sábado, 7 de abril de 2012

Páscoa – Mais um feriado pra ferrar com o empresário


Eu já comentei na época do carnaval, mas vale a pena voltar ao assunto. Feriados só servem pra ferrar quem depende do varejo. Tudo bem que alguns varejistas ganham muito dinheiro nessa época, principalmente mercados e lojas de chocolate, mas mesmo esses arriscam muito pra conseguir ganhar algum e no final acabam não tendo um lucro tão alto assim.+

Veja bem, imagine que você é o dono de uma “Cacau Show” da vida. A páscoa vem chegando, você sabe que é uma das melhores, quiçá a melhor, época de ganhar dinheiro no ano. Mas como você irá ganhar dinheiro? Vendendo chocolate, oras... Mas pra vender chocolate você tem que comprar chocolate, muito mais do que você está acostumado. Digamos que você projete vendas 50% maiores que o normal, logo sua compra será 50% maior, ou 60% já que é melhor sobrar que faltar. Dizer “não tenho”, “acabou” ou “esgotou” ao cliente é algo que dói no peito de qualquer comerciante.

Pois bem, se você terá um movimento maior, você deverá manter o mesmo atendimento que nas épocas normais. Atendimento bom vende mais, isso é óbvio. Vendedores treinados podem persuadir compras e isso põe mais dinheiro no seu bolso. Para manter o nível de atendimento melhor você deverá ter mais funcionários, digamos 50% mais funcionários que o normal. Então se você tem 2 funcionários, na páscoa você terá que contratar mais 1, mesmo que temporário. Também deverá pagar umas quirelas a mais ao “segurança”, já que sua loja ficará aberta até mais tarde. Irá gastar mais com energia elétrica, já que estamos numa época quente e o ar condicionado deverá trabalhar mais, fora as lâmpadas acesas por mais tempo. Você faz panfletos pra divulgar as promoções de páscoa e contrata entregadores que, com sorte, não jogarão seus caros panfletos na lixeira.

Então você compra 60% a mais que o normal, contrata mais uma pessoa e chega a semana santa. O movimento vai gradativamente aumentando e hoje, sábado de aleluia, a loja bomba, tem gente saindo pelo ladrão! Um colega de blog, com sua cabeça aberta fora da caixa, passa em frente a sua loja e pensa: “nossa! O dono dessa loja deve estar rindo sozinho, afinal tá enchendo o bolso!”.

Domingão de páscoa chega, você come um rango com a família, tem um merecido descanso a tarde, assiste o Pânico na Band, vai dormir e sonha com as Panicats. Acorda todo contente, vai pra loja fazer sua contabilidade. Relatórios aqui, levantamentos e balanços de lá. Sua venda aumentou bastante na Páscoa: 40%; houve uma perda de 5 a 10% de ovos quebrados e furtos, já que a loja ficou cheia e foi impossível controlar tudo. Ah! Você pagou sua terceira funcionária e deu um agrado ao segurança. Não contabilizei o aumento dos royalties para a franqueadora (venda maior, royalties maiores). Quanto de dinheiro você ganhou além do que ganharia numa semana normal? Com sorte você empatou! Isso sem contar o desgaste físico.

Pior é quando chega dezembro e você é lojista de shopping. Adivinha quem paga aquela BMW que todo shopping sorteia no fim do ano? O lojista, claro! Além disso vem o “justíssimo” 13º aluguel. Isso mesmo que você leu, todo lojista de shopping paga 13 aluguéis no ano. É por isso que investir em ações de administradoras de shopping é um bom negócio. Isso sem contar o 13º e bonificações dos funcionários. Quantos ganharão mais dinheiro em dezembro? Imaginem como é complicado controlar o fluxo de caixa de uma empresa dessas. Não é a toa que muita gente quebra.

Boa Páscoa a todos!

