nada caso necessite de um exame mais sofisticado, sem falar de internação. Acho besteira pagar um plano mais sofisticado, nesse caso sim acho melhor reavaliar.

      Eu uso pouco, mas a Bia (mulheres adoram procurar doenças, rsrs!) usa bastante. Ela faz um tratamento prolongado, de tempos em tempos precisa fazer exames complexos. Acho que só 1 exame desse custa mais que 1 ano inteiro de plano de saúde.

      Esse lance é polêmico, igual a seguro de carro.

      Abraço a todos!

      Corey

      Excluir
    3. Seguro de carro ainda temos um teto para o prejuízo, porém como o corey disse, em casos de internação... uma diária de UTI por exemplo custaria mais que um ano de convênio.

      Abraço

      Excluir
    4. Exato! Seguro de carro ainda dá pra encarar ficar sem pq temos um teto e além do mais é um bem de consumo, agora com saúde não se brinca e os valores são absurdamente elevados.

      Excluir
  14. ess internet e tv a cabo de vc acho q poderia ser reduzido a metade, pago em média R$ 50 para ter internet 1 mega, tv básica e telefone.Dá uma pressão lá no call center.

    ass: rodolfo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodolfo!

      Poderia mesmo, se eu conseguisse contratar os dois serviços da mesma empresa, mas existe "impossibilidade técnica" (eu prefiro "incompetência técnica") no meu endereço.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. O carro e apê contribuem para um gasto tão baixo em SP.

    Sobre a organização em envolopes e espeto que bom que funciona mas não achei tão prático assim. Mas se deu certo ótimo. O fato é, qualquer coisa que funcione estando casado (pois mulheres são muito desorganizadas) tá valendo.

    Agora que coisa, se o Corey fosse mulher e pagasse 70% das contas da casa todo mundo cairia, mas aqui ninguem falou nada.

    Foda ser homem, aposto q ela nem agradece ao pobre corey.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pobretão, nem todo mundo odeia as mulheres como vc...

      Excluir
    2. O que tem a ver meu comentário com odiar mulheres?

      Criticar pagar tudo é odiá-las?

      Nossa, tem cada submissa na comu de finanças..

      Excluir
    3. Pobreta:

      Vc não tem a menor ideia do que é um casamento, ela não tem que agradecer nada. O casamento são 2 pessoas trabalhando e vivendo uma em função da outra como se fossem 1 coisa só.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  16. interessante, lendo seu relato Corey, e alguns comentários como o do Max, vejo que por aqui foi bem diferente, nunca separamos % de contas ou nos preocupamos com os gastos pessoais de cada um, o salario dos 2 sempre funcionou como 1 só, e dele saiam todos os pagamentos das contas, passeios, e claro, investimentos e eu fiquei com a responsabilidade de administrar tudo por ter mais facilidade e na época trabalhar em banco.

    Diferente do que o pobretão falou, aqui em casa o desorganizado nas finanças é o homem rsrs
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duvido. Ele deixa na sua mão pq vc é milionária. Se ele fosse solteiro iria se virar de boa.

      ...

      Excluir
    2. Ostra:

      A Bia não é muito organizada, aliás, a gente vive tendo arranca rabos por causa disso, mas aprendi que essa é uma característica dela e que ela já melhorou o suficiente pra uma convivência pacífica. Durante um tempo a gente tb adotou esse método de colocar tudo num balaio só, mas essa divisão atual deu mais certo.

      Pobreta:

      É claro que ele ia se virar de boa se fosse solteiro, mas ele tá certo em deixar isso com a Ostra, que tem mais facilidade. O casamento funciona como sociedade, deve-se dividir as funções para quem tem mais facilidade.

      Corey

      Excluir
  17. Grande Pobreta!! hehe Quando eu ainda namorava e a grana era muito curta observei que ela só comia metade de um kalzone.... idéia!! Moço, me dá um kalzone, mas reparte ele ao meio e me entrega em envelopes separados!! rsrsrs

    Antes que alguém pergunte, nós casamos (já são 3 anos juntos e com um nenem de 6 meses)

    ResponderExcluir
  18. Ola Corey
    Como voce falou, disciplina eh a chave do negocio, e nesse quesito vc esta de parabéns. Tenho um amigo que também usa esse esquema dos envelopes e pretendo começar a fazer algo semelhante lah em casa.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dividendos!

      Obrigado! Sou muito organizado pra umas coisas e em outras bem relaxado, uma das metas pro ano que vem é tentar equilibrar isso. Esse lance do envelope dá super certo pq é praticamente impossível perder o controle.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  19. Corey, acredito que um casal unido que aporte juntos e se organize é capaz de juntar 1M em menos de 10 anos. Duas pessoas colaborando com o mesmo objetivo conseguem muito mais que um solteiro.


