terça-feira, 19 de junho de 2012

Semi Aposentadoria - Parte 1

Nós, blogueiros, as vezes temos a infeliz mania de querer coisas irreais e inalcançáveis, seja rendimentos de 5% ano mês na renda fixa, desempenho 200% acima do Ibovespa, ou viver uma vida de jogador de futebol com apenas 1 milhão de reais (essa é pra você Pobretão!!), ou seja, viajamos na maionese. Comigo não é diferente, sempre me vejo querendo coisas que embora possíveis, são difíceis de atingir ou exigem um esforço sobre humano pra ser alcançado. Sempre tento apagar rapidamente essas ideias da minha cabeça, antes que me veja alimentando sonhos idiotas, prefiro muitas vezes ser pessimista nos planejamentos, já que qualquer coisa que vier além do planejado é lucro e me deixará feliz.

Não tenho pretensão de "ficar rico", até porque isso é algo muito subjetivo. Meu único objetivo é alcançar a liberdade financeira onde os rendimentos dos meus ativos paguem pelo menos parte das minhas despesas fixas, me deixando mais livre para escolher o que fazer profissionalmente. Por outro lado, pra minha realidade, não é viável esperar 10 ou 15 anos pra conquistar isso. Já disse e repito: não gosto do meu trabalho e o faço única e exclusivamente pra ganhar dinheiro, então essa é uma situação insustentável no longo prazo.
Prefiro ser um funcionário assim...
Aí que entra o conceito de Semi-Aposentadoria apresentado pelo Investidor Defensivo lincado do blog Investimentos e Finanças que parou de ser atualizado (uma pena). Segundo esse conceito, invés de camelar durante 10, 15 anos juntando cada centavo pra formar uma big bola de neve que te sustente pro resto da vida sem trabalhar, seria mais viável juntar os dividendos provenientes de uma bolinha de neve menor, formada a custo de menos suor, com o salário de uma ocupação profissional "melhor". Entendo por ocupação melhor, aquele que você trabalhe com algo que goste, que tome menos tempo, mesmo sendo menos remunerado.

No meu caso, acredito que essa ocupação profissional melhor, seja algo relacionado com minha formação acadêmica, onde eu possa seguir regras e não cria-las. Sim, é isso mesmo que você leu, tenho vontade de ser só mais um assalariado. Aí você diz: mas Corey, você tem a ocupação que muita gente quer, você tem sua empresa, não tem chefe chato nem precisa seguir ordens de alguém que não sabe o que fala. Eu respondo: tudo isso é verdade, mas não serve pra mim, não gosto disso, sou do contra! 

Minha área de formação superior é relativamente bem remunerada, há espaço para um profissional com meu perfil, as empresas oferecem bons benefícios e existem várias formas de trabalho. Saber que terei folgas, férias e previsibilidade de recebíveis é algo que melhoraria muito minha qualidade de vida, por isso pretendo partir pra esse lado. Se eu tiver um trabalho onde sinta certo prazer em fazer (até porque amor ao trabalho não existe), tenha uma remuneração justa, folgas e férias, então não vejo necessidade de parar totalmente de trabalhar, até porque "cabeça vazia é oficina do capeta"!

...que um chefe assim!
Parar de trabalhar pra ficar em casa coçando o saco é algo que me trará mais problemas que resultados. Para sustentar a vida que eu gostaria (fazer a Bia parar de trabalhar e viajar 35 dias no mês) é necessário acumular muito mais grana do que estou disposto a trabalhar pra ter. Então, no meu caso, arrumar um meio termo é o mais interessante, esse meio termo é uma semi-aposentadoria, onde parte dos meus gastos seja paga com fruto do meu trabalho (mais equilibrado) e parte pelos rendimentos dos meus investimentos.


Na próxima vou falar como estou planejando minha semi-aposentadoria. Recomendo a leitura dos artigos que linquei logo a cima.

82 comentários:

  1. Corey... sabe o que vc tá precisando? Ter um filho! kkkkkkkkkk Não resisti :P

    Vc já sabia o q te esperava qdo comprou a nova empresa não é? Lembro q comentou q não gostava disso mas q poderia acumular dinheiro mais rapido, pelo visto se cansou antes do q imaginava.
    Mas se vc conseguir um emprego q possa ter ferias, folgas, finais de semana e horario fixo p entrar e sair, acho q é um caminho 'um pouco menos' estressante, nunca tive emprego desse tipo, e meu marido acha q ferias é nome de um novo planeta.
    bjs bom dia por aí

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia D. Ostra!

      Bate na madeira, rsrs! Sai pra lá...

      vc tem razão, é exatamente isso que está acontecendo: me cansei antes do imaginado. Confesso que por vários motivos pensei que seria diferente dessa vez, mas foi pura ilusão, dei murro em ponta de faca e me ferrei. Pelo menos financeiramente falando está melhor que o planejado.

      Na minha área existem empregos, digamos, tranquilos, ou seja, com horário fixo, folgas, benefícios, etc. Tb há vagas mais hard, onde trabalha-se bem mais e tb ganha-se mais, mas prefiro o emprego mais light mesmo.

      Bom dia pra vc!