35 comentários:

  1. Essa aí de décimo terceiro aluguel eu não sabia.Se eu chegar a ser empreendedor algum dia,não vai ser em shopping,com certeza!!!
    Ótimo post amigo!\o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael:

      Shopping não é de tudo ruim não, principalmente pra quem quer uma empresa gerando fluxo de caixa constante. O maior problema é o altíssimo custo operacional, mas isso é contornável.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  2. Interessante ponto de vista Corey. Aqui mesmo tem uma cacau show que fui comprar o ovo de páscoa ontem para minha esposa e já havia acabado...
    De fato aumenta-se o faturamento mas aumenta-se os custos. Creio que essa época é boa mesmo para os empresários que fabricam ovos caseiros como "bico". Acaba que quem poe a mão na massa é a filha, as tias, ganham como pagamento alguns ovos de páscoa e no final da conta entra uma bufunfa boa para a idealizadora.
    Mas o comércio no geral sofre mesmo...
    abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Vc tem razão, pra quem é informal com certeza essa época é ótima. Acontece que boa parte dos informais possuem péssimo controle de fluxo de caixa, misturam contas da casa com contas da "empresa" e ferram tudo.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  3. A cada novo post eu vejo que o meu lugar é como empregado mesmo rsrs. No máximo trader autônomo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Trader!

      Rsrs! Sem dúvidas a vida de emprega é muito mais fácil. Tb estou pensando em estudar um pouco de análise gráfica, vc tem alguma dica?

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  4. Excelente postagem. Essa do 13o aluguel eu descobri em uma outra postagem sua e fiquei muito surpreso. Que paulada!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá AdP!

      13º aluguel, fundo de propaganda e condomínio. O custo do shopping é altíssimo, mas normalmente o faturamento tb é bem acima da média.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  5. nao leva prejuizo!

    prejuizo e nao vender durante essa epoca e fazer a "propaganda" do seu produto!

    ou vcs acreditam q eh prejuizo ter duas farmacias da mesma rede no msm quarteirao?? as vezes ate na msm rua.

    temos tb exemplos d bancos!

    nao 'e prejuizo e sim ocupar o espaco da concorrencia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jovem!

      Não entendi direito o que vc disse. Eu quis dizer que o lucro altíssimo que algumas pessoas imaginam não é tudo isso.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
    2. Sim realmente não é isso!

      Infelizmente o empreendedor precisa se esforçar nesta época, mesmo o lucro não sendo "lá essas coisas", caso contrário a concorrência "engole".

      Se o empresário planejar bem, o lucro pode aumentar sim!

      Abraços!!!

      Excluir
    3. Olá André!

      Pois é, mesmo sem querer o cara tem obrigação de entrar no jogo, caso contrário abre espaço pra concorrência.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. No mínimo posso dizer que esse post foi muito elucidador!
    Quem vê de fora imagina só a parte boa e eu era um desses, conforme foi citando os problemas e situações fui ligando os pontos e vendo pelo lado do empreendedor que realmente não são só flores. Ridículo esse 13º aluguel, soube que um quiosque num shopping de SP chega a custar de 10 a 30 mil o aluguel mensal, sabe se isso é verdade? Me parece muito surreal, vejo pessoas rodando mas ninguém comprando...
    Quando sai um post aqui venho correndo ler, estou com um planejamento de um negócio já e seus posts estão me mostrando os dois lados da moeda rsrs

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala General!

      Os valores são esses mesmo. Um quiosque pode ter aluguel de 30k facilmente. Esse mesmo quiosque pagará uns 3k de fundo promocional e outro tanto de condomínio. Não é preciso ser matemático pra ver que o faturamento deve ser muito alto pra compensar.

      Por essas e outras que eu digo: só vale a pena ser empreendedor se for pra ganhar no mínimo o dobro que ganharia como empregado.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  7. Tem um shopping aqui perto de casa e nele tem uma pizzaria que tem um movimento enorme, o dono trabalha lá diretamente porque o aluguel é de 30 mil por mês, ele tem que vender muiiiiito para ter uma margem liquida saudavel, mas se ele tivesse essa pizzaria fora do shopping o aluguel seria muito mais baixo mas em compensação as vendas seria infinitamete menores. Temos então que pesar em uma balança o lado bom e o lado ruin para ver se vale a pena. Um abraço Empresário Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lord:

      Vc disse tudo, loja em shopping e loja em rua acaba se equiparando. Uma tem custo altíssimo, e faturamento ídem, outra tem custo baixo e pouco movimento.

      Tenho um conhecido que tem somente lojas em shopping, o que ele mais busca? Segurança! Ele diz que a rentabilidade líquida seria a mesma caso as lojas fossem na rua, porém no shopping ele tem mais segurança e no ramo dele, isso conta muito.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Tenho um amigo que tinha lojas em alguns bairros em Sampa. Depois que o filho dele levou um tiro em uma tentativa de assalto (Felizmente sobreviveu), vendeu todas as lojas de bairro e está somente com lojas em shoppings.

