domingo, 12 de agosto de 2012

Você tem capacidade pra ser pai?

Hoje é dia dos pais, uma data que tem menos a ver com o sentimento paterno e mais com comércio. Sustento minha opinião que toda e qualquer data comemorativa existe somente para torrar dinheiro, é tudo consumismo! Claro que como comerciante, também me aproveito de algumas datas, mas isso é papo pra outro dia...

Hoje quero passar uma mensagem aos pais. Como vocês sabem, não terei filhos, então não tenho know how algum pra falar o que fazer ou não na criação de um filho, nem tenho saco pra tratar disso. Eu não sou pai, mas sou filho e aprendi muita coisa com meu pai, coisas boas, mas também muitas coisas ruins.

Meu pai foi um "bom pai", no geral não posso reclamar, acredito que ele fez o melhor que estava a seu alcance pra me criar, aos trancos e barrancos pagou meus estudos até o ensino médio e nunca tivemos dificuldades financeiras gravíssimas. Ele sempre foi "um cara legal", brincava comigo, me ensinou a dirigir, me ensinou a arte da negociação, nunca escondeu a situação financeira que passávamos, algo que me fez amadurecer e aprender que a vida financeira é algo possivelmente cheio de altos e baixos.

Minha reclamação vai para algo que todo pai tem obrigação de ensinar ao filho: ética e moral. Meu pai é uma pessoa, digamos... ... ... ... enrolada. Não, ele não é nenhum assassino, traficante ou algo pesado do tipo, mas também não serve de exemplo de honestidade e moralidade. O velho é o típico sexagenário que viveu a base dos nojentos jeitinhos brasileiros, propininhas, rolinhos, cambalachos, trocas de favores e outras coisas não muito certas. Se parar para pensar, o Brasil ainda é baseado nesse tipo de coisa, imaginem a 30 ou 40 anos atrás, na época da ditadura, hiperinflação e ausência de internet, fazer esse tipo de coisa era questão de sobrevivência pra alguém com pouca instrução. Falta de educação financeira a parte, acredito que boa parte dos problemas financeiros que o velho passou (e eu por tabela) foi devido a desonestidades. Sou da filosofia que tudo o que começa errado, termina errado.

O velho achava essas coisas naturais e jamais se preocupou de esconder de mim, aliás, eu sabia de tudo o que ele fazia, afinal, sempre andei colado a ele, era só ele pegar a chave do carro que eu saia correndo pra ir junto. Cresci aprendendo esse tipo de coisa e naturalmente repeti alguns desses cambalachos até perceber que as migalhas ganhas com sonegação fiscal, por exemplo, não rende, é um dinheiro que desaparece. Troca de favores é a pior coisa que existe, nada melhor que preto no branco, toma lá dá cá. É muito mais fácil andar com sua CNH em dia que tentar corromper o guarda, você dorme tranquilo sabendo que cobra um preço justo pelo serviço ou mercadoria que vende, etc.

Então, minha mensagem nesse dia dos pais é para você que é ou pensa em ser pai: tome cuidado com as coisas que você faz na frente do seu filho. Procure ser ético e ensinar isso a ele, não jogue lixo na rua nunca, principalmente na frente do garoto, ensine-o que corrupção não existe só em Brasília e que é feio levar vantagem em cima da desgraça alheia. Não esqueça que seu filho se espelhará em você por muitos anos, provavelmente até os 20 anos ou mais. Eu tive sorte por perceber as coisas erradas que meu pai indiretamente me ensinou antes dos 30, mas isso nem sempre pode acontecer. Antes de pôr mais um cidadão no mundo, analise se você tem essa capacidade, se você é uma pessoa boa, ética, honesta e justa. Se alguma dessas virtudes não for um traço da sua personalidade, pelo amor de Deus, Alá e Maomé: NÃO TENHA FILHOS!!! 

39 comentários:

  1. É feio levar vantagem em cima da desgraça alheia. Mas levar vantagem em cima da burrice alheia (de forma honesta) não vejo mal nenhum... kkkkk

    E "principalmente na frente do garoto" foi sensacional! kkkkk

    Um abraço Corey!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Eike!

