sexta-feira, 9 de março de 2012

[Off] As babaquices dos imóveis atuais


Somos todos consumidores, e teoricamente, temos a chance de escolher o que queremos ou não consumir. Muitas vezes, para comprar algo que precisamos, somos obrigados a pagar por coisas totalmente desnecessárias.

Vejam o exemplo de imóveis. Você, morador de São Paulo, já experimentou comprar um apartamento novo que não tenha salão de festas, brinquedoteca, “espaço gourmet”, academia e piscina? Isso é missão impossível, não existe um empreendimento em Sampa que contenha somente o básico: quarto (ou quartos), sala, cozinha, banheiro e lugar pra guardar carro. Aliás, muitos abrem mão do básico (e necessário) em prol dos supérfluos, grande parte dos novos apartamentos de São Paulo possuem apenas uma vaga, mas tem todas as quinquilharias que relatei. Então, se você é casado, sua esposa (ou marido) terá que guardar o segundo carro da família na rua, isso é, se a região permitir, mas por outro lado poderá fazer pizza no forno a lenha pros amigos.

Esse conceito de condomínio-clube é um desperdício de dinheiro, quase ninguém usa efetivamente todos os recursos do condomínio, fora que normalmente esses agregados são cenográficos: academias com pouquíssimos equipamentos, piscina pequena, brinquedoteca sem brinquedos, etc. O desperdício de dinheiro ocorre duas vezes: a primeira no ato da compra, e a segunda, e pior, mensalmente ao pagar o boleto da taxa condominial. Claro! Tudo isso gera custo, manutenção, funcionários, e quem paga é você, usando ou não.

Eu me interesso bastante por engenharia e arquitetura, leio muito a respeito, principalmente sobre os prédios de São Paulo, alguns lindos e icônicos. E nessa busca de informação aprendi muitas coisas, entre elas que os construtores antigos eram muito mais inteligentes que os atuais. A começar pelo estilo dos prédios, hoje os prédios residenciais são caixotes com janelas. Antigamente eram obras de arte. O conceito de apartamento era mais racional:

Ø  Kitnetes: os conjugados são úteis para muitas pessoas: solteiros, casais sem filhos, pessoas que precisam de uma segunda moradia perto do trabalho, estudantes e pessoas minimalistas são beneficiados por esse tipo de moradia. O centro de São Paulo é povoado de prédios de kits, hoje, um apartamento desses em bom estado e num local menos ruim (leia-se: meio longe da cracolândia) vale uma fortuna, chegam a custar mais de 10k/m2, isso se você achar um para comprar. Com passos de tartaruga, alguns novos empreendimentos estão despertando para essa necessidade, lançando os chamados studios, nova nomenclatura para as kits. Hoje é cool morar num studio, obviamente os preços se elevam num ritmo maior que a construção dos prédios.Particularmente eu acho o conceito de kit extremamente inteligente.

Ø  Personalização de planta: durante os anos 40 e 50 era muito comum a possibilidade de escolha da distribuição dos cômodos já que a construção em concreto armado possibilita o remanejamento de paredes. Hoje, no máximo você consegue tirar ou colocar uma parede, antes você poderia escolher se sua cozinha ou a sala iria ficar na entrada do apê. O Edifício Viadutos (de Artacho Jurado) é um exemplo disso, o comprador tinha a possibilidade até de remover colunas, juntar 2 ou mais unidades, entre outros arrojos até para os dias atuais.

Ø  Áreas comuns na cobertura: grande quantidade dos antigos prédios paulistanos possui em sua cobertura áreas de uso comuns: salões de festa, piscina, pista de Cooper, etc. Tudo isso num espaço morto e não ocupando áreas que poderiam ser usadas com vagas de garagem ou locação para fins comerciais.

Ø  Áreas de locação: grande parte dos prédios residenciais de São Paulo construídos nos anos 50, possuem salões comerciais no térreo, o aluguel desses espaços contribui para a diminuição do valor da taxa de condomínio. Antes da lei Cidade Limpa, muitos alugavam suas fachadas ou coberturas para publicidade, infelizmente, muitos condomínios sofrem com essa perda de renda.

Infelizmente é raro encontrar um apartamento “pelado” pra comprar, o que obriga o consumidor a pagar por coisas que raramente vai usar. Não sei o que vem primeiro: a necessidade da construtora lucrar agregando valor ao imóvel ou a “necessidade” do comprador que exige esse tipo de coisa.

13 comentários:

  1. bom texto corey, de longe achei o melhor ate agora :)
    tb prefiro 'predio pelado', de preferencia com uma area para locação comercial, justamente pq diminui o valor do condominio, todos q morei eram assim, o meu atual tb tem essa caracteristica, mas tem um 'tanquinho' q alguns chamam de piscina e só, mas eu adoro, pq alem de tudo, piscina em predio é raramente usada! ou seja, tenho um tanquinho só p mim que 90 apts pagam p manter em ordem e aquecido :)
    predio sem nada, boa distribuição, quartos q não sao caixas de fosforo, só os antigos mesmos, o unico problema são encanamentos antigos e problematicos, fui ver um outro dia q ainda tinha caldeira! acaba elevando o custo com a manutenção.
    o dia q achar um novo, pelado, com boa metragem e distribuição, na região q quero, eu compro, e sabe qdo vai ser? nunca! kkkkk
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, obrigado!