      Corey

      Excluir
  2. Ah e sempre falei e vou continuar falando, esse 1M é um sonho p muitos, achar q vai ter uma vida de rei e nunca mais trabalhar com esse valor acumulado é viagem, mesmo não tendo familia, filhos e pai e mãe p cuidar :)
    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, acredito que isso é verdade, por isso acho que (no meu caso) não vale a pena perder saúde pra buscar uma quantia que não vai resolver muita coisa.

      Excluir
  3. Corei, tenho um tio que tem a IF há um bom tempo, mora com a minha vó, não trabalha, não viaja, não faz nada.
    Ele mesmo fala que foi muito bitolado nisso e deixou pra trás algumas coisas e que ele não precisaria ser tão radical.
    Uma coisa que estou aprendendo é : Estar o meio termo.

    Ou seja, guarde dinheiro sim, aprenda sobre investimentos sim, faça o dinheiro trabalhar pra você sim, mas também: vá ao cinema, vá aos restaurantes, etc. VIVA a vida. Mas não como os ratos, esteja no seu lugar financeiramente, com o pé no chão.

    Tem cara achando que com um milhão num vai fazer mais nada... Como meu tio, não vai fazer nada mesmo. Esquecem da inflação, convenio médico, etc.
    Invista em você, em relacionamentos, idéias... isso te fará mais rico também.

    Estou pra postar um idéia que talvez seja legal pra você também: Divida o seu salário em 3 partes: 30% :DESPESAS FIXAS (Aluguel, mercado, luz, etc), 10% PRA TORRAR NO MÊS (cinemas, prestações de algo, etc) 10% PRA GUARDAR/INVESTIR (RF e RV).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Matrix!

      Pois é, não pretendo ficar como seu tio, isso não é viver (na minha opinião).

      Mesmo quando eu ainda tinha dívidas, nunca deixei de aproveitar, aliás, viajei mais qd ainda tinha dívidas que hoje em dia...

      Valeu pela dica, mas meu caso é um pouco mais complexo: a grana do meu aporte vem de uma prestação que recebo mensalmente, a grana da empresa é variável, tem meses bons e outros ruins; então fica complicado fazer esse tipo de balanceamento.

      Abração!

      Corey

      Excluir
    2. Entendí... o seu caso é um pouco diferente... vc é patrão... vai conseguir virar empregado? que profissão vc tem?

      Excluir
    3. Isso mesmo! Conseguirei sim, não nasci pra ser patrão, rsrs!

      Minha profissão? É algo bem comum, mas bem diferente da empresa que tenho.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    4. Bacana, então invista em você pra vc aprender mais sobre ela (e consequentemente ter um bom salário).
      Mas lembre-se que em qualquer profissão, há um 'této' máximo de salário.

      Abçs!

      Excluir
    5. É verdade, mas no meu caso, o teto embora alto, é algo que exige muito trabalho e se for pra trabalhar pra caramba, prefiro ficar na empresa. Buscarei um emprego light, que tome pouco do meu tempo e me remunere proporcionalmente a esse pequeno esforço.

      Valeu!

      Excluir
    6. Matrix, e o que fazer com os outros 50% que sobraram?

      Excluir
    7. Ops...
      É que na minha cabeça estou sempre visualizando 3 partes (3 baldes na verdade)....

      Desculpe.. corrigindo:

      "Divida o seu salário em 3 partes: 60% :DESPESAS FIXAS (Aluguel, mercado, luz, etc), 20% PRA TORRAR NO MÊS (cinemas, prestações de algo, etc) 20% PRA GUARDAR/INVESTIR (RF e RV)."

      Obs.: O meu sal. líquido é de uns 5 paus, tenho mulher e filha.

      Abçs!

      Excluir
    8. "horário fixo, folgas, benefícios" = Serviço Público
      "Buscarei um emprego light" = Serviço Público
      "que tome pouco do meu tempo" = Serviço Público
      "me remunere proporcionalmente a esse pequeno esforço." = Serviço Público

      Adivinhei?

      Excluir
    9. Olá pobre feliz!

      Pode ser que sim, pode ser que não... É provável que não pq não tenho saco pra estudar pra concursos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    10. Qual e' esse cargo publico ' que tome pouco o meu tempo' ?

      Excluir
    11. quer saber também qual é esse funcionário público que tem pouco do tempo tomado pelo trabalho?talvez um do judiciário porque do executivo, meu irmão,é beeem diferente.

      Excluir
  4. Opa Corey,

    Tentei começar uma empresa do zero ano passado, algo que não deu muito certo... é bem complicado, sem falar que ficamos escravos do negócio.. vida de clt é bem bacana... pagando as dividas que mal tem.. rs

    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, isso, isso! Vc resumiu bem: pagando as contas que mal tem?! Tenho a vantagem de se arrumar um emprego no futuro, não depender dele pra aportar, então posso me dar ao luxo de ganhar pouco e consequentemente trabalhar pouco.

      Ter uma empresa, quando dá certo, é uma excelente maneira de arrumar uma boa grana em pouco tempo, mas há muitos problemas e um dos piores dele é justamente o que vc citou: vc vira escravo.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  5. Olá Corey,

    O empreendedorismo é algo muito estimulado pelas universidades, e as pessoas parecem ter um certo fascínio em abrir um negócio.É pregado que devemos largar nossos empregos para nos tornarmos nossos próprios patrões.
    Mas por quê devemos seguir essa tendência? Será que ela se encaixa a todos? Eu acho que dentro do seu perfil de trabalhar menos em prol da qualidade de vida, seria muita mais interessante ser um empregado tradicional, com horários bem definidos e garantias do que um empreendedor escravavizado pelas adversidades do negócio e suas limitações de tempo para lazer e família.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe:

      PERFEITO! É exatamente isso que penso. As pessoas tomam por modelo de empreendedor aqueles que passam no PEGN nos domingos pela manhã, mas o buraco é mais embaixo.

