sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Orçamento 2013 - Você já fez o seu?

Estamos em novembro! Os super mercados estão repletos de panetones, a 25 de março está repleta de papais noéis, a Coca-Coca de 3 litros já está disponível e eu já estou com a cabeça em 2013. Hoje comecei a esboçar meu orçamento para o ano que vem. O objetivo é ir fazendo modificações até chegar no definitivo no mês que vem.

Usei a planilha de expectativa de gastos de 2012, fiz um ajuste porco da inflação e aumentei algumas cotas. Por exemplo, a cota de lazer que era de R$ 800,00 foi para R$ 1600,00. Não estipulei cota para o possível aluguel, mas se for necessário ele será acrescentado ao orçamento. Caso eu continue divulgando o patrimônio, também divulgarei meu orçamento definitivo pra 2013. Se esse orçamento rodar direitinho durante o ano, pretendo somente ajusta-lo pela inflação para 2014.

Provavelmente diminuirei o tamanho do meu colchão de segurança, de 6 meses para 2 ou 3. Estou mais estabilizado, então não vejo necessidade de manter um colchão tão grande. O foco dos investimentos em 2013 continuará sendo fluxo de caixa. Como eu já disse por aqui, pretendo terminar 2013 com taxa de riqueza em 0,4; ou seja, que os proventos recebidos mensalmente sejam capazes de pagar 40% das despesas fixas de casa. Se tudo continuar como o planejado, todo janeiro essa taxa sofrerá um ajuste para baixo, referente a inflação do ano anterior, então uma taxa de riqueza igual a 1 não quer dizer independência financeira...

Comentei algumas vezes que não ligo muito para a inflação, pelo menos não para os índices divulgados. Meus gastos não sobem pela taxa oficial, para minha sorte, eles sobem mais por vontade minha que por aumentos de preços. De qualquer forma, considerar a inflação oficial é uma maneira de me resguardar com certa folga, da inflação pessoal (impossível de ser calculada).

O objetivo é ter o maior controle possível sobre as despesas do dia-a-dia, sabendo para onde vai cada real gasto. Em 2013 pretendo seguir a risca algo que não fiz esse ano: o provisionamento para impostos, taxas e seguros. A princípio eu pagaria essas despesas com a rentabilidade de uma LCI que vence em dezembro, mas já mudei meus planos, farei mensalmente um depósito na poupança com esse objetivo. Nessa poupança também serão direcionados os valores que não são usados todo mês como viagens, manutenção do carro e veterinário.

Também defini metas de aporte e metas de recebimento de dividendos, acredito que em 2013 as coisas fluirão de maneira mais uniforme, afinal, eu terei uma certa experiência como investidor (2012 foi o primeiro ano). Pretendo não fazer cagadas coisas erradas que venham a prejudicar meus investimentos nem minha vida pessoal. Tenho esperança que 2013 será mais equilibrado, menos estressante e mais saudável que 2012.

39 comentários:

  1. O que? Quer dizer que os maias vão errar mesmo? Melhor correr atrás do prejuízo!!!

    Olha, não tenho orçamento pra 2013 não. Tenho dividas pré-estabelecidas (Anuidade da OAB, IPVA e Seguro) que já são altas suficientes pra me tirar a vontade de cuidar disso.

    Mas sim, já tenho tudo esquematizado para pagar essas citadas dívidas. Novembro e Dezembro serão os meses para projetar os demais gastos de 2013 e futuros aportes também. E que a Sony não resolva lançar um PS4 ano que vem!

    =]



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aportador:

      Vc tá mais pra gastador, heim?? rsrs!!

      Os Maias estão certos, o que tá errado é o delay do calendário.

      Começar um ano sem um orçamento estabelecido pra mim é a mesma coisa que dirigir em NY sem GPS, mas cada um é cada um!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Olha, por incrível que pareça, todo final de ano eu consigo ser um poupador excepcional. Acho que a febre do consumismo de fim de ano não me afeta muito não, rsrs.