    Meu prédio é pelado por ser num condomínio popular, não tem nada, mas comprei assim mais pelo preço, que na época era justo (2005), que por conhecimento já que eu não tinha a menor idéia do que estava fazendo, rsrs

    Os apartamentos antigos são realmente melhores, pé direito alto, cômodos amplos, entrada de serviço, etc. Quanto ao encanamento e fiação, uma boa reforma pode minimizar o problema, pelo menos dentro do seu apê não vai dar zebra. Muitos prédios estão adotando o "retrofit" que consiste em uma reforma total de hidraulica, elétrica, elevadores, etc. Aliás, alguns prédios do centro de sampa estão renascendo das cinzas com essa técnica.

    Apê novo, básico, grande e barato é difícil, heim???

    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corey, ainda nao encontrei um legal e renovado, mas no meu caso, metragem boa nao significa grande, mas sim com quartos q caibam armario, escrivaninha e cama! Kkkkk cansei de montar sofa cama :P
      Achei um outro dia muito legal, mas sem garagem, nao faria falta por enqto mas gostaria de ter uma vaga p o futuro
      Tb anda caçando predios no centro? rsrrs
      Bjs

      Excluir
    2. Lu, não é impossível encontrar o que vc procura, mas é preciso paciência. Os prédios antigos tendem a ter quartos grandes, porém cozinhas pequenas e dificilmente vc terá garagem. Por outro lado se vc estiver a caça no centro há grande quantidade de estacionamentos 24h, o que pode ser até mais inteligente: se tem carro paga o estacionamento, se não tem, não paga.

      Eu gosto de olhar prédios do centro, mas por curiosidade já que me interesso por engenharia e arquitetura. Não penso em comprar nada por lá, pelo menos por enquanto. Agora, se aparecer uma kit no Copan com preço bom, compro sem pensar duas vezes, rs

      Até mais!

      Excluir
  3. Achei que eu era o único. Quando fui procurar meu AP na planta a uns 5 anos atrás foi uma dificuldade enorme achar um que não tivesse espaço kids, espaço teen, espaço adulto, ofurô, espaço gourmet, hidromassagem, parede de escalada e mais um monte de coisa que eu tinha certeza que não ia usar. Consegui achar um "pelado" só com piscina, sauna e salão de festas.
    Mas todos esses espaços são para diferenciar um prédio do outro e poder cobrar mais caro. Há quem goste disso.

    []'s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ""pelado" só com piscina, sauna e salão de festas.", o ideal era se não tivesse nada disso, né? Mas achar um totalmente desprovido dessas coisas é missão impossível!

      Quem gosta desse tipo de coisa normalmente não costuma valorizar muito a grana que tem, concorda?

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  4. Acredito se vc quiser ter filhos, pelo menos um espaço para criança em baixo deveria ter...
    Ainda mais cidades grandes como SP. Como muitos aptos são bem pequenos e violencia grande onde os meninos não podem brincar nas ruas. O unico lugar para a molecada juntar e divertir seria essa área do apto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ID, eu tenho filha, mas sinceramente prefiro q nao tenha nada disso, morei em predios assim e os adolescentes se tornam problemas serios, pais nao olham seus filhos, nao cuidam, nao assumem responsabilidades e principalmente nao educam!! Prefiro predio com clubes, parques proximos, funciona melhor, desde q os pais se disponham a levar os filhos, obvio.
      Bjs

      Excluir
    2. Eu não tenho filhos, nem terei, conforme publiquei recentemente, mas acho que os "espaço kids" e "espaço teen" estão mais para depósito de criança e adolescente que pra área de lazer. É muito cômodo os pais largarem seus filhos nesses espaços, acham que é seguro, depois não sabem como sua filha de 14 anos apareceu buchuda, rsrs! O problema é que na ausência desses espaços, a molecada vai arrumar outro pra se divertir, e normalmente esse outro será no hall de entrada do meu apê.

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir
  5. Muito bom o texto. Não consigo sair de casa exatamente pelos preços malucos em SP com esses prédios cheio de coisas inuteis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Pobreta!!!

      Sair de casa tem vantagens mas tb muitas desvantagens, a principal é o aumento descomunal do custo de vida. Frugal da sua maneira, é melhor ficar com os pais msm.

      Volte sempre!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
  6. Perfeita publicação! Esses apartamentos com espaço gourmet são muito ruíns. Tem um próximo de casa que mais parece um clube, só que não tem vaga para visitantes, e os 4 quartos não cabem uma cama de casal e a varanda gourmet é enorme, fora o barulho que faz quando as pessoas se reunem nos finais de semana, ninguém dorme, o barulho é infernal.É um péssimo investimento.


    Luiz Antonio Teixeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luis!

      Obrigado pela visita. Os aptos atuais são iguais patos que nadam, andam e voam mas não fazem nada direito. Possuem muitos quartos que mal cabem uma cama e um armário, as cozinhas são meros corredores e não há número de vagas suficientes.

      Esse negócio do barulho eu não tinha pensado, rsrs!

      Volte sempre!

      Corey

      Excluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.