      Abraço!

      Excluir
    3. Olá Presépio!

      Já ouvi algumas histórias similares a essa. Dependendo do lugar onde está a loja o risco é altíssimo mesmo, no shopping esse risco é praticamente inexistente. Quem trabalhou em shopping sabe, há uma incrível sensação de segurança.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  8. O comerciante se esforça, rala, contrata gente e se fode.Mas por outro lado, acionistas de pagadoras de dividendos recebem sem trabalhar.

    O lojista pode ter o risco de ser chifrado por se dedicar muito ao comércio, de tanto stress o cabra fica sem tesão. Enquanto isso o recebedor de dividendos via a academia, fica cantando a colega, mulher do empresário lojista sofredor.

    O mundo, definitivamente, é injusto....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo:

      "O lojista pode ter o risco de ser chifrado por se dedicar muito ao comércio, de tanto stress o cabra fica sem tesão. Enquanto isso o recebedor de dividendos via a academia, fica cantando a colega, mulher do empresário lojista sofredor."

      Perfeito!!! Eu penso o mesmo, conheço muitos empresários que criaram um império e por fim deram esse império de mão beijada para as ex-esposas no divórcio.

      Tudo na vida é ponderação, nem 8 nem 80, né?

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  9. Sinceramente, para que ser empresário se na bolsa e no TD é possível ganhar mais? Para ter prazer de dar ordens, liderar ?

    Quando eu tiver minha independencia financeira posso contratar uns estagiários para fazer analise de balanços, posso contratar gente para me prestar continência, por dinheiro as pessoas fazem muita coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo:

      Ganhar mais eu não digo, o ganho na bolsa e td será muito menor, porém o trabalho tb será infinitamente menor. Acho válido ter uma empresa para alavancar grana, investir essa grana na bolsa e td e depois se desfazer da empresa.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  10. Se eu tivesse minha independencia financeira e gostasse de comércio eu iria contratar um gerente e olharia o faturamento diariamente.Só trabalharia 4 horas, ficar preso a um balcão, estressado com funcionários, não é liberdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo:

      Isso é possível, mas saiba que nunca o faturamento será igual caso vc tivesse dedicação total. Se essa perda for administrável pode ser um bom negócio sim.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  11. Corey, parabéns pelo seu blog. Pra quem é empreendedor e principalmente pra quem tem o sonho de empreender, o conteúdo é MUITO interessante, porque vai às minúcias do que é o comércio.

    Eu já fiz o Empretec e adorei, mas de nada adianta ter o perfil empreendedor sem conhecimentos PRÁTICOS de como tocar uma empresa.

    Abraços,

    Nélio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Senso!

      Obrigado! Muito se aprende com teoria, mas se aprende muito mais na prática. O problema é quando o cara tenta fazer alguma coisa sem teoria e tb sem prática.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  12. Só mais uma questão para refletir:

    - Eike Batista se tornou o homem mais rico do Brasil investindo na Bolsa de Valores ou lançando empresas na Bolsa de Valores?



    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jovem:

      As empresas do mister X não são pra qq um, né? Quantos de nós conseguirão lançar empresas na bolsa como o "homi" faz? Não é tão simples assim... É ,mais fácil ganhar dinheiro investindo nas empresas dele que lançando empresas como ele faz.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. Eu concordo! Mas se fizer um plano de negócios bem feito, a empresa for viável e você ter condições de tocar o projeto, você consegue investidores, claro que em proporções menores.

      Algumas empresas começam com planos pequenos (mas que no próprio plano de negócios já demonstram novos investimentos depois de alguns anos).

      Excluir
    3. Olá!

      Sim, é possível. Tudo dependerá da disposição e do objetivo do empresário. Tem gente que quer simplesmente uma empresa de operacional simples gerando fluxo de caixa, outros querem uma rede de lojas, outros querem alavancar, e por aí vai. Ainda bem que há investidor pra tudo quanto é tipo de negócio.