      Como eu disse, meu orçamento tá com meio caminho andado. Agora em novembro eu projeto o resto das despesas e me preparo pra entrar em 2013 a todo vapor.

      =]

      Excluir
    3. entendi! A única coisa que eu consumo no fim do ano é chocotone!!

      Excluir
    4. Bem lembrado Aportador, se a Sony lançar o PS4... Adeus orçamento...kk

      Excluir
    5. Rsrs, pois é Zé. Não sou "sonysta", mas tive todos os consoles (portateis não). Mas o ps3 ainda rende um caldo =]

      Corey, não sei se te mato agora, ou te agradeço. lol

      Terminei o orçamento de 2013. Minha cabeça explodiu, principalmente pq eu nunca tinha feito um orçamento anual. Coloquei um percentual de 10% a mais sobre o que gastei esse ano e fiquei surpreso em ver que gastei muito já em 2012 e que 2013 pode ser mais ainda.

      Mas... os aportes mensais estão incluídos no orçamento, então TENHO que cumpri-lo.

      =]

      Excluir
    6. Pois é Aportador, faz orçamento anula é hard core, são tantas coisas pra pensar que deixa tudo muito confuso, mas faz parte, se queremos ter controle, temos que passar por isso.

      Excluir
  2. Corey,
    A inflação pessoal é possível de ser calculada...
    Eu calculo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Max!

      Eu já pensei em tabelar os produtos que consumo mensalmente e fazer um acompanhamento de preços, mas esbarro no fator quantidade consumida, que pode alterar muito a conta.

      Como vc faz?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Eu anoto tudo o que gasto e faço uma média do gasto dos 12 últimos meses...

      Excluir
    3. isso não é calcular inflação

      Excluir
    4. Max, ainda não entendi como vc calcula a inflação, isso que vc disse é calcular a média das despesas, não variação de preços.

      Excluir
    5. Eu calculo todo mÊs a média dos meus gastos dos últimos 12 meses e uso esse valor para definir a minha meta de IF. A variação dessa média de um mÊs para o outro é a minha inflação...

      Excluir
    6. Mas Max, um mês vc pode consumir 1 litro a mais de leite que o outro e isso não será inflação e sim aumento do consumo...

      Excluir
    7. Sim, mas isto é o que importa para inha meta de IF... A inflação que importa está embutida no cálculo... Não vejo razão para separá-la...

      Excluir
    8. Entendi, vc considera a inflação propriamente dita ao mesmo tempo que monitora o consumo. Faz muito sentido, vou parar pra fazer essa mesma análise.

      Excluir
  3. É só fazer a contabilidade mensal pessoal.
    Consigo ver onde estou gastando a mais e detectar possíveis cortes de gastos não tão prioritários.
    2013 será pior do que 2012, já que estamos na década perdida.
    Sorte que o caos não me afeta tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc fala contabilidade formal? Ninguém faz isso não!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    2. Olá Anônimo!

      Contabilidade mensal é ótima pra acompanhar a vida financeira, mas um bom planejamento é essencial pra não fazer besteira.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. Olá Corey
    Vou fazer também um orçamento para 2013, porém nada muito detalhado.
    Assim que tiver as grande metas prontas, devo postar.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Divindendos!

      Eu não faço muito detalhado, somente estipulo categorias e coloco metas de gastos. Durante algum tempo eu anotava cada centavo, mas cheguei a conclusão que isso não me é mais tão necessário.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. Olá, Corey

    Eu concordo contigo. Ter - e manter - um orçamento atualizado é muito importante porque a nossa inflação é diferente da estipulada pelos índices oficiais.

    Veja o meu caso para 2012: a se confirmar minha previsão, terei uma deflação de quase 24% nos meus gastos. Somando a inflação oficial, tive um corte de despesas de quase 30% este ano. E tudo que fiz foi controlar as contas, sem deixar de fazer as coisas que gosto. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedrini!

