quinta-feira, 10 de maio de 2012

[Off] Religião

Deus existe? Não sei!

Sou agnóstico, ou seja, um meio termo entre um religioso e um ateu. Acredito que certas coisas não podem ser provadas os "desprovadas", Deus é uma dessas coisas. Não tenho provas que Deus existe, mas acredito que há alguma coisa superior a nós. Minha imagem de Deus não é um velho barbudo que joga raios na cabeça das pessoas, talvez um velho, ouvindo The dark side of the moon e destilando cogumelos.

Cresci numa família "cristã-padrão", ou seja, meus pais sempre se disseram religiosos, frequentavam com certa assiduidade a igreja católica, aprendi desde cedo a fazer orações, a agradecer e pedir a Deus pelas coisas da vida. Eles nunca foram fanáticos, passavam meses sem ir a igreja, embora minha mãe sempre fez novenas, acendeu velas e rezou terços. Durante a infância e adolescência nunca contestei a existência de Deus e meio que ignorei a existência de outras crenças já que a unanimidade das famílias dos meus colegas de escola eram católicas.

O fato de serem religiosos nunca impediu meus pais de fazerem coisas que hoje eu condeno: mentirinhas comerciais, jeitinhos brasileiros, intriguinhas, fofoquinhas, picuinhas, falsidadezinhas, etc. Hoje vejo que, por acreditar demais em Deus, usaram a religião como muleta, atribuindo a "vontade de Deus" problemas que eles mesmo cavaram. É cômodo fazer algo errado, não assumir a culpa e dizer: "Deus quis assim...". Isso me fez perceber que a idoneidade, ética, capacidade e seriedade de uma pessoa não tem absolutamente nada a ver com religião ou a falta dela.

Durante muito tempo acreditei no conceito de "ser temente a Deus", na adolescência, frequentava a igreja todo domingo, mesmo me dando um comichão terrível por não entender nada da missa e ter que cantar músicas sem o menor sentido. Não via a hora de sair daquele lugar e ir pra Toco dançar ao som de Smiths, New Order, Soft Cell e Erasure. O tempo passou, comecei a trabalhar, desligar um pouco da igreja, e conviver com "crentes" de outros templos. Percebi que quanto mais religiosa uma pessoa é, mais "tapada" costuma ser.

Hoje em dia ainda frequento cultos religiosos quando tenho vontade, há um templo em especial que as vezes frequento e me sinto bem nele. Também sou aberto a novas "experiências espirituais", mas vou sempre com cabeça aberta e jamais deixo 1 real de oferta, rsrs! Tenho bronca de religiosos pregadores e também de ateus chatos que não passam de religiosos da anti religião. Deixar de crer piamente numa doutrina e de ter obrigações religiosas me tornou uma pessoa mais leve e liberta de obrigações estúpidas, deixando minha vida mais simples.

Deixo uma musiquinha pra vocês:


75 comentários:

  1. O que acha o Espiritismo Kardecista?

    É a "religião" (em aspas pois o espiritismo não é somente religião) que mais se aproxima da ciência.

    Vale a pena dar uma lida na doutrina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Conheço um pouco sobre espiritismo, tenho um amigo medium, já passei por episódios, no mínimo, sem explicação.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
    2. Sou espírita, mas não considero que espiritismo é "religião, ciência e filosofia". Religião com certeza é, filosofia pode até ser, mas só vai ser ciência o dia que a palavra ciência tiver significado diferente do atual ou no futuro, se houver comprovação de fato das coisas que o espiritismo fala que foi comprovado, mas que não foi nos padrões da ciência.

      Excluir
    3. Não sei se faz muito sentido ou relevância classificar algo como religião, filosofia ou seja lá qual for o nome, afinal o que vale são as atitudes não o nome.