      O que acabei fazendo, mais de uma vez, é ter seguido essa tendência mesmo sem ser esse o meu perfil. É rentável? É. Mas é muito trabalhoso.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  6. Corey, numa conta de cabeça vc sabe dizer o quanto vc paga de imposto pra cada real faturado? só por curiosidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil dizer pq as alíquotas variam bastante, mas é algo entre 4 e 18% só de ICMS, fora impostos previdenciários, taxas, alvarás, licenças, vistorias, etc.

      Excluir
    2. acha que numa média geral chega a 30 ou 40% do faturado?

      Excluir
    3. Não, 30% em imposto não! Acho que vc quer saber a margem do negócio, né? No meu ramo, eu compro por 7 e vendo por 10, desses 3 que sobra tenho q pagar impostos, funcionários, aluguel, água, luz, contador, e claro, tirar meu lucro.

      Excluir
    4. é eu me referia a esse que sobra, só queria ter uma idéia bem generalizada do quanto é o custo com impostos

      Excluir
    5. O normal é ter um lucro líquido entre 5 e 10%, mas há exceções, para cima e para baixo.

      Excluir
  7. Cara, seu eu conseguir dinheiro suficiente para fazer as coisas de que gosto eu paro de trabalhar com bem menos que um milhão.....

    Já tenho casa própria, não gosto de carro, não tenho filhos,nem quero ter.Logo, fica muito mais fácil viver sem grandes necessidades financeiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, quanto mais simples sua vida, mais fácil é de atingir a IF. Sugiro que leia meus posts sobre simplicidade voluntária e frugalidade.

      O problema é que os gastos se modificam durante a vida, a inflação é imprevisível, etc. Por isso é difícil determinar uma quantia.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. Pessoas como o Pobretão sonham em ter vida de jogador de futebol, com muita carros importados, bagunça, orgias semanais, boates da moda, farra sem fim.

    Eu tb pensei assim, só que não dá para alguém, com menos de 12k ao mês, conseguir isso. Sair custa caro, moteis custam caro.


    Mesmo que o indivíduo frequente festas de swing como as que tem aqui no Rio, que costumam ser mais baratas, não vai conseguir viver como alguém que ganha 200k por mês. Pode-se transar muito e tal, mas sempre haverá gastos e não rola todo santo dia.


    Não existe prazer total e absoluto para quem ganha pouco,diversão custa dinheiro seja assalariado ou investidor. Festa liberal custa dinheiro, festas diárias saem mais caras ainda.



    Não existe sexo barato ou totalmente grátis no mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, vc é o Anônimo mais tarado do pedaço!!! A vida não é só trepar, rsrs!

      Tem razão, farra diária sai muito caro, além do mais, isso é uma bola de neve, quanto mais se gasta, mais atria gastos maiores ainda, é vicioso...

      Na minha opinião vale mais a pena ter uma vida mediana, com menos esforço.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  9. Acho que um dos problemas principais de emprego é o transporte. Quem mora longe do trabalho sofre stress ANTES de chegar ao serviço, isso não faz bem a ninguém. Sem falar do engarrafamento...


    Acredito que se eu resolver o problema de locomoção para o trabalho ele se torne mais agradável. Já estou de olho em algumas opções para resolver esse problema. Feito isso é questão de administrar o dia a dia.


    Todo mundo quer se livrar de toda dor o mais rápido possível. mas nem sempre é possível acabar com todos os aborrecimentos, nem sempre é rápido. Mas alguma coisa dá para diminuir em se tratando de chatices.

    Faz parte da vida a gente aturar alguma coisa.Quem não nasceu com grana deve ter muito mais paciência.No meu caso, queria ficar o dia inteiro lendo balanços e conversando sobre opções de investimento, como sempre fez o Buffet, mas não vivo só de Bolsa.Então é melhor tornar minha vida mais agradável até lá.


    Tenho de saber aturar as chatices do mundo, tornar a vida mais legal até a chegada do primeiro Milhão ....


    Como vc falou, eu vivia ligado na sacanagem, mas estou procurando diminuir, esse tipo de pensamento não me deu lucro.

    Aqui no Rio há uns caras que vivem totalmente em função das boates de swing,dos menages, das festas do sexo radical total. Mas não quero ficar acabado e fissurado como eles. Esses lances não pagam minhas contas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morar longe do trabalho é complicado mesmo, passei por isso a algum tempo e sofria pra caramba.

      Sempre teremos problemas, qd pensamos que está tudo ok, sempre virá uma bucha pra resolver, não tem jeito...

