sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Metas - 3 - Quanto deverei ter na carteira de investimentos em dezembro de 2013/14/15/16?

Bom dia a todos! Hoje continuarei a falar sobre minhas metas de ação, uma vez definida minha estratégia de semi-aposentadoria, cabe agora definir as metas financeiras para que isso aconteça.

Fiz uma simulação de quanto precisarei ter na carteira de investimentos para bancar minha semi-aposentadoria a partir de janeiro de 2017 levando em consideração uma rentabilidade real de 5% ao ano (acima da inflação), o que é uma taxa bem realista. Então defini valores que deverei ter todo dezembro, como não divulgarei mais o valor da carteira, decidi fazer essa demonstração utilizando a taxa de riqueza. Há inúmeras maneiras de calcular a taxa de riqueza, mas usei a maneira mais simples possível: rendimento passivo / valor das despesas. As metas são:

dezembro/2013: 0,4
dezembro/2014: 0,6
dezembro/2015: 0,8
dezembro/2016: 1

Para bater essas metas, precisarei ser constante nos aportes e buscar melhorar consideravelmente minha rentabilidade. Os Fundos Imobiliários estão melhorando bastante o rendimento da minha carteira mas preciso urgentemente criar vergonha na cara e estudar (de verdade) o mercado de ações, em breve falarei mais sobre isso.

Bater essas metas é sem dúvida muito importante, porém preciso aliar o crescimento da carteira com fluxo de caixa. Meu prazo é relativamente curto (4 anos) então acredito que devo fazer investimentos que gerem fluxo de caixa para ir me acostumando com a dinâmica desses recebimentos e quando chegar a hora de utiliza-los no dia a dia, ter menos problemas de administração. Outro fato que me leva a pensar dessa maneira é psicológica: me sinto melhor vendo o dinheiro pingar periodicamente que somente no fim do investimento ou na venda de algum ativo. Nesse contexto os FIIs são ótimos, mas não acredito que os excelentes desempenhos dessa modalidade continuarão no longo prazo, portanto preciso buscar alternativas. Paradoxalmente estou olhando (superficialmente) os ETFs que, embora não gerem fluxo de caixa, podem ser uma boa alternativa para entrar no mercado de ações de maneira mais segura. Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos...

Próxima meta: 4- O que devo fazer para melhorar o lado pessoal?

51 comentários:

  1. E a taxa de retirada vc também considerou de 5% ao ano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Max!

      Não considerei taxa de retirada. A retirada será R$X por ano que deverá ser acima da inflação.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Então não entendi.... Esse "rendimento passivo" que vc usou para calcular a taxa de riqueza não é a taxa de retirada?

      Excluir
    3. Não necessariamente, posso ter um renda passiva de 50k por ano e tirar apenas 30k, além disso não determinei uma "taxa" (x% em cima de algo) e sim um valor em R$ mesmo.

      Excluir
    4. Peraí...
      Os 5%aa + inflação de valorização que você utilizou incluem os dividendos/aluguéis?

      Excluir
    5. Não Max, não é 5% + inflação + dividendos/alugueis. É simplesmente 5% real de rendimento da carteira, independente de onde essa grana vier: alugueis, dividendos, venda de ativos, etc.

      Exemplo: (considerando inflação zero)

      100k - valorização de 5% - 5k por ano

      esses 5k podem incluir dividendos, alugueis, cupons de juros do td ou mesmo realização de lucro de ações.

      Não sou daqueles que dizem jamais se desfazer de patrimônio, farei isso sem o menor problema se achar viável, então posso vender ações ou mesmo algum imóvel (caso eu tenha) pra levantar grana e manter o fluxo de caixa.