      A vida é um jogo de perde-ganha, pra alguém ganhar outro deve perder, mas existem maneiras éticas e honestas disso acontecer.

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  2. Excelente texto Corey. Concordo plenamente com a ética e moral.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Texto magnífico, Corey. Seu último parágrafo sintetiza exatamente o que penso.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Zé! O mundo seria melhor se as pessoas pensassem antes de ter filhos.

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  4. Para ter filhos temos q evoluir diariamente, ser sempre o melhor exemplo p eles. Concordo com seu texto, crianças sao nossas copias aprimoradas, devemos nos preocupar em criar e educar seres eticos.

    Meu pai foi realmente o oposto do seu, nao suportava nada errado, corrupto ou nao etico, muitos ofereceram propina p ele mas ele nunca cedeu, cheguei a presenciar a cena.

    Beijao por ai :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia!

      Tive sorte de não ser uma cópia idêntica do pai. Ostra, vc teve muita sorte com seu velho e com certeza a baby será uma boa cidadã. No lugar do seu pai o meu não só receberia a propina como me ensinaria a maneira mais "certa" de faze-lo.

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  5. Apenas complementando... Pois vi o texto no blog do pobretao e nao curti, resolvi comentar por aqui, o pai do meu marido o abandonou aos 5 anos, apareceu uns 6 anos atras pedindo dinheiro e sumiu de novo, meu marido foi criado pela mãe q nem escola fez e pelos avós q financeiramente eram quebrados, o avo devia ate p agiotas, tinha tudo p ser um "pobretão" mas nada disso impediu ele de batalhar e vencer, não é nehum empresario de sucesso ou executivo de alto nivel, mas sustenta os avós e a mãe e nunca ouvi dele uma reclamação em relaçao a familia, e mesmo sem exemplo do q é um pai se tornou um incrivel.
    Nossos pais erram qdo somos crianças/jovens, mas o caminho na vida adulta depende exclusivamente de nós mesmos.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o marido sustenta vc tb ne?

      Excluir
    2. Tb achei ridículo o post do pobreta... A realidade é muito diferente... SErá que realmente ele e seus seguidores anonimos acreditam naquela baboseira?

      Excluir
    3. Anonimo, não faça julgamentos sem conhecer a historia... Não, ele não me sustenta e em alguns periodos eu ainda tenho q multiplicar o salario dele com trades p despesas medicas da familia, com 1 ano de casados ele vivia no cheque especial e eu ja bancava algumas besteiras da familia dele...

      Max, se acreditam ou nao, não tem como saber, só sei que perdem um tempo produtivo comentando besteiras?
      Bjs

      Excluir
    4. Acho que só a imaturidade explica....

      Excluir
    5. Sinceramente, nem leio mas os posts do pobreta. Deve ter sido mais uma besteira: como de costume.

      Meu pai sempre foi pobre e ralou muito para me dar educação, não escolar, mas educação cidadã e sou grato por isso. Reconheço que ele não soube acumular riqueza, mas também sei que não foi culpa dele, pois, naquela época, até para comprar um telefone era difícil: imagine um pobre ter acesso a investimentos? Então, não culpo meu pai, pela minhão não independência financeira (até agora).

      E outra, com o pensamento que tenho agora, não esperaria que meu pai deixasse nada para mim. Como estou ensinando ao meu filho a acumular sua própria riqueza, pois, mais para frente, eu vou curtir a minha. Isso não quer dizer que não dou carinho e afeto ao meu filho.

      Um abraço.

      Guimarães.

      Excluir
    6. Li o texto do Pobreta, extremista como sempre, mas não discordo totalmente do que ele escreve, só acho que não podemos usar o fato de ter um pai pobretão como muleta e desculpa pro fracasso.

      "Nossos pais erram qdo somos crianças/jovens, mas o caminho na vida adulta depende exclusivamente de nós mesmos." - PERFEITO! Cabe a nós sair da caixa e fazer diferente.

      Olha, esse negócio de marido sustentar esposa e vice-versa é muito relativo. Durante um período, a Bia sustentou nossa casa enquanto 100% do que eu ganhava ia para pagar nossas dívidas. E daí? Fiquei menos "macho" por causa disso?