      Excluir
  2. Ótimo post, Corey
    Tb sou agnóstico, mas estou admirando cada vez mais os ateus militantes...
    Religião só traz atraso para o mundo (terrorismo, inquisição, dízimos, preconceito, intolerância, etc,etc,etc...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Max!

      É legal de muitos ateus "sairem do armário" é o fato de gerar contestação, fazer as pessoas pararem pra pensar naquilo que acreditam. Acho que crença não é o problema, e sim as religiões.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Eu acredito em Deus, aceito a sua onipotência, onipresença e onisciencia. Mas ABOMINO qualquer tipo de religião.

      Eu acho que tenho uma tendência meio Anarquista... Eu não consigo aceitar que um livro ou um lider religioso venha dizer o que é certo ou errado.

      Tá certo, eu aceito a constituição. Mas a constituição é uma convenção social e pode ser mudada na conveniência do estágio social que estivermos. O ideal é que não existisse, mas já que o ser humano não está preparado para se autorregular, é necessário definir regras.

      As soluções sugeridas na bíblia, alcorão ou outro livro religioso deveriam ser encaradas como uma sugestão e não algo absoluto pois algumas são retrógradas e outras são específicas, não servindo para todos.

      Abraço para Max e Corey! Corey, bom post o seu.

      Excluir
    3. Concordo! Qualquer coisa que venha me dizer o que posso ou não posso fazer é algo inaceitável. A constituição é um mal necessário, se com regras já é uma zona, imagina sem.

      Cadê o livre arbítrio que os religiosos dizem estar escrito na bíblia?

      Excluir
  3. Por experiências pessoais ( uma cura ) na minha família posso garantir a vc que existe um Deus. Aos haters que vão me criticar que se danem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Camaleão!

      Respeito muito esse tipo de coisa, tem casos que a ciência não explica e por isso mesmo me considero agnóstico. Não consigo provar que Deus existe, mas tb não consigo provar que não.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Qual garantia? Registro em cartório?

      O fato de ter uma cura inexplicável na família não prova nada. Não prova que Deus existe e, obviamente, também não prova que não existe.

      Deus é uma questão de fé. Não tem algo que prova. Ou acredita, ou não.

      Excluir
    3. Então, Cameleão...

      O problemas são as religiões... Mesmo que deus exista, será que ele realmente se importa com temas tão triviais como moda feminina (burkas das islamicas, saias de crentes, etc), culinária (restrições alimentares dos judeus - kosher, muçulmanos - não pode comer porco, hindus - não pode comer carne de vaca, cristãos - não pode carne na semana santa), jornada de trabalho (descanso no 7o dia dos adventistas e judeus), dinheiro (dízimos), etc, etc, etc...
      Ou será que é tudo manipulação das instituições religiosas?

      Excluir
    4. Exato Max, garanto que se Deus existe ele não se importa se vc ouve hard core, transa com pessoas do mesmo sexo ou entra de cueca na igreja.

      Religião sempre foi algo usado para manipular a cabeça das pessoas e muitas vezes Deus é usado como o "bicho-papão" dos adultos.

      Excluir
    5. Sou ateu desde criança. Detesto religião, mas não comento nem converso sobre o tema há anos porque não tenho vontade.

      Colocações rápidas:
      1) Não existe agnóstico. Ou você é ateu ou crê em algum deus, isso de falar que é agnóstico é medo de se assumir ateu por causa do preconceito exarcebado que sofrem por crendistas. Obviamente eu assumo minha ignorância, assim como toda sociedade, em questões como essa. Não sei se existe um deus ou não. Como nem eu nem ninguém pode provar, sou ateu. No dia que puderem ou acontecer algo extraordinário eu duvido muito que ateus ainda irão existir, a não ser que sejam retardados ou fanáticos, né.