      Excluir
  2. Corey, leia :

    Mercado de Ações em 25 episódios, excelente, autor Paulo Portinho. O livro ensina a escolher boas empresas e fazer alocação para passar fácil sobre crises;

    - Small Caps, Alexandre Lueders, muito bom para entender a Análise Fundamentalista e saber identificar empresas pequenas e promissoras;

    - Warren Buffet e Análise de Balanços, se puder leia este antes de todos pois há uma mini aula de Contabilidade, imprescindível para se poder escolher boas ações baseado em Margem de lucro líquido, DY, ROE, dív / patrimônio líquido, custa menos de R$ 20,00, recomendo fortemente. Bem escrito e simples de entender;


    Com esses 3 inicia-se uma melhora do conhecimento, depois é necessário aprender um pouco mais de Contabilidade para se basear em números e não ficar impressionado com notícias.

    Um abraço e bem vindo à Bolsa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Obrigado pelas dicas. O Mercado em 25 ep eu já li, aliás, é um livro excelente. o WB e análise de balanços está na minha lista de compras pois já me falaram dele algumas vezes. Esse do Alexandre Lueders eu nunca ouvi falar mas vai pra lista de leitura tb.

      Acho que me falta mais entender como analisar os balanços e identificar os problemas dos setores já que com os números em mãos eu consigo analisar se uma empresa é boa ou não. Guardada a proporção, não é muito diferente do que faço no dia a dia.

      obrigado!

      Corey

      Excluir
  3. Já falaram sobre ETF no blog da Ostra.

    ETFs :

    - têm muita empresa lixo;
    - não pagam dividendos;
    - SEmpre pagam imposto de renda, sempre.


    SE vc vender com lucro R$ 19.999,99 em ações num mês, não paga NADA ao Governo. Caso vc lucre R$ 50,00 com ETFs vc pagará IR. Qual parece mais legal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se lucrar R$ 1,00 com ETF paga imposto.

      Excluir
    2. Tudo bem, eu sei de tudo isso, mas pra quem não tem experiência pode sim ser uma boa saída pra começar e pegar os macetes. ETFs podem ter empresas lixo no meio, mas se eu não sei analisar se uma empresa é boa ou não, é um risco que me proponho a correr, fora que muitas empresas lixo de hoje podem se destacar amanhã.

      Valeu!

      Corey

      Excluir
  4. Gosto de receber dividendos, sei como é legal ver que o dinheiro caiu na conta. Os FIIs são bons por causa disso. Vou comprar bastante.

    Que tal colocar 25% do capital em ações, 40% em FIIs e 35% em RF para começar ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho uma relação de % de alocação, pelo menos por enquanto. Antes de definir isso preciso estudar e entender direito como tudo funciona, os riscos, etc. A princípio, acredito que 40% em FII é muita coisa (se bem que estou quase nisso) e 35% em rf pouco...

      Valeu!

      Corey

      Excluir
  5. Oi Corey eu sugiro que faça uma mescla entre os ETF's SMAL11 e DIVO11 porque:

    SMAL11 - São ótimas em termos de rentabilidade, mas tem uma volatividade enorme, portanto é adrenalina pura.

    DIVO11 - Tem uma rentabilidade menor, mas a volatividade também é pequena, portanto da menos sustos ao investidor.

    Fazendo uma carteira de longo prazo com 50% de cara você poderam aliar as suas qualidades.

    Uma pergunta, quando vc chegar a semi-aposentadoria vai trabalhar em que? Na sua loja ou será um CLT?

    Um abração!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. grande Lord!

      Como disse, olhei superficialmente os ETFs, mas pelo que me conheço, apostarei em empresas pequenas, sejam em ações individuais ou em SMAL11. Por outro lado, a ideia de receber dividendos me parece muitíssimo interessante... Ainda tenho muito o que pensar.

      Qd chegar a semi-aposentadoria, pretendo vender a empresa, fazer a Bia pedir as contas e tirar um período sabático de pelo menos 1 ano, então pensar o que fazer. Uma alternativa é ser CLT, outra é montar uma franquia de fácil adm onde Bia e eu possamos trabalhar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Eu gosto de olhar empresas com dívida ZERO, tipo Grendene, pois as mulheres nunca deixarão de comprar sapatos. Eztec que vende apartamento para classe média e alta de São Paulo,esse povo tem condições de pagar o financiamento.