      Entendi o que vc disse, mas não podemos confundir inflação com corte ou aumento de despesas, inflação é o quanto o preço das mercadorias e serviços que consumimos aumenta, independente de cortes ou aumento de consumo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Omeu planejamento ja está montado, tudo planilhado, mas não adianta, acho q sou mestre em imprevistos, qdo acho q tudo vai ficar dentro do planejado aparece uma bomba, hj mesmo acabou de explodir uma por aqui :S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ostra

      Aqui tb sempre aparecem N imprevistos pra bagunçar tudo, mas mesmo assim eu faço os planejamentos e vou adequando de acordo com os problemas.

      Seu marido está bem? Vi que ele sofreu um acidente...

      Corey

      Excluir
  7. Corey, vai haver pelo menos R$ 50,00 por ano para comprar ações? rss

    abraços

    ResponderExcluir
  8. Eu tambem calculo minha inflacao pessoal pelo Gnucash... Tenho a inflacao das despesas "fixas", do supermercado + farmacia, total, dos gastos esporadicos e superfluos e estabeleco uma meta pra cada uma delas baseada no ipca. Coisa de administrador meio louco mesmo... heheheh. Parabens pelo blog. 2012 eh meu primeiro ano de investidor tambem e a blogosfera de investidores tem sido meu grande animo. Abraco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pauloffn!

      Caramba, isso é ser cdf ao extremo, heim? Dei uma olhada nesse Gnucash e não entendi bulhufas. Sou o rei da conta burra, mas no fim das contas tudo dá certo...

      Valeu!

      Corey

      Excluir
  9. Tentei fazer um ano passado, mas no meio do ano já tinha ido por "água abaixo". Vou montar um para o ano que vem dando uma boa folga para gastos extraordinários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zé das couve!

      Comigo aconteceu a mesma coisa, são imprevistos, mudanças de planos, etc. Mas esse ano pretendo seguir a risca, tomara que eu consiga.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Rapaz, neeeeeem comecei, mas tenho q fazer!!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  11. Corey,

    Vc que tb investe em VLOL11, eles te cobram 20% de IR quando distribuem os proventos?

    Minha corretora ta me cobrando e eu nao sei se isto esta certo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá motoinvestidor!

      Fui verificar, o valor creditado foi exatamente o número de cotas vezes o provento por cota, portanto não me cobraram nada de IR. Veja se vc não fez alguma compra no período ex-rendimento, eu por exemplo tenho 67 cotas desse fundo, mas em outubro só recebi referente a 50 cotas pq as outras 17 foram compradas após a data ex-rendimentos. Qualquer coisa, entre em contato com a corretora, pq isso não tá certo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  12. Olá Corey,

    Sinceramente não costumava ter uma saúde financeira boa, simplesmente ficava sem gastar a grana e guardava, esse ano já me disciplinei muito mais e planilho cada centavo (literalmente) que gasto. Pretendo com esses dados criar uma média para a futura semi-aposentadoria e também estipular uma retirada da empresa própria quando lucrar um bom valor.
    Seus posts de organização estão me motivando :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá General!

      Vc era o "poupador" que o Cerbasi fala, só pensava em guardar, certo? Eu tb já fui assim, mas isso é muito insalubre. Organização é fundamental em tudo, estou pensando em fazer uma série sobre esse assunto.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Olá Corey,

    Eu ando pensando em como aumentar os aportes.

    Sobre a sua estratégia de fluxo de caixa, ando pensando que fluxo de caixa seria após o período de acumulação. E para acumular, o mehor seria arriscar em ações mesmo, ao invés de FIIs. FIIs são para fluxo de caixa mesmo.
    Em breve farei um post sobre isso.

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ID!

      Seu pensamento está certíssimo, tb vou falar sobre isso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.