      2) Camaleão, me perdoe, mas achei seu comentário infeliz... quer dizer então que todas os crentes que perderam familiares pra doenças foram esquecidos pelos deuses deles? Esse argumento, citado há milhares de anos, é inválido

      3) O fato de existirem ateus militantes (o que eu não sou, porque não tenho saco pra discutir religião, só lamento que a sociedade sofra desse câncer medieval e antigo até hoje) é por causa do preconceito latente contra os mesmos. 60% das pessoas consideram ateus comunistas, maconheiros, revolucionários, preguiçosos, pecadores e outras coisas COMPLETAMENTE infundadas. Aí eu te pergunto, em média uns 10% da populaçao tem preconceito (tambem infundado logico) contra negros, e tem uma campanha toda enorme em relação a isso. Em media, 25% contra homossexuais. Agora os ateus sofrem caso manifestem-se por em media SESSENTA por cento das pessoas, e quando se defende ainda tem que ser chamados de "ateus militantes"?

      Excluir
    6. Entendo o que vc disse, faz sentido, mas uso o termo agnóstico mais como uma pessoa sem religião. Sou sem religião mas sim, acredito que há alguma coisa além de nós (chame de deus ou do que quiser). Por que teria "medo de me assumir" caso fosse ateu?

      "60% das pessoas consideram ateus comunistas, maconheiros, revolucionários, preguiçosos, pecadores e outras coisas COMPLETAMENTE infundadas" cara, na boa, eu sou tudo isso e não me considero um ser inferior ou criminoso por isso.

      Quanto a militância do ateísmo eu fico no meio termo, acho sim que os ateus devem discutir religião, mas alguns parecem pregadores de trem. Querem de toda maneira enfiar na cabeça das pessoas que deus não existe. Não é bem por aí...

      Se eu não acredito em duendes, simplesmente eu vou ignorar esse tipo de discussão. Pq cargas d'água vou perder meu tempo estudando sobre reprodução dos duendes ou procurar no manual de instruções (bíblia) dos duendes alguma falha que possa provar que eles não existem.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    7. FM, a sua conclusão que foi infeliz. Em alguma parte do meu comentário eu falei sobre os outros?.NAO. Eu falei de uma experiência pessoal, realmente um milagre que vc não vai entender. Agora, analogia foi feita por vc, então é problema seu. Eu falei da minha experiência. Então fale da sua. Eu posso afirmar que Deus existe.

      Excluir
    8. Camaleão,tudo bem se você acredita em deus e se afirma que ele existe.Eu não acredito e afirmo que ele não existe.Se a gente não se odiar por isso,por mim tanto faz nossas opiniões serem diferentes.Só não penso que uma cura que (ainda)não pode ser explicada é prova que deus existe,já que pode ser devido a medicamentos,processos naturais de cura do corpo,anomalia genética(resistência a alguma doença) e por aí vai.Sinto muito,mas isso não chega nem perto de mudar minha opinião(sei que essa não foi sua intenção,apenas expresso minha opinião assim como você expressou a sua)

      Corey e Max,acho que 60% é pouco(Corey,ele se referia ao que os religiosos pensam sobre os ateus,não à totalidade da população) até minha própria família me vê com desdém por ser ateu(família muito católica,fui obrigado a fazer catequese-/-) mas mesmo assim só discuto religião quando vem um pastor,padre ou crente safado tentando pedir dízimo e/ou empurrar sua religião pra mim.

      Dois exemplos do que eu já disse pros religiosos (primeiras falas de religiosos):

      -Jesus te ama irmão!
      -Fala pra ele que eu não sou boiola.

      -Estude a Bíblia!
      -Já li ela.Qualquer coisa que diga que o homem foi criado do barro e a mulher de uma costela é o mesmo que um livro de contos de fadas.

      Nem preciso dizer que é difícil eu me relacionar com fanáticos,né?

      Excluir
    9. Oi Rafa!