    No site fundamentus dá para achar outras empresas boas, é só colocar os valores de liquidez corrente acima de 1.2, divida bruta/ patr. Líquido no máximo 0.3; p/l no máximo 15.

    Com o livro do Buffet entende-se o porquê de escolher empresas que não estão devendo, têm bons DYs, liquidez corrente alta etc.

    ResponderExcluir
  7. ola!!! tenho uma duvida meio fora do padrão dos papos.
    gostaria de investir em debentures, como faço? grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá sawyer!

      Até onde eu sei vc deve aguardar alguma emissão de debentures e fazer a reserva via corretora, me parece que não existe mercado secundário (comprar após a emissão), mas dê uma olhada melhor nisso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. Sabe que agora lendo o seu texto, me deu um estalo?

    O nosso erro é que estamos calculando a Semi-aposentadoria como se fôssemos empregados. E se pensássemos como autônomos, que recebem uma grana e tem que se manter com ela por 3, 4 meses?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Eike!

      O fluxo de caixa dos investimentos não é necessariamente mensal: dividendos ocorrem semestralmente ou entre outros períodos, cupons de juros do td tb são semestrais, etc. Acho legal iniciar o ano com a grana líquida para ser gasta nos próximos 12 meses, é algo como o colchão inflável da Ostra.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Corey, não entendo porque não divulgar os valores...você nem indica seu nome por aqui, ou seja, ninguém conhece você...
    Como leitor, ficaria muito mais interessante ver valores em vez de índices...torna o acompanhamento muito mais real.
    Espero que você reconsidere sua decisão...acredito que não lhe trará nenhuma vantagem adicional.
    Se não quiser fazer parte daquele ranking, basta atualizar seu blog em outra data...
    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Entendo seu questionamento, mas não podemos ter segurança da manutenção do anonimato na internet, portanto prefiro me resguardar. Além disso, sem divulgar valores, consigo entrar em mais detalhes nas minhas postagens.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Tudo bem, você quem sabe (óbvio!)
      Particularmente, acho que ver números é mais interessante do que índices porque o leitor pode comparar sua própria situação com aquela ilustrada no blog.
      O voyerismo faz parte....você não fez o blog só pra você, certo? Já deveria calcular que pessoas se interessariam com o que você escreve.
      Acho mais interessante.
      Quanto a segurança, sinceramente acho exagero essa preocupação...se ninguém sabe quem é você, como é que a segurança vai ser ameaçada? Mas enfim, você o é o dono da quitanda, faça o que bem entender com ela..hehehe.
      Já falei demais.
      Abraços

      Excluir
    3. Sim, ver números é mais interessante, mas não é tudo. Acredito que o que levará uma pessoa a IF não é só o tamanho da carteira, mas sim uma somatória de coisas: capacidade de aporte, rentabilidade, formação de fluxo de caixa, etc. Veja o que o Dividendos fala sobre isso, ele tem muita razão.

      Eu mesmo passei a olhar com mais carinho pra minha rentabilidade após a criação do ranking do General, onde ele analisa as rentabilidades. Tem muito investidor muito melhor que eu mas que tem bem menos grana.

      Claro que não fiz o blog só pra mim e fico muito contente pelo sucesso que venho obtendo, porém acredito que haja muita gente que entende que tamanho da carteira não é tudo e acredito que não perderei leitores por causa disso.

      Segurança é algo que nunca é demais, e tenho meus motivos pra me resguardar.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Já acho o contrário.

    A divulgação dos percentuais no lugar dos valores mostram o desempenho da carteira. Acho que isso que é relevante e interessante.

    Saber os valores? pra quê??

    Acho que o valor é pessoal, assim como o nome do blogueiro. Sei lá. Só acho que não interessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo de ti... sem valores não mais acompanho

      Excluir
    2. Problema seu... heheh...

      Excluir
    3. Olá Eduardo!

      Isso mesmo, o valor da carteira é irrelevante, serve apenas pra atiçar a curiosidade e o voyerismo das pessoas. Confesso que um dos motivos que me fizeram iniciar um blog foi o ranking do Pobretão, mas hoje acho a divulgação do patrimônio uma coisa secundária.