      Putaria em excesso acaba com a vida pessoal e financeira de qq um.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  10. Olá Corey, acho que vamos bater de frente kkkkk ,pois entamos em caminhos opostos, pois você que ser um CLT, e eu que ter o meu próprio negócio.
    Bem vou dar a minha opinião do que é ser CLT: Trabalho em uma empresa grande que me paga muito bem, mas isso não é tudo, pois basta você saber que não é dono do seu destino entre 8 da manhã até as 17 horas, ja dá calafrios, nós somos apenas peças de engrenagens sujeitos aos humores dos chefes e sem vontade própria, aqui também tem PJ que se dizem empresários de soluções de Informática ou algo do tipo, mas também são empregadinhos, pois também batem o cartão e recebem ordens.
    Conheço também as rotinas de ter empresa pois trabalhava com meu pai na firma dele, a rotina era até dura, mas a gente tinha uma coisa a liberdade, de almoçar na hora que desse vontade, de poder sair sem ter que dar satisfações a ninguém, não ter que aturar colegas de trabalho que no fundo querem te foder.
    Tenho muita coisa pra dizer ainda, mas vou te dar um refresco kkkk

    Um abração!!!

    Lord.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Lord! Concordo plenamente com vc!

      Excluir
    2. Fala Lord!

      Cada um tem uma realidade diferente. Tudo depende de vários fatores, por exemplo, no meu caso, os empregos que posso arrumar são tranquilos, sem pressão por resultados, etc. Por outro lado, minha empresa me impõe muita pressão, não só por resultados, mas por disponibilidade de horários, etc.

      Obviamente se eu quiser "seguir carreira" na minha área, a remuneração aumentará muito, mas a pressão aumentará muito mais. Não quero isso.

      Almoçar a hora que tem vontade, sair mais cedo, e outras coisas do tipo são possíveis pra quem é empresário, mas tudo isso é custo: custo de funcionário pra cobrir seu horário, custo por fechar mais cedo e deixar de ganhar, etc. Como dono vc não terá colegas de trabalho querendo passar a perna, mas terá funcionários que te tratarão super bem, pelando seu saco, mas pelas costas meterão o pau em vc e te roubarão.

      É compadre, não é fácil, sempre nos foderemos!

      Abração!

      Corey

      Excluir
  11. Corey,

    Obrigado pela citação!
    A vida é muito louca mesmo...Uns loucos para serem empregados e outros para serem donos do próprio negócio.
    Eu acho é que todos querem é no mínimo, no mínimo trabalhar sem ter tanta encheção de saco, intrigas e outras coisas mais.
    Os donos podem ter clientes chatos e empregados podem ter chefes FDPs... Enfim acho que todos querem ter pelo menos paz para trabalhar.

    Acredito que semi-aposentadoria é algo bem alcançável. Estou buscando pelo menos uma semi-aposentadoria com um trabalho e não com emprego.
    (A diferença de trabalho e emprego citei neste post http://investidordefensivo.blogspot.com.br/2012/04/documentario-money-fix-e-emprego-x.html)


    Estou curioso com o seu planejamento!
    Boas idéias são sempre bem-vindas.
    Ficarei de olho!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ID!

      Obrigado vc por dar nome a algo que eu não sabia explicar, rsrs!

      Tem razão, o que buscamos é trabalhar o mínimo possível da maneira mais salubre fugindo de problemas. E pra isso não há regra, pode ser como empregado ou como empresário.

      Verei o vídeo que vc sugeriu em casa, aqui não tenho caixinha, rs!

      Na próxima postagem falarei um pouco do meu planejamento, vc tb poderia falar do seu, né?

      Abração!

      Corey

      Excluir
  12. Parabéns por sua visão Corey,
    também acho que há uma visão deturpada de alguns que acham que a IF significa um estilo de vida luxuoso e grandioso.

    Na verdade, 10 a 15k por mês de renda dos investimentos não permitem tanta coisa assim, somente um estilo de vida confortável. Quem quer um nível mais elevado não tem outra saída a não ser adquirir uma renda realmente alta de seu trabalho, pelo menos uns 200k por mês.
    Como conseguir isso? Somente se tornando um empresário de muito sucesso, um executivo nível guru CEO de Bluechips, ou um profissional liberal super mega top.

    Esse nível de sucesso é para poucos e não significa necessariamente um estilo de vida feliz. A IF almejada pela maioria de nós é realmente um estágio de semi-aposentadoria, sem o stress de correr todo mês para pagar suas contas ou pior: suas dívidas.

    Um abraço e agradeço por compartilhar suas idéias conosco. O caminho da IF é solitário e ver outros com as mesmas idéias é realmente um grande alento para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo com vc, Ronin. A IF que almejo é um estado de aposentadoria completa, com o trabalho (que e se resolver fazer)sendo completamente desnecessário para garantir minhas despesas mensais...
      Certamente não preciso ganhar R$ 200.000,00 ao mês...

      Excluir
    2. Olá Ronin!

      Concordo em parte com vc, acho que 200k por mês é grana a dar com pau, rs! 10, 15k por mês seria mais de 4x o que preciso pra viver, incluindo a parte da Bia.

      Vejo que a grande maioria de quem efetivamente ganha isso vive na dependência dessa grana toda, se um dia perder o emprego, ou fechar a empresa, estará em apuros.

      Sim, a semi-aposentadoria, ou aposentadoria por etapas além de mais palpável, é mais salubre, por ser gradativo.

      Max:

      Eu tb almejo a aposentadoria completa, mas chegarei nela por etapas, ou seja, através da semi aposentadoria.

      Abraço a todos!

      Corey

      Excluir
    3. Max, na verdade o que quis dizer é que a situação de independência financeira, pelo menos em minha visão, permite a aposentadoria completa ou parcial com um estilo de vida confortável e não uma vida com mansões, panicats e viagens em primeira classe.