      Guima:

      Acredito que boa parte dos pais do pessoal que passa por aqui não foi deu o melhor exemplo de educação financeira, mas nem por isso deixamos de correr atrás de conhecimento. Seu pai te deu educação cidadão, o meu nem isso, ele me deu carinho, atenção e foi um pai presente, mas não me ensinou cidadania. Não posso reclamar, já que muitos pais não dão absolutamente nada aos filhos.

      Abraço a todos!

      Corey

      Excluir
  6. Bem, já me considero Pai pois ele já esta no ventre da minha mulher. A sensação e a melhor que já experimentei. E engraçado pois vc pensa que é uma experiência que vai de deixar preocupado, mas é o contrário vc fica mais motivado.
    Agora, acho uma coisa muito patética ficar reclamando dos Pais. isso é uma coisa que não existe por ex na cultura europeia e americana, mas brasileiro adora culpar os Pais pelo seu fracasso.
    Meu Pai, que Deus o tenha, nunca pagou uma mensalidade escolar. Comecei a trabalhar aos catorze anos numa oficina mecânica e não foi por conta diso que deixei de ser bem sucedido. Meu Pai não me deixou nada, e nem tinha essa obrigação, ainda tenho Mãe, graças a Deus, e sou eu que pago quase todas as contas da velhinha e nunca reclamei disso, portanto acho patetico culpar os Pais pelo seu fracasso. Apenas para esclarecer sei que esse não é seu caso mais tem gente que irrita com esse chororó.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandman!

      Cara, eu não reclamo dos meus pais, apenas expressei minha experiência e dei como exemplo o que um pai não deve fazer pra educar um filho.

      Pelo jeito vc tem consciência que seu pai não tinha obrigação de deixar algo, e mesmo vc não tendo obrigação, ajuda sua velhinha. Acredito que filho não tem obrigação de cuidar dos pais (financeiramente), eles que devem se preparar pra isso, acontece que a maioria não teve essa educação.

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  7. Olá Corey!

    Meu pai é o oposto completo do seu, é tão certinho que me tornei muito careta pelo que aprendi com ele. Mas acho que alguma coisa de boa seu pai te ensinou ou você absorveu, afinal você me parece um ser humano bem evoluído economicamente e psicologicamente, caso mude de ideia e resolva ter um filho acho que se tornaria um ótimo pai. :)

    Abraços e feliz dia dos pais pra quem for ou pretende ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia General!

      Eu sou muito mais careta que meu pai, não tem nem comparação! Com certeza aprendi muito com o velho, mas esse aprendizado aconteceu com os erros dele, ele é meu anti-modelo, tudo que ele faz eu faço o oposto e costumo me dar bem, rsrs!

      Não mudarei de ideia não, não quero mesmo ter filhos, tanto é que fiz vasectomia, mas nada me impede de tentar educar financeiramente meus sobrinhos ou funcionários.

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  8. Ola Corey,

    Meu nome e Ricardo. Nao te conheco mas tenho certeza que com seus valores e com o q vc aprendeu com o seu pai, ainda que de forma trocada, vc seria um otimo pai.
    Nao tenha medo. Ser pai e a melhor coisa do mundo.

    Abraco a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo!

      Obrigado pelas palavras, mas o fato de não querer ter filhos é a única certeza que tenho na vida. Procure no blog e verá meus motivos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Fala ae Corey eu até tenho capacidade para ser pai, mas não agora, pois tenho mjita coisa para fazer antes de ser pai.

    Um abração!

    Lord.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Lord!

      É isso aí, uma coisa de cada vez, né?

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  10. Acredito que os pobres não devem ter filhos. Meu pai foi um desastre, já acobertou CRIMES em família, estelionato, fraude.... Já fui muito revoltado contra ele, muito. Pensei em me me vingar no leito de morte, falar umas verdades para que ele morresse se sentindo o pior lixo do mundo junto com inha irmã ladra.

    No entanto, eu tenho de sair do mundo da culpa, tenho de viver melhor, comprar mais ativos, reinvestir mais grana,ter menos bronca do dinheiro e da sociedade. A GETI não paga um centavo a mais para quem odeia a família.Ninguém saber da minha vida familiar no banco, se eu tenho grana posso comprar um CDB, se não tenho fico sem lucros, simplkes.