      Bem, se não quiser acompanhar por não divulgar patrimônio, paciência... quem vai perder mais com isso é o leitor.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. "Bem, se não quiser acompanhar por não divulgar patrimônio, paciência... quem vai perder mais com isso é o leitor."

      Arrogância: mode on.

      Sem leitor o blog continua?

      Excluir
    5. Aí, aí, aí... Arrogante, eu?!

      Veja bem, vou continuar postando coisas que, ao meu ver e na opinião de muita gente, é interessante. Portanto, se alguém parar de ler o blog só pq não divulgo patrimônio irá sim perder!

      Se for seguir sua linha de raciocínio, ninguém acompanharia o blog da Ostra, por exemplo, já que ela não divulga números. Isso não acontece, o blog dela é um dos mais visitados (e bem frequentados) devido a qualidade dos textos.

      Excluir
  11. Corey,
    se eu for usar numeros semelhantes, estou no 0,6 :P
    mas sei que vou mudar tudo no meio do caminho, ou a vida vai dar um jeito de alterar os planos rsrs

    como falaram aí em cima, ETF vem com tranqueiras no meio, mas comentei no meu blog e digo aqui de novo, para inicio e para quem não tem conhecimento em analise de empresas, é um bom começo.

    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Ostra!

      Caramba, só 0,6???!!!

      Tem razão, a vida sempre dará um jeito de nos passar uma rasteira e mudar tudo, mas mesmo assim acho importante ter algo pra nos guiar. Se houver uma alteração drástica, ok, começarei a planejar tudo novamente dentro da nova realidade.

      Ainda não me aprofundei, mas acho que os ETFs podem sim ser um bom começo pra minha realidade.

      Valeu!

      Corey

      Excluir
    2. Só 0,6 hoje, com baby em escola boa (e cara) + 4 cursos extras, tb caros, sogra em uma casa que dá altas despesas, entre outras coisinhas, tb gosto de uma boa margem, me sinto segura... mas acredito q algumas coisas alterem com o tempo, alias, tudo se altera com o tempo rsrs

      Excluir
    3. Entendi, aí fica complicado mesmo... mas como vc mesma disse, tudo muda e uma hora essas despesas acabarão.

      Lembrei do caso de um dos meus fornecedores. O cara tem uns 50 anos e 4 filhos, trabalhou muito pra bancar a faculdade dos 4, ano passado o último se formou, sendo que os outros 3 já casaram e sairam de casa. Outro dia ele me disse que nunca viu tanto dinheiro sobrando na conta, afinal agora só tem 3 pessoas na casa dele e nenhuma demanda um gasto muito além do dia a dia 9a esposa tb trabalha e tem um bom carga). Disse que está se sentindo perdido por não saber o que fazer com o dinheiro excedente. É um caso de falta de educação financeira num cara comedido e com excelente renda. Acho que ele nunca parou pra pensar que esse dia ia chegar e que as despesas cairiam drasticamente.

      Excluir
    4. Os pais de um amigo são funcionários públicos. A vida toda moravam numa casa boa, mas simples; tinham carro novo, mas popular; viajavam nas férias, mas iam à praia mais perto de casa.

      Foram os filhos saírem de casa, construíram uma bela casa com piscina, onde recebem os netos, e viajam todo o ano para o exterior.

      Eles demoraram 30 anos para poder fazer isso.
      Isso precisa ser calculado antes de termos filhos.
      Um abraço!

      Excluir
    5. Exatamente! Esse é um dos motivos pelo qual não quero ter filhos, não é o principal, mas não vou ser hipócrita e negar isso. Quem quer ter filhos deve pensar muito no peso financeiro deles pra depois não ficar reclamando da vida.

      Excluir
    6. E quem não os quer têm de se lembrar da solidão da velhice sem família...