      Com isso e concordando com o que o Corey disse no início do post, quis apoiar seu argumento de que confundimos as vezes a IF com sonhos irreais, embora as vezes eu mesmo faça isso.

      Se para vc a IF inclui a aposentadoria completa, com suas despesas mensais pagas pelos rendimentos, acho que vc está certo. No início era o que eu tinha como objetivo, hoje penso mais em uma semi-aposentadoria pois gosto de meu trabalho.

      Abraço

      Excluir
    4. Ronin, Vc tem uma grande vantagem que é gostar do trabalho. No dia q eu me encontrar em algo que goste de fazer e não ocupe todo meu tempo, com certeza a trajetória será mais fácil.

      Corey

      Excluir
  13. Para quem não tem filhos, dá para viver muito bem com menos de 8k. É possível fazer muitas coisas interessantes e lucrativas com pouco dinheiro.


    Não pretendo sair do Brasil nunca, logo não vou gastar dinheiro com viagem internacional.Já ouvi falar de gente que vai todo fim de semana para a mesma casa de praia há 20 anos e adora....


    Já tenho todos os meus planos traçados, só falta o dinheiro que deve demorar uns 15 anos. Até lá vou diminuindo as dores do meu trabalho. Ao conseguir gastar menos de 20 minutos para o trabalho já me considero vitorioso.



    Muitas crises econômicas maravilhosas virão, como sou funcionário público, sei que poderei aproveitá-las e comprar mais ações que vão me pagar mais dividendos. Meu salário é limitado, mas dá para aportar um pouco e viver cada vez mais e melhor.


    Acho que cada um deve olhar para o que precisa e descobrir suas reais necessidades. Eu era como o Pobretão, desejava a sacanagem total, hoje já estou pensando em ser mais fiel à namorada para poder aportar mais. Muita coisa muda, logo acho que podemos aprender muito mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo Tarado Carioca!

      Tem razão, sem ter filhos é possível viver bem com bem menos dinheiro, com 8k Bia e eu passamos tranquilamente 2 meses.

      Viagens são meu fraco, mas não sei como será no futuro, gosto muito de viajar, mas não acho que é preciso viajar pra curtir a vida.

      Sendo funcionário público tudo fica mais fácil, vc sabe que terá uma trajetória menos turbulenta, então use isso a seu favor.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  14. Cara, tenho a mesma idéia que você. Não adianta absolutamente nada ter dinheiro na conta e não poder aproveitar...
    Acho que todo mundo tem que sair pra jantar fora, cinema, curtir, viajar... e tal... e pros solteiros encalhados, até pagar umas "primas-paniquets" raramente não custa nada... Agora, tudo com o pé no chão... aperta financeiramente um custo variável... e faz "um agrado".
    De que adianta ter 50 anos, ter 10 milhões na conta... e não poder parar de trabalhar, por que tem que sustentar os sanguessugas da família?! Ou ter 55 anos... 10mi na conta... mas não poder sair mais de 1 semana do estado, por problemas de saúde? Ter perdido o crescimento dos filhos... perdido a esposa... e etc...

    Sucesso!Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sustentar parentes é foda. Acho que o investidor deve aproveitar parte dos dividendos para ter mais lazer, mais conforto no dia a dia antes de se alcançar uma fortuna.



      No quesito dia a dia, quem recebe 10k de dividendos, pode usar parte deste dinheiro para pagar um aluguel perto do trabalho. Assim sofreria menos. Os diretores de empresa , os oficiais generais tem motorista para não ter de ralar no trânsito. Ora, os investidores podem andar de táxi ou contratar um parente desempregado para ser motorista. ]Sofrer por causa de fortuna não vale a poena.


      Em se tratando de mulher, dá para contratar umas moças honestas, fazer amizades, pegar uns descontos com os dividendos também. Lembrando que os aportes continuarão os mesmos, apenas vai ser gasto o excedente gerado pelas próprias ações. Nenhuma diversão vai comprometer o bolo de dinheiro.

      É preciso viver com responsabilidade, sem parar com o lazer, caso contrário o cidadão fica rico, cheio de doenças e não aproveitou nada. Dor e stress não combinam com fortuna. O lazer é necessário.

      Excluir
    2. 10k anuais já permitem um conforto maior.

      Excluir
    3. "De que adianta ter 50 anos, ter 10 milhões na conta... e não poder parar de trabalhar, por que tem que sustentar os sanguessugas da família?!"
      resposta:
      "Sustentar parentes é foda." (x2)

      Excluir
    4. Olá Jackal!

      Sou totalmente a favor de nos dar alguns luxos, seja com putas top, viagens, ou um bom charuto. Quero curtir a vida desde já, por isso pretendo virar um funcionário padrão com horários rígidos, folgas, atestados e férias.

      Não pretendo sustentar parentes, e acho que não será necessário, mas se for, não sei como reagirei.

      Concordo que não vale a pena sofrer pra ganhar dinheiro.

      Abraço a todos!

      Corey

      Excluir
    5. Parentes têm de se foder, parentes é o caralho!!!!

      Fodam-se os parentes. RSSSS

      Não gosto dessa porra de dar mole para malandros boas vidas.

      Excluir
    6. Boa! Tb acho! Cada um que se vire, tô me fodendo pra ter alguma coisa na vida, então todos devem fazer o mesmo.