    Nenhuma empresa se interessa pelos nossos pais, nossas histórias de vida. Precisamos construir nossas fortunas.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Cara, eu tenho umas ideias malucas em relação a natalidade, mas deixa pra lá...

      Pelo jeito seu pai é um pouco parecido com o meu, não serve de exemplo pra ninguém, mas ainda bem que, assim como eu, vc se tocou e não seguiu os ensinamentos dele.

      Boa semana!

      Corey

      Excluir
  11. Filhos são o caminho mais rápido para a falência, essas cianças gastam muito. Melhor ter sobrinhos e ser como o Tio Patinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é verdade, mas tem gente que está disposta a pagar esse preço. Qual o problema? Nenhum, são questões de escolha.

      Excluir
  12. Cara, a China vai ser a maior potência do mundo por causa da lei do filho único,vasectomia e laqueaduras obrigatórias.Crianças custam muito muito dinheiro. Daqui a uns 25 anos o Brasil vai chegar a essa conclusão de que quanto menos crianças melhor.

    Nós pensamos diferente, vemos que a sociedade é composta por imbecis completos e não concordamos com isso. Cansei de tentar alertar, ensinar e ser visto como exagerado ou maluco por uns analfabetos.

    Entrei na bolsa para ganhar grana, mas também para esfregar na cara de alguns que posso ganhar dinheiro com as minhas leituras.



    Um abração e força na leitura, daqui a pouco vc estará dominando a análise fundamentalista.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acredito que veremos o Brasil adotando política de natalidade controlada. Isso é algo muito surreal pra nossa realidade, mas com certeza nos traria grandes avanços. Acontece que a imensa maioria dos brasileiros são alienados, corruptíveis e portanto, bons eleitores para a corja de ladrões que infestam a nossa política.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Rapaz fui revoltado contra a burrice do meu pai, ele acha que ler o caderno de esportes dos jornais é suficiente para se viver. Por conta disso quis ler todos os livros do mundo, rsss, quis lutar contra toda a forma de burrice. Esse também é o motivo por eu não querer filhos.


    Eu odiava o jeito sabe tudo, odiava as regras, por isso quis transgredir e ir contra o que a sociedade dizia. As bandas punks ajudaram um pouqinho...rsss.


    Mas vejo que vou receber proporcional a quantidade de ações que eu tiver, ou seja, reclamar de pai e de parentes safados não vai me dar dividendos ou desconto no mercado. Para ganhar mais dinheiro é preciso comprar mais ativos. Não adianta ser revoltado pobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs! Caderno de esportes é foda... O meu comprava o jornal, lia tudo mas não absorvia nada, fica com meia dúzia de pedaços de notícias na cabeça e se acha o sabichão!

      Reclamar não vai adiantar nada mesmo, mas é legal ter consciência do que não fazer.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Sobre a vasectomia existe algum problema ?Tenho vontade de fazer.Existe problema em relação a colesterol alguma contraindicação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tem contra indicação com colesterol eu não sei (acredito que não), mas é legal conversar com um médico. Eu fiz e correu tudo bem, o máximo que aconteceu foi ficar com o saco roxo umas 3 semanas, rsrs!

      Excluir
  15. Hoje ajuda minha Mãe pq qd trabalhava o dia inteiro e estudava à noite minha Mãe ficava me esperando pra fazer minha janta.
    Não me sentiria nada bem se minha Mãe estivesse passando necessidade e eu vivendo minha vida e esquecendo a pessoa que mais me amou na vida. Não tenho vocação pra canalha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandman!

      Sua mãe merece né? nada mais justo, o que vc faz nada mais é que reconhecer o esforço dela. Parabéns!

      Corey

      Excluir
  16. Ninguém nasce com capacidade para ser pai, penso. Pois ser pai é ter a coragem de entregar os filhos para o mundo, e ter a capacidade de entregá-los preparados.
    Pensando bem, parece impossível. Mas o mundo só evoluirá se continuarmos tendo pais.
    So me tornei ser humano depois de, culpado, ver o castigo aplicado a um filho, assistindo ao seu sofrimento em meus braços.
    Minha vida só passou a ter sentido depois disso.

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.