      Imagino que ser ateu dentro de uma família católica não deve ser fácil, mas acho que deve ser pior se a família for evangélica. Minha mãe é magoada comigo até hj por eu não ter feito primeira comunhão, rsrs!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. sou ateu simplesmente por passar a vida toda vendo as pessoas sendo manipuladas por religião, pra mim religião é só para controle da massa nada mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você é ateu só por causa disso, saiba que acreditar em Deus e ter religião são coisas distintas.

      Excluir
    2. ok ser manipulado, agora ajoelhe e reze pelo que tem e agradeça a deus por estar vivo

      Excluir
    3. Sim, acredito que religião só serve para manipulação de pessoas.

      Sim, acredito que crer em Deus não tem absolutamente nada a ver com religião.

      Excluir
  5. Corey, seu post parece escrito por mim!! Mesma formação, mesma história de vida, rsrs... O que mais me intriga é o fato de que justamente os agnósticos, ateus e não-religiosos sofram tanto preconceito da sociedade. Uma pesquisa nos EUA mostrou que um candidato à presidência ATEU teria maior rejeição do eleitorado do que um HOMOSSEXUAL, um NEGRO, uma MULHER ou um HISPÂNICO!!!

    Isso nos EUA, imagina no Brasil (cabe lembrar que já tivemos presidente ATEU se passando por católico e mandando esquecer tudo o que ele já tinha dito/escrito)...

    Ótimo post, um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, bem vindo!

      Basta ser diferente, minoria ou seja lá qual for o termo e sofrerá preconceito. Já ouvi cada coisa por dizer que não quero ter filhos...

      Olha, eu gostaria de ter um presidente ateu, gay e que fumasse maconha, com certeza a coisa ia ser diferente.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Só uma palavra pra descrever o post: PERFEITO!

    ResponderExcluir
  7. Assunto delicado em Corey? :)

    Bem, sou ´ateia´(nunca sei se essa palavra existe), meus pais nunca foram muito religiosos, mas acreditavam em Deus, fui batizada, mas parei por aí. Estudei varias religiões, me identifiquei muito com o budismo, mas não sigo e tenho uma pessoa da familia q vive tentando me converter ao espiritismo.

    Não é algo que costumo falar a respeito, normalmente fico na minha (não gosto de ateus militantes tanto qto não gosto de religiosos militantes) se me perguntam se acredito ou não em Deus costumo responder q o q acredito não importa tanto qto a minha forma de viver, acredito em ética, em respeito, em amor, basicamente tudo q todas religiões pregam e pouquissimos seguem, tento viver seguindo essa filosofia ética e amando todos a minha volta de forma incondicional, algo que precisei trabalhar muito p desenvolver e nem sempre é facil.

    Respeito quem acredita, quem segue uma religião, dificilmente vou questionar essa pessoa, mas não venha tentar me converter, afinal, não tento convencer ninguem de nada, acabo me afastando desse tipo de pessoa.

    Deixo minha filha livre p escolher o caminho dela, ensino e exigo ética no comportamento do dia a dia, converso muito sobre todas as religiões q já estudei, se ela quiser acreditar em algo ou escolher uma delas, isso vai ser com ela qdo crescer.

    escrevi uma novela... chega! beijocas na ponta do nariz sua e da Bia :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui batizado, mas expulso do catecismo pq me pegaram beijando uma menina na sacristia.

      Tb não falo sobre religião, muito menos política, resolvi falar aqui pq vcs são diferentes. Vc está certa, as religiões pregam amor, ética e respeito, os religiosos saem declamando essas palavras aos sete mares mas poucos realmente seguem essas primícias. Andam com bíblia dentro do carro, mas tentam dar caixinha ao guarda que flagrou com o extintor vencido. É a mesma coisa das manifestações anti-corrupção.

      Boa tarde pra vc!

      Excluir
    2. "primicia" é marca de mala de viagem, hehe.

      Excluir
    3. É verdade, mas prefiro as Lansay, rsrs!

      Excluir
    4. por isso a ostra se deu bem na vida não tem amarras com a sociedade hipocrita

      Excluir
    5. Ostra, vamos tentar resolver essa questão?