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  13. Corey, não é possivel que seja tão ruim assim!!! Pq tanta gente quer ser lojista em shopping se no final não compensa? deve ter alguma vantagem, alem de não ter chefe, assim vc acaba com os sonhos do povo!!! kkkkkk
    Essa do 13º de aluguel eu ja sabia, um lojista me contou, fiquei em choque qdo soube, por isso tanta loja acaba fechando, qdo um shopping é novo a rotatividade de lojistas é imensa, acompanhei um perto de casa desde a inauguração e tem pontos que já perdi as contas de quantas lojas foram, alias, não entendo como outras se sustentam, sempre vazias durante a semana e com vendas tão baixas (é, adoro conversar com os lojistas, eles contam tudo ;)
    faça um post mostrando a luz no final do tunel por favor!!!
    BJ$

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POis é não entendo mais nada.

      Veja bem, o custo variável sobe em proporção a receita líquida aumentando, nada mais normal.

      POrtanto se o cara tira 5 paus de lucro líquido vai tirar 10.000 se a alavancagem ou margem de contribuição for alta, etc. Então é bom sim, não tem como "empatar".

      Sobre shopping, já estudei sobre isso e realmente shoppings são cruéis com os lojistas que dá até medo. Dizem que tem gente que tem loja em shopping pra ter marketing o que sustentaria eram as lojas de rua. Não sei.

      Se feriado fosse ruim eles não existiriam feitos especialmente para o comércio e indústria.

      Eu quero muito ser dono de empresa gente.

      Excluir
    2. Calma gente, calma...

      É claro shopping compensa, porém não para todos. Eu mesmo se quisesse ter uma empresa "buy-and-hold" com certeza procuraria uma alternativa em shopping. Trabalhar em shopping é uma delícia, sabendo driblar os altos custos e a sazonalidade dá sim, pra ganhar dinheiro.

      Tem muita gente que sonha em ser lojista de shopping, mas muitas vezes o operacional do negócio somente é viável pra loja de rua, por exemplo loja de artigos ou roupas populares. Existem franquias que são modeladas pra operar em shopping, por exemplo, as cafeterias. Outras lojas não se adaptam.

      Pobretão:

      A receita nem sempre sobe proporcionalmente ao custo e vice-versa, isso chama-se escalabilidade, nem sempre é rentável aumentar o faturamento se os custos tb aumentarem junto. O cara do meu texto ganhou mais dinheiro sim, mas o que eu pretendi exemplificar é que esse ganho normalmente não é tão alto quanto pensamos, nem tão fácil.

      No caso do Natal a coisa é mais complicada pq além do aumento desproporcional de custos, tem o 13º dos funcionários. Se a loja não estiver num grande centro comercial ou se for de um ramo pouco influenciado pelas festas, o empresário irá sim ganhar menos dinheiro. Há tb aqueles, normalmente prestadores de serviço, que suspendem a operação na semana do Natal e voltam somente em janeiro, ou seja, perdem praticamente 1 mês inteiro. Claro, que esse período é usado para descanso, mas quero dizer que não é todo mundo que ganha rios de dinheiro nas festas.

      Abração!

      Corey

      Excluir
  14. É corey vc disse tudo, eu já trabalhei muito tempo em shopping era muito bom, mas lembro-me que a loja sempre estava á venda pois o aluguel era caríssimo, e os donos viviam apertados sempre visualizando os ganhos e gastos da loja, na época eu não me preocupava pois era somente uma funcionária, e não tinha visão alguma de ser uma proprietária no futuro. Hoje tudo mudou, como já havia lhe dito em uma outra postagem no seu blog faz pouco tempo que sou uma empreendedora (vulgo) proprietária, não tenho patrão a não ser eu mesma rsrs. O que tenho a dizer que por pior ou melhor que seja eu não gostaria de voltar a trabalhar em shopping nem ao menos de ser proprietária de alguma loja de lá, hoje eu faço meu horário me adapto com meus compromissos, sei da qualidade do serviço, etc, mas o grande problema é que eu mesma tenho que fazer tudo, tudo mesmo, não sei como seria ter que sair tipo 23:30 da noite, trabalhar todos os feriados, domingos e ainda ter que pagar esses absurdos que eles impõem entre outras coisinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônima!

      Trabalhar em shopping é legal pela sensação de segurança, climatização, limpeza, etc. O maior problema é mesmo o horário, mas depois que a pessoa se adapta acaba vendo vantagens nisso tb.

      Parabéns pela sua empresa, que pelo jeito é bem pequena, né? Vc poderia contribuir aqui para o blog com sua experiência, iria ajudar muita gente.

      Abraço!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.