      Excluir
    7. perai gente... vou dar o tel do meu marido p vc´s, dá p baterem um papinho com ele a esse respeito? :P

      mas sem brincadeira, acho delicado esse assunto, não vou falar a respeito lá no meu blog, mas que filho abandonaria a mãe e/ou avós passando fome ou doentes?

      Excluir
    8. É complicado mesmo, por isso eu disse que não saberia minha reação numa situação dessas. Uma coisa é fato, só PENSARIA em ajudar meu pai e minha mãe, os outros que se fodam.

      Não acho certo os pais ficarem dependendo dos filhos seja financeiramente ou não. Esse é mais um dos motivos egoistas pelos quais as pessoas procriam: FILHOPREV. Não acho isso certo.

      Meu pai já deu tanta cabeçada, fez tanto negócio errado por cagada única e exclusivamente dele e de certa forma me prejudicou tb que seria muita sacanagem eu ter que arcar com os erros dele.

      Excluir
    9. Avo do meu marido errou muito tb e criou o o neto dizendo a vida toda q ele sustentaria a mãe, q sempre foi dona de casa sem renda, estudo ou conhecimento, p ela é natural q o filho cuide de tudo, pior q não tem noçao alguma de dinheiro ou de qq outra coisa, não percebe q o filho trabalha 12, 14 horas por dia só p pagar as contas dela, acha tudo "muito natural"
      Nao entendo a cabeça de uma pessoa assim, sem dor na consciencia, eu nao conseguiria dormir se soubesse q alguem esta se matando p me sustentar!

      Excluir
    10. É outra realidade, a "véia" foi criada com outros conceitos de vida, então pra ela é natural ser sustentada. Hj em dia isso é impensável.

      Excluir
  15. Muitos investidores esquecem que mesmo "aposentados" terão de olhar suas finanças pelo menos 3 horas por dia, ler notícias, pensar em realocar os investimentos para o outro mÊs. Na verdade nunca se para de trabalhar completamente, muda-se o foco, acabam-se as ordens, os problemas com o trânsito, mas ainda existirá o trablho de gerir o patrimônio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, continuará tendo trabalho e dores de cabeça, ainda mais por ficar a mercê de fatores dos quais não se possui controle: crises, falências, etc.

      Nada é fácil!!!

      Excluir
    2. Se a maior parte dos investimentos estiver concentrada em imóveis e renda fixa, não acho que vá haver tanta dor de cabeça.

      Galera, o paraíso não existe.Não dá para ter putaria diária, com mulheres perfeitas, numa mansão linda, sem ter um segundo de preocupação com porra nenhuma. Sempre será preciso prestar atenção aos investimentos, mas é possível minimizar o tempo gasto com isso.


      Se eu tiver de ficar 16 horas acordado sem ter de encara trânsito, sem ter de obedecer a chatos já está de bom tamanho. Posso me dedicar 3 horas por dia para ler algumas notícias,analisar balanços, ler alguns livros sobre investimentos. Nas outras 13 horas vou poder foder, malhar, ler livros bacanas, ver filmes legais.


      Sempre dá para melhorar um puquinho a vida.

      Excluir
    3. Imóveis e renda fixa podem ser mais previsíveis, mas tb é necessário estudo e acompanhamento. Tem razão, um emprego exige no mínimo 8h por dia, por que não investir umas 3h pra cuidar dos investimentos?

      Excluir
  16. Melhor ter um emprego de 3h por dia do que ficar se fodendo em empresa sanguessuga. Eu me imagino lendo o valor econômico, acompanhando os balanços de algumas empresas. Nada muito fora da rotina, pois isso não é sofrer.

    O meu problema era querer ter vida de rei e simplesmente nunca mais fazer porra nenhuma, só passar o cartão no começo do mÊs, mas essa porra é para aposentado velhão. Todos nós queremos vidas boas e perfeitas, com sexo grupal radical total todo dia, sem problemas, numa mansão linda, onde rolam festas 5 vezes por semana. Mas a vida real não é assim.

    Acho melhor melhorar minha rotina agora, trazer benefícios agora com os dividendos.

    Corey, já pensou em morar no mesmo bairro que a sua empresa? É possível. Daria para gastar 20' de bike somente. Vou fazer isso para mim, quero poder desfrutar a brisa e lamentar por quem se fode no trânsito....


    Se com 4 k vc e a Bia se mantém, então com 800 k dá para ficar um bom tempo sem trabalhar. 800k podem gerar 60 k de dividendos por baixo. Um ano tem 12 meses x 4k ao mês = 48 k , sem aporrinhação, podendo fazer festa grupal radical total em casa para não gastar em boate de swing. Sobrariam 12 k por ano para viajar ou para reinvestir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu moro no mesmo bairro e qd venho de bike gasto uma meia hora mais ou menos. Isso ajuda bastante já que gasto mais de 14 horas por dia na empresa, se demorasse 2h pra vir e voltar estaria morto!!!

      Excluir
  17. Minha ideia de semi-apos: Eu tenho 39 anos, 1.3 Milhoes de patrimonio financeiro que dao facil uns 4 mil por mes na maior seguranca. Estou atualmente muito bem empregado faturando uns 28 mil brutos. Vou so esperar a proxima enchecao de saco profissional (sempre tem) e chutar o balde. Quero ser professor de primeiro ou segundo grau num interior bacana ou cidade litoranea menorzinha ganhando uns 1.5 mil por mes para trabalhar meio horario, ter um golzinho 1.6 trocado a cada 4 anos e comer as professorinhas todas porque nao estou mais na idade de mexer com aluna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Sua situação é muito confortável, mas me diga, vc sofre com pressões sobre status? Vejo que a maioria das pessoas que ganha essa bolada ostentam muito.