      Achei um link que explica que feminino de ateu é ateísta.
      http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20060724092349AAobN4M

      Também li em em yahoo respostas que seria ateu, sem gênero.

      Mas no dicionário globo diz que é ateia.

      Mas eu acho mais correto Ateu Fêmea... kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    6. Eike, então, se olhar em dicionario a palavra existe, inclusive no wikicionário:
      http://pt.wiktionary.org/wiki/ateu
      e no Michaelis:
      http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=ateu

      mas particularmente eu acho a palavra horrivel! Tá vendo, mais um motivo p eu nunca dizer nada para ninguém :P

      Excluir
    7. Ostra você indica algum livro ou algo do gênero para quem quer conhecer mais sobre o budismo.

      Abraços

      ET

      Excluir
  8. A religião é culpada pelos preconceitos ridículos que existem sobre o dinheiro.Há a aquela conversa fiada de camelo passar num buraco de agulha. As religiões costumam falar mal de quem quer fazer uma grana boa.

    Por causa dessas porras, vemos uma humanidade analfabeta financeira, que faz dívidas e se fode.

    As religiões deviam valorizar o dinheiro, o apitalismo, a bolsa de valores, o sexo livre e o programa Pânico na tv.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camelo, agulha???? Boiei...

      Garanto que os pastores e tesoureiros das igrejas entendem muito sobre dinheiro, aliás, acho que a igreja universal deveria abrir capital (IURD4!!!).

      Excluir
    2. Camelo, agulha e ricos barrados no céu. Tudo isso vem de uma passsagem bíblica.

      Excluir
    3. corey não dá idéia que eles abrem mesmo e obrigam os fiéis a comprar as ações!!!! vão fazer opas todo mes!!!

      Excluir
    4. Caraca! Que boa idéia... Eu comprava IURD4 fácil, no IPO! Eu até mudava minha estratégia de só comprar ETFs...

      Excluir
  9. É corey,
    Assunto tão delicado quanto falar de política e futebol.
    Sou ateu. Já vi muitas coisas sem explicação, como também já fui batizado, fiz primeira comunhão e já dei aula para primeira comunhão, com 14 anos.

    Era católico extremista, onde todas as religiões eram erradas e a minha era a certa.

    No entanto como existe aquela propaganda, "não são as respostas que movem o mundo, mas sim as perguntas".

    Foi então que eu comecei e me questionar, e a questionar as autoridades (lê-se padres) sobre algumas questões, e eles não tinham respostas convincentes para mim. Nem na bíblia, as minhas respostas foram respondidas, e sim, lí ela de cabo a rabo. Foi então que compreendi, que a religião não era boa para mim, e ai me tornei um ateu.

    Não acredito em Deus, mas nada contra quem acredita. Sou como a dona Ostra, fico na minha, se quiser minha opinião pergunte, mas só falo quando vejo que essas pessoas estão prontas para ouvir.

    Bom, fiz o segundo capítulo da novela. Hehehehe.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Estagiário!

      Legal seu depoimento. Católicos tendem a ser menos extremistas, mas quando são ninguém segura. O cúmulo é testemunha de Jeová que sai batendo nas casas domingo pela manhã. Lembro uma vez, ainda morando com meus pais, que saí pra atende-los de cueca...

      Posso fazer uma pergunta? Sinceramente, quantos % da bíblia são inteligíveis?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Sinceramente... poucas ao meu ver.
      Mas isso vai de cada um, e como cada um interpreta determinados trechos.

      Uta!

      Excluir
  10. Existe uma passagem na Bíblia que fala que é mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus.Isso já deixa subentendido que os ricos são indignos, como não vão entrar no céu, cairão no inferno.

    De certa forma é um ataque ao dinheiro e àqueles que procuram obtê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi! Rsrs! Beleza então, vou fazer voto de pobreza mas arrancar cabeça de criancinhas, matar pessoas e chutar cachorros, afinal, aí sim entrarei no céu.