      Excluir
    7. Tem razão, 100% dos idosos tem companhia dos filhos na velhice, os asilos só existem pra quem decidiu não ter filhos, além disso, TODO filho tem OBRIGAÇÃO de cuidar dos pais, afinal, todo filho na verdade é um FILHOPREV.

      Excluir
    8. Não concordo com a parte de asilos serem criados para idosos não terem filhos já que tem vários idosos que os próprios filhos colocaram em asilos e vários outros que não são solitários na velhice(um cara de mais de 70 que eu conheço tem mais amigos próximos que eu e faz coisas legais com amigos mais jovens que ele quase todo dia)

      Excluir
    9. *que não tem filhos,eu quis dizer!XD

      Excluir
    10. ele foi ironico, vc leu o comentáriosem noção do cara aí em cima

      Excluir
    11. Oi Rafael!

      Acho que vc não entendeu, eu fui irônico (como o Anônimo disse). Seguindo o pensamento: "E quem não os quer têm de se lembrar da solidão da velhice sem família..." não era pra existir idosos nos asilos, sendo que eles deveriam morar com os filhos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  12. Concordo em não divulgar valores.Isto só incita e fomenta outros à Mentiras, Invejas.O que é superior se torna presunçoso e o mais baixo da comparação inferiorizado, e com isso vai com mentira inicia um novo Ciclo.Assim ,vc elimina esta mesquinhez humana.Parabéns.
    Ass:Codorno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Codorno!

      É bem por aí mesmo, tem muito investidor com pouco dinheiro que dá de 10 a zero na minha estratégia.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Olá Corey!

    Excelente plano e vou começar a me basear nisso também, para ser sincero tenho um capital final que pretendo alcançar mas não tenho metas... Tenho que tomar uma iniciativa e criá-las o quanto antes, como bom gerente de projetos não ter um projeto completo é vergonhoso, rsrs.
    Quanto a não divulgação dos valores estou bem indeciso, estava convicto em não divulgar também até porque tenho muitos amigos que acompanham meu blog e ficam cuidando da minha vida, só que como vivemos no Brasil infelizmente terei que remover também os valores no futuro, inclusive nas imagens já divulgo apenas percentagens da carteira e alocação. Vou pensar um pouco mais, porque o bom de divulgar é que me comprometo com os leitores e fico sendo cobrado para mostrar bons resultados, apesar da rentabilidade evidenciar isso com muito mais louvor, mostrando os valores torno a carteira mais verídica.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande General!

      Casa de ferreiro, espeto de pau, né? Eu sei bem como é isso, rsrs!

      Eu acho muito mais legal divulgar o patrimônio, fica mais interessante pra acompanhar, mas todos sabemos que ninguém está 100% anônimo na internet, além disso eu corro o risco de ser descoberto se é que já não fui! De qualquer maneira, vou divulgar as porcentagens referentes a minha meta e tb a rentabilidade. Na minha opinião, não existe um único parâmetro pra determinar se um investidor é bom ou ruim, se a estratégia é boa ou não, é uma somatória de números que nos dá uma conclusão.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Fiz um cálculo rápido(vou refinar depois)e acho que já cheguei aos 0,4;porém não tenho certeza já que imprevistos SEMPRE acontecem.
    Ótimo post!;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael!

      0,4 é um número muito bom, parabéns!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  15. Olá, Corey, gosto muito de teu blog, acho sensato, pé-no-chão e muito bem escrito. Tenho curiosidade em saber de qual ramo é teu negócio.Vc pode dizer qual é o ramo ? Me parece relativamente tranquilo, vc pode deixar na mão de funcionários, aparentemente... Tb tenho negócio, a responsabilidade é enorme, a carga horária, idem, e vc me motiva a pensar em semi-aposentadoria, com outro tipo de negócio, talvez virtual...
    Parabéns e abs.
    Julio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Julio!

      Obrigado pelas palavras! Infelizmente não divulgarei o meu ramo, lamento, mas não sinto-me seguro se fizer isso. Não é muito tranquilo pra deixar nas mão de funcionários, mas estou formatando para que os riscos sejam minimizados.

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.