      Esse ideia de ser professor é ótima, já fiz isso, mas não tenho paciência. Há muitas vantagens como 3 meses de férias por ano, horários flexíveis, trabalho de seg a sex, etc.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
    2. Corey,

      Ate que nao. Eu dirijo uma BMW serie 3 2012 mas nao e' minha, e' da empresa, moro em um apartamento alugado de 1 quarto, confortavel e bem localizado mas certamente nao e' "de luxo", viajo de ferias geralmente para a Europa porque gosto de esquiar mas vou com milhas, almoco no restaurante da empresa, nao saio muito, sou solteiro sem filhos, quando saio estou geralmente de chinelo e bermuda.

      Minha sobrinha me perguntou outro dia porque eu sou rico (e minha irma, mae dela nao, subentendido). Eu disse que quando era mais novo eu era muito pobre mas tinha muito cabelo, ai comecei a vender um pouco do meu cabelo todo mes e assim fiquei rico (sou careca). Disse entao para ela: voce tem muito cabelo tambem, quer vender um pouco? Ela disse nao, ainda ha' esperanca.

      Abraco

      Excluir
    3. Anonimo de 39 anos! Vc está muito bem!
      Já chegou lá!

      Excluir
    4. Anônimo:

      Vc conseguirá largar uma BMW e andar de Gol? Não é uma crítica, pergunto pq esse tipo de mudança costuma ser complicada. Eu por exemplo, sei que não terei problemas pra largar a chefia e passar a ser empregado, mas nem todo mundo consegue isso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  18. IF ou um sonho surreal? O que é preciso pra ser feliz?
    Ter:
    -Uma casa ou ap em bairro nobre no valor de 1 milhão e 200 mil
    -Uma casa de praia de 800 mil
    -Uma casa na serra de 800 mil
    -Investimentos acima de 10 milhões
    -Carros zero km para todos membros da família (incluindo um Toyota Corolla e um Hyundai Santa Fé)
    -Fazer 2 viagens internacionais ao ano
    -Um Salário líquido\pró-labore mensal de 50 mil reais
    -20 ternos da Aduana para o dia-dia
    -20 Camisetas Tommy Hilfiger para momentos casuais
    -Alguns relógios Rolex para variar
    -Aparelhagens eletrônicas (notebooks, blu-rays, tablets, telas leds,home theaters)
    -Ser assinante do valor econômico e da carta capital
    -Ser assinante net sky total hd all inlusive
    -Ter um cartão de crédito Gold Platinum Master Black International

    Acho que devemos ser mais sensatos com o padrão de vida que idealizamos para nós..para podermos ter objetivos alcançáveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Dessa lista só acho legal a parte das 2 viagens internacionais por ano, do resto eu dispenso tudo, até pq nada disso tem meu perfil, no máximo o pacote all da sky e alguns eletrônicos.

      Mas é isso mesmo, tem gente viajando na maionese, ter IF ainda mais com todo esse luxo é pra poucos e/ou demanda muito tempo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  19. Olá corey,,

    Compreendo perfeitamente sua decisão, a de ser patrão, eu já passei por esta situação de várias formas diferentes (inclusive estou devendo um próximo post relatando a história da minha vida), e sei como não é fácil , mesmo tendo lucro... quanto a semi-aposentaria eu penso e planejo o seguinte: A meu objetivo é chegar ao primeiro milhão em 10 a 12 anos(2022) que coincidirá com minha aposentadoria, mas eu estipulei metas ano a ano e em 2016 por exemplo eu já consigo comprar um bom imóvel ter um bom carro e uma boa moto e manter um padrão de vida que me mantem feliz com uma boa reserva (colchão de segurança). Enfim é bem por ai mesmo o objetivo as vzs fica meio fora da realidade mas focar nele me mantem motivado e com uma folga em relação a uma semi-aponsentadoria, digamos que com 600k eu já consiga minha semi-aposentadoria, compro um imóvel de 250 a 300k, troco meu carro gastando mais uns 50k, mobilio o imóvel com mais uns 100k, compro minha moto com uns 50k e fico com uma reserva de 200 a 100k e ainda continuo juntando uma grana todo mes sem compromisso apenas para viagens e laser hehehe! Mas para chegar nela eu visualiso o objetivo de chegar o primeiro milhão em 10 anos, só para não fraquejar quando estiver nos 300k, 400k e cair na tentaçãorsrs.

    Apoio o seu texto!
    Abços

    ITM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ITM!

      Ser patrão é foda, mesmo lucrando...

      Se vc tiver um bom poder de aporte seus planos são bem palpáveis e viáveis, acredito que vc não quer nenhum absurdo, mas não entendi direito: com 600k vc quer comprar as coisas, tudo bem, mas sobrará pouco dinheiro pra te manter. Vc continuará trabalhando?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Bom para me manter eu vou ter uma aposentadoria integral (sou concursado, acho que já mencionei antes) e ainda continuar aportando, para gerar renda passiva, mas não me sacrificando tanto quanto agora, afinal somos um casal sem filhos e temos que desfrutar também. O interessante para mim e ter uma reserva que nos proporcione viajar, ter alguns mimos e não passar dificuldades, mas isso lá na frente, quem sabe a partir de 2016, senão continuaremos a todo vapor.