      Só não ver quem é muito tapado que esse tipo de coisa pregada pela bíblia é para manipulação de pessoas.

      Excluir
    2. A religião quer sequestrar a atenção total das pessoas.Ela proíbe o sexo, fala mal de quem quer ganhar dinheiro, tudo isso para ter devoção absoluta.

      Excluir
    3. rsrs! Pior que é verdade. Casar sem trepar é pior que comprar carro sem fazer test drive!

      Excluir
  11. Devemos criar uma religião que estimule o sexo e a riqueza. Desse modo levaremos o bom senso a milhões de pessoas ao redor do mundo.

    ResponderExcluir
  12. Olá Corey, independente de se crer ou não na existência de DEUS, o caminho que determinamos nesse mundo é que vai definir o que nos aguarda ou não na vida futura!!! Eu, particularmente, creio no DEUS TODO PODEROSO, sem fanatismo, sem promessas de céu ou de prosperidade na terra, mas em um DEUS que me faz buscar ser melhor a cada dia!!! Pra mim, todo tipo de fé é válida, contanto que não atente contra a vida humana , nem desrespeite aquilo que os outros creem!! Enfim, seu caráter é definido pelos valores que você atribui à sua vida, não a religião!!! quanto a questão de se ter dinheiro, acho importante e quero tê-lo sim(risos), só não devemos deixar que ele tome conta completamente do nosso coração ao ponto de deixarmos de lado as pessoas que amamos!!!
    Ah, quanto ao tal avatar,( dá medo é?kkkkk) é a PIGGY, DOS MUPPETTS, não se parece nada comigo kkkkkkk... é só uma alusão aos cofrinhos de porquinhos kkkkk!! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Porquinha!

      Não condeno quem é religioso, só acho burrice parar sua vida e viver em função de uma doutrina que impede várias coisas. Assim como tb não é legal viver em função do dinheiro. Nem 8 nem 80 né?!

      Continuo com medo da Piggy, rsrs!

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  13. Corey,eu espero que o último comentário não tenha sido pra mim(não me ofendi,apenas não sou um desses ateus)
    Mas se você se sente bem com a igreja(sem ser explorado por ela,claro!;) )eu não te respeito menos por isso.Meus amigos(poucos)são religiosos e eu não falo mal da religião deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa, não entendi. Qual comentário?

      Excluir
    2. ´ateus chatos que não passam de religiosos da anti-religião`

      Excluir
    3. Ah! Eu quis dizer que não gosto de alguns ateus que parecem religiosos, ficam pregando a não existência de Deus e não respeitam a crença alheia da mesma forma que alguns crentes não os respeitam.

      Excluir
  14. Parabéns pelo post e a todos que comentam, afinal cada um defendeu sua CRENÇA... As pessoas dizem que não discutem religião, que não discutem Deus, no entanto não resistem e expressam suas crenças. Não poderia ser diferente, queiramos ou não, fomos formados e fazemos parte de uma sociedade dominada por estas idéias e por sermos inteligentes tentamos romper com algumas delas (É uma pena não ser burro... assim não sofreria tanto, Frejat). Pensando sobre o tema Deus, a conclusão que cheguei é que, o melhor (mais fácil)é acreditar em Deus, que ele é tudo (céu, inferno, felicidade, tristeza, eterno, mau, bom, dinheiro, ar, TUDO), portanto cada um de nós é Deus, pois somos parte de tudo... Acreditamos até no Mano Menezes, que ficaremos ricos investindo na bolsa, que a Dilma sabe o que está fazendo, portanto acreditar em Deus é fichinha. Acreditem que Deus é tudo e tudo ficará mais fácil e com isso podemos pensar em situações mais concretas. Estou convicto de que não acreditar, dá muito mais trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amigo!

