quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Período sabático: um tira-gosto da independência financeira


Fazem 6 meses que eu não trabalho, desde que vendi minha empresa resolvi tirar um período sabático. O que é isso? Período sabático é uma pausa das atividades de trabalho onde o cara busca descansar, viajar, ou simplesmente fazer qualquer coisa que fuja da rotina normal do dia-a-dia. Simplificando: é um período que vc opta por não trabalhar e fica coçando o dia todo, ou numa hipótese melhor vc viaja, faz cursos, medita... Já li definições do tipo: “período sabático é como se todo dia fosse sábado”, mas isso só vale para os abençoados que trabalham de segunda à sexta.

Pois bem, eu estava com o saco cheio da minha vida de “empresário” (a palavra é muito bonita, mas poderia ser substituída por escravo), tinha algumas dívidas e nenhuma, mas nenhuma vontade mesmo de crescimento. A empresa estava num bom momento, com potencial de crescimento, mas com um líder de merda a frente dela. Resolvi desocupar a moita, peguei a grana da entrada, zerei o resto das dívidas e decidi que iria ficar um período vagabundando.

Nesse curto período aprendi algumas coisas:

1º - ter grana pra se manter sem precisar trabalhar é fenomenal;
2º - trabalhar é realmente uma merda;
3º - não senti falta do trabalho em si, mas sim de uma ocupação;
4º - aprendi ser ainda mais frugal e minimalista (falarei disso mais adiante), o que antecipará minha IF;
5º - aprendi a valorizar o tempo. Tem coisas que são inimagináveis pro trabalhador normal: dormir às 4 da manhã, ir ao banco de bermuda numa quarta feira ao meio dia, ficar 1 mês praticamente sem colocar sapatos, sair de balada em plena segunda feira, viajar fora de temporada, topar todos os convites de churrasco, cervejadas e baladas, etc. Isso só é possível pra quem tem tempo, e pra ter tempo é preciso ter dinheiro trabalhando pra vc.

Resumindo: trabalhar é mesmo uma perda de tempo e sim, há coisas muito mais interessantes na vida de uma pessoa.

E assim estou, mas com os dias contados. Tudo correu conforme previsto, agora terei que voltar ao trabalho pra ganhar a sobrevivência, ao menos que eu queira torrar a grana que ainda tenho por receber, que não é o caso.

O que irei fazer? Ainda não sei. Tenho oportunidade de comprar outra empresa, através de alavancagem, num ramo diferente que o meu costume, mas não sei se terei paciência pra encarar. O mais provável é que eu arrume um emprego e me mantenha com ele até minha poupança engordar. Mas isso são cenas dos próximos capítulos.

11 comentários:

  1. Cara, quero viver assim, vc tá certo. O dinheiro compra uma liberdade fantástica, dá para ler e aprender muito durante esse período sabático.

    Trabalho não garante vida boa, mas bons investimentos sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, o dinheiro serve pra comprar a liberdade, mas tem gente que mesmo com muita grana continua preso no trabalho e eu não quero isso pra mim.

      Excluir
  2. se estava de saco cheio da vida de empresario, pq voltar para ela?

    já pensei em abrir um negocio, mas só de pensar na dor de cabeça e no excesso de trabalho (pois se não trabalhar e acompanhar não vai p frente), eu desisti, não abandonei a ideia, mas não quero isso agora.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu, acontece que a proposta é boa, é uma alavancagem. Vou detalhar depois.

      Com o pouco de experiência que tenho acredito que dá pra ter uma empresa mediana sem muito acompanhamento, lógico, depois de equilibrar tudo.

      Obrigado pela presença!

      Excluir
  3. Muito interesante essa sua fase, vou acompanhar atraves do blog, vai servi de estímulo pra mim que estou começando agora a investir.
    abraço, boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, essa fase é sensacional, acredite!!!! Se a minha experiência servir de estímulo, ficarei muito satisfeito.

      Abraço!

      Excluir
  4. O problema é que a maioria das empresas à venda vêm com alguma surpresinha que você não esperava. Por mais que o vendedor te passe todas as informações, ele quer é "vender e se safar do negócio" e algum podre pode não ser revelado antes do momento da compra. Aí a lambança pode estar completa e você assumir a responsabilidade de uma burrada que não foi feita por você.

    Sem falar nos preços, a maioria absurdos. Estava olhando ano passado, umas porcarias caindo aos pedaços valendo mais do que 10x o patrimônio da empresa. As franquias poderiam ser uma boa opção, mas também estão ridiculamente caras, lógico estão aproveitando o bom momento no varejo brasileiro além de fartura no crédito para financiar a compra inflada.

    Abcs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS:

      Se puder mudar o fundo da página para uma cor neutra ou clara acho que ficaria melhor. Fundo preto agride muito a leitura, minha opinião.

      Abcs,

      Excluir
    2. FI, obrigado pelo toque, vou criar vergonha na cara e personalizar o blog, rsrsrs!

      Cara, esse risco que vc citou existe sim, mas qd vc tem alguma experiência, acaba por minimizar essas coisas e esses enrroscos normalmente já são contabilizados na negociação.

      Em relação ao valor da empresa, isso varia muito mesmo. Em relação à estabelecimentos comerciais, o preço é formado em relação ao faturamento bruto e a rentabilidade do negócio.

      Obrigado pela presença!

      Excluir
    3. Uma pergunta: Tem algum site em específico que você pesquisa essas ofertas de empresas?

      PS: o fundo ficou bem melhor agora!

      Abcs,

      Excluir
  5. Corey,
    Trabalhar Dignifica o homem. O que não pode é fazer o trabalho virar o seu senhor. O sacrifício pra labutar durante um bom período inicial é inevitável mas isso te traz experiência, maturidade, esperteza e muito conhecimento para mais tarde vc virar um ótimo jogador pro mercado de trabalho e pra vida. O ser humano é assim: só dá valor quando ele mesmo paga por algo.
    Mas sempre focando o ditado de que vc tem que fazer "o dinheiro trabalhar pra você". É muito bom você olhar pra trás e saber que vc ralou muito pra chegar aonde chegou e parece que o gosto da Independência Financeira é muito melhor por saber que aquilo foi fruto de seu suor.
    Abraços,
    http://simpleseprospero.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.