    Gostei da sua ideia de envelope. Junto a isso, eu estou testando ter metas diárias e semanais de gastos. Pois assim poderei controlar muito mais e aportar mais ainda.

    Força.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Exato, vejo casamente dessa maneira q vc descreveu: 2 pessoas colaborando com o mesmo objetivo. O negócio dos envelopes é bem prático, tente e veja se vc se adaptará.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  20. Você está consciente de que tudo que adquiriu (inclusive sua poupança atual) depois da "morada com sua companheira", é metade de cada um?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro! Não sei pq tanta mesquinheza que leio por aí. Se o casal construiu tudo junto, nada mais justo que, numa possível separação, cada um fique com metade.

      Excluir
  21. Olá Corey, como vai?

    Muito bacana teu esquema de envelopes, como vc mesmo já disse, o mais importante é usar um esquema que funcione pro casal (ou indivíduo). Eu até ia perguntar se vcs nunca pensaram em usar uma mesma conta, já que se dão tão bem na parte financeira também. Mas num comentário lá em cima vc disse que já tentou no passado. Confesso que fiquei curioso do pq não ter dado certo, mas cada casal funciona de um jeito né :)

    Aqui a gente faz que nem a Dona Ostra, temos uma conta só, e as contas e investimentos vem dessa mesma fonte. Vou ver se também faço um post sobre o assunto, pode parecer simples, mas esse tipo de post é dos que mais agregam pra comunidade. Quem captar a tua mensagem e da Ostra sobre como os casais podem se dar bem financeiramente tem tudo pra chegar muito mais rápido à IF sendo um casal do que conseguiria sozinho. Eu mesmo sou uma prova disso hehe.

    Um abraço amigo. Ainda mais sucesso em 2013 do que vc teve em 2012.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo!

      O que não deu certo é o controle do uso de cartão de débito ou crédito, pra nossa realidade ficou pouco prático, por isso preferimos dinheiro.

      A gente tem:

      > conta corrente conjunta: onde é debitada as contas de consumo e tb pago os cartões de crédito, condomínio e plano de saúde;
      > poupança conjunta: colchão de segurança e provisões de impostos e viagens;
      > conta individuais: eu deposito o dinheiro pra mandar pra corretora na minha e ela recebe parte do salário na dela.

      Vc disse uma coisa muito importante: casais unidos chegam mais juntos a IF pq em primeiro lugar, 2 vivem com a grana de 1 e meio, rsrs!

      Abração!

      Corey

      Excluir
    2. Ah sim, não tinha lido direito. O que não deu muito certo foi o cartão, pq contas conjuntas vocês tem né. A gente também penou um pouco pra acostumar com cartões, mas fizemos pela praticidade. Mas o descontinho com dinheiro certamente é uma vantagem :)

      Abraços!

      Excluir
  22. Esses gastos fixos para um casal que vive no Rj hoje são impossiveis, principalmente mercado/combustivel/lazer ; moradia e plano de saude.
    Esse dados para o RJ (por exemplo) são completamente fora da realidade.
    Alexandre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o rio é tão mais caro q são paulo?

      Excluir
    2. Caramba! Eu moro em sp que tem fama de cara, mas o rio é tão pior assim?

      Excluir
  23. Rapaz, vendo seu orçamento percebo que tenho muita gordura para queimar do meu. Obrigado por posta-lo por aqui . Seguindo seu exemplo também resolvi compartilhar meu orçamento. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá margemdesegurança!

      O meu orçamento tb tem gordura pra queimar, mas prefiro deia-lo gordo, rsrs!

      ABraço!

      Corey

      Excluir
  24. Muito bom seu post Corey. Embora administrador por profissão, não me arrisco a fazer um orçamento pra 2013 pois entrarei em 2 searas totalmente novas, uma é a compra do apartamento que irei morar(Assinei o contrato na caixa ontem), e a outra é que irei juntar os trapos com a namorada. Imagino que até maio consigo ter uma base das contas básicas de moradia em dupla. Sei que não mudará tanto da minha atual mas não tenho a menor noção do que será gasto com mercado por exemplo...
    Acho importantíssimo fazer esses orçamentos até pra servir de guia.
    Manda um pouco dessa chuva daí de SP pra cá no NE. Estamos precisando!! rss

    FazP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Potiguar!

      OLha, sinto lhe informar mas vc terá muitas surpresas, está certo em não fazer orçamento por enquanto, a boa notícia é q provavelmente vc perceberá que 2 pessoas vivem com o dinheiro de 1 e meia e essa é uma das vantagens do casamento.

      Rapaz, a chuva aqui chegou mais cedo que o normal e veio com tudo, tá fazendo muito estrago. É uma pena que por aí esteja tão seco...

      Abração!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.