      É verdade, ninguém gosta de discutir mas todo mundo dá palpite, né? E isso é muito saudável!

      Acreditamos em cada babozeira, por isso, olhando por esse aspecto, acreditar em Deus é moleza.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
    2. eu não discuto nem toco no assunto 'na vida real', por aqui é diferente, afinal se incomodar é só fechar a tela do computador, na vida real não dá para desligar as pessoas...

      Excluir
    3. Na vida real já me passei por evangélico só pra sair de saia justa, rsrs!

      Excluir
  15. Porque você ofende a minha Igreja Corey, dou 10%de dizimo todos os meses, para o Pastor Waldomiro Santiago KKKKKKKKKKKK

    Muito bem. Como eu tinha dito num poste meu na semana passada, eu acredito na Lei da Atração, podemos chamar esta lei de DEUS EU superior, SUBCONSCIÊNTE etc...
    Eu não sei explicar como funciona a lei da Atração,l o que importa e que ela funciona para mim...se eu estou em hoje devo tudo a isso.

    Bem relação aos religiosos vou dizer alguma coisa, não conheço nenhum evangélico que seja um exemplo de pessoa, todos o que conheci ou eram fudidos ou mal carater.

    Aliás a religião foi inventada por Homens espertos, porque a maior riqueza da antiguidade era o trigo, este trigo era armazenado em um galpão, e para impedir de alguém entrar e roubar, homens espertos se diziam representantes de DEUS para aterrorizar, aliás eram os sacerdotes que tomavam conta das riquesas...eram como os banqueiros hoje.

    Um abraço

    BISPO LORD.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A bença Bispo Lord!

      Como vc ousa dizer que não há evangélicos bem de vida? Vc mesmo citou um: o Waldomiro!

      Eu tb acredito na lei da atração, por isso me afasto de pessoas que não me acrescentarão nada. Podem me chamar de preconceituoso e o kct, mas dane-se prefiro ser sozinho que ter "amigos" que não me ajudam em nada.

      Pois é, deus é para muitos o bicho papão!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Mas eu disse que os evangelicos que conheço, são fudidos ou são "MAU CARATER" o Waldomiro faz parte da segunda categoria...aliás ele pediu para os seguidores a depositerem o dinheiro diretamente na conta dele.....Aleluia KKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    3. Lord:

      Vamos fundar uma igreja? O problema é arrumar um nome, rsrs!

      Excluir
    4. Corey,me inclui nessa.Assisti a um vídeo sobre como os pastores da Igreja Universal fazem as pessoas pagarem dízimo e eu poderia ser o pastor!XD

      Excluir
  16. se a igreja universal lançasse ações na bolsa, muitos de vcs iam comprar...

    é lucro garantido, aquela porra não para de crescer.

    ResponderExcluir
  17. Olá Corey ! Seus posts são bem interessantes, sempre acompanho, continue assim...

    Assunto polêmico hein...

    Eu sou adepto do Apateismo

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Apateísmo

    Há muito tempo não tenho problemas com isso na "vida real". Se alguem me pergunta se acredito em deus apenas digo - aham...e tento ser extremamente monossilábico, concordo com tudo que a pessoa diz. Isso evita todo tipo de discussão e "desarma" qualquer um que esteja preparado pra te evangelizar. Contribui tambem para a pessoa não criar nenhum tipo de preconceito, ou porque você não concorda com ela ou por ela se sentir inferior por acreditar em deus.

    Se você observar com calma, quem acredita em deus mesmo não discute, nada que você diga pode alterar a crença da pessoa e por isso ela nem se dá ao trabalho de discutir contigo.

    Por outro lado, tem muitos que se sentem inseguros, ainda tem dúvidas se vale a pena acreditar, por isso a toda hora tem que ficar discutindo, defendendo com unhas e dentes a crença. Isso é insegurança. Quem realmente acredita não perde tempo com discussões, afinal, é problema de cada um acreditar ou não.