      Excluir
    3. Ah! Agora entendi. Sua situação é ótima, a aposentadoria integral já seria suficiente, mas com uma renda passiva a mais dá pra sustentar alguns luxo.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  20. Acho erradeo comprar casa e imobilizar o dinheiro, os próprios bancos estão vendendo as agências e alugando por 10 anos. Melhor ter dinheiro rendendo juros a meu favor do que ser dono de tijolo.


    Quem quiser viver com menos de 6 k ao mÊs conseguirá a IF muito mais cedo. Pois ocm menos dinheiro dá para se viver bem sem ostentar. O problema é querer carro de 200k, sustentar amante com 5 k de mesada mensal. Desse jeito fica complicado.



    Alguns blogueiros querem um padrão de vida igual ao padrão mostrado nas novelas da Globo. Ali, no mundo do delírio, aparecem mansões de 20 M no Jardim Botânico, bairro do Rio em que o Eike mora, também são mostrados homens ricos bebendo champanhe o dia inteiro e planejando comer mais empregadas. Ninguém se preocupa com os negócios, o dinheiro parece dar em árvore.

    Mas na vida real não acontece isso, ter empregada custa dinheiro, ter amante custa dinheiro, ter motorista custa dinheiro. Sempre vai ser preciso tomar conta do próprio dinheiro.Até aposentados tem de fazer isso.

    Acho mais válido acabar com meus aborrecimentos agora, não posso esperar 15 anos por causa de um delírio de televisão.Pois os ricos estão trabalhando pra cacete.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse lance de comprar casa envolve muito mais coisa que aspectos financeiros. Se parar pra pensar, financeiramente falando nem todas as vezes vale a pena comprar um imóvel pra morar, mas a comodidade de poder mexer em algo que é seu, segurança por ter um teto entre outros motivos são bem importantes.

      Excluir
  21. A televisão e suas novelas nos mostram uma imagem totalmente fora da realidade da grande maioria da população.O telespectador é influenciado a acreditar que aquilo é o ideal de vida, e sua formação de valores é absorvido disto.

    Será que ter esse padrão de riqueza novelística é o ideal?

    A IF para mim é uma renda suficiente(no seu padrão de vida ideal)para pagar minhas contas e necessidades, com alguns pequenos luxos.Uma semi-aposentadoria ou uma integral é mais do que suficiente para me deixar satisfeito e feliz com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá felipe!

      Tem razão, as novelas são irreais e o povão toma aquilo por verdade. O mesmo acontece com as famílias perfeitas dos comerciais de margarina.

      Pra IF tb é isso: renda suficiente pra pagar as contas, sem luxos.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  22. Olá Corey!

    Acho muito válido essa semi aposentadoria, já pensei em largar o que eu faço e pegar um trampo que não tenha que pensar muito, talvez uma linha de produção ou um cargo público do tipo que você não tem surpresas mas não sei se aguentaria muito.
    Não é querendo ser crítico, mas o mercado não tá assim "fácil" com várias vagas e depende também MUITO de quando você terminou sua formação e se você se atualizou constantemente, uma dica procure já empregos na sua área e veja o que acontece sem pretensão mesmo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá General!

      Entendo sua contestação, faz muito sentido. No meu caso, não terei muito problema, minha empregabilidade é boa, mesmo fazendo algum tempo que me formei. Gostaria de explicar melhor, mas não posso.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  23. Gostei desse texto Corey. Vejo alguns com planos de não gastarem 1 tostão durante não sei quantos anos para depois ficar só vendo o dinheiro render. Isso nunca seria e nunca será meu plano. A grana que vier de investimentos e para melhorar a vida que já deve estar agradável e não um suplício por 10, 15 anos em nome de aportes de quase 100% dos ganhos. Tendo estudado para um concurso top por 5 anos abri mão de muita coisa. Hoje tenho saudade do que poderia ter vivido se fosse mais equilibrado. Vi que a vida realmente passa se não ficarmos atentos. Quero economizar e acumular, mas também quero ser agradável pra mim e pra quem estiver a meu lado. Abraço e parabéns pelo blog e pela comunidade que descobri agora que existe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá eRoloko!

      Bem vindo! É por aí mesmo, de nada adianta sofrer durante uma década pra só então curtir alguma coisa. Equilíbrio é tudo, ainda mais com o tempo que é algo que não volta e não podemos comprar.

      Abraço e volte sempre!

      Corey

      Excluir
  24. Corey, eu acabei colocando um comentário parecido no blog do ID, porque pra mim os posts de vcs sobre semi-aposentadoria se completam. Fazia tempo que pretendia criar um blog de finanças, e ver que tinha mais gente pensando como eu e minha mulher nos inspirou a começar logo.
    Apesar de haver um monte de blogs de finanças (obviamente nem todos sendo legais), acreditamos que por sermos um casal que pretende ter filhos, podemos contribuir na blogosfera com uma visão diferente da maioria.
    Se puder, deixe sua opinião lá pra gente. Valeu.
    http://trabalhareinvestir.blogspot.com.br/2012/08/post-inicial.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vindo trabalhar e investir!

      Passarei lá sim.

      Um abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.