    Os ateus militantes são outros, nossa, as vezes conseguem ser tão chatos quanto esses neopentecostais (evangélicos e cia). Se o cara não acredita em Deus, o assunto deveria ser totalmente irrelevante para ele. Mas não, faz questão de discutir até sobre o Deus Seja Louvado que está escrito no dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de aprender mais uma! Sou apateista e não ateia :D

      Excluir
    2. Cara, nunca ouvi falar de apateismo, mas depois de ler a definição, acho que me incluo nisso, rsrs! Não vejo relevância em querer descobrir se deus existe ou não da mesma forma que não preciso saber se os dinossauros voavam ou nadavam.

      "Os ateus militantes são outros, nossa, as vezes conseguem ser tão chatos quanto esses neopentecostais (evangélicos e cia). Se o cara não acredita em Deus, o assunto deveria ser totalmente irrelevante para ele. Mas não, faz questão de discutir até sobre o Deus Seja Louvado que está escrito no dinheiro."

      É por isso que digo que alguns ateus são mais chatos que religiosos.

      Volte sempre!

      Excluir
  18. Eu sou catolicista, batizado na Igreja Católica apostólica romana e tenho 1a comunhão feita porém também sou doutrinado no espiritismo mais especificamente de Allan Kardec, ou seja Kardecista. Não gosto muito de falar de religião porque cada um tentará impor seu ponto de vista e não vai levar a nada, prefiro falar de dinheiro mesmo rsrs
    Mas tenho minha fé e isso já me ajudou a manter a cabeça erguida e o foco na vida em diversos momentos, acho importante acreditar em algo mesmo que não seja o Deus "imposto" (em vários sentidos rsrs) por ai.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, General, é melhor falar de dinheiro mesmo! Entendo que fé deve servir pra isso mesmo, ser algo que ampare, auxilie e não algo que impõe restrições e regras rígidas.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  19. Fiquei feliz e surpreso em encontrar tantos agnósticos/ateus entre os amigos blogueiros... Realmente estamos em um grupo diferente da "média" da sociedade mundial...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Max:

      Legal mesmo, somos muito diferentes um dos outros, temos opiniões diferentes mas em relação a grande maioria das pessoas somos bem homogêneos.

      Até mais!

      Excluir
  20. Somente para expressar minha opiniao, sou fiel a Deus! E respeito a opiniao dos amigos.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também para expressar minha opinião,sou fiel a mim mesmo,e respeito a opinião dos que não são fanáticos.

      Excluir
  21. Ola Corey....

    Acredito que existe espiritualidade sim.

    E acredito por que ja passei por experiencias bem reais, que a ciência jamais explicaria, ou explicaria, mas eu não aceitaria.

    Porém acredito que existe vários caminhos.

    E o mais IMPORTANTE para mim, é que você faça o bem a todos. E viva uma vida COMPLETA, seja no dinheiro, no relacionamento em tudo. Viver com tudo que a vida te da e é direito.

    Não julgar ninguém, e nem as convicções de ninguem e pronto.

    E o mais engraçado é que todas as pessoas que vi VENCEREM sempre tomavam uma postura dessa de não julgar ninguem.

    Mas enfim como muitos disseram é um assunto polemico.

    E se tem gente que é contra o "Deus seja louvado" puta merda hein, tanta coisa para se preocupar hahahahha!

    Enfim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá M30!

      Tb já passei por experiências inexplicáveis, por isso digo que creio em algo, só não sei o que é, e por isso mesmo me digo agnóstico.

      Vc tem razão, a chave é fazer bem, ou pelo menos não fazer o mal e não julgar os outros. Respeito sempre é algo fundamental.

      Tb acho que há coisas mais importantes que se preocupar com o "deus seja louvado" das cédulas, por isso acho que alguns ateus são chatos e acabam sendo religiosos da anti religião.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.